MENU

2 de abril de 2009 - 11:00Análises, Notícias

Conversa entre Lewis e McLaren

Tradução capellesca do diálogo entre Lewis e McLaren após o incidente com Jarno Trulli no GP da Austrália. Alguns trechos técnicos do diálogo foram suprimidos, por não serem relevantes (coisas como “freios frios, aqueça”).

Lewis Hamilton: A Toyota saiu da pista na segunda curva… isso está certo?
McLaren: Entendido, Lewis. Vamos confirmar e damos retorno a você.
Lewis: Ele estava fora da pista. Ele saiu.
McLaren: Lewis, você deve deixar a Toyota passar. Deixe passar agora.
Lewis: OK.
Lewis: Ele ficou lento, bem na minha frente.
McLaren: OK, Lewis. Fique atento, fique atento. Ele vai ultrapassá-lo. Estamos falando com Charlie [Whiting, diretor de prova].
Lewis: Eu já o deixei passar.
McLaren: OK, Lewis. Está certo. Está certo. Mantenha a posição, mantenha a posição.
Lewis: Diga a Charlie que eu o ultrapassei, mas já o deixei passar.
McLaren: Entendido. Estamos checando. (…)
Lewis: Eu não tenho que deixá-lo passar, eu deveria assumir essa posição novamente, se ele cometeu um erro.
McLaren: Sim, a gente entendeu, Lewis. Apenas faça de acordo com a regra. Estamos perguntando a Charlie agora. Você está em quarto lugar. Mantenha esta posição, apenas fique próximo.
(…)
Lewis: Alguma notícia de Charlie, posso pegar a posição de volta ou não?
McLaren: Ainda aguardando resposta, Lewis. Ainda aguardando.
(…)
McLaren: OK, Lewis, esta é a última volta da corrida. Ao final da volta o Safety Car vai entrar nos boxes, apenas cruze a linha sem ultrapassar, sem ultrapassar. Nós estamos vendo este caso do Trulli, mas apenas mantenha sua posição.

O que se pode entender: Lewis estava querendo o terceiro lugar, pois achava que tinha direito à posição. Mas deixou Trulli passar por recomendação da equipe. O problema é que a desclassificação não veio baseada neste diálogo, mas sim na mentira que Lewis teria contado aos comissários ao final da corrida, que entraria em contradição com o que realmente ocorreu.

O que eu acho muito estranho é o fato de Hamilton mentir para os comissários, como eles alegam, sabendo que existem gravações do rádio disponíveis. E outra: por que, depois da corrida, Lewis falou abertamente a jornalistas que deixou Trulli passar por um pedido da equipe? Se ele mentiu aos comissários, seria lógico que mantivesse a mentira em público.

Muito, muito estranha esta história toda.

Comentários do Facebook

comentários

75 comentários

  1. Thiago Leopoldo disse:

    @Luis Skinner

    1) Incompetência.

    2a) Porque drive-through’s são inapeláveis.

    2b) Porque a Toyota sabe que também fez besteira. Trulli de certa forma não deveria ter passado o carro de Hamilton, tanto que quando o fez tentou devolver a posição ao inglês logo após. Toyota calou-se pois reconheceu ter bobeado.

    3) Alguém sozinho = Gerente de Equipe para o Piloto No.1, com mais de 30 anos de casa. Taí uma pessoa que pode tomar esta decisão sozinho. Porém, a mentira não foi mantida apenas por ele.

    —————-

    @KlauSS

    Tenho a impressão de que se o Charlie da transcrição realmente é o Diretor de Provas Charlie Whiting, a equipe não conseguiu uma resposta do mesmo a tempo, possivelmente ocupado com o a acidente de Kubica e Vettel, e resolveram tomar uma decisão interna.

    Bastava que dissesem aos comissários de prova que ficaram em dúvida sobre o regulamento e possivelmente não haveriam punições como estas a ninguém.

    —————-

    Estranho de verdade é saber que em um esporte onde gastasse milhões de Euros, uma equipe possa vir a ter dúvidas sobre o regulmaento.

  2. KlauSS disse:

    Ops, editei o sofrendo e esqueci de suprimir o começando… :-/

  3. KlauSS disse:

    Na verdade é tudo estranho desde o começo:

    “McLaren: Sim, a gente entendeu, Lewis. Apenas faça de acordo com a regra. Estamos perguntando a Charlie agora. Você está em quarto lugar. Mantenha esta posição, apenas fique próximo.”

    Se isso aconteceu, supõe-se que CHarles Whiting tenha sido informado. Se ele foi informado e o Lewis queria a posição de volta e a equipe sugeriu o fairplay, não se justifica nem a punição do Trulli, oras!

    Acho que o pessoal da F-1 tá começando sofrendo é de analfabetismo funcional mesmo! E ainda querem ficar aplicando pena ao comportamento dos pilotos… Porra, os caras acham que os pilotos são o quê agora? Um bando de criança incapaz de tomar decisões sozinhos?

  4. Luis Skinner disse:

    Bem, mesmo depois de tudo explicado, a história continua muito estranha.
    1) Como que os comissários aplicam uma pena ao Trulli baseados apenas na versão do Hamilton? Ou seja, sequer levaram e consideração as declarações do Trulli e nem pensaram em ouvir os áudios, perguntar ao Charlie Whiting sobre o ocorrido, ver as imagens, verificar o tempo de volta dos pilotos, etc.
    2) Diante da absurda punição, porque a Toyota não recorreu, aceitando pacificamente a “palhaçada”?
    3) Como que alguém da McLaren, sozinho, toma a decisão de pedir ao Hamilton mentir… e ele aceita, logo após ter dito a verdade para a imprensa?
    Me descupem, mas eu não acredito em nenhuma das partes e estou parando de acompanhar a F-1, com dor no coração…

  5. Thiago Leopoldo disse:

    @Windson

    Foi exatamente o que teorizei ontem também.

  6. Windson disse:

    Salve Salve Capelli,

    Parece que a minha teoria realmente tinha fundamento, o Hamilton foi “incentivado” a mentir pelo Dave Ryan:
    http://tazio.uol.com.br/f-1/textos/9304/

    Abraços

  7. Emilio - um gaúcho que fugiu do frio disse:

    @ Nem precisará. Cabeças já começaram a rolar.

  8. Filipe Araújo disse:

    CPI neles…

  9. Emilio - um gaúcho que fugiu do frio disse:

    Eu penso que não há muito que discutir. O Trulli não poderia passar para recuperar a posição, mas o Hamilton diminuiu a velocidade. O Trulli pensou que a McLaren tivesse quebrado e passou.
    Depois era só o Hamilton ter dito aos fiscais que 1) O Trulli saiu da pista e eu passei por ele; 2)A equipe disse que eu deveria deixar ele passar e eu deixeis. Então os comissários diriam 1)Você agiu certo. 2) Você não precisava fazer isto, mas como fez esta feito. Como o Hamilton e a McLaren omitiram os fatos, na tentativa de beneficiar-se eles foram punido. Não interessa se o Hamilton foi forçado pela equipe ou não, o que importa é que ele fez. É isso e ponto final!

  10. Pedro Mazzaro disse:

    Una verguenza. En la conversación le preguntan al director de la prueba que hacer y Mc Laren debería haber tenido una respuesta inmediata. Y no la tienen. Whitting debería heber dicho instantaneamente lo deja pasar o no lo deja pasar.
    Otra cosa: todos sabemos que con Pace Car no se puede adelantar pero ni las autoridades tienen claro que pasa en un caso como este cuando Trulli se va afuera. ¿Los que vienen detrás deben esperar que vuelva a la pista o no?. ¿Que hubiera pasado si hacía un trompo y no podía regresar nuevamente a la pista?.
    Me parece increíble que las máximas autoridades no tengan claro como actuar en diferentes situaciones y cuando lo hacen lo hacen mal y a destiempo.
    Pedro
    Argentina

  11. Eduardo Casola Filho disse:

    Essa história tá cheia de fios soltos, tem muita coisa estranha, e essa relação McLaren-Toyota não me cheira bem…

  12. Roberto Zimmerman disse:

    Porque agora quando termina a corrida o piloto é obrigado a ir direto falar com a imprensa. Hamilton contou a verdade, o que tinha acontecido.

    Depois voltou aos boxes da McLaren.

    Em seguida, a McLaren soube que o incidente seria investigado. E armou pra Toyota ser punida. Hamilton consentiu com a armação e com a mentira e mudou a história para os comissários, o que ele, como campeão do mundo, não devia ter feito. Que peitasse a equipe e mantivesse a versão verdadeira que ele tinha contado para os repórteres assim que acabou a corrida.

  13. Emilio - um gaúcho que fugiu do frio disse:

    Se a McLadra e o Lewis Dick Vigarista Hamilton não tivessem mentido eles deveriam ficar com o quarto lugar, pois embora o Trulli tenha saído da pista, e portanto o Lewis passou por ele justamente, temos o fato de que o Lewis reduziu a velocidade em demasia (e isso é proíbido pelas regras) o que dava direito ao Trulli de passar por ele.
    Ou seja se não mentissem, ficaria Trulli em 3º e Lewis em 4º, mas como quiseram dar uma de joão sem braço, levaram um gol contra.

  14. Frederico Cavalcante disse:

    Eu já havia falado disso no post “Trulli merecia a punição”. Hamilton e a McLaren se calaram, e isso já era estranho, e agora mentem para os comissários da prova. Bem feito para a equipe mais trapaceira e anti ética da F1 e para o talentoso, porém arrogante Hamilton.

  15. Emmanuel disse:

    Nada a ver, mas tipo, eu acho que se erra, se sai da pista ninguém é obrigado a parar, mas o piloto recupera a posição, acho que funciona assim na Nascar (especialista em bandeira amarela)

  16. Emerson disse:

    A polemica foi gerada e, na minha opnião, a decisão final foi acertada.

    Agora, a pergunta é: ele era obrigado a deixar o Trulli parar de volta, sendo que ele errou e saiu da pista? A Mc Laren não sabe as regras e deu a ordem errada ou se alguém bater em bandeira amarela todos tem que parar antes do acidente e ficar esperando????

  17. Don Victor disse:

    Capelli, está de volta a roubalheira… é ridiculo e patético q os comissários não tomaram a atitude que dever-se-ia ter tomado durante a prova… Hamilton em 3 e Trulli em 4… Prova q mesmo com toda a tecnologia, a f-1 mostra ser mais atrasada que um jogo de biriba no bar da esquina!!!

  18. Thiago Leopoldo disse:

    Só pra constar, alguém mais ouviu o rádio do Trulli?
    http://www.youtube.com/watch?v=OohT1HbaEF0

  19. Thiago Leopoldo disse:

    @DANTE

    Seria ótimo ver os pilotos lidando sozinhos com uma coisa dessas: http://www.f1fanatic.co.uk/wp-content/uploads/2009/01/bmw_steeringwheel_kers_2009.jpg

    Só para se ter uma noção, nos momentos cruciais, as equipes estão dizendo aos pilotos quando usar o KERS.

  20. Isso comprova que, ao contrário dos italianos no GP da Áustria de 2001, a McLaren não sequestrou nenhum parente nem o cachorrinho do Hamilton para que ele cedesse a posição….

  21. Bom, eu mandaria o Lewis tirar essa roupa preta porque ele é MOLEQUE!! Ouviu?! O LEWIS!! É MOLEQUE!!

  22. DANTE disse:

    SERIA MELHOR VOLTARMOS AO TEMPO EM QUE SE COMUNICAVAM APENAS POR PLACAS, ACABARIAM AS MARACUTAIAS TIPO “PASSE-O OU DEIXE-O PASSAR”, A FÓRMULA 1 GANHARIA EM COMPETITIVIDADE E SERIA MAIS TRANSPARENTE

  23. Rodrigo disse:

    Seguinte: Desclassifica o Hamilton, devolve o 3º lugar o Trulli, multa a Mc Laren, desclassifica o Button (Afinal ele é inglês), põe o Massa em 1º e fim de festa!

    Brincadeirinha! Punição justa, a Mc Laren e o Hamilton são chegados numa maracutaia!

  24. Dudezi disse:

    @@Humberto M. Oliveira

    Maioria das punições são de várias interpretações, mas em ambos post vc faz parecer que Hamilton está sendo perseguido.

  25. Dudezi disse:

    @Humberto M. Oliveira

    Sei que o diretor de prova está para resolver essas coisas também, mas se ele está numa reunião para definir a resolução de um ocorrido, ele não tem como atender a outro pedido.

  26. @@Dudezi

    O diretor de prova está para resolver essas coisas também, se não é competente para tal, que me chame!

  27. @Dudezi

    Desculpa, mas eu não generalizei.

    E os fatos da recente história das punições sobre o Hamilton, são no mínimo, de várias interpretações.

    E que o Mosley participou de orgia nazista, é outro fato.

  28. Antonio disse:

    Só sei de uma coisa… Já não me interessa mais quem mentiu e quem “desconversou”, ou sei lá o quê…

    Preferia como estava antes!

    Porque “levar poeira” das “Toyotárias” não dá, não (Né, seu Nico!!!!).

    Abraço.

  29. Thiago Leopoldo disse:

    @Dudezi

    Perfeito, direto do Código Internacional do Esporte, pela FIA.

    …Estamos conhecendo mais do que nunca o regulamento, mau sinal…

  30. Thiago Leopoldo disse:

    Aliás interessante notar a utilização do jargão militar (o alfabeto militar que também chamam de fonético). Faz a coisa toda parecer um campo de batalha.

    Não me recordo se foi B.E. ou M.M. que disse em uma entrevista estarem satisfeitos por conta dos times desejarem a liberação do áudio para o público, tendo em vista que algumas equipes anos atrás haviam gasto bastante dinheiro desenvolvendo um sistema que criptografava o sinal.

  31. RaphaelD disse:

    @@@ Humberto M. Oliveira

    É por esses pensamentos que eu sempre digo, “O Brasileiro merece oque acontece com ele no brasil”.. ou para ser curto e grosso “Brasil pais de merda”…
    Por esses pensamentos que aquelas coisas em brasilia continua roubando…
    Continue pensando assim, quem sabe voce nunca foi prejudicado mais um dia será pode apostar.
    O senhor e todos os outros vão me desculpar mais no esporte temos que exigir a verdade, pois cada vez está pior…
    Mais uma coisa, considero a FIA culpada ainda, poiis deveria ter declarado que o trulli estava em investigação e depois de tudo visto ae sim punir ou não.
    Agora voce acha que depois do video lançado no Youtube que mostra claramente o hamilton ultrapassando o trulli, eles irião ficar quieto??

  32. felipe guimaraes disse:

    isso ta parecendo mais…

    PRIMERO DE ABRIILLL !!!

    uma mentira em cima da outra !!!

  33. Dudezi disse:

    Capelli, aqui segue a regra que a McLaren quebrou e por qual razão foi punida:

    “151. Breach of rules

    Any of the following offences in addition to any offences
    specifically referred to previously, shall be deemed to be a breach
    of these rules :

    a) All bribery or attempt, directly or indirectly, to bribe any
    person having official duties in relation to a competition or
    being employed in any manner in connection with a
    competition and the acceptance of, or offer to accept, any
    bribe by such an official or employee.

    b) Any action having as its object the entry or participation
    in a competition of an automobile known to be ineligible
    therefor.

    c) Any fraudulent conduct or any act prejudicial to the
    interests of any competition or to the interests of motor
    sport generally.”

    tradução (não ta perfeita mas o significado está mantido):

    151. Quebra de Regra

    Qualquer uma das seguintes ofenças e em conjunto com qualquer ofença
    especificamente referida anteriormente, será julga como quebra das
    seguintes regras:

    a) Qualquer suborno, ou tentativa, direta ou indireta, para subornar qualquer
    pessoa que tenha função oficial em relação a uma competição ou
    sendo empregado em qualquer maneira conectado a
    competição e a aceitação de, ou oferta de aceitar, qualquer
    suborno por qualquer oficial ou empregado.

    b) Qualquer ação tendo como objetivo a entrada ou participação
    em uma competição de um automóvel conhecidamente inelegível (ilegal).

    c) Qualquer conduta fraudulenta ou qualquer ato prejudicial ao
    interesse de qualquer competição ou ao interesse do automobilismo
    em geral.

    A McLaren foi punida por quebra da regra 151c.
    Pelo fato de tomar uma atitude que prejudicaria seu competidor e lhe favoreceria, assim prejudicando a competição por completo ao tentar manipular (acho a palavra forte, mas não consegui pensar em outra) o resultado.

    PS: as regra pode ser achada no seguinte link:
    http://argent.fia.com/web/fia-public.nsf/DD5A1BFC38A13D83C125751400375656/$FILE/CSI_apres_AGNov08ANG.pdf

    É necessário um leitor de PDF para ver a página. A regra está na página 19 de 24

  34. Thiago Leopoldo disse:

    @Sérgio

    Sérgio, obrigado pela informação. bem provável que você esteja certo.
    o que só complicaria ainda mais a decisão da McLaren, pois teria sido totalmente interna.

  35. Thiago Leopoldo disse:

    @Rommel

    Se haminton mantivesse a P3, o correto seria nada acontecer. E se fosse colocado sob investigação, conseguiriam provar que estava tudo certo.

    Interessante notar que que no áudio a equipe diz pelo rádio mais de uma vez que estão verificando com “Charlie”, que acredito ser Charlie Whiting Diretor de Provas da F1.

    Se a resposta da direção de prova foi “devolva a posição”, então a instrução à Mclaren foi equivocada. O que acarretou na ultrapassagem “irregular” de Trulli, e este acabou sendo punido. Enveredando por esta hipótese, a McLaren preferiu omitir-se.

    Agora, se a resposta foi contrária, aí sim, a McLaren teria agido de má-fé com intenção de lesar a Toyota.

    Acredito porém que a direção de prova não pronunciou-se a respeito a tempo, e a Mclaren chegou a um veredicto interno de que a posição realmente deveria ter sido devolvida, ou no mínimo de que já era tarde de mais para recuperá-la novamente, então deixavam a merda feita. Descobrindo a merda feita, partiram para a tática de não saberem nada sobre o fato, como se nunca tivesse acontecido.

    Ou seja, fizeram uma bela de uma lambança e esconderam debaixo do tapete fingindo que não era com eles.

  36. Danizinha disse:

    A questão é que o Hamilton é mentiroso e ponto final. Mas é muitoooooooo bem feito pra ele isso ter acontecido. Ele quer ser o bonzão e tal, mas não passa de um zekinha… Ele tem mais é que se ferrar mesmo…. Viva o Truli, o Massa, o Piquet e tantos outros… até eu que não torço pro Button, fiquei feliz com a vitória dele e indignada quando vi o Hamilton tinha assumido o terceiro lugar. Hoje lendo isso fiqkei muito feliz. Hamilton já era

  37. RaphaelD disse:

    Gente é tão simples….
    Mclaren mentiu??? Sim mentiu, então toma punição em Dinheiro…..
    Hamilton mentiu?? Sim mentiu, então toma punição e é desclassificado.
    Sim amigo, desclassificação, lembrando que no mundo inteiro mentir é crime em um jure.
    E esta certo sim, porque quando a mclaren roubou ou comprou os projetos da ferrari ele vai punida em $100 milhões e no outro ano gastou o mesmo dinheiro que a ferrari, então dinheiro não é problema para ela.
    E ambos são errados.
    Sem mais..

  38. Sérgio disse:

    Capelli, apenas um detalhe sobre a tradução: Não tenho certeza que ao falar Charlie eles estavam se referindo ao Charlie Whiting. Isso porque, ao ler a transcrição original em inglês, dá para notar que eles usam o alfabeto militar (Alpha, Beta, Charlie, Delta…) como código. Em alguns trechos eles usam outras palavras do alfabeto (Golf, Foxtrot), por isso pode ser que Charlie seja um código para se referir a alguém que não seja necessariamente o Charlie Whiting.

  39. Felipe disse:

    MENTIRA TEM PERNA CURTA……hehhehe.
    Se deu mau espertão…..faltou peito para assumir a RESPONSA. VIVA BARRICHELO CAMPEAO DO MUNDO!!!

  40. ZECA disse:

    Uma pena pra a F-1, pois essa está perdendo sua credibilidade e cada dia mais decepcionante acompanhar esse esporte q já foi tão bacana e justo com o q acontecia na pista o q realmente vale, ou seja com tantas mudanças no tapetão igual está acontecendo, o pódio de hoje provavelmente não c confirmará no dia ou semana seguinte, desse jeito daqui uns dias vão mudar resultados com um mês passado, repito uma pena pra F-1!!

  41. Thiago Leopoldo disse:

    @Ralph

    Se o que os comissáriso de prova dizem é verdade, é basicxamente isso mesmo. Tentou dar uma de joão-sem-braço para tentar ganhar a posição. Como os comissários mostraram-se extremamente incompetentes (não viram o ocorrido, e não quiseram ouvir a fita) colou. Quando alguém questionou e foram ouvir a fita perceberam: “fizemos merda!”.

    Vale ressaltar que se os comissários tivessem feito seu trabalho direito, qualquer coisa que Hamilton e David Ryan dissesm a eles, jamais seria usado como base fundamental para tomar a decisão de punir Trulli. Pois a fita estava lá, restava ouví-la.

  42. Rommel disse:

    Capelli e se o Hamilton tivesse mantido a terceira posição? A FIA poderia puni-lo alegando ultrapassagem em bandeira amarela ou o fato de o Trulli ter escapado tornaria legal a ultrapassagem? Seja lá como for, ultimamente a FIA só tem feito lambança…

  43. Thiago Leopoldo disse:

    @Léo Engelmann

    Fica imune não. Se vc sair da pista os outros pilotos têm permissão para realizar a ultrpassagem. Está no Artigo 40 do Regulamento esportivo da F1.

  44. Léo Engelmann disse:

    Cruzando as informações, desse diálogo com o vídeo do torcedor com celular, cheguei na conclusão de que fora um acidente de Trulli mesmo, e que Hamilton ultrapassou Trulli para evitar uma freada forte e ter a possibilidade de causar acidente para aqueles que vinham atrás da McLaren. Acho que tudo deveria ter ficado como estava: Trulli 3º e Hamilton 4º.

    A devolução da terceira posição a Trulli foi louvável. Provençal. Mas abre uma discussão: se eu errar em bandeira amarela e safety car na pista, eu posso retomar a minha posição? Durante a corrida, eu não posso errar. Com bandeira amarela eu fico imunizado de erros?

  45. Rose disse:

    Bem, eu como fã incondicional do Hamilton, estou com ele e não abro.
    Ele deveria ter conquistado o 3º lugar por mérito, porém como gato escaldado tem medo de água fria, ele devolveu a posição.
    Tudo bem, sem problemas! Saiu no prejuizo.
    Agora dizer que por que mentiu, perdeu tudo, Deus nos acuda se a coisa pega!!!

    Rose

  46. Ralph disse:

    O Hamilton quis dar uma de “joão sem braço”.

  47. Thiago Leopoldo disse:

    Capelli,

    Só para confirmar, a voz da equipe falando no rádio era a de David Ryan, Gerente de equipe de Hamilton?

    Aposto alguns trocados como a idéia partiu dele, após a prova.

  48. Júlio disse:

    @Rodrigo

    A punição não foi pela ultrapassagem em si, e sim pela intenção de enganar os comissários, dizendo que não tinham orientado o Lewis a deixar o Trulli ultrapassar mesmo tendo-o feito.

    O Hamilton é bem “espertinho” em algumas situações, típico de adolescente que acha que é experiente e quer ser malandro. Malícia e experiência se conquista com o tempo, conforme as situações vão aparecendo, mas a impressão que tenho é a de que ele quer mostrar algo que ainda não conquistou… o resultado disso foi essa punição. Mentiu por pura inexperiência…

  49. Thiago Leopoldo disse:

    Basicamente isso.

    A McLaren errou ao mandar ele devolver o terceiro lugar (note que o próprio Hamilton questionou se ele não deveria manter a posição conquistada, e a equipe manteve-se respondendo para esperar a resposta de Charlie Whiting). A impressão que tenho é que eles não conseguiram a resposta de Whiting a tempo ou o mesmo não pode responder precisamente e então decidiram, de forma temerosa, não conquistar o terceiro lugar.

    Terminada a prova, Hamilton faz a entrevista explicando exatamente que foi a McLaren quem o ordenou oferecer de volta a posição, exatamente como aconteceu. Porém, alguém dentro da McLaren percebeu que eles fizeram uma bela de uma besteira pois a posição jamais deveria ter sido entregue de bandeja. Sabendo que, como dizem, “engoliram barriga”, tentam oferecer uma outra explicação aos fiscais de prova (após saber que Trulli estaria sob investigação) afim de conseguir devolta a posição que jamais deveriam ter cedido.

    Feito isso, Trulli foi punido, Hamilton conseguiu a posição segundo instruções da McLaren.

    Aliás, este é o motivo por tanto equipe e piloto serem punidos. A McLaren tramou a resposta aos comissários, e Hamilton acatou as instruções da equipe. Não tivesse acatado, nada disso estaria acontecendo agora.

    Culpa de ambos, punição justa. Exatamente por conta da mentira, esta sim uma atitude de má fé.

    ______

    Ou é isso ou a direção de prova é uma entidade ainda mais obscura do que parece.

  50. Dunga disse:

    Mclaren mais uma vez fazendo maracutaia!!
    britanicos safados

  51. Rodrigo disse:

    Mas esperem um pouco. Acho que vocês estão esquecendo de um ponto importante. Trulli errou, Hamilton não ultrapassou em bandeira amarela por vontade própria, o italiano errou e PERDEU A POSIÇÃO. Quando um carro sai da pista o que vem depois não é obrigado a parar e esperar que ele volte. Hamilton conquistou o 3º lugar na PISTA E DE FORMA LIMPA.

  52. Se entendi bem, a punição se deu pela Mentira. No caso, como Hamilton contou aos comissários o acontecido.
    Se a equipe fez ele contar o ocorrido dessa maneira, que se puna a equipe.

    Pois ele já tinha falado a verdade aos jornalistas. E após conversa com a equipe ele mudou a versão!
    Me perdôe minha querida Maclaren, mas vcs fizera caca…

  53. Raphael disse:

    Se fosse com a Ferrari….

  54. Luiz Ovidio disse:

    Olhem qualquer triscadinha que o Hamilton der vai ser usada para prejudica-lo e todo mundo saber porque,basta de ipocrisia,se houver possibilidade sempre vão prejudica-lo e convservar depois,se houver conversa

  55. Cassius Clay Regazzoni disse:

    Capelli,

    Nem Hamilton nem McLaren vieram a público desmentir a FIA dizendo que falaram para os comissários o que realmente ocorreu. Diante disso não acho que existem dúvidas sobre o episódio.

    Hamilton e McLaren mentiram para induzir os comissários a erro e levarem vantagem e merecem a punição. Caso contrário a F1 irá virar a “casa da mãe joana”.

    Mas a FIA merece severas críticas por punir um piloto confiando somente nas declarações de outro. Os comissários deveriam ter buscado todas as evidências antes de punir Trulli.

  56. Luiz G disse:

    Capelli, eu imagino (leia bem: “imagino”) que com a quantidade de regras existentes hoje na F1, de como passar, não passar, devolver posições, fazer pit-stops, ficar atento aos pneus já usados ou não, além do óbvio controle do carro, cada vez mais complexo, fica fácil o piloto se confundir com algumas coisas.

    Eu sei que eles são pagos pra isso, ganham bem e tem um treino específico para lidar com essas situações, mas ainda assim, é possível ficar confuso.

    Se o piloto sai do carro, cansado, e tem que dar uma entrevista 5 minutos depois, é fácil dizer ou não dizer algumas coisas sem precisão.

    Por todo o conjunto do assunto, não acho que Lewis tenha tentado dar uma de malandro só pela “sacanagem” em si. Acho que ele pode ter ficado confuso com a situação e, por sua natureza, como a de qualquer piloto, simplesmente queria vencer.

    A FIA podia ser mais humana quanto a essas coisas.

    Como expectador, fico frustrado de ver essas atitudes da F1, pois na manhã seguinte após a corrida, vi que os resultados do pódio foram alterados. Uma semana após o fim da corrida, vejo que o resultado mudou de novo. Mais valia ter dormido direito ou feito outra coisa e ler as notícias na internet depois, já que os resultados imediatos após a prova, são frequentemente alterados.

    Francamente, me decepciono tanto com esse esporte que não sei por que ainda acompanho.

    Abraços.

  57. Edgar disse:

    Aos que estudam Direito e pretendem algum dia ser advogados ou alguma outra função do ramo, é uma boa pedida analisar o regulamento da F1 e a maneira como o mesmo é aplicado.

  58. Protógenes Queiroz disse:

    GOSTARAM DESSE GRAMPO?

    EU TENHO MAIS…

    GRAMPOS DO CONGRESSO… DO PALÁCIO…

    OLHA O GRAMPO DERRUBANDO MAIS UM

    SATIAGRAHA NELE !!!

  59. Paulo de Tarso Moraes disse:

    concordo com o pessoal que defende a volta das posições originais da corrida e a aplicação de uma multa à McLaren.

    Afinal, na pista o Hamilton foi o 4º! O que acontece fora das pistas não pode mudar o resultado da corrida!

  60. Renato Muller disse:

    Achei ridículo. Voltasse o Trulli para terceiro e o Hamilton pra quarto e tascasse uma baita multa da McLaren para pararem de vigarice

  61. Hamilton disse:

    depois do cachorrinho Lulu seqüestrado passei a ver transcrições de grampos da Fórmula 1 sempre com desconfiança…

    falando sério agora, achei justa a punição.

  62. Lucas disse:

    Estranho nada. Isso que dá criança tentar explicar as coisas

  63. Windson disse:

    Por que ele contaria a verdade? Porque ele tinha acabado de sair do carro quando foi entrevistado e ainda não tinha recebido nenhuma sugestão da Maclaren de como proceder para ganhar o terceiro lugar. Eu acho que o Lewis, que é um excelente piloto na pista e campeão do mundo por méritos diga-se de passagem, foi orientado claramente depois pela Maclaren para tentar ludibriar os comissarios. A Maclaren sabe que os pontinhos vão fazer diferença no fim do ano com esse carro meia-bomba deles. O problema é que em vez de se contentar com 5 pontos, agora eles tem zero.

  64. GGOO disse:

    A tradução do diálogo entre Lewis e McLaren feito por @ivancapelli http://tinyurl.com/df8dxg . O original está aqui: http://migre.me/jfs

  65. Nickcs disse:

    Se a McLaren aceitou a punição é porquê admitiu a culpa. Caso encerrado. Bola pra frente que hoje tem treino na Malásia.

  66. começou bem….é tão dificil voltar os resultados como estavam ao fim da corrida e dar uma puxão de orelha no hamilton?……putz, desanima essas coisas viu…

  67. O que eu me pergunto é justamente o que você levantou: porque o Hamilton “contaria a verdade” para os jornalistas, contradizendo o que disse aos comissários?

    História muito mal contada. Me estranha ainda mais a McLaren não apelar, apenas aceitar a punição. Estranho.

  68. José Eduardo Rocha disse:

    Se o que os comissários disseram é verdade, acho justa a punição. Mas se Hamilton não mentiu, que se defenda publicamente. Pois acho muito estranho alguém ser chamado de mentiroso e não se defender…

  69. andre disse:

    a explicação é muito simples: os comissários não ficam verificando todas as conversas. é muito mais fácil chamar o piloto e perguntar: “o que aconteceu?” a obrigação do piloto é contar a verdade, obviamente.

    agora, muito estranho mesmo ele ter mentido mesmo.

    só não acho estranho a FIA não divulgar a conversa de Hamilton com os comissários. seria humilhação pública deliberada, o que não me parece de bom tom. Se o inglês se sente manipulado ou prejudicado pela FIA, ele mesmo deveria pedir a publicação da gravação da conversa dele com os comissários. Se é que ela existe.

  70. Capelli disse:

    Tradução do diálogo entre Lewis e McLaren. http://tinyurl.com/df8dxg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>