MENU

14 de setembro de 2008 - 12:06Curiosidades, Estatísticas, História

Toro Rosso faz história em Monza


Não bastasse o fato de ter-se tornado a primeira equipe a vencer uma corrida com um motor Ferrari que não a própria Ferrari, a Toro Rosso atingiu outra marca impressionante no GP da Itália. É a primeira equipe italiana, fora a Ferrari, a vencer em Monza em mais de 50 anos.

A última vez em que um carro italiano não-Ferrari venceu no lendário circuito foi em 1956, quando Stirling Moss chegou em primeiro com uma Maserati. De lá para cá, aconteceram outras 50 corridas em Monza, com 30 vitórias de carros britânicos (Benetton, Brabham, BRM, Cooper, Lotus, March, McLaren, Vanwall e Williams), 15 italianos (Ferrari), 3 franceses (Matra e Renault), 1 japonês (Honda) e 1 irlandês (Jordan).

Além disso, desde 1997 não se ouvia o hino italiano no pódio para uma equipe que não a Ferrari. A última ocorrência fora no GP da Alemanha de 1997, quando Gerhard Berger venceu com a Benetton.

Aliás, cabe aqui um esclarecimento. Nascida da britânica Toleman, a Benetton sempre competiu como originária da Grã-Bretanha, de 1986 a 1995. Apenas em 1996 ela transferiu seu registro para competir como italiana, embora sua fábrica ficasse em Enstone, na Inglaterra. Comprada pela Renault em 2000, converteu-se em um time francês.

Comentários do Facebook

comentários

23 comentários

  1. Diego Borges disse:

    Capelli, como está a situação contratual de cada um dos pilotos da Formula 1?..quais já possuem contrato até 2009/2010?

  2. Anonymous disse:

    Capelli, como está a situação contratual de cada um dos pilotos da Formula 1?..quais já possuem contrato até 2009/2010?

    abraço!

  3. VictorVC disse:

    Capelli, jah sao 6 pilotos no lugar mais alto do podium. Desde cuando isso nao acontece em uma temporada??

  4. Blog Position disse:

    aliás Capelli, outra ironia foi a vitória ter vindo do lado B da Red Bull e Vettel estar justamente indo para a equipe que não venceu ainda…

  5. Jeremias Lourenço disse:

    Capelli, ontem me ocorreu um dado curioso: o percentual de primeiras vitórias – seja de pilotos ou equipes – que ocorrem em situações de chuva é bem acima da média.

    De cabeça, lembrei as primeiras vitórias de Senna, Barrichello, Fisichella. Além das equipes Jordan e Stewart.

    Acredito que a chuva seja amiga dos debutantes no primeiro lugar do pódio, assim como os circuitos de Montreal (Alesi, Hamilton, Kubica) e Hungaroring (Hill, Alonso, Button).

    Parabéns pelo blog. Sem dúvida, o mais completo e com informações mais relevantes. Melhor do que os de sites “tradicionais”.

  6. João Eduardo disse:

    Agora eu entendi, Capelli… Obrigado!

  7. Anonymous disse:

    Queria que alguem me explicasse porque a Ferrari não encheu de combustível até a tampa o carro do Massa. Se ele tivesse que parar seria para troca de pneus unicamente. Depois dele os da frente pararam pelo menos uma vez.
    Daria para chegar mais a frente.
    Estou errado? Volta Ross Brawn.
    Abraço a todos.
    Paulo Santos/RJ

  8. Vini disse:

    Capelli, depois de atender o pedido do Richard Vieira, poderia tirar uma curiosidade que tenho? (e que não tem nada haver com os atuais tempos da F1). Qual é a equipe que mais perdeu pilotos em acidentes fatais?

    Primeira vez que escrevo aqui, mas sou um leitor assíduo há tempos!

  9. Ao Eduardo Aranha disse:

    Esse vídeo é velho e quem atropela é o M.Schumacher como poderia ser ele em Monza 2008? Nem o capacete se parece com Kimi…ACORDA!!!

  10. Sandro Marques disse:

    Parabéns ao bravíssimo Vettel foi realmente impressionante a forma como ele dominou a corrida hoje. Uma perguntinha:O que será que o Dietrich Mateschitz achou da “filial” vencer antes da matriz? Depois de tudo que ele investiu foi no mínimo curioso a Toro Rosso vencer antes da Red Bull. Ainda não vi ninguém falzer nenhum comentário sobre isso.

  11. Peter Tosh disse:

    bob marley,

    Só te restou torcer contra.

  12. Anonymous disse:

    Veja o "video do dia" da Gazzeta dello Sport. Mais uma do Kimi, que a TV não mostrou nesta inesquecível corrida de Monza. Realmente, hoje ele não deveria ter levantado da cama!
    http://mediacenter.gazzetta.it/MediaCenter/action/player?uuid=b7d694c2b063d2256cc1823c04c84de1&iduser=206646&navName=1
    Eduardo Aranha

  13. Anonymous disse:

    Box da Ferrari embaixo d'agua

    Veja e imagine se fosse em Interlagos. O vídeo é do Corriere della Sera, portanto não se pode acusar de estar querendo prejudicar o autódromo italiano.

    http://video.corriere.it/?vxSiteId=404a0ad6-6216-4e10-abfe-f4f6959487fd&vxChannel=Sport%20Videonews&vxClipId=2524_77d94436-80f2-11dd-b38b-00144f02aabc&vxBitrate=300

    Eduardo Aranha

  14. Capelli disse:

    Elton, a explicação está no último parágrafo do post.

    João Eduardo, o Berger ganhou em 1997 com a Benetton “italiana”, mas na Alemanha. Não em Monza.

    Abraço,

    Capelli

  15. Ron Groo disse:

    Pois bem…
    Vettel foi demais, seguro, competente, macho pacas… porém…
    Choveu no sábado. a classificação ficou louca e ele saiu na frente.
    Choveu no domingo antes da largada e tudo ficou muito dificil.
    O ‘se’ não corre mas, Estivessemos em pista seca e uma corrida normal, com a Toro ele não chegaria nos pontos sequer.
    É legal ver um cara que sim, vai ser campeão do mundo um dia, por que braço para isto ele tem, talento também, vencendo numa pista sagrada e naquelas condições.
    Só que forçosamente temos que admitir.Foi atipico!

  16. bob marley (o original) disse:

    que vergonha esse Massa hein, o adversário largando em 14º (ou foi 15º ?) e nem assim abriu no campeonato! Continua um cocô no molhado….

  17. Anonymous disse:

    Capelli, aproveitando esse papo de escuderias extintas ou adquiridas por outras, você poderia qualquer dia desses levantar a origem ou a “árvore genealógica” das atuais escuderias da F1? Acredito que a única que se mantém original deve ser a Ferrari, não?

    Richard Vieira
    richard.martins.vieira@gmail.com

  18. BOB HALLEY FALOU E disse:

    BOB HALLEY PREVIU PARA MONZA:
    “O Massa vai sucumbir à chuva. Ficar patinando na grama, podem anotar. A briga da vez é Kimi X Hamilton, a não ser que a chuva não venha (que saudades do Senna! Agora temos que rezar pra NÃO chover, senão o Massa roda a cada 10 voltas!)”

  19. Elton disse:

    Capelli: a Benetton não corria com bandeira italiana???

  20. João Eduardo disse:

    Olá, Capelli!
    Fiquei com uma dúvida agora: se a Benetton era “italiana” em 1997, quando o Berger ganhou, então a Toro Rosso não é “a primeira equipe italiana, fora a Ferrari, a vencer em Monza em mais de 50 anos”, não é mesmo?
    Você poderia nos explicar isso?
    Um abraço e é sempre bom acessar o blog depois de uma corrida! (me enrolei e publiquei anteriormente como anônimo…)
    João Eduardo

  21. Anonymous disse:

    Olá, Capelli!
    Fiquei com uma dúvida agoar: se a Benetton era “italiana” em 1997, quando o Berger ganhou, então a Toro Rosso não é “a primeira equipe italiana, fora a Ferrari, a vencer em Monza em mais de 50 anos”, não é mesmo?
    Você poderia nos explicar isso?
    Um abraço e é sempre bom acessar o blog depois de uma corrida!

  22. Larissa Oliveira disse:

    Só adicionando, a fábrica da Renault continua em Enstone. E eu acho que grande parte da equipe é britânica, exceção à parte técnica responsável pelos motores cuja sede é em Viry na França.

  23. andre disse:

    pra mim, o campeonato dos sonhos seria kubica, vettel, hamilton e alonso nas duas melhores equipes da F1. aí sim a gente veria espetáculo de verdade.

    meio frustrante ver pilotos médios e/ou desmotivados ocupando cockpits tão importantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>