MENU

12 de setembro de 2008 - 12:46Análises

Ferrari renova com Kimi

A Ferrari anunciou hoje a extensão do contrato de Kimi Raikkonen até 2010. Ou seja, por mais duas temporadas, teremos Kimi e Felipe nos carrinhos vermelhos.

O significado mais forte do anúncio? O de que as portas de Maranello estão fechadas para Fernando Alonso. Preterido pela Ferrari e sem a mínima possibilidade de retornar à McLaren, resta ao espanhol tentar uma mudança para a BMW, sob a pena de só voltar a encontrar um carro competitivo a partir de 2011. Se é que ainda terá paciência para continuar na F1 até lá.

Uma pena. Alonso é de um talento único, mas se movimenta muito mal nos bastidores. Seu arranca-rabo com a McLaren em 2007 prejudicou seriamente o andamento de sua carreira.

Comentários do Facebook

comentários

13 comentários

  1. Anonymous disse:

    A Ferrari tem muito mais a perder sem o espanhol do que o contrário….. é isso mesmo: que continue com essa patética dupla de pilotos, que só é capaz de ganhar um mundial quando ele cai no colo, de presente….

  2. Anonymous disse:

    Hamilton pode ser um piloto com uma coisinha a mais (Á maclarem) pois ele em qualquer outro carro seria uma piada. Ano passado quando ele parou de copiar o acerto do carro do alonso (Outro Piloto Meidocre) Parou de andar forte. Gente…para com isso o dia que hamilton e alonso for piloto com coisinha a mais eu mudo meu nome para Pato Donald. Como nosso amigo disse o fim do alonso sera igual do J. Villeneuve. Quem sabe ele tb não embarca no mundo da musica e prepara um CD ai para as paradas..por que como piloto ate o nelsinho que deus me livre que lixo de piloto arranjou um podio…bom estamos carentes de bons pilotos….FORÇA MASSA

  3. Anonymous disse:

    Se bobear, acabará como J. Villeneuve…

  4. andre disse:

    alonso é o melhor piloto no grid. ele e hamilton estão um passo à frente dos demais. infelizmente ele foi politicamente estúpido e F1 é política. cada um tem o que merece.

  5. andre disse:

    todo mundo se esqueceu de que havia uma pessoa na ferrari que não quer trabalhar com o alonso: michael schumacher. e como a opinião dele deve pesar pouco, né…?

  6. Anonymous disse:

    ”diferensa” ? O pessoal que comentava aqui já foi melhor..

  7. Rodrigo Bonilha disse:

    Nunca vi nada no Alonso…não acho ele espetacular….não vejo ele fzendo nada pela Renault…como o shummy fz pela ferrari quando ela estava um lixo….todos acham ele um fenomeno….opiniões a parte acho ele um lixo….acho que ele não foi Bi campeão acho que na ocasião a ferrari que perdeu 2 titulos e não o alonso que ganhou 2 titulos….Principe das Asturias…principe encata multidões…esse tal alonso…mimado…infantil…e na minha um piloto mediano…para sentar em uma ferrari primeiro vc tem que ter ombro para aguentar o peso de uma ferrari…como o felipe fz no começo do ano quando não pontuou nas 2 primeiras provas..o Alomso…ele vai e chora como fz na Maclarem….acho que uma formula 1 sem o Alonsa vai muito bem obrigado..pois não é um piloto com brilho…e não fz diferensa nehuma uma F1 com ou sem ele…..

  8. Luiz Sergio disse:

    Saber que não foi ninguem dentro da equipe e sim o seu empressário que o colocou nesse buraco, ao não colocando cláusulas para impor seus dois títulos mundiais em uma equipe quem vinha em decadência é o primeiro passo para compreender tudo que passou e aceitar que talvez não tenha tão cedo, um grande carro para disputar um campeonato; sua saida da Renault, desistruturou a equipe e colocar novamente essa equipe no topo, não vai ser tarefa fácil.

  9. Ivan Drago disse:

    Esse Alonso é um mimadinho. Se não consegue o que quer, faz beicinho, baté o pé e se joga no chão. Nesse ponto ele se parece com o falecido Ayrton Senna, só que sem o mesmo talento do brasileiro.

    Como disse o Nicolau, é bem feito pra ele e pra quem fazia lobby pra que ele pilotasse o carro vermelho.

  10. Nicolau Blavod disse:

    HAHAHAHAHAHAH! Bem feito para os recalcados que já davam como certa a ida do Príncipe das Astúrias para a Ferrari. Como o nosso glorioso “n piquet” aí em cima. Chora, neném!

  11. Luiz G disse:

    Concordo com o Eduardo Cruz.

    Alonso é genial, mas deve ter um temperamento difícil e quer a equipe pra ele.

    Na Mclaren, foi engolido por Hamilton, ficou desiludido e foi embora.
    Abandonou o trabalho, criou problemas na equipe e mostrou falta de profissionalismo.

    Senna e Prost correram juntos com suas diferenças, Piquet e Mansell também, Hakkinen e Coulthard.
    Vários pilotos com sede de vitória ficam, no mínimo, 2temporadas e não desistem de um carro vencedor.

    Hoje, Massa e Raikkonen pilotam juntos. Massa perdeu ano passado, mas ao invés de chorar, está aí batalhando de novo.

    O mundo da F1 é muito pequeno e todo mundo se conhece. As equipes devem ter motivos pra dispensar um piloto com o talento de Alonso.

    Mas vai ser bom ele estar na BMW, pois será mais uma equipe para disputar o campeonato.

  12. n piquet disse:

    Vixe, que bobagem, apostar no “Senhor Sensação Estranha” e desperdiçar o Alonso !

  13. Eduardo Cruz disse:

    Já postei coisa parecida há tempos atrás, num dos blogs que leio regularmente (não me lembro se aqui, com o Seixas, o Gomes ou as F1 Girls, mas o que sobra de talento pro Alonso na pista falta fora dela.
    Ele age como se fosse a última Coca Cola gelada do deserto, a prima-donna, o único ser dotado de habilidades pra levar um F1 ao lugar mais alto do pódio, e, apesar de dentro da pista ser um dos poucos realmente dotados desses atributos, fora das pistas parece coisa de menino mimado, marrento, que só está aberto a negociar quando a negociação for benéfica à ele. A Ferrari já deixou claro, por diversas vezes, que, independente de quem senta no cockpit dos carros vermelhos, pilota primeiro pra equipe, e só depois compete por ele, pra conquistar seus sonhos pessoais. Barrichello aprendeu isso da forma mais dura. Schumacher só tinha todo mundo à seu favor, porque chegou, primeiro, se doando, conquistando a simpatia de todos, trabalhando duro, para só depois começar a exigir. E não esqueçamos que tudo só foi realmente dele à partir do 1º título na Ferrari, porque antes, quando quebrou a perna em 99 e o homem de vermelho em condições de tirar o campeonato do Hakkinen era o Irvine, vimos até o Schummy correndo de escudeiro.
    Alonso sempre se mostrou “interessado” no carro vermelho, mas pregando aos quatro ventos que a decisão final era dele, que ele decide quando vai e pra onde vai. Pelo menos pra Maranello, por enquanto, parece ele não vai.
    Repito: não por falta de talento dentro da pista, mas acho que só vai pra lá quando mudar de atitude. Talvez isso signifique que nunca vá para lá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>