MENU

2 de novembro de 2008 - 18:10Curiosidades, Estatísticas, História

Título encerra hiato da McLaren

Foto: Reprodução GPupdate.net

Foto: Reprodução GPupdate.net

Confirmado o título de pilotos de 2008 com Lewis Hamilton, a McLaren volta a ser campeã depois de um hiato de nove anos. Mesmo tendo brigado por títulos com freqüência nas últimas temporadas, desde Mika Hakkinen, em 1999, a equipe de Ron Dennis não fazia um piloto campeão.

Foi o maior jejum de títulos da história da equipe inglesa. Campeã pela primeira vez em 1974 com Emerson Fittipaldi, oito anos após sua fundação, a McLaren nunca havia ficado mais do que oito anos sem ser campeã. Foi este o hiato entre o título de James Hunt (1976) e o de Niki Lauda (1984).

Depois de dominar a Fórmula 1 de forma arrasadora entre o final dos anos 80 e o começo dos 90, com sete campeonatos em oito anos, a equipe voltou a ficar sem títulos por sete anos, entre 1991 (Ayrton Senna) e 1998 (Mika Hakkinen).

Confira os 12 títulos de pilotos da McLaren:

1974 – Emerson Fittipaldi
1976 – James Hunt
1984 – Niki Lauda
1985 – Alain Prost
1986 – Alain Prost
1988 – Ayrton Senna
1989 – Alain Prost
1990 – Ayrton Senna
1991 – Ayrton Senna
1998 – Mika Hakkinen
1999 – Mika Hakkinen
2008 – Lewis Hamilton

Comentários do Facebook

comentários

17 comentários

  1. Marcos Tortelli disse:

    Provaria esta foto que Inglês é tudo “boca aberta”???

  2. marcos luiz disse:

    Valeu Hamilton pelo titulo conquistado nesse fim de semana.sou um torcedor apaixonado pela Mclaren e vibrei muito com essa conquista. À nove temporadas aguardava anciosamente esse momento. E depois de muitas tentativas com raikkonen, eis que enfim chegamos lá. Valeu Hamilton. Mas não pensem que não sou brasileiro, que não amo o verde e amarelo, que não sou patriota. Mas na F1, para quem não sabe, torcemos para a equipe, não só para o piloto. Se na equipe tiver um piloto brasileiro melhor, mas se não tiver, não vou mudar de cor, não vou abandonar as flechas de prata para torcer iqual um louco por um cavalinho horrivel que adora jogar sujo como fez com Rubinho por vários anos.Quem faz isso é torcedor de final de temporada, que não sabe nen quantos pontos recebe o vencedor da corrida. É isso ai ,valeu!

  3. Foi uma grande corrida! Há poucos anos, a F1 parecia não fazer sentido algum com campeões declarados, equipes desequilibradas e corridas sem emoções. O campeonato desse ano e a corrida de ontem definitivamente demonstraram que a categoria volta a ser aquela mesma categoria pela qual me apaixonei com as vitórias do Senna quando tinha apenas 8 anos de idade. Deixando meu lado brasileiro e minha paixão pela escuderia transparecer, que Massa e Ferrari vençam em 2009, mas que o campeonato seja ainda mais competitivo que essa temporada de 2008.

  4. Gustavo - PB disse:

    PS2: Duh. 2009 :P

  5. Gustavo - PB disse:

    Diego e Fernando: minhas sinceras desculpas.

    Eu ainda estava meio exaltado, por causa da corrida, na hora dos comentários e acho que me excedi um pouco. A reação civilizada de vocês aos meus comentários,bem mais que a minha ao de vocês, me fez ver que estava reagindo igual ao personagem de micheal douglas em dia de fúria, atirando pra todo lado hehe.

    Diego, de novo: Fiquei surpreso com a reação. Eu estava esperando o “fight”, doido pra revidar e ofender até o primo da sua mãe, e você responde assim… Putz. Me detonou mais do que qualquer outro argumento que você usasse. Parabéns.

    Você parece ser uma pessoa muito boa. Me desculpe mais uma vez. Que Deus te abençoe.

    PS: E vamo que vamo pra 2008, MASSA! :P

  6. Rodrigo Dias disse:

    O Kova tá com uma cara de tiozão em fim de festa na foto… brincadeira meu!!!

  7. Ricardo disse:

    Coitado do Kovalainen ali na foto…rsrsrs

    Nao deveria ser obrigado a participar da festa de Hamilton.

  8. Diego - Floripa/SC disse:

    Gustavo, calma. Acho que em nenhum momento falei que queria ser de outro país, aliás, é daqui que eu gosto e é aqui que sempre vou morar. Mas será que eu ofendo muito as pessoas torcendo para um piloto de outro país ou um time de futebol de outro país? Claro que não, temos problemas mais importantes em nossas vidas do que torcer pra isso ou aquilo. Sim, gosto muito de automobilismo, mas não me sinto em elite alguma. Gosto pelo simples fato de ter afinidade maior, como meu pai que ama futebol ou amigos que amam basquete. E te garanto, não são muitos que enxergam sentido em uma fila de carros durante uma hora e meia.

    E eu acho totalmente válido o pessoal nas ruas torcendo pro Felipe, e não são eles que falam que o Hamilton é isso ou aquilo ou que o verdadeiro campeão é o Felipe (não iria NUNCA ofender as pessoas que eu amo como meu pai ou meu irmão por exemplo, nem ninguem). As pessoas que vem nos fóruns e só falam em torcida e esquecem o espetáculo das corridas, dos detalhes técnicos e tudo que cerca isso que tanto amamos (ao menos eu).

    Desculpa se te ofendi Gustavo, nunca foi minha intenção ofender ninguém, mas acho que fui mal interpretado por você. Não pertenço a nenhuma elite e nem preciso falar que gosto de corridas pra me “exibir” para os outros. Gosto porque amo corridas, de verdade, independente se é um brasileiro um indiano ou um americano correndo. Não vejo cor, nacionalidade, nem nada. Só gente querendo chegar no limite.

  9. Fernando R disse:

    Você está é descontrolado, quem não torce pro Massa é seu inimigo e ponto final. Abre o olho, o que seria do azul se todos gostassem do vermelho? Você fala em desprezo, povinho, fica colocando palavras em minha boca e perde toda a razão….. (ps: existe F1 além da Globo, ok?)

  10. Gustavo - PB disse:

    E qual o problema da massa que torce pro “filipi massa do Brasiu?” Só pode assistir F1 agora (e torcer) quem assiste F1 desde os 2 anos de idade? Primeiro: É por causa desse “povinho” que vc despreza que vc tem cobertura de F1 no Brasil. Segundo: Picos de interesse sobre qualquer esporte é a coisa mais normal que existe. Inclusive todos procuram isso, pra que desses picos surjam mais e mais aficcionados, como eu ou como você. Desse “povinho” pode sair milhares de aficcionados. Toda paixão por um esporte tem um começo. Qual o problema de a paixão pelo automobilismo surgir numa torcida pro Felipe Massa na última corrida? Você é mais um dos pedantes aos quais me referi no texto acima.

  11. Fernando R disse:

    Gustavo, você falou um monte de bobagens. Concordo com o Diego, tem muita gente que nem acompanhou a F1 desde a morte do Senna, nem conhece regras, equipes, etc, e agora está torcendo pro “Filipi Massa do Brasiu” só porque ele é brasileiro, como acontece em copas do mundo e afins. A grande massa de torcedores do Massa (sem trocadilhos) nem acorda pra ver corrida de madrugada, e agora virão com raiva e desprezo pelo resultado do campeonato que, diga-se de passagem, não aconteceu só hoje. O campeonato do Hamilton foi construido no ano inteiro, e tem-se que aceitar isso. Não adianta querer quebrar a TV ou falar que o Glock foi comprado, não esqueça que o Massa deu o título de 2007 pro Kimi num jogo de equipe que seria considerado “sujo” se a McLaren tivesse feito o mesmo este ano……

  12. Gustavo - PB disse:

    Diego: assisto F1 desde os meus 6 anos de idade. Amo automobilismo. mas se tiver um brasileiro, sim, me junto as massas tupiniquins e torço por ele (o que deve ser horrível pra gnt como você, tipo assim, se juntar ao “povão sujo” do Brasil, não é mesmo?). Você é o típico entusiastazinho pedante de automobilismo, que vai ver nem gosta mesmo do automobilismo em si, mas sim do fato de se diferenciar através dele, por ele ficar restrito as “elite”. Torça pra quem você quiser, meu amiguinho. Torcer pra um compatriota é a coisa mais normal aqui ou em qualquer outro país do mundo. Mesmo naqueles de onde vc gostaria de vir.

  13. Diego - Floripa/SC disse:

    Ótimos comentários Capelli!

    Pelo jeito o Hamilton é o novo inimigo da “nação verde e amarela”. hehehe

    A corrida de hoje foi sensacional para quem gosta de corrida de carros. Mas para meros torcedores paraquedistas deve ter sido difícil, pra nunca mais ver F1. Os dois fizeram uma temporada ótima, com acertos e erros dos dois lados, e como voce falou, é um esporte de equipe. Acho ridículo desmerecer uma comquista só porque ele não é de um determinado país. E acho o Massa um puta piloto nao porque ~ele é brasileiro, mas porque é bom mesmo.

    Gosto de corrida de carros, se gostasse de torcer e morrer do coração ia assistir futebol. (aliás, agora tem Grêmio, aiaiai….hehe)

    Abraço e até ano que vem!

  14. Gustavo - PB disse:

    Resumo da ópera: Hamilton quase que perdia, mais uma vez, um campeonato na mão (cabecinha muito fraca essa dele, como disseram por ae, se apertar ele murcha fácil, fácil). E digo mais: perderia de forma HUMILHANTE, porque não conseguiu segurar um quase novato em uma ex-Minardi, enquanto o “limitado” Massa deu show (alias, como deu show o ano inteiro).

    Resumindo um pouco mais: Dennis tem que agradecer de joelhos à Ferrari, pelas patacoadas, e a Glock por ter destracionado.

  15. Cassio Eduardo disse:

    Antes que venha algum comentário em relação a um possível suborno ou algo do tipo da McLaren sobre a Toyota, quero expor meus argumentos de que isso não ocorreu.

    1. Os dois pilotos da Toyota não pararam no pit, eles não tinham nada a perder em relação ao campeonato e talvez poderiam perder menos tempo fazendo voltas mais lerdas com pneus secos em relação perda no pit.

    2. Ambos perderam posições na última volta.

    3. Creio eu o tempo para uma possível negociação teria que ser muito rápido.

    Temos de parabenizar o piloto Felipe Massa pelo excelente campeonato que ele teve neste ano.
    A perda do título deve-se principalmente aos inúmeros erros da Ferrari, simbolizado pelo GP de Cingapura.
    Hamilton teve menos erros e mesmo com um carro ligeiramente inferior soube aproveitar-se das trapalhadas da equipe italiana.

    Gostaria de fazer uma pergunta a você, Capelli, pois fiquei com uma dúvida após a corrida.
    Alguma vez o campeonato teve de ser decidido em critérios de desempate, como número de vitórias, pois dois ou mais pilotos estiveram empatados após a ultima corrida?
    Se teve, quando foi e quem eram os pilotos?
    Acho que a menor diferença foi 0,5 ponto, se não me engano.

  16. Adrianoi disse:

    Bom, só gostaria de salientar que, mesmofazendo um piloto campeão neste ano, a McLaren não consegue um título de Equipes desde 1998…

    e lá se vão mais de 10 anos…

  17. Jeremias disse:

    Capelli, com uma vitória a mais, Massa teria sido campeão com o antigo sistema de pontuação (10, 6, 4, 3, 2, 1)?

    Apertando F5 desde 18h… rs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>