MENU

30 de março de 2010 - 16:00Box, Curiosidades

Detalhe que faz a diferença

Não é muito fácil reconhecer um piloto de Fórmula 1 à distância, dentro do carro, durante a corrida. O carro é perfeitamente distinguível, dadas as cores e as formas, mas saber qual dos pilotos está lá dentro não vem sendo uma tarefa muito simples.

Antigamente era muito mais fácil. Os carros tinham números enormes na frente e nas laterais que facilitavam a identificação, já que a cronometragem era manual e a distinção visual entre os carros se fazia fundamental para que uma corrida pudesse ser acompanhada. Ao final dos anos 70, com o surgimento da cronometragem eletrônica, os números passaram a ficar menos importantes e foram sofrendo um gradual processo de redução. Ao final dos anos 90, praticamente desapareceram.

Nesse ínterim, os espectadores das corridas passaram a utilizar as cores dos capacetes para saber quem era quem dentro de um carro da mesma equipe. Dava certo, embora em alguns casos cascos semelhantes pudessem causar confusão, como Jos Verstappen e Michael Schumacher, na Benetton em 1994. A partir de 1996, no entanto, as proteções laterais dos cockpits passaram a ser mais altas, por questão de segurança. Assim, os capacetes ficaram mais escondidos, dificultando novamente a distinção entre pilotos com carros iguais.

Foi então que, a partir de 2005, a FIA instituiu uma nova forma de identificação dos carros de cada equipe, utilizando as câmeras on-board localizadas acima do santo-antônio de cada carro, conhecidas como “T-Cams”. As regras e as cores variam desde então, mas a norma é: cada piloto de cada equipe tem uma câmera pintada de uma cor diferente.

As duas Force India, lado a lado. Liuzzi, com câmera amarela. Sutil, com a vermelha. (Foto: Paul Gilham/Getty Images)

As duas Force India, lado a lado. Liuzzi, com câmera amarela. Sutil, com a vermelha.
(Foto: Paul Gilham/Getty Images)

A regra vigente em 2010 é bem simples. Existem duas cores de câmeras: vermelhas e amarelas. As vermelhas são colocadas nos carros com a numeração mais baixa de cada equipe. Os companheiros com número mais alto, ganham câmeras amarelas. Na Ferrari, por exemplo, Felipe Massa (7) tem uma T-Cam vermelha. A de Fernando Alonso é amarela.

No GP da Austrália, muita discussão aconteceu em função de uma disputa entre Michael Schumacher e um carro da Virgin. O alemão ultrapassou por dentro e levou um belo “x” na retomada, numa manobra que foi creditada ao brasileiro Lucas di Grassi. O problema é que os narradores se enganaram. Basta ver qualquer foto ou frame para identificar que a microcâmera do carro envolvido tinha detalhes em vermelho, o que representa o alemão Timo Glock. A de Lucas Di Grassi é amarela. Logo, a disputa não foi com ele.

É um detalhe bastante simples, mas que faz toda a diferença. Abaixo, uma colinha com as cores das câmeras de todos os carros da F1 em 2010. Assim, se você quiser dar uma de bom para cima do Galvão Bueno na próxima corrida, estará bem escorado.

Equipe Câmera vermelha Câmera amarela
McLaren 1 – Jenson Button 2 – Lewis Hamilton
Mercedes 3 – Michael Schumacher 4 – Nico Rosberg
Red Bull 5 – Sebastian Vettel 6 – Mark Webber
Ferrari 7 – Felipe Massa 8 – Fernando Alonso
Williams 9 – Rubens Barrichello 10 – Nico Hulkenberg
Renault 11 – Robert Kubica 12 – Vitaly Petrov
Force India 14 – Adrian Sutil 15 – Vitantonio Liuzzi
Toro Rosso 16 – Sebastien Buemi 17 – Jaime Alguersuari
Lotus 18 – Jarno Trulli 19 – Heikki Kovalainen
Hispania 20 – Karun Chandhok 21 – Bruno Senna
Sauber 22 – Pedro de la Rosa 23 – Kamui Kobayashi
Virgin 24 – Timo Glock 25 – Lucas Di Grassi

Comentários do Facebook

comentários

77 comentários

  1. Moss disse:

    “Detalhe que faz a diferença”.
    Se faz a diferença, então não é detalhe.

    Ficadica.

    • Rafael Soares disse:

      O mais interessante é na Mercedes com Shumacher e Rosberg. O Shumi tem o capacete vermelho e camera vermelha e Rosberg capacete e cameras amarelos, ficou bem bonito e combinando.
      Abs.

  2. Diego Medeiros disse:

    Po, quem gosta mesmo de Formula 1 nunca percebeu isso? Nunca teve a vontade de ler o regulamento? Art 21, item 21.1, do Regulamento Esportivo de 2010. Quem achar interessante dê uma olhada nos dois regulamentos: o técnico e o esportivo.

  3. Roberto Magno disse:

    Boa capelli, eu sabia disso e digo mais: antigamente so tinhamos as cores do capacete do piloto para identificação, depois para ajudar inclussive nas narrações pela TV, foram colocado ponto colorido no bico do carro, agora ficou legal ter oficializado nas cameras on board.

  4. Legal essa abordagem.
    Os capacetes tabém estão muito parecidos… Mas acho que deveriam ter outras alternativas além das câmeras. Em determinados ângulos fica difícil identificar.

    Um abraço

  5. VonButcher disse:

    Os outros aficcionados -além do Capelli- talvez recordem que o Galvão, num dos seus acessos de humildade, disse há alguns anos atrás: “Está muito difícil diferenciar os carros, ainda mais quando os capacetes são parecidos. Então eu falei pro Briatore fazer alguma coisa ali, no bico ou na camera…” . Logo, foi o Galvão que inventou isso tudo, pessoal !!!

  6. KBK disse:

    Trabalho de utilidade pública. Agradecemos pela lista.

    Capelli, sou leitor há um bom tempo (tempos que você fazia charges e o RadioGP, no blogspot). Comecei há pouco um blog de F1 e MotoGP, se puder adicioná-lo em ‘Blog dos Leitores’ eu ficaria grato.

    Por falar no blog, tem uns videos explicativos bem bacana sobre Pit stops em 2010 e arrancadas.

  7. 1º de Abril disse:

    A FIA concluiu suas investigações sobre uma possivel sabotagem da equipe Brawn no carro de Rubens Barrichello em algumas largadas na temporada de 2009. Como punição a Federação invalidou o titulo de Button e consagrou Rubens Barrichello o legitimo campeão de 2009.

  8. Lucas Brunini disse:

    Lembro que a Ferrari fazia isso com Barrichello e Schumacher, não lembro qual ano. O capacete dos dois na época era bem parecido. Era pintado no caro de Barrichello a “cam” e o bico do carro, se não me engano.

    • Douglas Hudson disse:

      Isso foi em 2000,quando os 2 tinham capacetes parecidos,A partir do GP de Monaco desse ano o Schumacher estreiou o famoso capacete vermelho

  9. Caio Signorelli disse:

    O Marcão e o Flavio falaram tudo, a nossa comunicaão com a torre é pela cor da T-CAM e equipe, a mudança do segunda carro para amarela melhorou ainda mais a visualização.

    Capelli, seria um homónimo ? http://www.autosport.com/gallery/photo.php/id/13248081

    Abraços

  10. Nogueira disse:

    Ora, não é que o Capelleti mandou bem? Parabéns pelo belo blog. Publique mais! Até!

  11. Formula One disse:

    RT @radioonboard: Tô impressionado com a quant. de gente q n sabia do detalhe das T-Cams, explicado pelo @ivancapelli http://bit.ly/ayw8vE

  12. Muito bom!

    Não tinha nem imaginado isso, é um bom guia para ter ao lado da tv nos finais de semana.

    []´s.

  13. flavio perillo disse:

    Já a muito tempo a equipe de sinalização que faz o grande premio do Brasil de Fórmula 1, já utiliza esse artifício.
    Em vez de relatar os incidentes falando os números dos carros o sinalizador apenas informa – McLAren Amarela rodou na curva 3 -
    E assim por diante. Na nossa maneira de enxergar os carros no Race Control que fica no 2º andar da torre, não importa na verdade o piloto num primeiro momento, então fazemos dessa forma.
    Abraços

  14. R.CASAGRANDE disse:

    Eu me lembro dessa distinção ainda em 2003, mas só uma T-cam era pintada, a outra não. E não havia padronização àquela época: na Jordan de Fisichella ela era pintada de laranja; na Renault de Trulli era amarela e a Williams de Montoya tinha T-cam na cor branca;

  15. uma otima dica pro galvao nao errar mais o nome dos pilotosde F1: http://bit.ly/cfpe37

  16. Marcus Lins disse:

    RT @ivancapelli: Detalhe que faz a diferença http://bit.ly/cV7wdn

  17. marcão disse:

    Nas reuniões pré F-1 em São Paulo éramos instruidos a reportar qualquer problema na pista da seguinte forma. Ex: Ferrari vermelha, ou ferrari preta(antes da cor amarela) Force vermelha ou amarela.. Assim por diante.. O primeiro carro da equipe é sempre vermelho e o segundo é que tem outra cor…Só resta dizer o porque da cor preta antes da amarela.
    Antes as equipes treinavam as sextas com o terceiro piloto e esse sim usava a cor amarela. Como agora não temos mais o terceiro carro colocaram a cor amarela. De qualquer maneira é uma solução importante.

  18. Danilo disse:

    Estranho também é que até o Lucas disse que tinha dado o X né… estranhão…

  19. Igor disse:

    Boa.. Não tinha reparado neste detalhe. Na hora que aconteceu o fato em que o Galvão e Reginaldo confundiram o Di grassi com o Glock eu percebi porque sempre acompanho o Live Timing. Não consigo confiar nos comandantes Galvão e Reginaldo numa corrida.

  20. Felipe Fugazi disse:

    Matou a pau Capelli, sem esse auxilio até eu estava com duvidas sobre quem deu o famoso X no Schumy…embora o (sem querer ser irônico) X da questão é que o Todo Poderoso Schumacher tomou um X de uma Virgin, ou seja um F-1B.

  21. Boa Capelli, nao sabia disso. O Galvão acho que nao tbm rsrs. Agora vai ser mais facil identificar.

  22. Caio César disse:

    Não sei se a regra é antes de 2005, mas já existia a distinção entre os carros, através das cores das “T-Cams”. É só olhar a temporada de 2004.

  23. Lucas R disse:

    Fiquei sabendo desse macete assistindo ao GP da Alemanha de 2006 narrado pelo Luiz Roberto. Naquela temporada, as câmeras do segundo piloto eram pretas e não amarelas. Em dado momento da transmissão o narrador comentou que os segundos pilotos das equipes tinham o suporte da câmera em uma cor mais escura. A partir daí passei a identificar com facilidade todos os carros filmados de longe.

    Falta agora fazerem algo para identificar os carros a partir da câmera onboard, pois nem todas filmam o capacete do piloto. Em algumas equipes é possível enxergar o número no bico do carro. A RBR, por exemplo, facilitou ainda mais a vida do telespectador estampando o número do carro no macacão do piloto, na altura do joelho.

    De qualquer forma concordo que o melhor mesmo a se fazer é voltar os números grandes pintados na carenagem. Alegaram que os números foram reduzidos para dar espaço à publicidade, mas vejo que em todos os carros ainda sobra um bom espaço para os números.

    • João Rafael disse:

      Pra variar era o Luiz Roberto, né..

      O Galvão, assim como eu, deve ter achado a vida toda que essa câmera colorida era um detalhe aerodinâmico.

      Juro que eu achava.

  24. Gustavo disse:

    Ahhh, eu reconheço pelo capacete…
    A maioria das vezes funciona. Não lembro de ter me confundido muito. Como as Force India di tópico : Liuzzi, italianissimo, com aquele capacete VERDE, BRANCO E VERMELHO. O Sutil com o capacetinho sem graça ^^

    Teoricamente o esquema das câmeras é melhor, porque as cores são fixas, e é um padrão : maior ocm uma cor, menor com outra.

    Mas… Acho que mesmo com cockpits mais altos, bancos mais baixos e carros multicoloridos, os capacetes, pra mim (e talvez pro povo que acompanha mais de perto a F1 assim) são a melhor maneira de distinguir os pilotos.

    Aí, pra comparar, número bom mesmo é da Stock Car xD Mas pra mim não tem significado nenhum… não acompanho a categoria!

  25. k4rf4x disse:

    Eu sempre fiz isso, aliás fiz após seguir essa dica do Lito Cavalcanti do sportv.
    Geralmente as cores representam:
    vermelho = 1° piloto
    Amarelo = 2° piloto

    Podem reparar que no ano após o Kimi Raikonen ser campeão ele usou a camera vermelha e o Massa amarelo.
    Esse ano Massa por estar mais tempo está de vermelho e Alonso de amarelo.
    Mesma coisa no carro do Button.

    O mais incrivel é que o pessoal que transmite na tv aberta, não menciona esse detalhe, até parece que eles o desconhecem.
    Várias foram as ocasiões em que em um acidente eu já sabia quem era o piloto, enquanto o pessoal da tv ainda ficava tentando ver o desenho do capacete.

  26. Ricardo Bandeira disse:

    Putz, que complicação idiota. Por que não voltam com os números grandes? Assim, locutores, telespectadores e público do autódromo identificariam os pilotos facilmente. Às vezes, acho que a F-1 é feita por completos imbecis.

  27. essa questão foi levantada por um internalta na Sportv no 2º treino da sexta-feira do gp da austrália…!para o Lito Cavalcante

  28. Eduardo Casola Filho disse:

    Acho que nem essa cola iria adiantar!

    O Galvão iria se confundir de qualquer jeito!

    Mesmo carros de equipes diferentes ele confunde, chegou a confundir nessa corrida Ferrari com Virgin. Sem contar as confusões entre Red Bull e Toro Rosso.

    Da história dos números, mesmo com o encolhimento deles ainda pode ser usado para haver a diferença. Vide o Red Five do Mansell.

  29. fidalgo disse:

    A McLaren de 98 e 99 fazia a distinção com um boneco da West, na asa dianteira do carro.
    O David era vermelho e o Mika era preto
    http://lh4.ggpht.com/_I-d821V5nZQ/Scij2bsCkJI/AAAAAAAAAjw/ueDX_hRMjGQ/01_thumb.jpg

    • Douglas Hudson disse:

      Porque o topo do capacete dos dois pilotos eram azul,no caso da Ferrari de 2000,Tanto Schumacher quanto Barrichelo tinham capacetes muito indenticos(Topo azul,Lateral vermelha.Ja o caso da Ferrari de 88 o capacete indenticava muito,Alboreto tinha um capacete azul e amarelo,enquanto Berger lançou o conceito de desenho de capacete que foi copiado por Schumacer.
      Berger usava um capacete preto com uma faixa vertical com as cores da bandeira austriaca,ja Schumy usava um capacete branco com as cores da bandeira alemã na vertical(1991-1999)e depois o capacete vermelho com o mesmo detalhe(2000-2006/2010)

  30. ELF_TL72 disse:

    Isso me lembra 1988, Ferrari de Berger X Ferrari de Alboreto. A 28 tinha quadrados amarelos fluorescentes pintados nos cantos dos aerofólios traseiro e dianteiro. Na 27 eram totalmente pretos.

  31. Resumindo: em equipe velha o melhor piloto usa t-cam vermelha. Em time novo, amarela. MT @ivancapelli: n confunda os F1 http://bit.ly/cfpe37

  32. Junior disse:

    Eles deveriam pintar tambem os retrovisores de vermelho ou amarelo, dai sim ficaria bem fácil.

  33. Adriano Matos disse:

    RT @ivancapelli: Um guia capellesco para que vc nunca mais confunda 2 carros de F1 da mesma equipe. Acredite, é fácil! http://bit.ly/cfpe37

  34. Fabio disse:

    Caramba, o Lucas no Twitter dele agradece uma pessoa que o parabeniza pelo X no Schumi. Seria bom ele esclarecer isso.

  35. Atenção Galvão! Dê uma lida nesse post do @ivancapelli antes da próxima corrida: http://is.gd/b7gXc #F1

  36. Boaaaa grande Capelli…
    mto bom esse post!!!
    to pensando até em publicar no meu blog ehm…
    abraços!!!

  37. ScreenTearing disse:

    RT @ivancapelli: Um guia capellesco para que você nunca mais confunda dois carros de F1 da mesma equipe. Acredite, é fácil! http://bit.ly/cfpe37

  38. Matéria bacana para aprender a identificar o piloto no cockpit: http://bit.ly/cfpe37

  39. Hernand disse:

    Percebi que o Glock no momento da transmissão!

  40. João O. disse:

    Capelli, parabéns! Deveras interessante o seu post.
    Também recomendo que o Galvão leia esse post. Mas que ele dê os devidos créditos ao nosso paladino dos pitacos da F1. =)

  41. RT @ivancapelli: Um guia capellesco para que você nunca mais confunda dois carros de F1 da mesma equipe. Acredite, é fácil! http://bit.ly/cfpe37

  42. fdaneluzzi disse:

    Excelent!! RT @ivancapelli: Um guia capellesco para que você nunca mais confunda dois carros de F1 da mesma equipe. http://bit.ly/cfpe37

  43. Marcio TM disse:

    Pintar nº em tamanho decente, NEM PENSAR? RT @ivancapelli: nunca mais confunda 2 F1 da mesma equipe. Acredite, é fácil! http://bit.ly/cfpe37

  44. RT @ivancapelli: Um guia capellesco para que você nunca mais confunda dois carros de F1 da mesma equipe. http://bit.ly/cfpe37

  45. felipe disse:

    percebi isso qdo lancaram os cadernos da f1

    o do massa tinha esse bagulho amarelo aih na epoca.
    desde entao sempre usei isso. o problema eh q muda todo ano…

  46. Marcus Lellis disse:

    RT @grandepremio Um detalhe que faz a diferença. A T-Cam é o novo conceito de identificação da F1. @ivancapelli conta: http://is.gd/b74eQ

  47. I did notice the cameras in diff colours, always knew Kimi's :( and Lewis's, but didn't know the # rule. Cool: http://tinyurl.com/yfwgeru

  48. Nita Pereira disse:

    RT @ivancapelli: Detalhe que faz a diferença http://bit.ly/cV7wdn

  49. RT @grandepremio: Um detalhe que faz a diferença. A T-Cam é o novo conceito de identificação da F1. @ivancapelli conta aqui: http://is.gd/b74eQ

  50. Ótimo post do ótimo blog de @IvanCapelli sobre como diferenciar os carros das equipes da #F1, aqui: http://bit.ly/bI853w

  51. charles hansen disse:

    Recomendo o Galvao Bueno ler o blog do Capelli. Ensinando a Globo a transmitir a corrida. Credito ao “paladino mascarado da f1″

  52. Um detalhe que faz a diferença. A T-Cam é o novo conceito de identificação da F1. @ivancapelli conta aqui: http://is.gd/b74eQ

  53. João Gabriel disse:

    Aí, sim. RT @ivancapelli: Um guia capellesco para que você nunca mais confunda dois carros de F1 da mesma equipe. http://bit.ly/cfpe37

  54. RT @ivancapelli: Um guia capellesco para que você nunca mais confunda dois carros de F1 da mesma equipe. Acredite, é fácil! http://bit.ly/cfpe37

  55. Cesário F3 disse:

    RT @ivancapelli: Um guia capellesco para que você nunca mais confunda dois carros de F1 da mesma equipe. Acredite, é fácil! http://bit.ly/cfpe37

  56. Leandro Ferreira disse:

    Lembro-me que em 2000, a Ferrari utilizava um ponto amarelo, semelhante a uma bola de tênis, pra distinguir Schumacher e Barrichello. Até o alemao estrear o capacete vermelho.

  57. Hamilton_k disse:

    além do detalhe amarelo na câmera do segundo carro, as equipes costumam colocar outros detalhes amarelos no bico e aerofólios. Isso é muito comum na Ferrari, já há mais de 15 ou 20 anos, até.

  58. Mandruwá disse:

    Percebi isso a dois anos atrás, na pura cagada. Bem… não tão cagada, mas observando. um dia, peguei um vídeo de uma corrida, q ñ me lembro bem qual era, e fui observando as cores e marcando por piloto. Não deu outra: Camera vermelha no número mais baixo, amarela no mais alto. Mas ñ contem pro Galvão.

  59. DúCardim disse:

    É mesmo ahha. Bom pilotos lerem este post tbm… RT @ivancapelli: Um guia capellesco Acredite, é fácil! http://bit.ly/cfpe37

  60. Ótimo guia rápido para ter junto na hora da corrida…

  61. Adriano Santi disse:

    Boa, nunca tinha reparado nesse detalhe! Valeu a dica, Capelli!

    • Jonas Martins disse:

      O detalhe é bacana, mas não passa de mais uma besteira da F-1 atual… O melhor mesmo são os números grandes, assim além de facilitar a identificação os pilotos criariam um vinculo com o número, assim como na Nascar e na F-1 antiga em que os números pertenciam as equipes, e apenas a equipe do piloto campeão mudava para a próxima temporada…

      • Tortugo disse:

        Os tempos são outros, as coisas funcionam diferentemente de outrora. Temos de nos adaptar, sinples assim.
        Boa dica, Capelli!

        Boa Páscoa a todos.

      • Ferrara disse:

        Gosto do sistema de numeração, seguindo a ordem do campeonato anterior. Mas concordo com o Jonas diz dos números grandes. Não vejo motivo para não ser assim, fica aqueles numerinhos, mal dá para ver de perto. Tem carro que leva tempo para acharmos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>