MENU

19 de abril de 2009 - 6:41Curiosidades

Sobre equipes e países…

Sempre achei que a Red Bull fosse registrada junto à FIA como um time austríaco, porém hoje no pódio tocou o hino da Grã-Bretanha. Provavelmente, por sua fábrica em Milton Keynes. Aí pergunto… se a Toyota vencer, toca o hino do Japão ou da Alemanha?

Comentários do Facebook

comentários

60 comentários

  1. Bruno disse:

    Obrigado pelas explicações sobre o Nelsinho… Parece que o difícil mesmo será ele ganhar uma corrida para vermos o que a FIA vai tocar… Talvez ano que vem na Indy ou na Stock Cars ou na A1GP…

  2. Cristiano disse:

    Sobre o Nelsinho, ele é brasileiro, por ser filho de brasileiro, ainda que nascido no exterior. Basta que aos 18 anos opte pela nacionalidade (se bem que a lei sobre isso andou mudando). É o critério definido pela descendência (também chamado sanguineo). Ainda existe o critério pelo local de nascimento. Se na Alemanha se adota esse critério, ele é alemão também. E se na Holanda se adota o critério de descendência, ele também é holandês. Desse modo, pode ter 3 nacionalidades. Há países que adotam os dois critérios, conforme o caso, como o Brasil. Agora, duvido muito que ele seja naturalizado, porque não precisaria disso.

    Por curiosidade, conforme a combinação de critérios de certos países, tem gente que é apátrida: nascido de pais de país que adota o critério territorial, em país que adota o critério da descendência.

    Mas podem esquecer tudo isso. Existem casos diversos de pilotos nascidos em um país correndo por outro, sabe-se lá como, creio ter a ver com a licença. Da mesma forma que as equipes. Mas que a RBR estava como britânica no statsf1.com , estava. Agora mudou para austríaca. Vai ver, alguém dormiu no ponto, nos registros da FIA, quando a Jaguar foi comprada.

  3. Thiago Leopoldo disse:

    @João

    Made in china…

  4. João disse:

    A FIA está mostrando toda sua competência esse ano, desde antes da temporada começar. Fez confusão com critério de definir o campeão, fez confusão com números dos carros de algumas equipes (afinal onde estão escritos os números nos carros?), fez confusão também com o resultado de uma corrida e agora fizeram confusão com os hinos.
    Dureza também são os troféus da China. Ano passado o troféu quebrou na mão do vencedor, desta vez, cortou o dedo do vencedor…

  5. Existe outra teoria… A Red Bull é a antiga equipe Jaguar, que era britânica… Que por sua vez, era a antiga equipe Stewart, também britânica… Será que associaram a isso? Se for, parabéns pra FIA por mais um ato de senilidade sem limites…!!

  6. Rodrigo Zauli disse:

    Nuno e Capelli, os argumentos de vocês são excelentes, só que nem a própria Red Bull concorda com eles. Eles estavam esperando o hino austríaco da organização da China.

  7. Jaime Ferreira disse:

    Me parece que a sede(oficinas) da Red Bull é na Inglaterra, por isso, só podia tocar o hino daquele pais.
    Porque, segundo o que li, o que conta é o pais aonde fica a sede da equipe.

  8. Hamilton disse:

    Para um filho de brasileiros que nasça no estrangeiro adquirir a nacionalidade brasileira é necessário que ele seja registrado no consulado brasileiro ou então que faça a opção pela nacionalidade brasileira quando vier para o Brasil até completar 18 anos. Se não fizer isso, e não se registrar nem lá nem cá, vira apátrida.

  9. Zieg disse:

    O site “F1-Live” diz que realmente houve um erro na execução dos hinos no pódio de Xangai. Era para o hino austríaco ter sido tocado após o alemão, mas o britânico “God Save The Queen” entrou no lugar.

    Sobre o Nelsinho ele é brasileiro. Nascer em território alemão não é garantia de nacionalidade alemã se for filhos de país estrangeiros. O caso dele é diferente do Nico que tb nasceu em território alemão e é alemão. Apesar do pai ser Finlandês nascido na Suécia a mãe é alemã o que garanti a ele a nacionalidade alemã.

  10. Thiago Leopoldo disse:

    @Vladimir “Charles” Brown

    Made in china…

  11. Foi um erro mesmo, mas me pergunto como algo assim acontece. Uma coisa é a Force India de repente ganhar, sem que ninguém estivesse esperando por isso, e a organização da prova patinar na hora de procurar o hino certo.

    Mas a Red Bull era POLE. Uma vitória não teria como ser classificada de surpresa.

    Depois da avalanhce de gafes do Galvão Bueno durante a corrida (que ele nunca admite), essa pisada da organização do GP parece que veio só pra fechar a transmissão com chave de ouro.

  12. Thiago Leopoldo disse:

    Imaginem se o barrica ganha e toca o hin0o da Alemanha? Hehehhe!

    A organização errou mesmo, e a Red Bull não ficou muito satisfeita com isso. E se Toyota ganhar, será o hino japonês a ser executado mesmo.

  13. O site F1Live diz ter sido um engano da organização do GP da China.

    http://en.f1-live.com/f1/en/headlines/news/detail/090419163216.shtml

    Triste isso hein.

  14. Michel Ayala disse:

    Aproveitando a deixa, Capelli qual as nacionalidades do Nelsinho? Ele nasceu na alemanha, mas já ouvi que na Alemanha o filho recebe a nacionalidade dos pais ou seja brasileira (pai) e holandesa(mãe). Desta forma ele seria brasileiro/holandes. Agora a maioria dos sites colocam o Nelsinho, somente como brasileiro ou alemão naturalizado brasileiro. Qual é a certa?

  15. Michel Ayala disse:

    Se o Nelsinho ganhar toca Aleluia. Ha Ha Ha…

  16. Rodrigo Meira disse:

    Eu acho que o mais dificil é a TOYOTA conseguir uma vitória com esses dois atuais pilotos.

    Esse ano, o que falta na equipe é piloto.

    O carro já se mostrou veloz.

    Abs

  17. Eduardo Malheiros disse:

    Bah, tive a mesma reação do Crispim, li na GPWeek e vim direto aqui pra sanar a dúvida de todos.

    Grande abraço!

  18. Crispim disse:

    Na GPWeek (http://mag.gpweek.com/), pagina 6, diz que o hino que devia ter tocado era o austriaco porque a equipa tem uma licença austriaca…

  19. Daniel disse:

    A Red Bull corre com uma licença austríaca, logo o hino que devia ter tocado era o hino austríaco, e os respnsáveis da FIA na China sabiam disso. O problema foi que não tinham lá o hino austríaco !! Então, para remediar a situação, tocaram o hino britânico, porque a equipe está sediada em Inglaterra, mais precisamente Milton Keynes.

    PS: Eu li isto no site alemão “www.bild.de” na secção de desporto, agora se a notícia é verdadeira ou não já não sei.

  20. Bruno disse:

    E se o Nelsinho Piquet ganhar? Toca o hino brasileiro ou o alemão?

  21. Germano disse:

    Capelli, se a Toyota levar, tocam o hino alemão, pois a equipe de F1, nada mais é do que a antiga Toyota Team Europe de ralis

  22. JG disse:

    Sobre o assunto, leiam a notícia do Red Bulletin

    http://en.redbulletin.com/articles/airhead_drivers/

  23. Nuno Kopio disse:

    Hoje não estou a acertar uma, segundo o que li, a equipa só tinha passado a italiana aquando a tomada de controlo da equipa por parte do Rocco Benetton isso em 1998 após ter despedido o David Richards, mas agora após alguma pesquisa, tenho a duvida se a equipa não passou a italiana logo em 1995 pois a partir desse ano o carro passou a possuir uma bandeira italiana no carro.

  24. Hamilton disse:

    Juliano, que piada mais sem graça e preconceituosa com os japoneses, ainda mais com essa paródia pré-escolar do Hino à Independência…

    sobre nacionalidades, uma bastante discutível é a do Bertrand Gachot, lembro de uma revista Grid antiga que discutia a nacionalidade dele e não chegava a nenhuma conclusão…

  25. Fabricio Stein disse:

    Respondendo ao Comentário do Luis, até onde sei o Schumacher (isso fica claro em uma entrevista bem famosa dele no youtube) ele não começou correndo POR Luxenburgo, e sim EM Luxemburgo, nos campeonatos DE Luxenburgo. Isso por questões financeiras.

  26. ELF_TL72 disse:

    Capelli:
    Por falar em equipes, estão vendendo o seu carro por 37 mil libras.
    Você está com problemas financeiros ou é o do Gugelmin? Vai trocar por um modelo mais novo? O interessante é ver que no site também estão vendendo um Benetton do Schumacher em “perfeitas condições” com um motor Judd V10! Tá parecendo o Santana com motor de Belina do “Tropa de Elite”…
    É incrível ver que existe um mercado de F1 usado no mundo. Eu, se tivesse condições, compraria um com certeza. Só não escolhi o modelo ainda.

    Veja: http://www.race-cars.com/carsales/f1s.htm
    http://www.race-cars.com/carsales/other/1231260117/1231260117pp.htm

  27. Fabricio Stein disse:

    E para completar minha informação

    No site da Red Bull, consta a nacionalidade: Austria
    http://www.redbullracing.com/Team/Team-Profile/
    Nationality Austrian
    Established 2005
    Based Milton Keynes, UK

    Acho que assim termina a discussão e mostra QUE MAIS UMA VEZ os donos da F1 cometerem erros, idiotas. E aos poucos estão acabando com a credibilidade da categoria. Que milagre que AINDA ninguem foi punido depois do GP da china.

  28. Fabricio Stein disse:

    Pessoal, foi mesmo um erro. Como mostra esta noticia do site alemão n24.
    http://www.n24.de/news/newsitem_4986950.html. Pra facilitar o alemão

    Red-Bull-Berater Helmut Marko: “Ich bin etwas enttäuscht, wir haben eine österreichische Bewerberlizenz, aber es ist keine österreichische Hymne gekommen. Wahrscheinlich haben die Chinesen die nicht im Programm”

    Conselheiro da Red Bull Helmut Marko: Eu fiquei um pouco decepcionado, somos uma equipe Austriaca, mas não tocou nenhum hino austríaco, Provavelmente os chineses não tinham ele no programa.

  29. Nuno Kopio disse:

    O Robert Doornbos sempre correu com licença holandesa, e na F1 era HolandÊs e continua a ser dado como Holandês na IRL.

    Olha ai a prova http://www.fia.com/sport/championships/f1/f1_season_guide/2006.html

    A Benetton só mudou de nacionalidade aquando da saida do Flavio Briatore da equipa e quando o Rocco Benetton tomou conta da equipa apesar de continuar a possuir as suas instalações em Inglaterra passou a ser uma equipa italiana em 1998.

  30. Pedro disse:

    Luis, se eu não me engano nas transmissões da F1 que o Doornbos corria era a bandeira da Holanda mesmo…

  31. Juliano disse:

    Foi o hino britânico mesmo.
    Esse é o da Áustria http://www.youtube.com/watch?v=MrZPaI1MrxU

  32. Luis disse:

    O Robert Doornbos, se não me engano, quando passou pela F-1, apesar de ser um piloto holandês, corria com a licença de Mônaco, e nos dados oficiais da FIA era mostrado representando Mônaco. A Benetton mudou a nacionalidade do time para italiana depois do Schumacher ter passado por ali, antes era considerada inglesa.
    E por falar em Schumacher, ele começou a carreira desportiva correndo por Luxemburgo no kart.

  33. Nuno Kopio disse:

    A isto chama-se a logica da batata mas é bem verdade.

  34. ELF_TL72 disse:

    Certamente, na F1, não cabe a lógica do italiano dono da confeitaria.

    Explico: Seu Beppe, dono de uma confeitaria, conversando com um cliente, foi indagado se tinha filhos. Ele disse que sim, tinha dois. Perguntado se eram brasileiros, Seu Beppe respondeu que não, que eram todos italianos. O cliente então falou:

    - Que beleza, Seu Beppe! Nasceram todos na Itália…
    - No. Sono nasciutto qui in Brasile…
    - Então, seu Beppe, eles são basileiros, não italianos!
    - No. Sono tutti italiani.
    - Seu Beppe, se nasceram aqui, são brasileiros!
    - Ah, é? Tu stai vendo quello due gatinho in quello canto?
    - Sim, estou vendo.
    - Pois é! Non sono due gatinho.
    - Não são dois gatinhos? São o que, Seu Beppe?
    - Sono 2 biscoito.
    - 2 biscoitos???
    - Si. Sono due biscoito, perche la gata, mama dello 2, deu cria no forno. Logo, pelo che tu me hai detto, gato que nasce no forno é biscoito!

    Pois é. Na F1 não tem a menor lógica. Não é o local da fábrica, não é a nacionalidade do dono, não é o registro da equipe. Cada hora é um critério. Para acabar com essa dúvida, deviam obrigar a por uma bandeirinha do país no bico do carro. Se não tem critério definido, no mínimo, quando perguntassem o porque da bandeira, deviam dizer que foi o dono que escolheu.
    Confusão, porque ninguém é obrigado a adivinhar se a RedBull é gato ou é biscoito…

  35. Nuno Kopio disse:

    My kistake, eu tinha kuase a certeza que ele era irlandês da Irlanda, mas devia estar a fazer confusão com o facto dele ter pilotado para a Jordan.

  36. Nuno Kopio disse:

    Isto vai aki uma confusão.

    O hino que tocou foi o Inglês, apesar da REdBull estar filiada na ÖAMTC e OSK a sua licença desportiva é britanica.

    A Honda tinha licença desportiva Japonesa tal como a Toyota apesar das fabricas estarem situadas em paises europeus, a antiga Benetton, era uma equipa inglesa com proprietário italiano, no fim da vida da Benetton a quipa mudou a sua licença desportiva para italiana.

    A BMW, tem licença deportiva alemã, apesar das instalações se situarem na Suiça, a Toro Rosso é uma equipa italiana com licença desportiva italiana mas com um dono austriaco.

    A Renault é uma equipa francesa mas com as suas instalações em Inglaterra.

    O que determina o hino a tocar é o registo da licença desportiva da equipa, tal como no caso dos pilotos o hino que toca é o hino do pais de origem da federação qu emite a sua licença desportiva, o caso mais conhecido é o do Eddie Irvine, nascido na Republica da Irlanda a sua licença é do Reino Unido e por isso tocava o hino inglês quando ganhava corridas.

    Existem diversos casos desses no desporto automovel o suiço Romain Grosjean é dado como francês pois a sua licença desportiva é emitida pela FFSA, e de Andreas Zuber austriaco de nascimento mas corre com licença dos Emirados Arabes Unidos.

    Alguns exemplos dos muitos que existem no desporto automóvel, espero conseguir esclarecer algumas duvidas dos leitores do BLOG do CAPELLI e do próprio Capelli.

    • Capelli disse:

      Nuno, excelente comentário. Mas há apenas um engano: Eddie Irvine não nasceu na República da Irlanda, mas sim na Irlanda do Norte, que faz parte do Reino Unido. Sua cidade natal é Newtownards.

  37. arthur disse:

    Bom, quando a Honda venceu, tocou o hino japonês, mesmo com a sede do time sendo em Brackley, Inglaterra. Acho que com a Toyota seria o mesmo.

  38. Rodrigo Zauli disse:

    Não são parecidos não. Não tem como confundir, pois sempre tocou pro Gerherd Berger. Eles tocaram o hino errado.

  39. Rodrigo Zauli disse:

    ou então os hinos são muito parecidos, como está levantado aqui. Vou pesquisar.

  40. Juliano disse:

    A fábrica da BMW fica na Suiça, mas quando ela ganhou tocou o hino da Alemanha
    A fábrica da Honda ficava na Inglaterra, mas quando ela ganhou tocou o hino do Japão
    A fábrica da Benetton ficava na Inglaterra, quando ela ganhava tocava o hino inglês, mas era considerado um time italiano
    A fábrica da Toro Rosso fica na Itália, quando ela ganhou tocou o hino italiano, mas se enquadra no mesmo esquema da Red Bull… por que não tocou o hino austriaco??
    Se a Toyota ganhar (o que só vai ocorrer se ela contratar Alonso, Raikkonen, Massa, Kubica, Barrichello, Button ou Vettel) deve tocar o hino japonês… aquele que é mais ou menos assim

    “Japonês tem quatro filhos
    Todos quatro aleijados
    Um é surdo, o outro é mudo
    E os outros dois são barrigudos
    Um é surdo, o outro é mudo
    Um é surdo, o outro é mudo
    E os outros dois são barrigudos.”

  41. Rodrigo Zauli disse:

    Red Bull é um time austríaco, inscrita no campeoanato clube do automóvel da áustria e pela comissão esportiva da áustria, ÖAMTC e OSK conforme essa nota: http://www.fia.com/en-GB/mediacentre/pressreleases/ica/2009/Pages/ica_140409.aspx (fonte: wikipedia.org). Eles tocaram o hino errado mesmo!

  42. Fábio Mota disse:

    Capelli, uma dúvida que surgiu quando assistia a transmissão da corrida. Quais pilotos foram a seus dois primeiros pódiums da carreira como vencedores???

  43. E pensar que quando a equipe de Brackley venceu o GP da Hungria de 2006, tocou o hino japonês…

    Quanto a sua questão Capelli, não se preocupe; não me parece que a Toyota vá vencer uma corrida assim tão cedo (risos).

  44. Bruno R. disse:

    O Ico errou, foi o hino inglês que tocou.

    Na verdade, pelo que pude pesquisar, as equipes estão registradas conforme abaixo:

    McLaren – Reino Unido
    Ferrari – Itália
    BMW – Alemanha
    Renault – França
    Toyota – Japão
    Toro Rosso – Itália
    Red Bull – Reino Unido
    Williams – Reino Unido
    Force India – Índia
    Brawn – Reino Unido

    Pensando assim, até faz sentido – se a Red Bull Racing fosse austríaca, o mesmo deveria se aplicar à Toro Rosso.

  45. Capelli, relamente o hino da Asutria e da Gra Bretenha realmente permitem essa confusão:
    Corri no youtube para tirar essa dúvida. Espero ter ajudado.

    AUSTRIA
    http://www.youtube.com/watch?v=c48OAszjKA8

    GRA-BRETANHA
    http://www.youtube.com/watch?v=mESAuUuLq48

    HINO TOCADO COM MOTOR DE UM F1
    Uma obraaaaaaaaaaaaaa :)
    http://www.youtube.com/watch?v=u-AF-zm4wxY

  46. andreh disse:

    Capelli, tava ouvindo a transmissão da corrida na rádio bandeirantes e o Ico confirmou que o hino é da Áustria mesmo!

  47. Antonio Rafael disse:

    Capelli, eu ouvi a transmição pela CBN e os comentárista também tocaram nesse assunto. Mas o ICO confirmou que foi mesmo o hino da Áustria. Ele disse que é parecido mesmo, mas que o hino foi o da Áustria sim, inclusive ele até cantou um pedaço do hino em Alemão.

    • Capelli disse:

      Eu acho que o Ico se confundiu… acabei de pegar o VT para conferir e, sem dúvida alguma, o hino que toca é o God Save the Queen. Embora, de fato, o hino da Áustria serja ligeiramente parecido.

  48. Henrique disse:

    Capelli acho que essa pergunta só vamos saber se consultarmos. Acho que na rpatica nunca iremos saber….

  49. JT disse:

    Tambem fiquei surpreso…

  50. Hugo Becker disse:

    Também estranhei. Sempre me refiro à Red Bull, em meus posts, como “equipe austríaca”. Durante a corrida cheguei até a lembrar de outras oportunidades em que o hino austríaco foi executado, como nas vitórias de Lauda e Berger, por exemplo.

  51. felipe disse:

    ah, capelli… vale uma listinha dos primeiros vencedores com cada time… alguem, além do vettel, deu a primeira vitória de duas equipes?

  52. felipe disse:

    Red Bull deve estar registrada como inglesa por ter comprado a Jaguar… eles nem devem ter se preocupado em mudar… já a Toyota entrou como uma equipe nova e, quando a secretária da FIA perguntou o país para marcar no papelzinho, o executivo japones deve ter falado Japão com certeza…

  53. sergio rod disse:

    minha avaliação para esse POST é ***** ( 5 estrelas ),
    e não apenas uma, como seguiu, por engano.

    PS
    Rubinho fez a volta mais rápida, galera !

  54. sergio rod disse:

    comentaristas do rádio, Bandeirantes se não Jovem Pan, discutiram se era o Hino Britânico ou Austríaco e concluíram que era o HINO AUSTRÍACO; o qual é meio lento e parecido com o
    Britânico ( na opinião deles ! ). …e agora? …era ou não era???

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>