MENU

23 de julho de 2008 - 21:34História, Vídeos

Outros tempos

Em 1986, Nelson Piquet e Nigel Mansell disputavam palmo a palmo o título mundial. Alain Prost corria por fora e terminou o ano campeão, mas poucos acreditavam no francês.

Logo após o GP de Portugal, antepenúltima prova da temporada, Murray Walker – lenda viva do jornalismo britânico – dirigiu-se aos boxes da Williams para gravar a cabeça do Grand Prix, compactos que eram exibidos pela BBC nas noites de domingo.

Lá, juntou a equipe, sentou-se num dos carros ladeado por Mansell e Piquet – os aspirantes ao título – e começou a gravar. Ou melhor, tentou começar a gravar. Os pilotos da Williams infernizaram a vida do pobre Murray.

O vídeo está em inglês, mas nem precisa de tradução.

Comentários do Facebook

comentários

13 comentários

  1. vtargino disse:

    huahuahuahua animal

    saudade do Hunt tbm que era comentarista na epoca

  2. Anonymous disse:

    Tenho baixado esses compactos da BBC. Alem de relembrar os anos 70 e 80, me ajudam pra caramba no inglês.

  3. Smirkoff disse:

    O Murray é uma figura. Ele dizia muita besteira, mas se deixava ser corrigido “na lata” pelos seus ótimos comentaristas, Hunt, Palmer e Brundle. Sua humildade difere muito dos principais narradores brasileiros, que em geral interpretam as próprias bobagens como sendo verdades incontestáveis.

    E note como os cockpits eram mais espaçosos nos anos 80… pro Murray caber em um…

  4. Gustavo Lucena disse:

    Caro Capelli, vendo essas cenas, começo a duvidar acerca da animosidade existente entre Piquet e Mansell.

    Fica muito claro por essas cenas que a animosidade de ambos era muito mais marketing para vender revista.

    No paddock, durante as festas e no oba-oba geral, já vi muitas cenas em que Piquet e Mansell aparecem sempre nos mesmos eventos e em um clima pra lá de descontraído, vide o aniversário de 200 GPs do tri-campeão.

    É claro que dentro da pista houve uma rivalidade muito tensa, mas pelo que se ve em vídeos, a relação entre ambos fora das pistas era bem cordial e descontraída.

    Acho que na verdade são muito poucas as rivalidades que eram hostis: Senna x Prost, Jones x Reutemman e Hamilton x Alonso.

  5. Germano disse:

    wait!
    he’s reading!

    huhahahahaha

  6. Gustavo Lovatto disse:

    “That’s enough!”

    Hilário.

  7. Domenico disse:

    Uma boa do Murray Walker é esse comercial aqui:
    http://www.youtube.com/watch?v=vnXLZPn11HM

  8. samu disse:

    Murray walker me lembra o sylvio luiz narrador folclorico e irreverente nao achas capelli abraços!

  9. Fernando disse:

    AHUuhahuauhaha, simplesmente fantástico! Saudade desse tempo divertido :)

  10. Tuta Santos disse:

    Murray YES YES YES Walker. Suas narrações tinham um orgasmo no momento da largada!

  11. Glauco Porciuncula disse:

    eh. impensavel isso hoje em dia.

  12. Anonymous disse:

    very funny indeed.

  13. david disse:

    Sem querer abusar de nostalgia, acho que o melhor título para o post seria: “Bons tempos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>