MENU

15 de maio de 2009 - 13:52Charges, Vídeos

Charge animada: GP da Espanha

Mantova, como sempre, mandando muito bem.

Comentários do Facebook

comentários

21 comentários

  1. ELF_TL72 disse:

    Sem querer te decepcionar, Laforga, não assisto corrida para torcer por brasileiro. Gosto de ver show, gosto de ver boas pilotagens, gosto de pilotos que tiram manobras de onde ninguém espera.
    Meu primeiro ídolo foi Gilles. O cara que passava pela grama, que dirigia carro sem roda, sem aerofólio, que entrava na curva de lado como se fosse ralli, que disputava cada palmo de curva como se estivesse em um carrinho de bate-bate em um parque de diversão. E olha que eu apesar da pouca idade eu percebi de cara que aquele louco era único na F1.
    Admirava Lauda pela coragem de continuar a pisar fundo mesmo depois de quase morrer. Gostava do Piquet pelo jeito “nem aí” de lidar com a F1. Sempre pareceu um rachador de rua no meio da aristocracia automobilistica.
    Senna era o cara cuja pilotagem era a própria perfeição. Posso cometer o sacrilégio de dizer que se ele fosse argentino, ainda assim torceria por ele, porque botar voltas em cima do Prost, com o mesmo equipamento, não é coisa desse mundo.
    E, por fim, o último ídolo que eu tive na F1 foi o Berger, piloto que um pouquinho, mas só um pouquinho mesmo, as vezes, me lembrava o Villeneuve, porque já vi ele tentar passar o Brundle pela grama, já vi ele bater no Arnoux de propósito, já vi ele exigir do carro mais do que o carro aguentaria, dentre outras loucuras dentro e fora das pistas. Torcia por ele desde o a Benetton em 1986.
    Quanto ao Schumacher, o cara é bom e ponto final. Arrogante ou não, é raro encontrar um piloto que fazia exatamente o que precisava ser feito para ganhar. Precisava virar 2.13s? O cara virava. Precisa de 2.12s na volta. Virava. Vou dizer que um cara tão bom quanto ele tinha o direito de ser arrogante. Ele podia. Quem não gostasse que tentasse desbancá-lo na pista. Mas poucos conseguiram.
    Quanto a F Indy, nem aí eu assistia para torcer por brasileiro. Assistia porque gosto de ver corrida, mesmo de segunda linha como a ChampCar ou a Indy. Geralmente os brasileiros lá me faziam sentir vergonha alheia. Nem vou dizer nomes para evitar constrangimento. Entre ver Silvio Santos ou Faustão e ouvir Luciano do Vale falando abobrinha, eu ficava com a Indy.
    A frase é do Capelli, mas vou pedir emprestada: “Quando vejo um piloto, eu vejo um piloto, e não um país”. Acho que era mais ou menos isso, não lembro direito, mas o sentido é esse aí.
    Então, que surja um novo fenômeno no automobilismo para dar show. Pode vir de qualquer lugar do mundo, mas que surja. Se for brasileiro, melhor, mas se não, paciência, vou curtir assim mesmo.
    Abraços e até mais!

  2. Sidewinder, você tbem assiste f1, pra ver “brasileirinho”, na corrida e, se possível, tbem no pódio! Vai, fala sério, assim como todos, que marretam o “burrinho”!!!!!AhAhAhAh…..

  3. Sidewinder disse:

    Então tá acertado! Viva o burrinho, o set up dos campeões.

  4. ELF_TL72, falemos de formula indy!, que é muito chata de assistir, onde os pilotos ficam, umas 100 voltas, rodando naqueles ovais, com bandeira amarela a toda hora, por causa de acidentes, na pista. Você acompanharia, se não tivesse “brasileirinhos”, pilotando lá! Acho que não!, pois atualmente, quem se sobressai lá, são o gringos, e tanto é que a Band, só passa os o melhores trechos, pois sabe, que ninguém ia aguentar asistir, sem os “brasileirinhos” vencendo!
    Eu mesmo, assistia a indy por isso, ver os “brazucas” dando pau nos gringos.
    Voltemos pra F1! Voces, sinceramente, não assistem pra ver o Button, vencer!, no fundo, no fundo, mesmo, ainda tem esperanças de que vença, um “brasileirinho” qualquer! Vencendo, já se torna, o “cara”! Vejam o Vettel, que ganha uma gp, e, já acham que vai ser o campeão!, que devia ir pra Mclaren, Ferrari ou, Brawn Gp!
    Volto a postar o que já coloquei, no blog do Flávio Gomes! Mas que campeão vai ser o Button, que não conseguia arranjar um bom acerto para o seu carro, e, precisou copiar o do Burrinho, pra se sair bem na corrida! O Button ou o seu suporte técnico viu, que fazer 3 paradas o burrinho ia ganhar dele, fácil, fácil, ELF_TL72! Esta mesma estratégia, de 3 paradas, foi imposta pela equipe, ao Burrinho!, no gp do Bahrein!, ou seja, querem mesmo “ferrar” o nosso Burrinho(Rubens Gonçalves Barrichello, Filho, pois o avô é chamado pela familia de Rubão, o pai é o Rubens, e o Rubinho é o filho, e a família e os amigos chamavam ele de Rubinho, e o apelido pegou! Todos adoram chamá-lo de Rubinho!
    Finalizando, não vou apelar para complo, dentro de uma equipe, sómente, que a Ferrari contratou, o Rubinho, pra acertar o carro pro Schumacher, vencer, pois o alemão e o Irvine, não estavam conseguindo fazer o que deveriam fazer!, acertar a Ferrari e ganhar os campeonatos de 1996(venceu Damon Hill), o de 1997(vencido pelo Villeneuve), o de 1998 e 1999( bi para o Mika Hakkinen), começando a ganhar quando, por coincidência, contrataram um “brasileirinho” para fazer o acerto da Ferrari!, ai disparam na liderança, ano após ano!
    E que belo contrato fizeram para o Rubinho, hein, ELF_TL72.! Não podia disputar posição com o “estrelado” Schumacher, na pista, até tendo que diminuir na ultima volta, naquele gp, para que ele vencesse. O Schumacher, não, quando largava, se era o Rubinho de poe-position ou segunda colocação, jogava o carro pra cima dele, pois sabia que sua ultrapassagem seria facilitada, pelo gente boa! que é o Rubinho. Ah, gente, deixem de sonhar, que lá não existia preferência para o “estrelado” Michael Schumacher! Eu tenho certeza que sim, e, não quero mais falar disto aqui!, quem quiser apelar e ficar malhando o Rubens, é porque no fundo, querem que um “brasileirinho” ganhe os gps de fórmula 1. Fim de papo! Vocês irão continuar a assistir a F1, se tiver um “brasileirinho” lá, pra torcer que ele vença! Se não, é aquele chororó, no blogs da vida! E, vamos, que vamos para o gp de Mônaco( eta Gagá Bueno, com a belisima entrevista passada, neste domingo, 17 de maio, com as perguntas mais inteligentes feita por um apresentador de tv!, a Globo deve ter ficado mais gagá do que o Galvão Bueno!, ao deixar passar esta, que não arescentou nada, para a carreira do Felipe Massa, devendo ser jogada no lixo!, dever ter saido da cabeça de vento, do Galvão Bueno!)
    Cansei de teclar e fui! Até mais, ELF_TL72. Alegria, alegria!

  5. ELF_TL72, olha eu aqui de novo, para lembrá-lo, que não se ganha nenhum campeonato de f1, pilotando uma Jordan. Esta equipe ganhou algum? Nem com o campeão Damon Hill, de 1996, pela Williams.
    Ente os dois mais recentes, campeões de f1, prefiro o Alonso, apesar de ele ser um fominha “estrelado”, e muito carismático, mas é muito atencioso com os fãs de f1, distribui autógrafos, numa boa, sempre alegre, ao contrário do Schumacher, que parece sempre mau humorado e, não cumprimenta ninguém, nas pistas onde ele debuta, atualmente, nos boxes da ferrari, e sua presença lá, parece não ser bem aceita pelos dirigentes italianos, que comandam? a Ferrari. Cadê, aquele super piloto, que sem o Brawn por perto, a “estrela” do Michael não brilha nada, ultimamente, ELF_TL72.
    Veja o Jean Todt, que sem o “gênial” Ross Brawn, pra ajudá-lo, caiu fora, pois viu que sem o Ross, que era o que fazia a Ferrari brilhar, não teria o mesmo desempenho na equipe campeã de pit-stop!, que teve na era schumacher! Um dominio insuportável de aguentar, pois falem sério!, voces torciam ou assistiam f1, somente por causa do alemão!, ou, porque tinha um brasileirinho lá! AhAhAH…

  6. ELF_TL72 , não vamos falar de rubinho, mas sim, de kimi raikkonen, quanto a de quem decide o que na pista.
    Viu o kimi, no gp da china, onde foi obrigado a colocar pneu de chuva, qdo a pista ainda estava seca. O que ele fez?, deixou colocarem o ditos pneus, quietinho, sabendo que aquilo era a mior doideira do Domenicalli. Protestou, bufou, xingou?, não! Qem decide é o chefe e não importa se ele tenha sido o campeão em 2007.
    Viu o Kimi, no gp da espanha, onde tbém, na classificação recebeu ordem, de Domenicalli(que já deveria ter sido demitido e colocado o Jean Todt, mesmo que interinamente( na marra), até que achasse outro qualificado para ocupar esta posição independente de nacionalidade, exigindo que fosse gabaritado pra isso, dinheiro a ferrari tem de sobra, pois está brigando para isso, com o Max Mosley), para ficar parado nos boxes, quietinho, enquanto via sua posição despencar, lá pro fim do pelotão, e nada fez . Protestou, bufou, xingou?, não. Quem decide o que ele deve fazer é o chefe da equipe, não ele, e fim de papo!
    Alonso?, cade a “estrela” do bicampeão, que parece estar sem força pra bilhar, dirigindo aquela Renault(Briatore, eta chefe bom, que aparece mais que seus pilotos, nas transmissões, dando chilique a toda hora, e a FOM, adora colocá-lo, pra brilhar nas transmissões do mundo inteiro!).Concordo que o Nelsinho deixa muito a desejar como piloto, mas não se ganha na gp 2, se não for bom piloto, mesmo que o carro da equipe, seja do pai!, o piloto atual da gp2, está liderando ou ganhando corridas, com o piloto Alberto Valério?, não, quem lidera é o tal de Grosjean, que ficou de fora na disputa com o Nelson Piquet, que ganhou a vaga, amparado pelo Bernie Eclestone, e, pelo presidente da Renault, que parece que é brasileiro, e estes, estão segurando o Piquezinho na equipe, porque se dependesse do Briatore, já teria tomado aquele pontapé, e ele estaria pilotando somente o seu playstation 3, sentado no sofa.
    Parle-vous Français?, te vejo no gp de Monaco, caríssimo ELF_TL72.

  7. Victor Hugo disse:

    iiiii, vai recomeçar aquela discussão do “achômetro”, do “Rubinho é isso ou aquilo”, dos especialistas que vivem dentro das equipes pra saber tudo o que acontece lá… Eu particularmente que isso já deu pro gasto, mas sempre vai ter gente disposta a discutir isso, então…

    Capelli, que bom que você voltou, já estava ficando preocupado!

  8. Sidewinder disse:

    E tome Burrinho!

  9. ELF_TL72 disse:

    A impressão que eu tenho (e reforço que isso é uma impressão e não um fato incontestável), é que pilotos como Emeson, Piquet, Senna e Schumacher corriam motivados pelo fato de simplesmente gostarem de vencer, de serem os melhores, de superar os outros e de se superarem.
    Quando atingiram essa satisfação pessoal somaram a isso outros objetivos. Emerson deu asas ao sonho de ter uma equipe com DNA brasileiro. Depois, foi se aventurar na Indy, ouro desafio. Piquet nunca escondeu de ninguém que adorava a grana que a F1 lhe proporcionava. Já Senna passou a tentar dar às suas vitórias um significado maior, dividindo a satisfação com o povo brasileiro, empunhando a bandeira, fazendo obras sociais, incutindo orgulho e auto-estima nessa m… de país.
    Schumacher deu o passo que Senna não teve tempo de dar: ligar seu nome e suas vitórias ao renascimento de uma equipe que é sinônimo de F1: a Ferrari. Muitos conhecidos de Senna diziam que a idéia de futuro dele era igualar-se a Fangio e depois correr com a “cadeirona”, se preciso fosse, até de graça.
    Tantos outros pilotos também são os exemplos de garra e realização, mas me falta tempo, espaço e memória para citá-los
    E o Rubinho? O Rubinho, para mim, não tem gana. Ele não corre por ele, pelo seu desejo de pura e simplesmente vencer. Rubinho corre para tentar preencher a falta que Senna faz. Como não consegue, fica chateado porque o sacaneiam e não lhe dão valor. Tenho a impresão que ele acha que foi obrigado a segurar a barra de substituir um ídolo e, por causa disso, todos lhe devem respeito, mesmo sem resultados a altura.
    Bom, não sei quanto a vocês, mas eu nunca pedi para o Rubinho tentar substituir o Senna e nem lhe prometi uma torcida incondicional por isso.
    Toda sua história de coadjuvante é de uma figura cuja a única intenção é se manter na F1 para de, alguma forma, ver se tem um pouco de reconhecimento. É o exemplo perfeito do cara que faz seu trabalho corretamente mas na hora H deixa de lado os louros da vitória para agradar o patrão, se manter empregado e ganhando super bem. Não tem coragem de se botar a frente, manifestar – NA PISTA – inconformismo, ousar, dizer não, lutar contra Deus e o Diabo para chegar na frente, mesmo que isto lhe custe o emprego. Sua arma de defesa é a reclamação generalizada.
    Se eu estivesse lá? Provavelmente seria igual a ele. Faria de tudo para me manter empregado, enchendo o c… de dinheiro, viajando, cumprindo ordens, temperando a salada para o outro comer. Mas com uma diferença: eu não reclamaria e seria honesto com os meus torcedores. Diria claramente que faço isso por mim, pela grana e pelo prazer de pilotar e viver no mundo da F1. Tenho certeza que sendo honesto assim, eu não teria muitos torcedores, mas em compensação eu não seria sacaneado e nem viraria motivo de piada.
    Aí, talvez um dia em que eu estivesse plenamente realizado e com o futuro garantido, eu passasse a ter a gana de Senna, Schumacher, Piquet, Emerson, Lauda, Villenneuve e partisse para, a todo custo, querer ser campeão, sem baxar a cabeça para o patrocinador, o companheiro de equipe ou para o dono dela. E se conseguisse, aí sim, seria reconhecido e tivesse os torcedores que mereço, para poder compartilhar da alegria de ser milionário e vencedor.
    É obvio que morro de inveja do emprego dele, mas não tenho a menor inveja de ser o que ele se tornou por não se sentir idolatrado. E até que Rubinho ganhe as corridas por simplesmente querer vence-las e não para ser reconhecido ou calar a boca dos críticos, vou continuar a sacanea-lo e rir das piadas que merecidamente fazem com ele.
    Parabéns pela charge!

  10. Caro Rommel, responda-me a seguinte pergunta: mas que piloto campeão será este que não consegue acertar o seu carro para um gp?
    E como você mesmo disse é muito experiente o Buton? Ganhou sim, mas com a ajuda da equipe!
    Ah, faca-me o favor, ma que belo campeão é o schumacher!, ninguém vai lá, pedir autógrafo do “estrelado” heptacampeão de f1, meu?
    Fica passeando no boxe da Ferrari prá la e prá cá, e ninguém quem conversa com ele!?
    E ele, Button, vai continuar a ter todo o apoio do mão-de-ferro Ross Braw! Estamos assistindo a um filme que já passou há muito tempo! e todos sabem o seu final! Lamentável, a atitude deste Ross Braw!
    Viu a Mclaren em 2007, com alonso e hamilton?, a equipe interferiu na disputa dos dois, na pista?, não, deixaram os dois duelarem livremente e perderam um campeonato de f1! Isso sim, é uma equipe de F1!

  11. Seu Mário disse:

    Capelli 2009…rumo à aposentadoria (rsrsrsrs…).

  12. Rommel disse:

    Eudemar,

    Se ele se sujeita e aceita tudo isso numa boa, paciência… O próprio voltou ao Brasil dizendo que não foi preterido na Brawn depois de ter armadao aquele barraco todo, então, se o próprio Barrichello parece acreditar em Papai Noel, vai ficar fadado a ser sempre o segundo, o escudeiro. O mesmo sempre aconteceu na Ferrari: muita reclamação, muita desculpa e pouca atitude. Se hoje ele recebe críticas do próprio país é exclusivamente por estar a mais de dez anos na F1 passando vergonha e humilhações e não tomar vergonha na cara. O próprio Button que hoje é candidato ao título já teve que encarar muita pressão da torcida e da mídia inglesa e também já foi tomado como acabado assim como Barrica, ou seja, isso não é exclusividade alguma do torcedor brasileiro. Quando o inglês finalmente pôs as mãos num carro com condições de brigar pelo título está dando a resposta: 04 vitórias em 05 corridas na temporada. Agora te pergunto: e o Barrica? Sinceramente, esse seu desabafo não faz o menor sentido…

  13. Sidewinder disse:

    Já que o Eudemar tocou no assunto, voto para o Barrichello retornar à Ferrari e acertar o carro do Massa para este finalmente ser campeão.kkkkkkkkk…

  14. GENTE BOA, O RUBENS FOI TUNGADO EM 2 GPS PELO ROOS, SIM SENHORES. O RUBENS FOI SEMPRE MELHOR, NOS TEMPOS DOS TREINOS DE INVERNO, NESTA MESMA PISTA, E O CARRO QUE FOI USADO NOS TESTES, PARECE QUE FOI DADO, PARA O BUTTON PILOTAR.
    E O RUBENS NÃO RECLAMOU NADINHA DESTE CARRO. SÓ DEPOIS QUE ELE PEGOU O OUTRO PARA OS TREINOS, ANTES DO GP, QUE ELE VIU PROBLEMAS NO CARRO. NÃO ME VENHAM COM A MESMA LENGA-LENGA, USADA PELO ROSS, DE QUE O RUBENS É LENTO. NÃO VIRAM A LARGADA DELE, ONDE ELE PASSOU, DOIS DE UMA VEZ SÓ, E SE MANDOU LÁ NA FRENTE.
    DEPOIS COMBINARAM TRES PARADAS, E O RUBENS CUMPRIU ERRADAMENTE, ESTA ESTRATÉGIA, SE DANDO MAL NO FINAL, PROVANDO QUE DUAS PARADAS ERA A MELHOR. EM TRES, O PILOTO TEM QUE ACELERAR O TEMPO TODO, PARA SE DAR BEM. SE ENCONTRAR TRAFEGO NA PISTA QUE NÃO OFERECE ULTRAPASSAGEM, ELE ESTÁ FERRADO, PASSAR COMO, SE O OUTRO NÃO DEIXA E A PISTA É TRAVADA.
    O ERRO DO RUBENS É O DE FALAR DOS PROBLEMAS QUE ENFRENTA NA EQUIPE. DEVERIA SER MAIS AGRESSIVO E NÃO LIGAR PARA ESTAS POSSÍVEIS CRITICAS, COMO FAZ O HAMILTON. E DE MUDAR DE ESTRATÉGIA, QUANDO ACHASSE QUE DEVERIA, POIS QUEM ESTÁ NA PISTA, ACELERANDO, É ELE, NÃO O ENGENHEIRO OU O ROSS. FALAR PRÁ ACELERAR É FÁCIL, SE VOCE ESTÁ DE FORA DA PISTA. LÁ DENTRO A COISA É BEM DIFERENTE.
    O SCHUMY, SÓ PASSOU A GANHAR TÍTULOS, SÓMENTE DEPOIS QUE COLOCARAM O RUBENS NA EQUIPE DA FERRARI. ANTES, ELE E O IRVINE TENTARAM E NÃO CONSEGUIAM. O SCHUMY GANHOU EM 1994 E 1995, NA BENETON. DEPOIS EM 1996 A 1999, NA FERRARI, NÃO GANHOU NENHUM TÍTULO. EM 1996, PERDEU PARA O DAMON HILL. EM 1997 PERDEU PARA O VILLENEUVE, NA ULTIMA CORRIDA, EM JEREZ DE LA FRONTERA, ONDE TEVE AQUELA FAMOSA ATITUDE DE ESPORTISTA, QUE É, O DE JOGAR O CARRO PRÁ CIMA DO ADVERSÁRIO. EM 1998 E 1999, PERDE NOVAMENTE, PARA MIKA HAKKINEN. DEDUZO, SEM ERRAR, SE FOSSE OUTRO PILOTO, AO INVES DO RUBENS, O SCHUMY, NÃO LEVARIA MAIS NENHUM TÍTULO.
    E VEJAM A PRESENÇA DELE NA FERRARI, PARECE QUE NINGUÉM GOSTA REALMENTE, DESTE ALEMÃO, POIS CADE AQUELA FESTA TODA QUE A EQUIPE FAZIA, QUANDO ELE GANHAVA OS GPS.
    O PRÓPRIO DOMENICALLI PEDIU SEU AFASTAMENTO DA EQUIPE, ALEGANDO QUE ATRAPALHAVA, AO INVÉS DE CONTRIBUIR. PARECE QUE SEM O TODT E O BRAW, DESAPARECEU A “ESTRELA” DE HEPTACAMPEÃO QUE O SCHUMY CARREGA, NÃO ACHAM?
    FAZER TROÇA DOS OUTROS É BEM MAIS FÁCIL. NINGUÉM GOSTA DE LEVAR FAMA DE OTÁRIO, NÃO É , SEUS PIADISTAS DE PLANTÃO. E SÓ GOZAM, QUANDO É BRASILEIRO QUE É PASSADO PARA TRÁS. NINGUEM DE DIVERTE COM O KOVALLAINEN, NAKAJIMA, FISICHELLA, O RAIKKONEN QUE NÃO VENCE CORRIDAS JÁ FAZ UM ANO, MESMO SENDO O CAMPEÃO DE 2007.
    JÁ PENSARAM NESTES PILOTOS! DÃO ÓTIMAS CHARGES, PARA DIVERSÃO DE TODOS INTERNAUTAS, QUE ACESSAM NOTÍCIAS DE FÓRMULA 1!

  15. andreh disse:

    A charge é muito boa, como todas do Mantovani, mas o melhor é saber que o blog voltou a ativa! Tava fazendo falta Capelli! Abraços!

  16. Bruno Fontenele disse:

    Bateu na trave o Rubinho…

  17. Rommel disse:

    PARARATIM BUM BUM PARARATIM BUM BUM…. “Barrichello Monster” de touro levando uma “driblada” do Button foi muito legal! Nota 10!!! Parabéns!!

  18. Wendell Fiorin disse:

    Lega

  19. Onyas disse:

    Huahuahua! Sensacional!

    Parabéns Bruno!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>