MENU

5 de março de 2009 - 23:48Análises, Notícias

Nasce a Brawn GP

Foto: Divulgação/Brawn

Foto: Divulgação/Brawn

A pedra já estava cantada há algum tempo, em meio a um mar de especulações. Mas agora é oficial e com nome definitivo: a Honda transformou-se, a partir de hoje, na Brawn GP. Os motores serão Mercedes e os pilotos, Jenson Button e Rubens Barrichello.

A decisão de Ross Brawn em manter o brasileiro na equipe é a grande novidade, coisa que ninguém imaginava há pelo menos uma semana. Barrichello, atirado na sarjeta pela Honda, só teria alguma chance se a equipe fosse realmente tomada pelo ex-diretor técnico da Ferrari, com quem tem um longo e estreito relacionamento, e se não houvesse necessidade da equipe assumir um piloto pagante para bancar as despesas.

De alguma forma, Brawn conseguiu fechar o caixa e pôde contar com quem seria mais útil no desenvolvimento do carro. Sem dúvidas, a decisão mais acertada. Se Bruno Senna poderia trazer à equipe mídia instantânea por seu sobrenome e mais uma série de patrocinadores, Barrichello traz experiência. Para um time novato, com menos de um mês para colocar um carro na pista e com testes limitados, Rubens é o nome certo.

Diz-se nos bastidores que o brasileiro receberá nesta temporada apenas ajuda de custo para viagens e uma bonificação por ponto marcado. O que, na linguagem da Fórmula 1, significa correr de graça. Chama a atenção um piloto veterano como ele submeter-se a um tipo de contrato assim. A única explicação é a vontade de correr e a necessidade de continuar fazendo aquilo que faz de melhor na vida. Sob o aspecto humano, golaço de Barrichello. Muito embora, sob o aspecto técnico, ache que ele não terá muito o que acrescentar à equipe no sentido de velocidade e desempenho em corridas. Não fosse a radical limitação de testes vigente, me arriscaria a dizer que a Brawn o contrataria somente para testes. Mas sob as atuais circunstâncias, atuar como piloto titular nas sextas-feiras será de suma importância para a equipe, ainda que no domingo ele deixe a desejar.

Para a Brawn GP, fica o desejo boa sorte, embora dificilmente consiga escapar do fundo do pelotão. E para Barrichello, que tenha um bom ano e que consiga encerrar sua carreira com dignidade.

Curiosidade: teria sido o registro do domínio brawnracing.com um despiste? O domínio com o nome verdadeiro da equipe, brawngp.com, já estava registrado desde 15 de fevereiro.

Comentários do Facebook

comentários

39 comentários

  1. CopakbanaKid disse:

    Recordes de todos os circuitos atualizado em 11/10/2008
    http://www.superspeedway.com.br/estat/fum_rhdp.asp
    1 -Monza -260,395km/h – O “lento” Rubinho ( é o recorde comparando-se com TODAS as pistas – ou seja, até prova numérica em contrario, o rubinho é o piloto mais rápido de todos os tempos)
    2- Austria – Rubinho
    3 – Brasil Interlagos – Rubinho
    4 China – Ele, sempre ele – Rubinho
    O cara é recordiata em 4 pistas.
    E tem gente que continua dizendo que ele é lento.
    Acredito que tem muita gente lenta para perceber a verdade (é só olhar na tabela)

  2. MARCOS COSTA disse:

    Meu nobre amigo.
    Vendo esse comentário seu, peço agora uma retratação (risos):
    “Para a Brawn GP, fica o desejo boa sorte, embora dificilmente consiga escapar do fundo do pelotão. ”
    E aí, o que me conta?

    Abração.

    MARCOS COSTA
    Niterói / RJ

  3. Thiago disse:

    É meus amigos, devemos desejar toda sorte do mundo para o nosso querido Rubinho, todo mundo critica, mas ninguém vê o que ele é capaz ! O cara é bom sim, só nunca lhe deram um carro verdadeiramente vencedor, na época de ferrari seu carro tinha uma diferença de até 60 cv em relação ao do alemão…E agora,mas um ano de muito barulho de motor para nós amantes da F-1, devemos sim, torcer por ele !!!
    Vai lá Rubinho, mostre do que é capaz.
    Abraços.

  4. Rafael disse:

    Vamos esperar para ver o rendimento do carro no decorrer das provas. Estou torcendo pelo Rubens e acho que ele merece uma chance para fazer um bom campeonato. Se não tivesse sido ofuscado pelo brilhantismo do Shumacher nos anos de Ferrari, teria se sagrado campeão. É uma pena mas para os anais, o que interessa são apenas os campeões.

  5. Maromba disse:

    Acho que a brawn não é fundo de grid… e nem Barrichello uma perda de tempo… independente das condições que testaram… foi uma grande surpresa…. liderar com uma diferença de 1 segundo com um carro que nunca andou… é no mínimo…. curioso e animador…..

  6. Antonio M C Ribeiro disse:

    Capelli

    Talvez assim escutem.

    Abraço

  7. Antonio M C Ribeiro disse:

    Caro Capeelli

    RESUMO DA ÓPERA, NINGUEM SACOU NADA, SÓ TEM NEGUINHO COM INVEJA DO RUBENS, ESSA MOÇADA NOVA,,,, ACHAM QUE NÃO VÃO FICAR VELHOS, AH MEUS CAROS MALAS,,,, SE NÃO MORREM ANTES VOCES VÃO SIM,,, PRA TURMA DOS “”” ENTA””” , POR ISSO MAIS UM ANO DE RUBENS, ISSO NO MINIMO.
    QUERIA SER UM FRACASSADO ASSIM , ( VICE MUNDIAL DE F 1 DUAS VEZES,, ) QUANTA ARROGANCIA TUPININQUIM, EM QUALQUER OUTRO PAÍS SERIA NO MINIMO RESPEITADO,,, AQUI O RUBENS SÓ TOMA PAU,,,,
    QUANTO OS COMENTARISTAS,,, TAÍ ,,,TOMARAM MAIS UMA.

    ABRAÇO
    ANTONIO M C RIBEIRO

  8. JG disse:

    Com relaçao ao domínio, comprar o parecido também serve para fazer redirecionamento para o correto.

  9. Baygon disse:

    O registro de diversos domínios na net é uma pratica comum. Visa impedir que oportunistas registrem estes dominios e especulem com os mesmos depois. O dominio qboa.com por exemplo esta a venda a mais de 2 anos, o mesmo com o dominio bombril.com . Na net há vários exemplos desta malandragem.

  10. BrunoDF disse:

    Realmente o Ross Brawn mostrou que entende bem do que faz. Eu sempre defendi a permanência do Rubens na Honda. Na temporada do ano passado ele foi ótimo, segurava muito mais a barra do que o Jenson Button. E nas corridas em que a experiência contava muito, vi que ele sobressaiu muito bem.

  11. Grün disse:

    A idade chega, não tem jeito, é a natureza. Ainda mais para alguém com um biotipo como o dele. O fato é que Rubens vendeu seus melhores anos ao dick, trocando vitórias por dinheiro. Não é agora, nos acréscimos da carreira e com um carro deficiente, que vai fazer alguma coisa notável.

    “Fim de carreira digno” não tem nada a ver com correr de graça ou ganhar bônus por ponto – truque que fez o Nelsão Piquet tirar um bom dinheiro do Briatore na Benetton. Significa, sim, entender que chegou a hora de parar, antes que alguém precise te convencer disso.

  12. Marcos Alex disse:

    Capelli,
    imenso prazer em encontrar um espaço como esse, para levantar as questões do automobilismo. Sou Jornalista como voce, tenho 41 anos. Assisto F1 a muito tempo, desde o tempo de Keke Rosberg (pai do Nikki) e Vittório Brambilla. Assistí as peripécias de mansell, a volta de Lauda e os campeonatos de Piquet, Prost e Senna. Sobre o Rubinho, acho mesmo que há muita injustiça aqui na terrinha, em relaçao a ele. É um cara que não teve muita sorte na F1. a única equipe “boa” que teve foi a ferrari, com Shummi. aí é covardia. Toda vez que mostrava a cara, lá vinha a ordem de rádio. Isso todos sabem.
    Comparo Rubinho, tecnicamente falando, a um “mix” de Prost e Piquet. Preserva equipamento, acerta bem um carro e é rápido sim. Como a temporada está começando quase igual para todo mundo, acho que lá para o meio ele vai andar bem, entre os 5 primeiros. Quanto a correr de graça, o cara tem muita grana já. Talvez esteja em busca de provar seu real valor aos Brasileiros. Ele ainda tem muita lenha pra queimar.
    “Força cabeção”
    Forte abraço

  13. Thiago disse:

    Meu deus, torcida é um problema sério…

    Rubinho (dentre os 20 da formula 1) não é um piloto rápido. Diria que ele está da metade pro fim do grid, ele já foi muito mais rápido.

    Assistam o que o Nelson Piquet disse sobre ele, tem no youtube…

  14. Luiz Rogério disse:

    Capelli,

    esse é meu primeiro comentário, mas acompanho o blog há muito tempo. Adoro principalmente as charges.

    Mas esse post realmente me deixou inquieto, então resolvi me expressar.

    Concordo com o Carlos Colangelo, vc pegou pesado com o Rubinho. Aqui no Brasil muitos fazem isso.

    Só queria acrescentar que mesmo precisando de salário para manter minha família até eu iria correr de graça na BrawnGP e estou longe de seu um piloto amador. Agora imagine o Rubens sendo um piloto profissional como se sente com a oportunidade de corre mais um ano na categoria top do automobilismo mundial.

    Acredito que o Rubinho deve ter muitos valores pois ninguém se manteria tanto tempo na F1 se não fosse competente.

    Abraços e parabéns pelo blog

    • Capelli disse:

      Luiz, a competência do Barrichello não está em questão. O que está em questão é o quanto de velocidade ele ainda tem em comparação com um jovem piloto que precisa mostrar serviço.

      Como disse, Brawn levou diversos atributos em consideração na decisão de manter Barrichello. Mas, certamente, velocidade não foi um diferencial a seu favor. Experiência, conhecimento e entrosamento com a equipe certamente falaram bem mais alto do que velocidade pura e simples, algo que Rubens vem deixando a desejar há pelo menos cinco anos.

  15. Thiago disse:

    Ótimo. Um novo time… mas Rubinho? Retrocesso. A meu ver, ele não vai acrecentar nada ao time, ou ao carro.

  16. Aderson disse:

    De que adianta ser veloz e, por falta de experiençia com o carro, fazer titica na pista?
    Num ano de estreia e de pouco testes, o importante é conseguir manter o carro na pista e aproveitar cada quilometro para desenvolve-lo.

  17. rodrigo salame disse:

    capelli,

    no caso bruno senna, ja que as portas da gp2 nas melhores equipes se fecharam, e correr na indy seria pouco interessante, porque ele não opta pela nova F2, que vai ser outra porta de entrada para f1, e uma categoria “barata”?? acho que seria a melhor saida pra ele no nomento.

    na minha opniao bruno senna nao conseguiu chegar a f1 porque não é tudo aquilo que falam dele. tem somente 4 anos de automobilismo internacional, e nunca ganhou titulo nenhum. ao contrario de barrichello que é infinitamente maior do que o povo brasileiro acha dele.

    abs

  18. rodrigo salame disse:

    capelli,

    pensei a mesma coisa que você referente ao nome e dominio do website da brawn gp.
    mas, lembra que antes o nome poderia ser brackley f1 (nao sei se é assim que escreve) e teve um picareta que fez o registro desse dominio pra ver se levava uma bolada de dinheiro, mas se deu mal. talvés tenha acontecido a mesma coisa com o brawnracing.com.

    abs

  19. Luiz G disse:

    Parabéns ao Barrichello por ter se mantido na vaga.

    …mas se ele estiver, realmente, correndo de graça, este foi o pior negócio que ele fez na vida! Se é pra correr de graça, que faça isso no Kart.

    Pra correr de graça, que deixasse a vaga pro Bruno Senna que ainda é garoto.

    Não me parece um fim de carreira digno, mas terrível.

  20. PAULO SANTOS/RJ disse:

    Outra coisa: estou louco para ver como vai sr a pintura nova. Será outro branco?

  21. PAULO SANTOS/RJ disse:

    Se compararmos a Brawn GP com time de futebol, poderíamos dizer que é um time pequeno com veteranos. Seria bom mesclar um veterano com um jovem, mas aí significaria ficar sem o Barrichello, pois o Button é inglês e a prefência por um piloto inglês seria latente. Mas acho que agora essa equipe pode decolar. É só acertar o carro durante o ano para que em 2010 possa repetir o início da gloriosa Williams.
    Vamos torcer para que dê certo.
    Abraço a todos.

  22. Emerson Bicalho disse:

    Capelli;

    Sou seu fã, acesso ao site todos os dias. Só não tenho carteirinha, porque vc. ainda não me deu uma. Mas acho que vc. pegou pesado nesta matéria. Foi muito ácido no comentário sobre o Rubinho e opção da nova equipe em escolher o mesmo. Ele tem apenas 36 ou 37 anos, ainda tem garra, qualidade técnica e velocidade. Ele aindao não esta morto ou idoso. Chegaremos todos neste ponto profissional de nossas vidas e naturalmente daremos lugar aos mais novos.

  23. PG disse:

    Capelli,

    Sugestão de post de curiosidades:

    Pegar a relação de equipes atuais e mostrar quais são suas antecessoras.
    Exemplo:
    Brawn GP (2009) < Honda (2006) < BAR (1999) < Tyrrell (1958)

    O mesmo pode ser feito com outras equipes “falecidas” nos últimos anos.

  24. JucaRocha disse:

    Coisa que ninguém imaginava ! Tem certeza ?
    Há pelo menos uma semana ! Não seriam meses ??
    Barrichello, atirado na sarjeta pela Honda (!?). E o Button ???
    Só teria alguma chance se a equipe fosse realmente tomada pelo ex-diretor técnico da Ferrari. Realmente tomada !? Havia algum indício pra essa afirmação categórica ????
    Com quem tem , ou melhor seeria, DEVIDO A um longo e estreito relacionamento. ÓBVIO ! Ou, vc dirigente, vai desprezar um integrante confiável ?????

  25. Bruno Torres disse:

    Rubinho na Brawn Gp….

    AGORA VAI !!!! GO RUBINHO !

  26. Carlos Colangelo disse:

    Capelli,

    Opinões são opiniões, cada um tem a sua. Ainda acho que o Rubens seria mais rápido que o Senninha em 2009, mas a gente não tem como saber…

    De qualquer forma, é legal ter um espaço onde podemos ter idéias diferentes amigavelmente! Longa vida ao blog!

  27. Carlos Colangelo disse:

    Capelli,

    O dever de um piloto de F1 é andar na frente do seu companheiro de equipe… E Rubens foi muito melhor que o Button esse ano… Seguindo a sua linha de raciocínio, posso dizer que o campeão Lewis Hamilton foi mto mau esse ano, porém o Kova foi ainda pior!! É mto achometro…

    Difícil analisar o Rubens desde 2003… Alias em 2003 ele andou melhor que o Schumi na segunda metade da temporada… Em 2004, o decadente Rubens foi vice campeão marcando mais de 100 pontos… (pergunta pro Capelli: qual foi o piloto brasileiro que fez mais pontos em uma temporada na F1? Seria o decadente Rubens??) Em 2005, começou a temporada andando no mesmo ritmo do Schumi, mas depois do GP da Europa andou de fato muito mal (já tinha acertado com a BAR). Em 2006 sim, andou mto mal e tomo pau do Button (problemas de adaptação)… Em 2007, andou com um carro mto ruim, começo o ano na mesma balada no Button, mas depois ligou o botão foda-se e tomou pau de novo… Em 2008, o carro nasceu um pouco melhor, e talvez pressionado por mostrar serviço, foi bem melhor que o Button…

    Falando em velocidade, você acha que entre os dois postulantes a vaga, o Rubens era o mais lento? Acho que em uma análise de velocidade entre o Rubens e o Senninha, o Rubens ganha…

    Sds,

    Carlos

    • Capelli disse:

      Carlos, essa questão de pontuação não significa nada. Não adianta fazer 200 pontos e não ser campeão. Com a mesma leitura, eu poderia dizer que o Nelsinho fez a melhor estréia de um brasileiro na história da F1, já que foi quem fez mais pontos. E a gente sabe que isso não é verdade.

      Falo em 2003 porque foi a última vez em que ele fez corridas memoráveis (como Inglaterra e Japão) e deu mostras de que era um dos melhores do grid. De 2004 para frente, ano a ano seu desempenho foi piorando. Em 2006 foi um absurdo. No ano passado ele foi relativamente melhor que o Button, mas se você mesmo admite que o Barrichello ligou o “foda-se” em 2007, o mesmo não pode valer para o Button no ano passado? Pense nisso.

      Sim, no momento atual, acredito que Bruno Senna seria mais veloz que Rubens. Coisa do ímpeto juvenil, de um piloto que quer buscar seu espaço e precisa mostrar resultados. Barrichello não precisa de mais nada, não precisa provar nada a ninguém, todos sabem quem ele é e o que é (ou já foi) capaz de fazer.

  28. Carlos Colangelo disse:

    Capelli,

    Por que afinal de contas vc acha que o Rubens não vai acrescentar nada em termos de velocidade e ritmo de corrida? Por acaso você acha que o “multicampeão” Bruno Senna seria mais veloz que o Rubens (que eu me lembre ele tomo pau de um Button desmotivado…)?

    A grande referência de um piloto é seu companheiro de equipe, e o Rubens foi BEM melhor que o Button em 2008… Daí um dos nossos jornalistas na mídia especializada diz que o cara não tem muito a acrescentar em velocidade e ritmo de corrida… Francamente…

    É aquela velha história sobre o Rubens: muito respeitado por gente que entende de corridas (Ross Brawn) e avacalhado pelo público em geral (no Brasil é claro…)

    Sds,

    Carlos

    • Capelli disse:

      Carlos, não acho que Barrichello tenha ido bem em 2008. O Button é que foi muito mal. Rubens está na descendente desde 2003. Sua experiência ainda conta muito, mas sua velocidade deixa a desejar faz tempo. Pode ter certeza de que não é a velocidade o atributo que Ross Brawn viu nele para mantê-lo no time.

  29. Léo Engelmann disse:

    Nova dupla de ataque do Corinthians para 2010: Barrichello e Ronaldo.
    Nova dupla de pilotos da Brawn Racing para 2010: Barrichello e Ronaldo.
    Nova dupla de dominó na fila do INSS em 2010: Barrichello e Ronaldo.

  30. Alexandre Santiago disse:

    Do jeito que a equipe está nascendo, vão ter 17 corridas para ‘testar e evoluir’ o carro.
    E ai deixa para valer mesmo em 2010.
    A sorte é que todo mundo está mais ou menos começando do 0.
    Creio que neste tempo enquanto o time se decidia para onde ia, alguém deve ter projetado algum carro e testado muito em túnel de vento.
    Quem sabe eles dão alguma sorte em algum GP com muita chuva ou alguém entrando na pista para protestar contra a crise mundial e ai o Barrichello leva algum.

    []‘s

  31. andersson disse:

    O que de melhor poderia ter acontecido na Formula Um, na minha opinião.

    Uma equipe nova, novas tintas no grid, etc. Ao contrário do que se desenhava, de que a fórmula um seria um campeonato de marcas, apesar do grande apoio dos bastidores, o que começa a surgir são as boas e velhas equipes de sobrenome.

    Tomara que vá para frente, e que isso se torne uma tendência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>