MENU

22 de setembro de 2008 - 23:43Análises

Cheio de marra


Aconteceu hoje, em Paris, o julgamento do recurso da equipe McLaren contra a punição a Lewis Hamilton no GP da Bélgica. Na ocasião, piloto venceu a corrida mas perdeu 25 segundos de seu tempo final por ter cortado uma chicane na disputa pela liderança com Kimi Raikkonen. O resultado sai amanhã.

Lendo os relatos do julgamento, me chamou a atenção um trecho em específico, no qual Hamilton rebatia argumentos de Nigel Tozzi, advogado representante da Ferrari na audiência:

“I have been a racing driver since I was eight years old and I know pretty much every single manoeuvre in the book, and that’s why I’m the best at my job.

Traduzindo, o piloto da McLaren disse à côrte de apelações que é o melhor naquilo que faz. Trocando em miúdos: se julga o melhor piloto da atualidade.

O ato falho explica algumas coisas. Lewis tem um talento natural inquestionável. É rápido, realiza ultrapassagens empolgantes, vence corridas com autoridade. Mas em seu currículo, até aqui, seu maior feito é o de ter perdido no ano passado o título mais ganho da história. E perdeu porque resolveu brigar pela vitória na China, quando poderia apenas ter “marcado” Fernando Alonso para ser campeão por antecipação. Forçou tanto a barra que destruiu seus pneus e foi parar no único metro quadrado de brita do autódromo de Xangai. No Brasil, tentou ultrapassar o espanhol por fora na curva do lago, saiu da pista e depois foi vítima de um problema de câmbio. Perdeu uma incrível vantagem de 17 pontos em 20 possíveis e terminou o ano num amargo vice-campeonato.

Talvez, se não se julgasse superior como demonstrou hoje, poderia ter sido campeão com tranqüilidade. A autoconfiança é extremamente importante para um piloto de ponta e todo vencedor precisa julgar-se capaz de transpôr qualquer desafio. No entanto, existe uma linha tênue entre a autoconfiança e a presunção. E Hamilton parece estar esbarrando justamente na segunda característica. Quando se julga não apenas capaz de algo, mas sim superior a tudo, comete-se erros primários. Como cortar chicanes e ser punido duas vezes por isso numa temporada. Como bater estupidamente na saída dos boxes.

O estilo de Lewis Hamilton traduz a essência do automobilismo. Não desiste, é ousado, até perigoso algumas vezes – como um dia também foram Schumacher, Senna, Villeneuve ou Peterson -, nenhum demérito por isso. O grande problema do inglês é o fato de existir numa época de cultura de celebridades, de histeria coletiva sensacionalista, quando a imprensa de um país converte um piloto de sucesso em semideus. Incensado a gênio cedo demais, Hamilton parece ter acreditado no fanatismo cego de seus compatriotas. E isso o leva a arroubos como o de, deselegantemente, dizer ao mestre Jackie Stewart que não precisa de conselhos. Ou como o de hoje, de se declarar publicamente o melhor piloto do mundo.

Hamilton um dia pode virar o melhor do mundo e tem totais condições para tal. Mas, antes, precisa colocar a cabeça no lugar.

Comentários do Facebook

comentários

69 comentários

  1. Bird disse:

    O Anônimo está certíssimo, o Capelli se perdeu na interpretação.
    O resto é discurso de invejoso contra a alegria da F1.
    Quando aparece um cara muito melhor que o resto, e esse cara não é brasileiro, dóóóóóiiiiii… vejam quantos anos se passaram até que os brasileiros aceitassem a superioridade do Schumy.

  2. Gilles disse:

    É Capelli, achava que você com a bagagem de pesquisador não viria fazer discurso para os torcedores do Massa.
    O seus comentários sobre o Hamilton só tiram você da lista dos isentos, e o coloca do lado dos Reginaldos, Burtis e Galvões…

  3. Tempest disse:

    Infelizmente este é o preço que temos de pagar pela internet. um idiota qualquer entra aqui como anônimo e escreve um monte de besteiras.

    Eu recomendo que ignorem, pois este tipo de gente só quer chamar a atenção.

  4. Anonymous disse:

    nicolau blavod, o “bonzão” (ah, e “criativo” tbm! rs)

    pela suas palavras, vc realmente ignora sua própria arrogância. Acredita mesmo que, baseado apenas em meia dúzia de linhas, pode rotular alguém dessa forma tão reducionista? Aliás, tão “rasa”?! rsrs

    e o pior é que não percebe que isso faz mais mal à vc que aos outros.

    como não te conheço, imagino que possivelmente ontem tenha sido apenas um dia ruim, afinal pode acontecer com qualquer um. Mas se vc é mesmo sempre assim, só posso lamentar.

    de qualquer maneira, boa sorte.

    ops, esqueci que “seu tempo é precioso demais” e provavelmente vc nem lerá estas linhas… rsrsrs

  5. Anonymous disse:

    Totalmente descabido esse seu post, caro Capelli.
    N foi nada disso q ele quis dizer. Ele estava apenas se comparando com o babaca do advogado da Ferrari e ele disse q entre os dois( ele e o advogado), ele era o melhor no job de pilotar.
    Leio blogs na língua inglesa e nenhum deles citou esse episódio, pq realmente n houve nada de absurdo.

  6. Bruno disse:

    Calma crianças!!!

    É só uma criança achando que é o melhor do mundo… um dia ele leva o tombo…

    O melhor do mundo não perde um titulo já ganho. Nem tão pouco, como o Capelli disse, consegue ficar no único metro quadrado de brita de um autódromo…

  7. Brar Soler disse:

    Eu também estava pensando que o Hamilton era um tremendo dum bocudo no estilo Muhamed Ali.

    Mas depois de ler o post do Jorge Ortiz mudei de idéia.

    Infelizmente não publicaram o que o Advogado italiano disse. Mas dentro do contexto pela reposta que o Lewis deu parece que o advogado Tozzi é que partiu para cima do Lewis, e este respondeu que o advogado podia ser melhor que ele e mais inteligente que ele como advogado mas não como piloto.

    PS (“at my work”. E não “in my work”)

  8. Holy Diggio Bop! disse:

    É um barato ver o povo aqui se degladiando por causa de uma discussão que é da essência do esporte.
    Esporte que, assim como todos, não conhece a tal da ética, pois temos o exemplo do nosso “Amado, Idolatrado, Salve! Salve!” Ayrton Senna ganhando um título jogando o carro em cima do Prost, e vice-versa. Temos também o Schumacher, o “maior de todos os tempos” ganhando título abalroando o Hill e tentando o mesmo com o Villeneuve e se dando mal, as consatntes gentilezas de Barrichello para Schumacher e de Coulthard para Hakkinen…
    Durante cinco temporadas (2000 a 2004) reclamamos de uma Fórmula 1 sem emoção, sem ultrapassagens, previsível e sem sal. As coisas mudaram, e apareceram dois pilotos que tiraram a mesmice das corridas (Alonso e Hamilton). Um é ótimo e cerebral, o outro é ótimo e emocional. E, quando vemos o emocional fazendo o que sabe, que é partir pra cima dos outros a qualquer custo, como cada um aqui espera ver quando acorda às oito da madrugada do domingo por causa da F1, vem um monte de gente cornetando. E por quê? Porque o outro contendor é nada mais, nada menos do que um brasileiro…
    Torço pro Felipe ganhar o título, de verdade. Mas para ele ganhar, tem que mostrar que é mais piloto que o Lewis, no braço. O inglês mostrou o cartão de visitas, fazendo corridas sensacionais este ano, desempenho que NA MINHA OPINIÃO o Felipe só mostrou no GP da Europa, o que é pouco. Mas é claro, que ele tá guardando para Interlagos, onde ele realmente atropela, vide as corridas dos últimos dois anos.
    E, se o Hamilton se acha o melhor, qual é o problema? Ele tem cacife pra mostrar que é mesmo, pelo que já mostrou. O que me irrita de verdade, é essa história do politicamente correto, que já encheu o saco. Bons eram os tempos em que os pilotos de Fórmula 1 podiam fumar seus cigarrinhos entre os treinos, tomar o seu goró ou carregar uma gostosa do paddock para o hotel após uma corrida, sem ninguém cornetar…

  9. Nicolau Blavod disse:

    Anônimo Anômalo.

    Você é tão néscio que sequer entendeu o que eu quis dizer. Eu não disse que não dava atenção ao Joselewis, mas sim que não dava atenção a você. Aliás, nem sei porque cá estou a perder meu tempo com uma pessoa tão rasa quanto você. Tão rasa que não tem nem criatividade para criar um apelido. És apenas mais um medíocre rosto na multidão. Se quiser responder, fique à vontade, tenho coisas mais importantes a fazer do que discutir com a escumalha.

    Relaxe e cresça.

  10. Anonymous disse:

    Camarada nicolau bladov, o “normal” rs

    tenho certeza que o Lewis está muuuito preocupado em conquistar sua atenção. Aliás, eu também não dormirei mais até o primeiro título do inglês! huahuahuahua!!!

    Sua postura no fundo é contraditória, pois soa tão prepotente quanto a razão da recriminação ao jovem piloto.

    Relaxe e reflita…

  11. Glauber disse:

    Talento ele tem de sobra, na mesma quantidade de arrogância, tipicamente inglesa.
    Chamem o pessoal do pânico pra levar as sandálias da humildade pra ele!
    Quem sabe um dia, com um caráter melhor, possa ser um verdadeiro campeão.

  12. Jorge Ortiz disse:

    Acho que o Capelli não ponderou as circunstancias de como a frase foi dita.

    Assim como foi transcrita (como se fosse uma frase unica solta no ar) realmente soa como arrogância, mas deveria saber como foi o diálogo, ou melhor, bate-boca mesmo com o advogado da Ferrari.

    O advogado da Ferrari fez algumas objeções e o Hamilton meio que irritado perguntou pra ele (advogado) se ele sabia pilotar, e depois falou esta frase que esta no post.

    Entendendo isso: ele quis dizer que ele entende e é melhor no que faz (que é pilotar), bem como o advogado entende e é melhor no ele (o advogado) faz (que é defender/acusar).

    Ou seja cada qual é melhor naquilo que faz.

    Patriotismo à parte, o Emerson fez um comentário bem interessante sobre isso (esta no Grande Premio) e é exatamente o que penso.

    Punição totalmente injusta.

    Estão conseguindo tirar a graça de pilotos que proporcionam espetáculos, que é o que todo mundo gosta de ver.

    Abraços.

  13. Nicolau Blavod disse:

    Caro Anônimo Anormal

    Quando o Joselewis for campeão
    TALVEZ eu lhe dê alguma atenção
    Até lá, ele é o mesmo que você
    Um falastrão querendo aparecer

  14. Fernancio Villa Nueva disse:

    O defeito de Lewis foi dizer em voz alta o que pensa!

    Tem gente mais arrogante que ele ali no circo, só que nao fala em voz alta!

    Coloca todo mundo no Kart e ve quem manda! Duvido pra voces se o Lewis nao seria top 3 (minimo)!

    Não posso dizer o mesmo do Massa, por exemplo! E o Massinha tbm é bastante marrento!

    Se ele ganha titulos ninguem vai lembrar (Pele entrevistado na Vila Belmiro, antes da fama: Quem é o melhor centroavante do mundo? Sou eu? E o melhor ponta direita? Sou eu tambem? Alguem diria que ele estava errado?), só o tempo dirá! Mas que a F1 tá bem melhor com ele, ah isso ta!

  15. Anonymous disse:

    Quem sabe ele seja reconhecido quando disser que viu Deus com os braços abertos sobre a pista, que seuntiu algo diferente como se ele e o carro fossem uma coisa só, ou alguma outra pataquada do genêro…

  16. Kik0 disse:

    Quem sabe ele seja reconhecido quando prove que sabe qual o botão de neutro e qual o de mudança de marcha e quando souber que vermelho no semáforo significa PARE!!!

  17. Anonymous disse:

    nicolau blavod, ele só pecisa provar p/ vc e p/ o resto da viuvada, pq o resto do mundo já sabe.

    Desde a estréa do Lewis ano passado, ou se vc preferir desde a 1ª vitória, quem é o piloto a ser batido na categoria? Quem andou mais na frente e fez mais ultrapassagens desde então? Quem pilota melhor no seco e molhado? Quem empolga mais o público quando “cola” num retardatário? Que outro rookie superou logo de cara um bi-campeão reconhecisamnte excelente como Alonso?

    Percebe como não tem p/ o Massa, Alonso, Kimi, Kova, Vettel ou mesmo p/ o animal do Kubica? Meu amigo, vc está presenciando um piloto fazer história, mas ainda não se deu conta. Daqui alguns anos, quando o inglês estiver com seus vários títulos, quem sabe cai a ficha…

  18. Marcos disse:

    Caramba! onde eu assino? vc disse tudo cara, pelo menos pra mim, Hamilton realmente é extraordinario, mas tem que achar o ponto de equilibrio e, ser menos arrogante, nem Schumacher depois de detonar recordes como um trator saiu dizendo aos quatro ventos que era o melhor.

  19. Mihh disse:

    Se o melhor da temporada nao consegue parar em sinal vermelho…

  20. Nicolau Blavod disse:

    Nas palavras de um dos anônimos aqui:

    “(..) Hamilton disse apenas:

    - Psiu… ei peixe… quando eu nasci, papai do céu olhou pra mim e disse: “Esse é o cara!”

    Qual o drama? Ahhh, ele é inglês… tststs…”

    Não há drama algum, meu caro. A única diferença é que o Romário não tem que provar nada a ninguém, ao contrário do inglês aspirante a ídolo.

  21. Anonymous disse:

    Antes de se proclamar o melhor GANHE UM TÍTULO… ah!!! e aprenda a diferença de cada botão no volante do seu carro.

  22. wallace disse:

    O Luiz Miltão, é um Nigell Mansell negro. E olhe lá se será campeão algum dia !

  23. Cassius Clay Regazzoni disse:

    FANFARRÃO = Lewis Hamilton.

    Posso até errar na previsão, mas a história do esporte está cheio de casos que comprovam que a fanfarronice é um péssimo caminho para qualquer esportista. Ao ser fanfarrão, o sujeito chama para si uma enorme responsabilidade e a ira de seus adversários. Vide o caso do Renigth Gaúcho e Fluminense. Acho que Hamilton não leva mais um campeonato.

  24. Anonymous disse:

    O que vem ao caso não é quem é melhor do que alguem. O negócio é que todo piloto devem sim buscar ultrapassasagens nas pistas, pois trás diversão ao público que está sssistindo. O maior problema é ficar fazendo atalho fora da pista para tirar proveito e achar que está certo.
    Acho Hamilton o melhor piloto de todos na atualidade. Só que ele está um pouco ansioso para ser campeão mundial, como se no ano que vem não fosse mais correr.
    Ele tem que galgar degrau por degrau.
    É claro que, quando ele dirige, a impressão que dá é que os outros pilotos estão em ponto morto ou quase parados, tamanho é a fome de dirigir que ele tem. E tem muita competência para isso. Título mundial com certeza virá, mas tudo tem seu tempo. Não adianta queimar etapas.
    é com punições como esssas que ele, Hamilton vai crescer e ser um piloto completo. Torço por ele sempre.
    Abraço a todos
    Paulo Santos/RJ

  25. Tempest disse:

    “Número de pontos é o único critério objetivo q pode ser usado, o resto n passa de subjetivismo, como por exemplo dizer q Senna é melhor q Piquet, Prost ou seja lá quem for.”

    Ah certo… Então pelo seu critério, Barrichello e Coulthard são melhores do que Juan Manuel Fangio, Nelson Piquet, Jackie Stewart e Emerson Fitipaldi.

  26. Falko disse:

    Pessoal que xinga ele aqui baba-ovo do Senna até a morte. Agora pergunto: qual a diferença essencial entre o comportamente dele e o comportamento do Senna? Simples: nenhuma!

    Senna era o mesmo tipo de idiota arrogante, que AFIRMAVA ser o melhor de todos (somente sendo superado por Fangio).

    Hamilton está errado em fazer isso? De forma alguma. Se ele não o fizesse, eu sinceramente questionaria suas habilidades como piloto de corrida. Não sei se os frequentadores daqui competem ou já competiram em qualquer coisa (Seja kart 125, campeonatos amadores de kart de aluguel, campeonatos com simuladores), mas um verdadeiro piloto SEMPRE acredita que é melhor que os outros. Sempre.

    Então, qual o problema em falar isso alto? Moralismo idiota…

  27. Denise disse:

    Comentátio perfeito, Capelli. Disse tudo!

  28. Juliana disse:

    Foi um dos melhores textos que li sobre esse assunto. Concordo com tudo.
    E atitude e bem diferente de prepotência.
    Todos sabemos que ele é realmente bom no que faz, mas se fosse o melhor como se julga agora estaria com o bicampeonato garantido (vide Schummacher, que foi hepta garantindo os títulos com antecipação muitas vezes), e diga-se de passagem Luizinho ainda não ganhou NADA!!!

  29. Renato Muller, São Paulo disse:

    Mais umas para eu querer ver o Amilton ser vice de novo este ano…

  30. Mirax disse:

    É difícil ser modesto quando se é bom…

    Aos raivosos e contrários ao Leiws, perguntem ao Massa que ele acha o melhor piloto da atualidade.

    Tem gente que escreve com tanta raiva e rancor no coração…aliás acrescento uma pitadinha de inveja, por ele ter nascido na Inglaterra, rsrsrsrs.

  31. Anonymous disse:

    Acho a decisão correta, não por ser favorável a um piloto brasileiro, mas porque, se ele tivesse recebido de volta a vitória, ele iria achar que estava corereto fazer o quie fez. Dessa forma, perdendo a vitória em Spa, talvez ele epnse melhor em tentar fazer outras ultrapassagens como aquela. Acho, também, que ele deveria ter recebido uma advertência por conta da ultrapassagem em cima do Timo Glock,em Monza. Quase que ele acaba com a corrida do rapaz.
    O Hamilton tem que colocar na cabeça que a Formula 1 vive de ultrapassagens e vitórias, mas feitas dentro do regulamento e respeitando o colega (que ele chama de adversários) de profissão.
    Imagina se o Alonso tenta fechar a porta dele e os dosi batem, o que pensaria?
    Abraço a todos.
    Paulo Santos/RJ.

  32. Fabricio disse:

    É engraçado ler os diferentes comentários de cada pessoa aqui.
    No geral, concordo com o Capelli. O Lewis é um excelentíssimo piloto, mas é uma criança. Daqui a alguns anos, ele vai pensar diferente. Isso sempre acontece quando o sucesso e fama vêm rápido demais. O próximo passo é sempre o tombo, e no caso dele, o tombo vai ser grande…
    Eu gostava de ver ele correr, ganhar e sorrir, mas pelo jeito, o circo da F1 estragou mais uma pessoa.

  33. Anonymous disse:

    Larguem do pé do cara! Traduzindo para o “tupiniquim”, Hamilton disse apenas:

    - Psiu… ei peixe… quando eu nasci, papai do céu olhou pra mim e disse: “Esse é o cara!”

    Qual o drama? Ahhh, ele é inglês… tststs…

  34. Marcos Melo disse:

    Esse cara tem muito o que aprender. Não é tirando os adversários da pista que se mostra que é o melhor, não. Se assim fosse, o De Cesaris foi o melhor de todos os tempos.

    Como falaram em cima, queria ver ele ganhando corrida na Toro Rosso ou dividindo equipe com o Vettel.

    Vettel é melhor que Hamilton.

  35. Eu me ♥ disse:

    Eu me ♥

    http://www.youtube.com/watch?v=GAKSjZeRKtY

    ♫ Eu me amo , eu me amo ♫
    Não posso mais viver sem mim
    Eu me amo , eu me amo
    Não posso mais viver sem mim

  36. Anonymous disse:

    Ele é q tem o maior número de pontos nas últimas duas temporadas. E, portanto é o melhor dos últimos dois anos na F1, período no qual participa da F1.
    Assim, ele é o melhor piloto dos últimos dois anos da F1.
    Número de pontos é o único critério objetivo q pode ser usado, o resto n passa de subjetivismo, como por exemplo dizer q Senna é melhor q Piquet, Prost ou seja lá quem for.

  37. Anonymous disse:

    Ele tá se achando mesmo…
    Mal chegou à F1 e já fez uma autobiografia.

  38. Anonymous disse:

    Se arrogância fosse problema para ser campeão, Senna e Piquet estariam fritos. Lewis não só é o melhor piloto do grid, como terá no futuro seu nome laureado ao lado de Schumacher, superando inclusive Senna e Piquet.

  39. Anonymous disse:

    estou com o alonso…

    antes de se gabar tanto, seja campeão mundial… ai pode falar o que quizer…

    antes disso, é só mais um piloto.

    abraço

  40. Michel disse:

    I’m the best of ma job

    Deus tá vendo.

    Hamilton angaria inimigos com extrema facilidade. Vai acontecer de na última hora o Glock ou o Webber reviver o lance Satoru Nakajima X Senna (de ’90) e o mesmo ficar posando de coitadinho.

    Aliás, o alemão já avisou que se tiver oportunidade, revida. Pena que nao tenho aqui a fonte.

    E outra: a situação dele pode ser a melhor, pois possui um dos dois melhores carros, pois melhor mesmo não é. No mínimo 3 pilotos são melhores que ele, na minha humilde opinião.

    Falando nisso, o que faz mal não é a falta de humildade, mas sim o excesso de arrogância, mostrado pela Carolina Dieckmann da F-1.

  41. Nelson (Pô, meu!) disse:

    Caro Capelli,
    Quanta raiva nesse coração! Um jornalista especializado deveria analisar o tema com imparcialidade. O melhor que Hamilton fez foi perder o campeonato do ano passado? Foi a primeira derrota na vida dele. Desde os 12 anos ele ganha tudo que disputa. Qual o problema do cara saber que ele é o melhor no que ele faz?
    Pergunto:
    Quem é melhor que ele hoje? A chance mais próxima é o Schumacher voltar ano que vem. Ou seria o Massinha?
    Abraços e sucesso,

  42. Bruno disse:

    Cada vez mais o hamilton ganha minha antipatia [2] Menino mimado… Tem talento mas não tem humildade… Muito metido e arrogante

    E porque as pessoas estão postando como anônimo?? Isso é medo??

  43. VINNY disse:

    Nao sei pq, nunca fui muito com a kra do Hamilton e depois dessa.aff…

    Ta certo que ele tenta fazer na pista o que muitos nao fazem, e parece que isso sobe a cabeca dele.

    E pra finalizar, ele ta aeh disputando titulo e vitoria por causa do Alonso que ano passado arrumou a McLaren e com esssa sorte, Hamilton sempre andou em carro competitivo.

    Queria ver ele ganhar uma corrida de Toro Rosso, aeh sim eu teria respeito por ele.

  44. Robson Moraes disse:

    Típico de europeu se achar superior ao “resto” da humanidade. Basta ver a imprensa européia que já dava como certa a ida do Alonso para a Ferrari. Deram com os burros n’água, assim como muita gente aqui que critica o Massa.

    Aliás, quem defende a McLaren aqui deve ter uma memória curtíssima. Já esqueceram o papelão do ano passado? Já esqueceram da “Ferrari prateada”?

    Deixa o Joselewis falar, deixa. O peixe morre pela boca.

  45. Mandruwá disse:

    Só pq fez algumas boas corridas numa equipe de ponta acha q é o tal. Vai ter q comer muuuito feijão com arroz para se equiparar a Piquet, Senna, Fitipaldi, Mansell, Prost, Lauda, Schumacher, Hakkinen, Fangio etc…

  46. Nicolau Blavod disse:

    O comentário do “anônimo” aí em cima é completamente despropositado. Todos aqui que acompanham o Blog do Capelli sabem que ele já criticou e muito o Massa em outras ocasiões. O que me parece é o contrário, que existe um movimento anti-Massa, sabe lá Deus porquê. Por que o cara não é o Senna, é isso? Tão esperando o cara resuscitar e sentar de novo num cockpit? Ou será que realmente acham que o seu sobrinho esquisitão vai fazer algo que preste na F1? Isso, é claro, se chegar lá…

  47. Anonymous disse:

    O Capelli é apenas mais um da brigada dos jornalistas que fazem de tudo para elevar o Massa ao heroísmo e demoniza os adversários diretos dele. Assim como a Rede Bobo, que fez um especial só pra falar mal do Hamilton no último domingo, o Capelli entrou na onda de jogar todo mundo contra o adversário de Massa. Antes era o Raikkonen, que virou espancador de criancinhas, só porque os “entendidos” achavam que ele era o maior rival do Massa. Agora que é o Hamilton, é um bandido nas pistas, arrogante, etc, etc, etc. Mais arrogante que o sr “Eu não errei, se eu errar, eu aviso” da Malásia, vai ser difícil, mas como é brasileiro e como o ibope da mídia ligada ao automobilismo cresce quando tem um brasileiro com chances de ser campeão, Massa é santo e deve ser canonizado. O resto é demônio e deve ser excomungado da F1 pra não atrapalhar o título do São Felipe Massa.

  48. Alexandre disse:

    Eu não vejo problema algum em se achar o melhor no que se faz. O que não se pode é se achar o melhor o suficiente para não mais evoluir.
    Sendo um pouco mais generalizado, nossa cultura brasileira não nos deixa termos este tipo de discurso.
    Nos EUA, Europa é um tanto quanto diferente, lá se acha o melhor é sinônimo de orgulho.
    Então se a pessoa se acha a melhor, ela têm este direito. Isto não quer dizer que ela realmente é.
    Eu sempre critíco a nossa cultura, pois temos uma certa síndrome de inferioridade.
    Se achar o melhor no que faz não tem pecado algum.
    Mas respeito opiniões.
    Pelo menos ele não teve falsa modéstia, que eu acho pior que a suposta ‘presunção’.

    []‘s

  49. r/t disse:

    Já falei isso na temporada passada, em varios blogs, e vieram alguns encher o saco

    Esse hamilton é um metido, nojento, sujo, imundo e cinico, dissmulado, tem uns e outros que ainda compram o risinho mentiroso e a simaptia de fachada dele

    E o que mais impressiona é que entre 1993 e 2006, Schumi, esse sim um genio do esporte, era perseguido e taxado de arrogante sendo que era simpático, humilde e cordial de acordo com relatos de quem conviveu ou conheceu ele

  50. Cristiano disse:

    Um pouco de polêmica sobre os pilotos estava fazendo falta. E ainda prefiro o estilo Mansell de pilotagem do rapaz, ainda mais se for combinar com o estilo Piquet de falar…

    Já os comentários de ex-pilotos, tenho minhas ressalvas. Jackie Stewart é torcedor roxo dos britânicos, elogia todos, e gosta de dar palpites. Lewis pode ter sido deselegante, mas também o zarolho enche o saco…
    Já o Lauda, troca de opinião muito fácil. Irvine critica todo mundo. Enfim, estavam melhores nos cockpits. Mas prefiro levar para o lado lúdico da coisa. É divertido.

  51. Bruno Lemos disse:

    É um Ayrton Senna da vida mesmo…

  52. Bruno McLaren disse:

    Fernando Horta, concordo plenamente com o que disse.

    Atualmente é difícil agradar qualquer que seja a postura adotada. Se é humilde, críticas; se arrogante, idem… Claro, Aristóteles já vaticinava que a virtude está no meio termo, entretanto, a F-1 não é espaço para altruísmos e afins. O que não significa que deva ser um cretino, longe disso. Mas, como dizia Senna, “não estou na F-1 para fazer amigos”.

    Curioso que ninguém falou em arrogância e/ou marra quando Piquetzinho bradou que tinha por objetivo ser maior que seu pai. Nem havia estreado sequer. Nem de seu pai que dizia que o pimpolho andaria na frente do Alonso (só se for quando estiver para levar volta do espanhol)…

    É, haja ufanismo, amigo! Brasileiros podem tudo e são sempre os melhores. Ai de quem for contra. É, prontamente, rotulado de “antipatriota”.

    Arrogância é dizer “só a medalha de ouro importa”, “o futebol brasileiro é o melhor do mundo” e voltar com um bronze depois de um chocolate da Argentina. O mesmo ocorreu na Copa 2006, acharam que já eram campeões. Ainda bem que havia um Zidane e um Henry…

  53. Anonymous disse:

    Como diria um colega meu:

    " A inveja é uma m&rd@"

  54. livio disse:

    cada vez mais o hamilton ganha minha antipatia. A começar por algumas ultrapassagens que fez esse ano, onde sem necessidade alguma jogou o carro dos adversários pra fora da pista (massa e piquet, na alemanha; glock em monza entre outras). Ademais, parece se achar o melhor do mundo sem o ser, perde o título mais ganho da história e quer vir com marra.

  55. Carlos SJCampos disse:

    hahahaha…tem hora que acho que a galera “posta” alguns comentários só para se divertir e deixar os que levam um pouco mais a sério o négócio p… da vida. Qto ao Lewis, sandálias da humildade no garoto!!! Abraço a todos!!!

  56. Norival Junior disse:

    Enquanto ele for esse cara mimadinho e arrogante, desejo que ele nunca ganhe nada no automobilismo..ja basta o leitinho q ele ganhou do Ron Dennis…torço muito, mas muito mesmo pro Massa e pro Alonso…e que eles possam ganhar titulos em cima desse moleque…

  57. BAPTISTA disse:

    Sou mais a petulância do inglês que a humildade do Rubinho: “Sou apenas um brasileirinho contra este mundão todo”. Acredito que se o Barrica tivesse adotado este tipo de postura mais agressiva, poderia ter obtido mais sucesso em sua carreira na F1. Talvez nem fosse campeão, mas com certeza seria mais respeitado. Enfim, automobilismo não é só braço e troféus, mas também atitude. Salve Lewis!

  58. Jose disse:

    Eu acho que uma coisa é o cara fazer e falar, outra coisa, é ele apenas falar. Por enquanto ele só tem falado, pois quem é bicampeão e quem é o atual campeão não é ele. Tem feito grandes corridas, mas ainda não se mostrou campeão, até por estar na sua segunda temporada. Isso não é marra, é arrogância. Marra tinha o Romário que falava que não precisava treinar e fazia gol. Marra tinha Senna, Piquet, que falavam cada um a seu modo e dentro da pista foram multicampeões. Hamilton pode se tornar mais um grande piloto da história, mas ainda não é.
    Ah, e o melhor piloto do grid é o Alonso, bicampeão que faz aquele Clio 1.0 parecer carro de corrida. Pena que lhe falta carisma.

  59. Fernando Horta disse:

    Não entendo. Uma hora criticam os pilotos robóticos do grid, que não fazem nada de especial, que não dizem nada espontaneamente, que só fazem PR pra equipe e assinam releases sem sal. Depois criticam o garoto por falar abertamente o que pensa, numa atitude que poucos tem “coragem” (como traduziu o locutor Global) de tomar.

    Se ele fosse brasileiro, todos estariam aqui aplaudindo a coragem dele de dizer isso, assinando embaixo a declaração dele. Quando o Ronaldinho dizia ser o melhor, alguém criticava?

  60. José A. Matelli disse:

    Perfeita análise, parabéns.

  61. Eduardo Cruz disse:

    Sou daqueles que incensaram o Hamilton depois das primeiras corridas, achando que o menino realmente era um gênio. Só que depois daquela história da biografia dele, já o citando como campeão do mundo, alguma coisa se perdeu no encanto, e comecei a relativizar tudo que dizem dele, tanto para o bem, quanto para o mal.
    Hoje, acho que ele é um piloto fantástico, como poucos no grid, mas acho que ele leva junto uma carga de irresponsabilidade e presunção que acabam por justificar tudo que se fala mal dele. Presunção, nesse episódio, é pouco para descrever o que ele parece ter. Antes de se julgar o melhor de todos, há que se conquistar o direito a isso. Alonso, com toda sua marra e um bicampeonato nas costas, não sai alardeando aos quatro ventos de que é o melhor piloto em atividade.

  62. tonhito disse:

    pois é, arrogância típica de um rapper americano…

  63. Herik disse:

    Resumindo: o cara é pura arrogância.

  64. Klauss disse:

    É…

    E o Alonso, que teve problemas com ele no ano passado e praticamente saiu de “vilão” da história, hoje deu uma declaração de que num futuro talvez remoto, ou não, que poderia sim voltar a ir para a McLaren. Que o problema dele não foi diretamente com o Hamilton, mas pela McLaren não saber lidar com a situação em que se meteram. A julgar por essa fala do Hamilton, por não terem o colocado em seu devido lugar. E disse que admirava muito Hamilton como piloto. E depois dizem que o “babaca” é o espanhol…

  65. Anonymous disse:

    Humildade é para coadjuvantes. Pra cima deles, Lewis.

  66. Fábio Andrade disse:

    Mais uma vez, a pergunta:

    Onde eu assino?

    Hamilton é fantástico, não tem que provar isso a ninguém. E talvez ele até seja o melhor da atual geração que disputa o título. Mas também já provou o quanto lhe falta de maturidade e experiência para ser campeão. Com essas palavras ditas hoje, confirma ainda mais a tese.

  67. Eduardo Soares disse:

    coloquem o vettel no lugar do Kova e vamus ver se esse babaquinha mimado vai se destacar.

  68. Anonymous disse:

    Torço para q quando ele se tornar o melhor, ñ mudem as regras e nem o punam com 25 segundos…….

  69. Anonymous disse:

    voluntarismo é pouco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>