MENU

30 de setembro de 2007 - 16:19Vídeos

Massa vs Kubica – versão completa

Os leitores João Honorato e Lvcivs enviam o link para o vídeo onboard da briga de Massa com Kubica. É ainda mais impressionante, pois agora pudemos perceber que eles já disputavam curvas desde antes das câmeras da transmissão terem começado a exibir.


Momento antológico.

Comentários do Facebook

comentários

39 comentários

  1. Juliano "Kowalski" Barata disse:

    Olá José, na verdade faltou eu ser mais descritivo. Curvas de lenta que eu digo são curvas realmente lentas, abaixo de 80 por hora; tal como chicanes, cotovelos e “hairpins”.

    Em Monaco e na Hungria, a maior parte das curvas é contornada em velocidades consideravelmente superiores a isso. Daí a aderência aerodinâmica e a sofisticação dos projetos de chassi e suspensão de hoje já faz toda a diferença.

    Se pegarmos a Mirebeau ou o hairpin Loews por exemplo; a velocidade não mudou quase nada entre os anos 70 e hoje…

    []s!

  2. José A. Matelli disse:

    O Juliano “Kowalski” Barata me corrige com relação à comparação dos pneus entre as diferentes disputas. Reconheço que ignorei os aspectos por ele mencionados e agradeço pelo toque. Mas não tenho tanta convicção que as velocidades em curvas lentas praticamente não se alteraram. Como se explicaria então a evolução dos tempos de volta ano a ano em pistas travadas como Mônaco e Hungria?

    Abraços,

  3. marcato disse:

    caraca esse R/T tá pior que o Alonso ! que chorão ! até aqui que estão falando da disputa massa x kubica vem esse xarope que só fica falando que o Hamilton é protegido FIA, blá blá blá.

    caraca muda o disco ! Santo ele não é, mas já teve gente que fez muito pior e ficou em brancas nuvens e nem por isso o vi chiando em todos os blogs.

    parece até mulher traída !

  4. Juliano "Kowalski" Barata disse:

    José Matelli, concordei com a maior parte de suas colocações, mas os pneus atuais, mesmo com sulcos e mais estreitos; geram muito mais aderência que os pneus dos anos 70 e 80.

    A tecnologia dos compostos evoluiu astronomicamente, e a estrutura dos pneus são infinitamente mais sofisticadas. Não há comparação.

    Outra pequena obs, a velocidade nas curvas de lenta não mudou muito nos últimos 20 ou 30 anos. Isso porque aderência mecânica é aderência mecânica, e piso molhado é piso molhado. Boa parte das disputas se deu em chicanes e em cotovelos.

    abraço!

  5. Fernando Ringel disse:

    Crianças,

    Ninguém jogou o carro em cima de ninguém. É que costuma derrepar um pouco quando você acelera pra valer sob um diluvio.
    Até parece que você nunca jogaram F1GP/World Circuit.

    RSRSRSRSRSRSRSR

  6. psdriver disse:

    Vamos ver quanto tempo vai demorar até tirarem isso daqui. Acho uma coisa muita errada essa necessidade de ficarem tirando todos os vídeos de fórmula 1 do youtube. Qual a dificuldade de deixar a gente ver?

    Valeu!

  7. Herik disse:

    Penso que a disputa entre Massa e Kubica só ocorreu daquela forma porque a pista, como as outras da F1, tem imensas áreas de escape em asfalto. Se, ao contrário, fossem áreas com brita ou grama, a disputa não poderia ser tão agressiva. prova disso que Massa se beneficiou quando recebeu o chega para lá ao entrar na reta dos boxes. O brasileiro aumentou o raio da curva e tracionou no asfalto, enquanto Kubica fez a curva no traçado normal e perdeu tração ao colocar o pneu traseiro esquerdo na zebra. Basta ver o outro vídeo para constar isso.
    Já a disputa de Dijon 79 foi muito mais bonita e difícil, ao meu ver. Carros problemáticos e mais difíceis de pilotar – não tinham os recusos eletrônicos de hoje – , pista muito estreita e e sem as imensas áreas de escape. Arrisco dizer que ainda que no seco a pilotagem daqueles carros era muito mais difícil que os carros atuais na chuva. Só o controle de tração já faz uma diferença brutal.
    Eu não concordo que a disputa de ontem foi mais espetacular que a de 79. Talvez o sentimento de deslumbramento com a disputa de Massa e Kubica – que foi espetacular – esteja relacionado com a dificuldade de vermos disputas na pista na F1 atual. Em terra de cego quem tem olho é rei.

  8. Érico Calixto disse:

    Eu não sabia que tinha tanta gente fresca aqui. Aquilo é automobilismo, não nado sincronizado. Kubica e Massa se cumprimentarma e deram risadas juntos depois. Isso por si só encerra qualquer discussão sobre conduta anti-esportiva ou desleal.

  9. Milton M. Bonani disse:

    Pega sensacional! Também fico com o Reginaldo Leme que disse que não via um desses há 10 ou 15 anos.

    Ah, e como é bom ver a corrida de dentro do carro sem NINGUÉM falando em cima do áudio do motor.

  10. Jean disse:

    Capelli,

    São pegas como este e uma corrida como foi esta q me faz voltar a acreditar q a F1 pode voltar a ser como nos tempos de ouro.
    Quando sobrava disputas, emoção e imprevisibilidade na pista.
    SIM! AINDA É POSSÍVEL!

  11. José A. Matelli disse:

    Bem, já que o Ângelo atirou a primeira pedra, aí vão meus argumentos. Antes de mais nada, quero deixar claro que “se” não deve entrar na discussão, para não cairmos em hipóteses que não podem ser validadas.

    1. Em Dijon não chovia. Em Fuji, mal se enxergava;
    2. Em Dijon também não havia brita e tanto Arnoux quanto Gilles sairam da pista e voltaram sem maiores problemas;
    3. As velocidades EM CURVA naquela época eram certamente menores, mesmo no seco;
    4. Os pneus eram slick, maiores e mais aderentes;
    5. Tanto a Renault de Arnoux tinha problemas (o motor cortava) quanto a Ferrari de Gilles (pneus no osso). Sem isso, não haveria disputa. Em Fuji, ambos os carros estavam 100%;
    6. A disputa roda-a-roda não foi por muito mais tempo não, até porque a pista era bem curta. Veja o vídeo novamente. O que houve, de fato, foram mais ultrapassagem volta após volta, especialmente no fim da reta, devido aos problemas dos carros já mencionados;
    7. milímetros por milímetros, em Fuji os carros também ficaram bem próximos, com o agravante da chuva;
    8. Dijon ganhou contornos épicos pela disputa em si, mas também pelo fato da italiana Ferrari impedir o que seria a primeira dobradinha da francesa Renault, ainda mais na casa deles. É preciso ter em mente o que significa a rivalidade Itália-França (vide final da Copa do Mundo) para entender do que estou falando;
    9. Em Dijon, a disputa era na glamurosa faixa do pódio, algo que vale mais a pena arriscar do que um sexto lugar;
    10. Finalizo reconhecendo que as condições de segurança de carros e pistas da época de Dijon eram muito piores, o que faz dos protagonistas mais colhudos. Mas até pela carência desse tipo de coisa – e mesmo a quase impossibilidade – nos últimos tempos, penso que Kubika e Massa devem ser tão exaltados quanto foram Gilles we Arnoux.

    Abraços,

  12. Ângelo disse:

    Melhor que Dijon 79???
    Hauhauhauahuahauahauhau… tá agora conta a piada do português.
    Foi lindo, foi na chuva e tudo mais, tb adorei, achei a melhor coisa q aconteceu nessa temporada sem sal, mas se houvessem caixas de brita na área de escape, ao invés desse estacionamento de supermercado que inventaram ultimamente, a disputa tinha acabado nas primeras curvas.
    Em Dijon 79 a briga foi roda a roda, dentro da pista, com os carros a milimetros de distância e por muito mais tempo. Não dá pra comparar. Vc é maluco mesmo ou tá bebendo demais…heheh

  13. José A. Matelli disse:

    Olha, podem dizer que estou maluco, mas para mim, foi até mais legal que Dijon 79. Porque? Só conto depois que aparecer alguém dizendo que estou maluco.

    Abraços,

  14. Speed Arosi disse:

    Como posso me exprimir, senão dizer – Caracas -, vi a corrida, revi as ultrapassagens e agora com a on-board, está garantido, molecada com bo.as de aço, naquela chuva.
    Não tendo razão para guardar o carro, pois o campeonato já era, o nosso Felipe, “colocou a faca nos dentes” e foi para cima, pois quer chegar na frente, não interessa em que posição, mas na frente; como no outro carro, tinha outro “maluco”, foram para a briga e tivemos outro pega antológico na F1, coisa meio sumida ultimamente.
    Adorei.
    Anselmo / São Bernardo do Campo

  15. Tempest disse:

    Tem sempre uns brasileiros que querem saber mais que a FIA, que os pilotos, se bobear acham que sabem até mais do que Deus.

  16. Felipe Maciel disse:

    A melhor briga que eu vi nos últimos 10 ou 15 anos
    Foi o que disse o Reginaldo Leme durante a transmissão.

    Realmente foi uma disputa sensacional, incrível, como nos velhos tempos.
    E depois eles se cumprimentaram numa boa, nada de fazer aquele papelão, aquela choradeira à la Alonso.
    Uma atitude brilhante dos dois dentro da pista e um comportamento exemplar fora dela.

    Pega genial, muito bom mesmo!

  17. Anonymous disse:

    Tô com a galera que falou que foi uma obra de arte…. roda a roda, com aquele aguaceiro??? Tudo dentro da legalidade, e saiu quase todo mundo satisfeito, exceção feita aos puritanos que talvez defendam que a ultrapassagem deveria ser feita usando a estratégia nos pits. Valeu a corrida e a temporada dos dois. É pra guardar na memória esse pega, pq posições e corridas se ganham na pista.

  18. Marcelo disse:

    Tomara que no ano que vem massa seja arrojado assim do começo ao fim de ano, sem fazer besteiras claro…

  19. Luciano disse:

    Mais uma vez a turma do amendoim que só sabe falar mal dos brasileiros

    Falar que o Massa foi duro, desleal, etc.. Fala sério.. vcs viram que vídeo?? São de que planeta?? ou são cegos ou idiotas..

    Assistam novamente e vejam.. Massa espalhou duas vezes pra cima do Kubica, que andou na grama as duas.. e o Kubica espalhou duas vezes pra cima do Massa.. que andou na grama as duas.. e ficam falando que o Massa foi desleal.. Ninguém falou que o Alonso foi desleal com o Hamilton na Bélgica..

    Não to aqui pra defender ninguém.. mas um pouco de imparcialidade as vezes é bom..

    Não entendo essa mania de vangloriar os “gringos” e falar mal dos brasileiros.. com certeza são as viúvas do Schumacher.. que agora torcem pra Alonso, Hamilton, Coulthard, Webber, Sato e até do Yamamoto.. e só sabem falar mal dos pilotos brasileiros..

  20. Tatú disse:

    Massa e kubica demonstraram ter algo raro na F1 de hoje: Atitude, numa das melhores disputas da história da F1. Certas pessoas pegam no pé do Massa sem motivo. Tirando a pataquada da revista Caras, ninguém vence três corridas num ano tão disputado, que não mereça destaque. Penso que o massa deve se preocupar em ganhar as duas últimas provas e se tornar o maior vencedor do ano. Mas do jeito que são as coisas, isso ainda seria insuficiente para calar a boca dos detratores.

  21. Eduardo Soares disse:

    putz… queria a camera do kubica tb!

  22. Eduardo Soares disse:

    Parabens para ambos bela disputa. Essas que ainda me fazer assistir formula 1 mesmo tendo de ver 8, 9, 10 corridas para ver 1 (uma!) interessante!!!

    Ambos jogarem pesado porém usando a pista sabendo que o outro tinha para onde espalhar e sobrar, não é monaco não, não tem muros, e quem tá por dentro tem a preferencia. (regra oficial).

    abraços! e obrigado por compartilhar-divulgar o vídeo.

    (ps: Xavier, vc nao entende de nada meu amigo, vai correr de fapinha no Shopping)

  23. Thi@go Pereira disse:

    Genial, muito bom!!!

  24. r/t disse:

    Simplesmente épica a disputa, muito bela !

    E os dois jogaram duro, como se espera de “top drivers” da categoria

    E acho só uma coisa, quando o cara afina, voces criticam, quando batalha, criticam, é hipocrisia isso, se fosse o hamilton, a nova “prima dona” da ctaegoria, estariam todos a falar que foi limpo, leal e afins, sejam imparcias, por favor

    Foio um belo momento num campeonato que está manchado

  25. Bruno disse:

    Concordo em genero, numero e grau com o Renato Rolim. Muito bem postado e observado. Alem do empate de 2×2 nos espalhamentos, houve tb um empate de 1×1 em “X” que um fez no outro.

  26. Dirceu disse:

    Ambos foram duros um com o outro. Foi um pega legítimo, depois parecem q sairam dando risadas da situação: então MENOS gente, MENOS!

    Um dos melhores pegas q jah vi na f-1, na chuva então…

  27. Anonymous disse:

    cada um jogou o seu jogo e suas possibilidades dentro das manobras, assim como o kubica alargou a pista em alguns momentos o massa tambem o fez. Achei magnifica a imagem on board, reparem a pouca visibilidade e a gana dos dois em conseguir a posicao, a f1 precisa de coisas assim, e mais, nesses autodromos de hje, caso houvesse algum acidente, nao iria passar nada. Bem massa, bem kubica. Em relação a duvida postada antes, com certeza se fosse contra o hamilton, o adversario seria punido, Vide o lance com o a outra BMW e o caso do Weber e Vettel.

    rafael Bazzan

  28. Anonymous disse:

    Olhem o video novamente, e vão ver que Massa espalha duas vezes jogando Kubica pra fora, e Kubica expreme Massa na primeira vez obrigando o brasileiro a jogar o carro pra fora da pista por dentro da tomada da curva, e no fim espalha também…

    ou seja, 2×2 em colocar pra fora da pista.

    Renato Rolim

  29. Anonymous disse:

    O próprio Kubica não reclamou, pq estão reclamando?

    Só o Massa jogou o Kubica pra fora?? Qualquer um que ver o video, ve que o Kubica também jogou o Massa pra fora… Mas só falam do brasileiro.

    Pra mim, isso ta virando perseguição…

    Duelo pra entrar na história da categoria. Pilotos escrevem nome na F1 assim… serão lembrados durante anos e talvez décadas, mesmo que amanhã os dois sejam despedidos…

    Renato Rolim.

  30. Tempest disse:

    Desta vez demorou. 5 posts para começarem a meter a boca no Senna

  31. DOWNFORCE.PT disse:

    Falou e disse Xavier. Se eu fosse o Kubica posso garantir que o Massa não terminava essa prova!

  32. Diego disse:

    Que maravilha!!!!!!!!

  33. Thiago disse:

    essa pagou o salario, a renovação, a temporada, as besteiras dele e ainda deixo com credito hehehe

    a melhor do ano com ctz

  34. Bruno disse:

    Xavier,

    Com todo respeito, discordo de vc. sobretudo na ultima parte, de quanto chamar atençao dos comissários. Cara, tu quer que a F1 seja uma corrida de autorama, que ninguem faz nada com ninguem? Por causa de pensamentos como o seu que a F1 atual ta uma porcaria em situaçoes normais.

    Deixe de ser amargo e aprecie esse pega, pois vai demorar muitooo para que tenha outro igual, visse?

    Quero ver disputas fortes e duras na F1 mesmo. Por nessas situaçoes se demonstram que sao os homens e meninos, quem afina ou quem vai para cima. Ou seja, com 2 pilotos de personalidade, que não afinam, é certeza de espetáculo. E foi isso que vimos ontem.

    Parabens Kubica e o Massa. Excepcional pega!

  35. Xavier disse:

    Concordo contigo, Herik: o Massa jogou pesadíssimo – e chegou a ser feio.

    Olha como ele vai sistematicamente buscar contacto e empurrar o polonês, no típico estilo “sai daí ou parto tudo” do Senna.

    Contacto fortuito é uma coisa. Empurrão descarado é outra.

    Ainda bem que o Kubica manteve atitude e brigou até ao fim de forma limpa.

    No entanto, acho que deveria chamar a atenção dos comissários…

  36. Eduardo Cruz disse:

    E a pergunta que me faço é: o Massa não sabe andar na chuva?!?!?!
    Como assim??
    Vejo um monte de gente falando bobagens o tempo todo, mas isso que ele e o Kubica fizeram é pra não esquecer nunca mais. Uma das melhores disputas que já, em todos os 35 anos que acompanho F1.

  37. Fleetmaster disse:

    Show de bola!

  38. Leonardo disse:

    Pô, isso ai foi uma obra de arte! Os dois mandaram muito bem!

  39. Herik disse:

    Massa jogou pesadíssimo na disputa, mas sem ser desleal.
    Agora fica uma pergunta: se no lugar do Kubica estivesse o Hamilton e fosse vítima das mesmas “espalhadas” e “toques”, será que Massa receberia uma punição?
    Sinceramente, penso que sim. Achei muito estranha aquela punição ao Kubica, assim como outras atitudes da FIA.

Deixe uma resposta para Anonymous Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>