MENU

19 de abril de 2009 - 6:37Análises

Positivo e negativo: China

Positivo: É chover no molhado, mas não pode ser outro senão Sebastian Vettel. O guri é genial na chuva. Menção honrosa, no entanto, a Felipe Massa. O brasileiro também foi brilhante na chuva.

Negativo: Nelsinho Piquet. Corrida risível, erros por toda a parte, andou quase o tempo todo em último. Não parece ter mais clima para continuar na Fórmula 1 e o próprio diretor de TV da FOM demonstrou ter percebido isso, intercalando seus erros com caretas teatrais de Flavio Briatore.

Comentários do Facebook

comentários

23 comentários

  1. Luiz Sergio disse:

    Estranhei na semana passada, as reclamações do Angelo Piquet, logo no começo do campeonato, cheguei a comentar que parecia saber que vai levar um pé na bund….

  2. Fabrício Passos disse:

    Capelli, a Brawn apareceu com um patrocinador novo (ou só para o GP da China, vai saber) no bico do carro. Logo abaixo da marca da Virgin. É uma tal de MIG Investment. No site da Brawn ainda aparece um novo patrocinador: Ray-Ban. Acho que esse vai aparecer apenas no capacete mesmo.

  3. valdemir disse:

    Viva Nelsinho Piquet, o nosso Katagrama!

  4. Ricardo disse:

    Briatore deve se arrepender amargamente até agora de ter dado mais uma temporada para Nelson Ângelo e ter praticamente enxotado Lucas Di Grassi da Renault.

    O pior é que quem ainda vai sair lucrando é Romain Grosjean… ficou em ótima posição para pegar uma vaga na Renault.

  5. Gil Queiroz disse:

    Massa estava sim fazendo uma corridaça, sem erros e já estava em 3º quando a pororoca parou na pista por “problemas elétricos”. Até no meu Corsa 1.0, 1997, véio de guerra, não entra água na eletricidade, brincadeira, cara. Quanto a Rubis, é como aqueles filmes que o cara tá caindo em um abismo e estica o braço e a mão no último e algum herói o salva puxando o cara, e vc fica ali torcendo para o cara conseguir, mas no caso do Rubis: ele não consegue. O Piquetz, ah, sem coments.

  6. Marckezini disse:

    O Piquet Jr é muito ruim.
    Demissão na certa

  7. Leandro Camilo disse:

    Capelli,

    Menção honrosa para o Massa hoje??? Acredito que assistimos corridas diferentes…

    Acredito que menção honrosa merece Timo Glock que largou no final do pelotão e terminou nos pontos, além da boa corrida de Kovalainen, que largando no pelotão intermediário, terminou a frente de Lewis sem ter cometido erros “aparentes”.

  8. Ike Nodari disse:

    Confesso que estou extremamente decepcionado com o Nelsinho. Pelo desempenho apresentado no decorrer de sua carreira, parecia que conseguiria algo de bom quando chegasse à F1. 1º ano, vá lá, aprendizado, mas esse ano ele só fez besteira. Nem com muito esforço, mesmo sendo Piquetista fanático, dá para aguentar tanta falta de competência. Rídico. Esse é o único adjetivo que se pode dar ao citado piloto. É uma pena, mas não acaba o ano pilotando uma Renault. Quanto ao Vettel, o cara é bom demais. Como diz o pessoal do Limite (ESPN Brasil):”é o bun da Alemanha”. Abraços

  9. Jonas disse:

    Bom, não reclamo que acordei cedo para assistir a corrida pois de uns anos pra cá deixo gravando e assisto quando acordo, sem saber o resultado obviamente…

    Mas não há mais desculpas ao Piquet. Aliás, as desculpas do ano passado já eram fracas. O Hamilton também não conhecia os circuitos em 2007, nem o Vettel em 2008…

    Bem, minha torcida este ano vai para o Vettel. Alguém aí em cima comentou que não víamos um campeonato assim desde os anos 80. E eu diria que não são só as regras, mas os pilotos são de alto nível, não há dúvidas. Há tempos não víamos uma geração tão boa. O Hamilton, apesar dos erros que compremeteram a corrida, mostrou muita gana. Sem contar o Glock chegando entre os primeiros depois de vir de trás, o Sutil (que pena) batendo em sexto com o pior carro do grid, e mais um que parece que vai incomodar: Sebastien Buemi. Disputou freada com Raikonnen (campeão do mundo), Hamilton (campeão do mundo), e só não foi melhor porque teve que parar cedo. Este ano a Formula 1 promete.

  10. D´Artagnam disse:

    Capelli!!!

    Sempre te achei ácido nos comentários sobre o Nelsinho e o Rubens, porém, sou obrigado a concordar com vc. É duro acordar de madrugada para alimentar a paixão pela F1 e ver o Nelsinho brigando contra o carro. Outra coisa, Tô cansando do “quase conseguiu” do Rubens, vc. fica com expectativa e o cara te frusta, desde a priemeira corrida deste ano esta sendo assim. É duro camarada, mas você tem toda razão.

  11. Alexandre disse:

    PONTO NEGATIVO:
    Cheguei a acreditar que hoje veria o Rubinho fazer “a diferença” e, pela terceira vez, acordo de madrugada e o resto vocês já sabem. Nem gosto das brincadeiras (de péssimo gosto) que fazem com ele, mas convenhamos, o cara é o dono do azar viu!

    PONTO POSITIVO:
    O azarado não perde a esportiva nunca! Está sempre de bom humor e sorrindo, até da própria desgraça (como acontecia nos tempos da Honda). É o verdadeira “casca de firida” (com i mesom). Nunca desiste! E mesmo sendo o mais experiente, rumo ao fim de carreira, ainda consegue criar em nós a expectativa de que é possível. Semana que vem, estarei firme, torcendo pra que a nuvem negra que o acompanha se dissipe.

    Bora Rubinho!!!

  12. Neto disse:

    Não entendo nada de F1. Entretanto, leio muitas besteira em site e blog relacionados ao referido assunto. Explico. os argumentos usados nas criticas aos pilotos, principalmente aos brasileiro, são basicamente emocionais e com pouco conteúdo técnico. Eu pergunto: somente a corrida Angelo Piquet foi risívil? somente ele rodou neste GP da China? O carro n° 7 que largou em segundo lugar era de qual piloto? Esse piloto não rodou na pista. É claro que o Angelo Piquet, até o presente momento, não mostrou nada de um grande Campeão e vem frustando as expectativas geradas pelo mesmo ser filho de um dos maiores piloto da história da F1. Agora afirma que a carrareira do Angelo já está acabada, que não tem futuro na F1, parece mais um desejo de ver outro piloto brasileiro se da mal. Faltam ainda 14 GP em que o piquet Jr. pode continuar indo mal a pior, ou reverter a situação e sair fortalecido. O resto é puramente opinião e desejo de torcedores, assim como eu, que só conhece o automobilismo atraves de reportagem e comentario de jornalistas que nunca sentaram em um carro de F1.

    • Capelli disse:

      Ele não foi o único a rodar várias vezes. Mas foi o único a rodar várias vezes e andar quase o tempo todo em último. Isso faz uma diferença imensa.

  13. Gustavo Cristofolini disse:

    Desde o ano passado é perceptivel que o “Piquetzinho” não tem o talento esperado para guiar um formula 1. Ele me faz lembrar, muitas vezes, o Satoro Nakajima, ou o Katayama (katagrama, lembram?). Existem bolsas de aposta para saber quem ganha a corrida. Poderia existir uma tambem aonde se aposta em que volta o Piquetzinho abandona a corrida.

  14. Rodrigo Zauli disse:

    Fabio, acho que de todas a imprensa de Formula 1 mais justa e crítica é mesmo a nossa. Sobre isso eu percebo que o povo brasileiro abandonou quase que por total o que se convinha chamar de sentimento ufano ou patriótico e prefere adotar uma visão crítica e desconfiada a respeito das coisas (fruto das injustiças internas e da comparação com uma realidade primeiro-mundista trazida nos últimos 30 pelo “brasileiros da diáspora”). Muitas vezes até se erra pelo excesso, às vezes a vontade de se cometer um injustiça com um estrangeiro é tão grande que se tira a razão de um compatriota temendo estar sendo manipulados pelos meios dele.

  15. Fabio disse:

    Luiz G, ainda procuro uma transmissão “unbiased”. A transmissão da RTL alemã foca no Hamilton, desde quando ele entrou em 2007. É ele e mais 19. Nem os próprios pilotos alemães gozam do mesmo prestígio e cobertura.

  16. Aderson disse:

    Será que o Briatore tambem fez careta com a rodada do Alonso e com a pifia estrategia que acabou com a corrida do espanhol?

  17. Sidewinder disse:

    Francamente, quando soube que o Vettel havia se transferido para e Red Bull no ano passado, imaginei que seria mais um ano perdido p’ro cara, mas felizmente a equipe produziu um bom carro e deixou o talento do garoto em evidência. Acho que desde a década de ’80 nós não somos gratificados com um campeonato tão emocionante.

  18. Gustavo disse:

    Capelli, duas coisas:
    1-) Concordo com seu positivo e negativo e com as rapidinhas, mas vc nem mencionou a Toyota, seja pelas falhas, seja pela boa corrida do Glock. Me parece que dupla de pilotos que todo mundo considera apagada vai ganhando uma certa feição. Aliás, não te parece que eles trocaram de papel com a BMW?

    2-)Não sei se vc teria tempo, mas porque não adota uma coluna pós-GPs de dar um pitaco sobre cada um dos pilotos? Tipo aqueles faixa-a-faixa que se faz qdo alguém lança um CD.

    abraço

  19. Piquet é rídiculo. Especulações a parte, levantadas pela Globo, quando a não assinatura do Bruno Senna na categoria de “turismo”, acho que a F1 pode vir ter mais de uma vaga ainda esse ano. O Piquet pra mim está mais para o Edinho, filho do Pelé! :)

  20. Para mim, o melhor da prova foi o Massa, contando a ruindade da Ferrari.

    O Vettel leva 10, claro, mas a Red Bull sobrou. Pro Webber ser o segundo da forma fácil que foi…

  21. Luiz G disse:

    Capelli, parabéns por suas opiniões “nuas e cruas” sobre os resultados da F1.

    Você costuma apresentar aquilo que todos os expectadores estão vendo.

    Se puder, me tira essa dúvida: O Galvão Bueno costuma tentar enganar os telespectadore ao defender os pilotos brasileiros, não importando as micagens que eles façam nas pistas.

    Será que ele faz isso por ser amigo dos caras ou é uma questão contratual da Globo?
    Será que a Globo obriga o Galvão a manter uma imagem heróica dos pilotos brasileiros perante o público?

    Será que ele, simplesmente, não pode opinar sobre o desempenho real dos pilotos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>