MENU

2 de novembro de 2009 - 10:45Análises

Positivo e negativo: Adbu Dhabi

Positivo: Kamui Kobayashi. Marcou seus primeiros pontos apenas em sua segunda corrida de F1, derrotando o experiente companheiro Jarno Trulli e ganhando seis posições em relação à largada. Ousou na estratégia, fazendo apenas uma parada, e foi o único que obteve sucesso com isso. Kimi Raikkonen, por exemplo, tentou o mesmo, em sucesso. Palmas para o Koba.

Negativo: Jaime Alguersuari. Outro estreante na temporada, cometeu o erro patético de confundir a equipe na hora de parar nos boxes. Tentou parar nos boxes da Red Bull, que aguardava o líder Sebastian Vettel. Quase comprometeu a corrida da equipe principal.

Comentários do Facebook

comentários

9 comentários

  1. Marcos Almeida disse:

    O japonês é o cara! Quem precisa de pilotos brasileiros para torcer quando temos um Kobayashi?

  2. Bruno disse:

    É o que dá fazerem duas equipes com o mesmo layout.

  3. Lucas disse:

    Quando aconteceu isso na corrida, a primeira coisa que eu pensei foi no mecânico que segura a placa indicando o local da parada, mas na hora eu não tinha conseguido formar uma opinião sobre o que teria acontecido. Após ler os comentários aqui, vou mais pelo comentário do Sergio, mas não concordo que a RBR teria contribuído com o erro. A parte dela ela fez e não tem culpa pela falha do box ao lado. Pelo que eu entendi, teria acontecido o seguinte:

    Alguersuari e Vettel iriam parar na mesma volta e estavam bastante próximos;
    Quando Vettel apontou no pitlane, o mecânico da RBR já teria mostrado a placa, antes do piloto chegar até o box;
    A STR não teria mostrado placa alguma e por isso o piloto não viu onde exatamente deveria parar.

    O box da STR vem antes do da RBR. Mesmo que a RBR tivesse se antecipado em mostrar a placa, se a STR a tivesse mostrado também, o piloto conseguiria localizar o box correto, pois veria duas placas e saberia que deveria parar na primeira.

    Portanto, se foi isso mesmo que aconteceu, o erro não teria sido nem do piloto e nem da RBR.

  4. Luis Skinner disse:

    Daniel Wey,
    Durante a transmissão eu já tinha ficado com essa impressão, já que é comum a sinalização dos boxes por um dos mecânicos. Porém, revendo as imagens (http://www.youtube.com/watch?v=EHwq5o5zMTg), vemos que não há essa sinalização. No entanto, dá pra perceber que os mecânicos da RBR viram que não era o Vettel só no último momento, o que nos faz ficar em dúvida mesmo se o erro foi só do Alguersuari.
    Luis.

  5. Wallace disse:

    vendo o video da trapalhada, na hora que o Vettel para, os mecanicos da str estao lá prontos, um olhando pra cara do outro, mas nao sei se o da plaquinha estava la no meio do pit apontando. Interessante que o da red bull nem se meche quando ve o Alguersuari entrandoMancada mesmo da red bull (empresa) que quer ter duas equipes, lado a lado, com carros e cores dos macacões quase iguais.
    Ah, engraçado foi o Galvão chamando o Christian Horner de clone do Burti.

  6. Sérgio disse:

    O Daniel Wey pode estar correto. A parada do Alguersuari – que o Galvão insiste em chamar de Alguersueri – não era programada, tendo sido decidida às pressas por uma falha no câmbio. Talvez ninguém da STR tenha sinalizado o local de parada, ao passo que o mecânico da RBR estava lá postado com uma placa aguardando o Vettel. Pode ser que o sujeito da RBR tenha confundido os carros e contribuído para a lambança.

  7. Daniel Wey disse:

    Capelli,
    Me parece que o erro do Alguersuari foi mais do mecânico que segura a placa de entrada nos boxes do que do piloto. A TV não mostrou de quem foi o erro, mas acredito que foi o mecânico que achou que era o Vettel vindo e não o Alguersuari, e mostrou a placa para ele.

  8. Luiz G disse:

    Kobayashi parece ter futuro. Será a esperança do Japão?

    Alguersuari parece ter o mesmo nível de Grosjean e Piquetzinho.
    Muito marketing pra pouco resultado.

  9. Victor disse:

    Ah sim, comparar o desempenho da Toyota com o da Ferrari faz realmente todo o sentido!

    Cada uma…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>