MENU

2 de novembro de 2008 - 18:04Análises

Rapidinhas – GP do Brasil

Foto: Reprodução Adrivo.com

Foto: Reprodução Adrivo.com

- Faltam palavras para descrever a loucura que foi este final de campeonato. Uma corrida maluca, com chuva e sol, com variáveis para lá e para cá e com uma última volta de tirar o fôlego. Se até ontem utilizava-se a expressão “campeonato disputado até a última curva” apenas como figura de linguagem, neste 2 de novembro de 2008 ela pode ser compreendida em seu sentido literal. Me arrisco a dizer que nunca mais haverá uma decisão como esta.

- Que corrida fez Felipe Massa! Confirmou o favoritismo, andou bem no seco e no molhado, foi soberano durante todo o tempo. Foi competente e venceu, mas infelizmente apenas a competência não mais lhe bastava. Era necessário um tanto de sorte e ela quase sorriu a ele. Faltou pouco.

- O resultado da corrida, apesar da vitória de Felipe, foi muito dolorido para a torcida brasileira e para a equipe Ferrari. A menos de 10 voltas do fim já se tinha consciência de que o título estava nas mãos de Lewis Hamilton, apenas algum acontecimento fantástico poderia reverter o resultado. E eis que ele aconteceu, com uma pancada de chuva que embaralhou as coisas.

- E tal pancada, que tornou a final do campeonato a mais emocionante da história, foi o que trouxe à vitória de Felipe Massa um travo amargo. Por minutos, passou a sensação de que o impossível tornava-se novamente possível. E a última curva da última volta devolveu Felipe e seus pares à dura realidade. É um tipo de coisa que não se faz.

- O clima no pódio era o mais estranho possível. Um misto de alegria e decepção, uma felicidade não-completa, um choro contido nos olhos de Felipe Massa.

- A decepção dói, mas tenho certeza de que o brasileiro vai mais forte do que nunca para o campeonato do ano que vem. Aprende-se nas vitórias e também nas derrotas e uma derrota bonita como a de hoje só servirá de estímulo para que Felipe torne-se um piloto ainda mais completo do que já é.

- Lewis Hamilton, coroado o novo campeão por apenas um ponto de vantagem, tem todos os méritos pela conquista. Se chegou a Interlagos na liderança com alguma folga é porque o fez por merecer. Ganhou corridas importantes – como a de Mônaco – e cometeu, junto com a McLaren, menos erros do que Felipe e a Ferrari. Foi excessivamente cauteloso em Interlagos e por muito pouco não perdeu o campeonato, mas fez o certo. Não havia motivos para correr riscos e o inglês fez uma corrida fria, como devem fazer os grandes campeões.

- Timo Glock, o fiel da balança do campeonato de 2008, não tem culpas pelo acontecido. E nem a Toyota, antes que surja uma nova teoria da conspiração. Com pneus para seco na chuva que aumentava, ficava muito difícil tracionar, principalmente na curva da Junção. Somente ele e seu companheiro Jarno Trulli não trocaram pneus e ambos fizeram uma volta no ritmo de 1’44 no final da corrida. Não há combinação que permita tão perfeita sincronia. Ambos perderam posições na última volta. Glock caiu de 4º para 6º, Trulli de 7º para 8º.

- Fernando Alonso, segundo, comprovou mais uma vez o crescimento da Renault e mostra que será um duro adversário para o próximo campeonato. Com Alonso na briga, a disputa fica mais difícil para todos. A temporada 2009 se abre com pelo menos quatro fortes candidatos ao título.

- Kimi Raikkonen, terceiro colocado sonolento durante a temporada 2008, deve voltar à briga no ano que vem. Felipe não terá vida fácil dentro da Ferrari.

- Sebastian Vettel, que chegou em quarto e que por muito pouco não foi alçado ao posto de herói da torcida brasileira por ultrapassar Hamilton no final, encerrou o campeonato em grande estilo com um belíssimo quarto lugar. E torna-se uma incógnita para a próxima temporada: terá na Red Bull as mesmas condições de brigar pela liderança como tem na surpreendente Toro Rosso?

- Jarno Truli, oitavo, foi o cavalo paraguaio da corrida. Fez uma grande classificação, manteve-se em segundo depois da largada e se perdeu depois do primeiro pit stop. Rodou na curva do Sol e desapareceu.

- BMW termina pela primeira vez no ano uma corrida fora da zona dos pontos, quebrando uma seqüência recorde de 34 corridas pontuando. Somente a Ferrari conseguiu mais pontos consecutivos em toda a história. Os bávaros perderam muito rendimento no final da temporada, estranhamente.

- Nelsinho Piquet rodou logo na largada e deu adeus à corrida. Rubens Barrichello pode ter dado adeus à F1 com uma corrida pra lá de discreta. Não andou bem e chegou em 15º, inclusive atrás de seu companheiro Jenson Button.

- Palmas para Lewis Hamilton, o mais jovem campeão da história da Fórmula 1. E palmas também para Felipe Massa, que fez um grande campeonato e tirou de si quaisquer dúvidas que pudessem haver sobre suas capacidades. Se não foi campeão, foi por detalhe.

- Porém, não se pode colocar toda a culpa da derrota na Ferrari. Sim, a equipe errou com a mangueira em Cingapura, errou também com o motor estourado a poucas voltas do fim na Hungria. Mas Felipe também errou na Malásia ao rodar sozinho e abandonar, assim como também deixou de marcar pontos em Silverstone em uma corrida bizarra, na qual rodou feito pião.

- A Fórmula 1, apesar do grande enfoque no Mundial de Pilotos, é um campeonato de equipe. Ou pelo menos até hoje não tive notícia de um piloto que fabricasse, preparasse e colocasse sozinho um carro na pista. Ganha-se junto e perde-se junto. “Eu acertei, eles erraram” é um pensamento que não se aplica a qualquer esporte coletivo. Felipe e Ferrari formaram um conjunto vencedor em 2008, mas não o suficiente para o campeonato.

- Lewis Hamilton e McLaren, se não foram um conjunto perfeito, pelo menos foram suficientemente melhores do que a Ferrari. A equipe e o piloto inglês também cometeram erros, mas em menor grau do que os italianos. No final das contas, foi o título de quem cometeu menos erros capitais. Quebras, por exemplo, Hamilton não enfrentou nenhuma. Isso, no final, fez diferença.

- No final das contas, ganharam todos os fãs do esporte. Final emocionante para o mundial mais disputado da história.

Comentários do Facebook

comentários

30 comentários

  1. splashandgopenalty disse:

    Tão absurdo e ridículo quanto acreditar ou só imaginar a possibilidade de “ajuda” por parte da Toyota para favorecer a MacLaren contra o Felipe é querer discutir ou debater isso.A situação é lógica e óbvia:Timo Glock não tinha condições de guiar seu carro com pneus de pista seca no molhado com pouca tração.O fato dele e do Vettel terem sido cruciais para as rápidas mudanças de situação na corrida foi mera coincidência,feliz para o Hamilton,infeliz para o Felipe.Simples assim.Isso,claro,não sou eu quem está falando,e sim os fatos que todo mundo viu em tempo real.Qualquer coisa q diferir disso é choro de perdedor inconformado.

  2. Nenhum dos dois pilotos pode ser considerado, em 2008, um Gênio ! Senna & Schumacher ainda dão muitas saudades !.
    Massa ? Fez apenas 3 poles ! Isso é coisa de quem quer ser CAMPEÃO ? Muito pouco para quem está na Ferrari !, Com esse material, Senna faria 3 poles em 3 meses, isso num ano ruim !. Masa foi prejudicado em Cingapura, reconheço. Mas e depois ? Naquela outra corrida quando o Kimi quse teve que dar uma freada pro Massa passar ? Isso é coisa de Campeão ?
    Hamilton ? Correu apenas para chegar em 5º e não fazer M ! Vou idolatrá-lo só pq é o 1º piloto negro campeão ? Me poupe ! Nunca vi alguém ser campeão dessa forma tão covarde, só se preocupando em não errar. Nem o cauteloso Émerson agiria dessa forma !. E ainda levou uma cama de gato do Vettel que QUASE lhe custou o título !. Quase um bom piloto, ainda comete muitos erros !.
    Revelação deste ano ? O S Vettel !.
    Ano q vem ? Com a crise, muita coisa será nivelada POR BAIXO, e ae veremos se alguém realmente se destaca nessa turma ! Té Lá ! Té + !

    Fernando Bernardo

  3. Fábio Mota disse:

    É incrível como a paixa dá lugar a razão, como alguém disse aí em cima, se o Glock tivesse trocado o pneu intermediário essa emoção toda não teria acontecido e o Hamilton seria campeão tranquilamente. Como o Glock não fez isso deu uma esperança a torcida e no final querem por a culpa nele pela perda do título.
    O PIOR é a Globo não dizer isso em nenhuma reportagem, e passar a imagem para o povão de que o alemão da Toyota entregou a posição.

  4. Eduardo - Joinville disse:

    Concidências e conspirações à parte, Senna parou naquele trecho no GP do Brasil em 94 para nunca mais voltar.

    Justo nauquele trecho, Hamilton consumou o campeonato quando ultrapassou Glock.

  5. Hugo Becker disse:

    A corrida terminou há umas 9 horas atrás.

    Mas parece que faz cinco minutos.

    A única diferença é que agora já consigo até respirar.

    Existe a vergonha alheia, mas também existe o orgulho alheio. Eu vou dormir de peito cheio. Vou dormir orgulhoso de uma história que não fui eu que escrevi, de uma façanha que não foi minha. O meu orgulho é por ter visto um dos capítulos mais lindos da Fórmula-1. Talvez o mais emocionante. E a verdade é que faltam adjetivos pra essa decisão. Acho que jamais nenhum texto conseguirá transcrever a idéia do que se viu nesse já histórico 2 de Novembro de 2008.

    Normalmente, não percebemos quando algo histórico acontece.

    Hoje, o mundo inteiro percebeu. E eu me orgulho por ter sido espectador disso. É só o que eu consigo falar.

  6. brasileiro disse:

    final da corrida
    ja ja tiram do ar
    http://www.youtube.com/watch?v=erVfEs5-p-w

  7. Volto a afirmar: a Ferrari está em débito com o Massa… Se eu sou o Massa, eu ia EXIGIR da Ferrari a condição de primeiro piloto pra que eu pudesse ganhar o título que A EQUIPE me tirou pelas cagadas ao longo do ano, especialmente em Cingapura… Já que o Kimi tá cagando pra todo mundo, faça-se isso…

    O Kimi é campeão e o Massa não é? FODA-SE O KIMI!! Eu presumo que o Massa tenha moral suficiente pra mostrar quem é que manda lá dentro…

  8. Marco Aurelio disse:

    Hoje tivemos a prova de que Deus é latino-americano… mandou uma chuva no final da corrida para dar aquela empurrada para trazer o título pra nós. Colocou a chuva na hora certa, ainda em tempo de ter alguma reação por parte dos competidores, fez um milagre… mas apesar de latino-americano não é brasileiro. Deve ser argentino…

  9. André disse:

    … Agora, uma coisa é verdade, os torcedores brasileiros deveriam ser mais respeitosos para com os outros pilotos. É uma vergonha ver uma torcida tão agressiva, chegando até a vaiar o Hamilton no fim da corrida. Isso não se faz, se fosse o contrário, nós não íamos gostar. Podem ter certeza de que os torcedores ingleses têm mais respeito e não fariam o papelão que a turma aí fez. É justo torcer para o piloto da casa, mas é errado querer intimidar os adversários.

  10. André disse:

    Daniel Macarenco, vai ver os tempos dos dois Toyotas na última volta. Vai você tentar andar a 200 km/h na chuva com pneus lisos. Lembra-se de Spa? Quem trocou para pneus de chuva na última volta conseguiu papar algumas posições. Os demais quase se afogaram.

    O resultado da corrida foi surpreendente, mas para mim é legítimo. Se o Glock tivesse parado para trocar de pneus, aí certamente a 5ª posição do Hamilton estava mais do que garantida. Foi uma questão de “sorte” ou, melhor dizendo, a sincronicidade da vida a funcionar.

    Eu pessoalmente, depois de ver esta corrida, daria o título ao Massa. Mas contabilizando todo o campeonato, acho que ambos mereceram o título da mesma forma. Se fôssemos descontar os erros das equipes, decisões externas e outras variáveis anormais, o Massa teria ganho por uma margem pequena, mas, se não fossem essas variáveis anormais, o campeonato não seria tão emocionante.

    Procurem ver o lado positivo das coisas.

  11. Fernando R disse:

    Corrida comprada? A McLaren pagou pra Toyota? O Glock se colocou naquela posição para exatamente dar a passagem na ultima curva? Ele previu até mesmo a pancada de chuva nas ultimas voltas? Foi tão perfeito que o Glock até fingiu estar sem tração, com pneu para pista seca numa curva molhada? Se foi isso mesmo, Ron Dennis é um gênio e tem pacto com todas as entidades da F1 incluindo São Pedro e São Ecclestone.

  12. Daniel Macarenco disse:

    Essa bosta de corrida foi comprada, pergunta para alguem que tava no G se não deu nitidamente para ver que a Toyota se vendeu naquela porra? O que eu vi, ninguem vai mudar, e foi o que a maioria também viu. Desculpe Capelli, essa corrida foi roubada sim, e pode até tentar, mas nada mudará minha opnião.

  13. Luís Morais disse:

    Hahahaha, o mais legal é que o Barrichello colocou pneu pra chuva forte faltando três voltas e só veio na última… perdeu tempo nas duas primeiras e foi bem mais rápido que os outros na última volta. (isso apenas pra informação)

    E que pena a chuva ter apertada. Se não, era Massa campeão, e quem sabe a CBA poderia tomar mais vergonha na cara…

  14. Parabens, Massa. Parabens, Hamilton.
    Só espero que o Glock tenha perdido a posição por não ter conseguido segura-la!!

    O que mais doeu foi a Ferrari anunciar o Massa como campeão e, depois, falar que o Hamilton havia chegado em quinto!

    2009 promete. E eu creio que o Massa virá a toda. Se a Ferrari acertar (e parar de errar), o Felipe (que é conhecido por crescer em situações tristes), pode arrasar no ano que vem…

  15. Jorge Barata disse:

    Nestes dois últimos campeonatos o alemão papa títulos não fez nem sombra. Puxa, ainda desde que acompanho a F1, vi tanta emoção num campeonato.

    O mundial está em boas mãos. Mas Massa mereceria também o título.

    A minha mulher(brasileira) estava com lágrimas nos olhos, e eu de garganta seca sem saber o que tinha acontecido e impávido a ver aquele 5º lugar do inglês depois de passar a meta.

    Mas foi bom, fazendo um comentário a la Galvão Bueno… Eu assisti a um momento histórico da F1.

    Um abraço moçambicano.

  16. Mudando o Foco…O Barrica vinha voando na ultina volta, 1:22:981.
    A corrida tava um saco até a a cheva cair novamente. Aí ficou do jeito que o povo gosta!!!

  17. Fabio disse:

    E pro Massa, um enorme parabéns por ter lutado contra todo o interesse do marketing esportivo em fazer o inglês campeão. Não é fácil, Hamilton é um produto e muita gente ganha dinheiro com ele. E não é só inglês não, aqui na Alemanha criou-se a idéia que ele nasceu campeão e que todos os títulos daqui pra frente serão dele. E nesses dias lendo blogs do Brasil, deu pra perceber que muitos brasileiros acham o mesmo, ou foram convencidos a pensar assim, sem refletir. Uma pena.

  18. Leonardo disse:

    Hamilton indubitavelmente fez por merecer o título, uma vez que construiu a ampla vantagem com a qual chegou a Interlagos. Como já referiram, não fosse a punição, teria confirmado o título já na China.

    Agora, justiça seja feita, algumas considerações:

    - Massa deve sentir falta daqueles pontos que poderia ter ganho no início do campeonato, quando perseguia enlouquecidamente o Kimi;

    - A Ferrari praticamente tirou do Massa a possibilidade de ser campeão. Chegar em condições de ser campeão em Interlagos foi mérito maor do piloto;

    - Sei que lerei toda a história de que “o Hamiltou andou pra terminar como precisava, e não fez mais que isso”. Na minha opinião, Lewis foi medíocre em Interlagos, e deu outra aula de como arriscar um campeonato inteiro de competência (e um pouco de imprudência, vai…). Numa corrida atípica, correu demais o risco de morrer na praia. Nota 9 no campeonato, Hamilton foi quase 0 no Brasil.

    Abraços e parabémns pela cobertura, Capelli!

  19. andré disse:

    por favor não digam que os erros do massa foram responsáveis pela perda do título. tanto massa quanto hamilton cometeram erros infantis. o que me dizem de hamilton encher a traseira de kimi no sinal fechado?

    o resumo da história é exatamente o que capelli disse. ganha-se e perde-se em equipe. e o conjunto lewis-mclaren foi melhor por 1 pontinho. acho que isso corresponde perfeitamente à justiça.

    mas, sinceramente, esse campeonato foi bom mesmo para ver os gênios vettel e alonso. o que me dá gosto de ver é piloto levando carroças no braço e colando-as no meio dos carros de corrida. imaginem se renault e toro rosso tivessem qualidade de ferrari a mclaren. provavelmente massa e hamilton seriam meros coadjuvantes.

  20. Bruno McLaren disse:

    Finalmente o Lemyr Martins assumiu a culpa…

    http://ultimosegundo.ig.com.br/paginas/grandepremio/materias/502001-502500/502332/502332_1.html

    É, caso encerrado! Parabéns pela cobertura desse caso, Capelli. Charlatões devem ser desmascarados sempre!

  21. Fabricio disse:

    Foi mesmo o mundial mais disputado da história?
    Tudo bem que só foi decidido na última volta, mas foi mais disputado que o do ano passado (três primeiros pilotos separados por um ponto e de virada) e que 1986?

  22. Bruno McLaren disse:

    Capelli, apenas uma observação: o Massa também errou em Melbourne, rodando e batendo logo na largada. Claro que o motor quebrou depois, mas sabe-se-lá até que ponto a batida e novas circunstâncias da corrida (ele forçou mais para recuperar o tempo perdido) contribuíram para isso…

    No mais, título merecido de Hamilton. Já bastou a interferência política no campeonato passado… 2009 promete!

  23. Ulisses disse:

    Bom, já que não dá pra pôr a culpa na Ferrari, ponho a culpa no horário de verão.
    Se a corrida tivesse começado às 14 horas no horário normal, NA METADE da corrida ia cair aquela chuvinha marota, que poderia ter feito toda diferença =p

  24. Fabio disse:

    Sem conspiração, mas o Glock aqui na TV alemã deu a entender que abriu pro Hamilton. Aliás, corrida fraca a do inglês, mostrou que não sabe gerenciar uma corrida sendo intermediário. E Massa, um fantástico campeonato. Acho que o ano dele seria esse, daqui pra frente será muito mais difícil.

  25. Luis Skinner disse:

    Corrida sonolenta até as duas últimas voltas.
    O Lewis deu sorte, mas merece o campeonato. Se não fosse a punição de SPA, já seria campeão na China.
    Ao contrário do dito pela Globo, não foi o Felipe que perdeu o campeonato na última curva, mas sim o Lewis que quase perdeu o campeonato na penúltima volta.
    Parabéns a todos!
    Para o ano que vem, aposto em Alonso e Kubica, pelo KERS.
    Abraços,
    Luis.

  26. João Pinho disse:

    Pouco mais a acrescentar.

    Diria que os melhores pilotos da F1 actual ficaram nas 5 primeiras posições, e apenas lá falta o Kubica porque a BMW “morreu” neste fim de temporada.

    Esperamos por 2009, parabéns à Ferrari (…) e a Hamilton.

  27. Transcrevo a edição 1317 do meu site…

    “Não estranhem a capa… Por mais épica que a corrida tenha sido, por mais que o imponderável tenha ajudado a escrever o resultado (considerem o título do negão como um gol aos 121 minutos de jogo…), não consegui conter tanto ódio e repúdio à Ferrari, pelas sacanagens que ela aprontou com o Massa ao longo do campeonato…

    A Ferrari está em débito com o Massa pelo título que ele perdeu, não pela ultrapassagem do Glock na última curva, mas por uma sequência de cagadas que ela aprontou, a mais filha da puta sendo esta da capa… Se eu fosse o Massa, eu EXIGIRIA da Ferrari a condição de primeiro piloto da equipe pra 2009, fazendo com o que o time trabalhe em função de O MASSA ganhe o título que A FERRARI tirou dele…

    É tudo o que eu consigo escrever agora… E, sinceramente, nunca esperei que fosse dizer isso um dia, mas eu odeio a Ferrari e não quero saber de Fórmula 1 por um bom tempo… Foda-se a Ferrari… Foda-se o Galvão Bueno… Pelo bem da integridade física da minha TV, ela está desligada agora… O mesmo não posso dizer do controle remoto dela…

    Tenham uma boa triturada…”

    Isso é a opinião de um torcedor de cabeça quente…

  28. Fernando R disse:

    E isso encerra uma temporada cheia de punições e decisões “anti-ultrapassagem”. Lewis é coroado campeão num campeonato onde a Ferrari deixou claro que tinha o melhor carro, mas não a regularidade necessária. Que venha 2009 e o nosso Felipe Massa mostre que se adaptou completamente à falta do controle de tração, pois os pontos do começo do campeonato fizeram falta e muito! E que venham os pneus slick. Abraço a todos.

  29. Tempest disse:

    Será que o Ron Dennis sequestrou a mãe do Timo Glock tb?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>