MENU

21 de fevereiro de 2012 - 12:26Análises, Automobilismo, Novos carros

Baioneta

A surpresa foi um pouco estragada pelos “spy shots” feitos no shakedown em Silverstone na semana passada, mas no fim das contas, não haveria muita surpresa mesmo. O F1 W03, o novo carro da Mercedes, foi apresentado hoje em Barcelona junto a um discurso bastante honesto da equipe: “não há grandes novidades, o carro é uma evolução”. O bico tem degrau ornitorríntico para se adequar ao novo regulamento. Prateado, parece uma baioneta. E eu, que apostei num bico baixo ao estilo McLaren, caí do cavalo. Incrível como consigo errar sempre.

Mas quem não pode errar mais é a própria Mercedes. Em bom e chulo português, 2012 é o ano para a equipe cagar ou desocupar a moita. Já foram dois anos de investimento pesado da montadora alemã na Fórmula 1 após a compra do time de Ross Brawn e os resultados, até aqui, foram pífios. Uma primeira fila e três pódios em 38 corridas, sendo que todos eles obtidos em 2010, é muito pouco para quem investiu numa equipe que foi campeã do mundo em 2009. O papel de quarta força no campeonato, apanhando feio da McLaren que hoje é apenas uma parceira que usa seus motores, é pra lá de desconfortável.

Ross Brawn, Nico Rosberg e Michael Schumacher tentam disfarçar, mas a verdade é que todos estão sob grande pressão. Se o time não deslanchar nesta temporada, mudanças profundas podem vir para o ano que vem. Do jeito que está, não pode ficar.

Comentários do Facebook

comentários

23 comentários

  1. Hugo Becker disse:

    Tenho a impressão de que a Mercedes fará uma boa temporada em 2012. O problema é que a princípio, também fico com a sensação de que outras equipes de meio de grid (Force India e Toro Rosso, sobretudo) também flertarão mais vezes com o pelotão da frente, principalmente por terem duplas melhores em comparação a 2011.

    Seria legal demais ver as Flechas de Prata brigando por vitórias. Mas acho isso improvável, pra não dizer impossível.

    Abs

  2. Mauricio disse:

    Por ter sido a equipe campeã em 2009, superestimam o espólio que a Brawn vendeu paa a Mercedez.
    A verdade é que aquele carro, apesar de ter sido campeão, nao era grande coisa. A Honda falida tinha problemas sérios de estrutura, como túneis de vento que davam informações desencontradas e coisas do tipo.
    O que correu naquele ano foi que Ross Brawn se valeu de informações privilegiadas sobre o novo regulamento (que ele mesmo ajudou a elaborar…). Quando as outras equipes tiraram o atraso a Brawn se arrastou no final da temporada, tendo sido superada em desempenho por Red Bull, McLaren e até a Ferrari.

  3. Alexandre Lourenço -SP disse:

    É por esses motivos e outros mais meu caro Ricardo que acho que o Rubinho pode voltar para a F-1 , acho uma boa ele ir pra Indy para respirar novos ares e não perder o ritmo,Williams e Mercedes dando tiro no escuro a custo de milhoes e milhões de Euros um dia esse barco pode afundar e bye bye recorde de gps disputados o alemão!!!

  4. Gilmar disse:

    Chamem o Barrichello!!!

  5. Ao Ricardo Domingues disse:

    “Ricardo tomou o remédio errado. Em vez de tomar a pílula para antes de dormir, ele tomou sua pílula do dia. Ele ficou confuso e não sabe o que está dizendo. Eu sugiro que da próxima vez ele tome a medicação correta antes de começar a falar e que também mude de médico”

    Porque esse papo que Schumacher só conseguiu ser campeão na Ferrari graças o Rubens só me faz rir! Quando Rubens chegou na equipe em 2000 depois de alguns meses ele mesmo admitiu que tudo era novo e tinha muito que aprender com o carro e com uma equipe de ponta, portanto os títulos de Schumacher na Ferrari é mérito dele Schumacher junto a equipe, o carro campeão de 2000 já era evolução dos carros 98/99, se não fosse a perna quebrada em 99 com certeza Schumacher já seria campeão, a sequência de títulos se deve desde os carros anteriores a 2000.

    Se for observar, Rubens APANHOU FEIO 2 anos até pegar a “mão” do carro Ferrari, em 00 e 01 Rubinho foi um fiasco, o mesmo se repetiu nos anos de 03 e 05.

    Em 2000 chegou atrás do Coulthard que era capacho do Hakkinen:
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Temporada_de_F%C3%B3rmula_1_de_2000

    Em 2001 novamente chegou atrás do Coulthard, sem vencer uma corrida!
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Temporada_de_F%C3%B3rmula_1_de_2001

    Em 2003 chegou atrás de 2 pilotos com pouca experiência, Raikkonen e Montoya.
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Temporada_de_F%C3%B3rmula_1_de_2003

    Em 2005 fiasco total, chegou atrás de Trulli,Ralf e Fisichella
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Temporada_de_F%C3%B3rmula_1_de_2005

    Bom que se diga, o carro Ferrari sempre foi complicado de se ajustar ao estilo de pilotar, por isso ficou na fila por anos na busca de títulos. Em Mônaco vencer de Ferrari é coisa raríssíma, o carro nunca se deu bem nessa pista, é nessas horas que se percebe o que um grande piloto é capaz. Na Ferrari apenas 2 pilotos marcaram década, Lauda nos anos 70 e Schumacher década de 2000, vamos ver se Alonso também é capaz, mas ele já pegou a equipe em alta sem crises, mesmo assim não esta sendo fácil chegar ao título, ele já sentiu que é complicado deixar o carro “afinado”. Ele passa pelo mesmo processo de Schumacher, é a equipe que tem que chegar ao nível do piloto e não o contrário. Alonso com certeza vai chegar ao Tri na Ferrari, questão de tempo!

    Schumacher NUNCA dependeu de Rubens para nada! Compare o que conquistou o alemão e o brasileiro até 99, antes de correrem juntos na Ferrari. Schumacher começou por baixo na Benetton, pegou a Ferrari em baixa, e em 99 os “números” do alemão já impressionavam, e nem era época de domínio absoluto como foi nos anos 2000.

    Schumacher(diplomado)
    127-corridas
    2-títulos
    35-vitórias
    23-poles
    39-M.Voltas
    71-pódios

    Rubinho(no pré-primário)
    113-corridas
    0-títulos
    0-vitórias
    2-poles
    0-M.Voltas
    6-pódios

    Chega ser hilário Rubinho querer tratamento igual na Ferrari, Schumacher chegou como Bicampeão na Ferrari e exigiu o mesmo que Piquet quando chegou na Williams em 86(ou Alonso na Mclaren em 07). Só a Ferrari foi honesta e cumpriu o acordo, Piquet e Alonso ficaram na mão por culpa da patriotada inglesa, Mansell e Hamilton eram ingleses…

    Se a Williams fizesse valer o contrato de Piquet como primeiro piloto, hoje o Brasil teria um tetracampeão, o mesmo aconteceria com Alonso, ele seria tri ou até tetra na Mclaren com os títulos de 07/08. Hoje Alonso entende perfeitamente o que é correr pela Ferrari, se mostrar “serviço”, a equipe jamais vai virar as costas como aconteceu na Mclaren em 07.

    Pilotos sempre foram egoístas por natureza, mas fazem isso porque em muito casos foram eles quem colocaram a equipe novamente no topo, exigem muito da equipe, mas também fazem muitos sacrifícios. Schumacher interrompia férias para treinar, fora isso, testava por meses super esportivos de rua da Ferrari, onde estava o Rubinho nessas horas? Devia estar passeando na Disneylândia comendo hamburguer, ou de férias em casa…reclamando da equipe.

    Só pra lembrar, o Rubinho já era motivo de piada antes de ir para a Ferrari, o quadro “Rubinho pé de Chinelo” do Casseta & Planeta, foi criado em 1998, disso ninguém pode culpar Schumacher ou a Ferrari. Rubens NUNCA se manisfestou contra essa brincadeira da emissora, mas entrou na justiça por causa de comunidades que metiam o pau nele no Orkut. Rubinho sempre foi meio “global”, sempre gostou de ser BAJULADO, nunca bateu de frente com a emissora por essa brincadeira, que aliás, fez muito mal, porque depois disso, ele ficou definitivamente conhecido como “Rubinho pé de Chinelo”.

    “Rubens alegou que não tinha para onde ir e por isso ficou na Ferrari até até 2005″

    Não justifica, Rubens entrou na Formula 1 em 1993, mas D.Hill e Villeneuve foram campeões pela Williams em 96 e 97. Hakkinen foi campeão pela Mclaren em 98 e 99, e esse começou por baixo nessa equipe em 1993. Alonso pegou a era de “ouro” de Schumacher, também começou por baixo na Renault em 2003, o carro esse ano estava atrás de Williams, Mclaren e Ferrari. Mesmo assim o espanhol conseguiu vencer uma bela corrida na Hungria. Em 2005 foi beneficiado pelo regulamento que tinha a intenção de FERRAR o domínio da Ferrari, mesmo assim ninguém pode minimizar Alonso, pois ele junto a equipe conseguiram desenvolver o carro até as vitórias e títulos, provando que era um piloto DIFERENCIADO. O mesmo se repetiu em 09 quando a Renault estava uma carroça na pista, Alonso venceu brilhantemente o GP do Japão nesse ano.

    Já Rubens querendo ou não, só conseguiu vencer na Formula 1 quando pegou carro “EMPRESTADO” do Schumacher, pois foi o alemão quem levou a Ferrari ao topo, quando Rubinho venceu seu primeiro GP na F1 a Ferrari já era vencedora, e disputava títulos. Rubens nunca teve capacidade de desenvolver um carro até a vitória, sequer conseguiu vencer uma corrida a frente dos companheiros de equipe: Hebert,Schumacher e Button…

    Kimi correu por anos na Mclaren, se encheu dos erros da equipe e foi para a Ferrari, acabou campeão de forma espetacular “puxando” o tapete de Hamilton, Alonso em 07.

    Esportivamente, Rubinho só fez escolhas erradas, e é fato que o alto salário na Ferrari influenciou a ficar na equipe por 6 anos!

    Por patriotismo ou não, uma coisa é torcer em sã conciência admitindo que o piloto é LIMITADO, outra é ir pela patriotada insana da Globo-Galvão, achando que Rubinho sempre foi piloto fora de série, “o novo salvador” da F1, o problema é que, quando Rubinho errava na pista, ele nunca era o errado, na Ferrari sempre a equipe ou o companheiro eram os grandes vilões, e Rubens raramente admitiu seus erros. Em pelo menos 3 equipes Rubens foi taxado de piloto reclamão: Jordan, Ferrari e Williams!!! No GP da ESP 09, Rubinho fez o maior “carnaval”, ameaçando abandonar a equipe e a F1 se Button fosse favorecido, então foram 4 equipes, sempre reclamando!!!

    Não vou dizer que Rubens foi covarde por fazer jogo de equipe (Schumacher nunca precisou disso para ser campeão, ele sempre estava muito a frente na tabela), jogo de equipe sempre existiu na F1 desde 1950, vários pilotos europeus fizeram isso, mas só deu CONFUSÃO quando teve brasileiro no meio. Em todo caso, em pelo menos 3 corridas(após o GP da AUT 02), Schumacher não atacou Rubens na liderança(isso ninguém lembra), aconteceu isso nos GPs: EUR/HUN/ITA em 2002, basta ver a diferença entre eles na bandeirada, sempre menos de meio segundo.

    Se a Ferrari errou na AUT 02, pelo menos Schumacher compensou em outros GPs no mesmo ano, o alemão poderia ter passado Rubens, mas não o fez para não gerar mais confusão, sempre chegando a menos de meio segundo atrás:

    GP Europa de 2002 +0.294
    GP Hungria de 2002 +0.434
    GP Itália de 2002 +0.255

    Fora aquele GP do USA no mesmo ano onde Schumacher tirou o pé na chegada para Rubens vencer!!! Schumacher corrigiu como “juros” não atacando Rubens em 3 GPs e entregando a vitória no GP do USA. Portanto, Rubens-Galvão-Globo e a pachecada não tinham que ficar choramingando na mídia, o mundo todo sabia que Schumacher era primeiro piloto, foi ele quem colocou a Ferrari de volta as vitórias, logo ele sempre seria o líder na equipe. Se não estava bom para Rubens, porque quis ficar na Ferrari por 6 anos? Outra corrida que o alemão não atacou Rubens foi o GP de Monza em 04!

    Arnoux em 82, Piquet em 87, Prost em 89, Mansell em 90 e Alonso em 07 cairam fora quando sentiram que a equipe favorecia o companheiro, porque Rubens quis ficar tanto tempo na Ferrari? Se o Rubinho era grande acertador de carro e fera na chuva, porque não fez como Alonso na Renault? O espanhol começou por baixo nessa equipe e chegou ao Bicampeonato. Schumacher fez isso em duas equipes Benetton e Ferrari, o alemão nunca pegou carro pronto pra vencer e disputar títulos(caso de Lewis). Schumacher sempre teve que trabalhar duro desenvolvendo o carro para chegar ao sucesso. O alemão deixou a Benetton que vencia tudo em 94/95 para correr em uma Ferrari que não vencia nada, os italianos foram apenas foi leal com o alemão, ele sempre seria o líder na equipe!!!

    Se tiver que chamar Rubens de covarde por fazer jogo de equipe, o mesmo tem que ser dito a outros pilotos, entre eles: Cevert, Regazzoni, G.Villeneuve e Peterson, Berger,Patrese, Coulthard etc…que, em algum momento da carreira tiveram que fazer jogo de equipe para ajudar o companheiro(com Peterson foi muito pior que Rubens, pois ele tinha condições de ser campeão em 78, mas foi impedido pelo contrato, era comum ver Peterson “colado” em Andretti na pista, mas sequer podia ultrapassar). Rubens nem disso pode reclamar, geralmente estava longe do alemão na pista e na tabela.

    Lembrando que, Berger em VÁRIAS corridas em 90/91/92 não atacava Senna para não tirar pontos do brasileiro, isso também caracteriza jogo de equipe. Em muitas situações Berger era mais rápido que Senna na pista, mas não atacava porque sabia que tudo na equipe era feito em cima do brasileiro. Mclaren podia fazer isso com Senna e a Ferrari não com o alemão? Gilles Villeneuve estava na briga pelo título em 79, mas em Monza recebeu ORDENS direta de Enzo Ferrari para não atacar Scheckter na corrida, Enzo disse na cara de Gilles que o título de 79 era de Scheckter, e ninguém satanizou a Ferrari por isso! Vários pilotos(endeusados) na F1 no passado foram favorecidos…vamos parar de ser um bando de chorões!!!

    Globo e Galvão tentou fazer de tudo para convencer os pachecos “teleguiados”, que Rubens era piloto do nível de: Prost, Senna, Piquet, Schumacher, Alonso, Vettel e Hamilton…mas Rubinho provou em 09 que, sequer estava no nível de um bom piloto como Button(considerado mediano na época), mas que provou ao mundo que tinha CAPACIDADE de chegar ao título.

    Acompanho a F1 a mais de 30 anos, mas não precisa disso para saber quem são os verdadeiros grandes pilotos…ou pelo menos, bom o suficiente para ser campeão.

    Rubinho colocou a culpa nos freios em 09, mas Schumacher já teve esse problema na Ferrari nos anos 90, exigiu troca imediata do sistema COMPLETO!!! Rubinho preferiu ficar mudo em 09, lembrando que, ele em muitas corridas na Brawn em 09 cometia erros primários comprometendo a disputa na tabela.

    Enquanto isso, Button era veloz, preciso e cerebral, quanto tinha carro bom, o inglês conseguia poles e vitórias, quando o carro não tinha chance de vitória, apenas administrava as corridas, e em muitos casos chegou a frente de Rubens. Isso na segunda metade da temporada, época que a Brawn GP já não tinha o melhor carro, sendo superada pela RBR.

    Como posso defender Rubens, se com grandes carros sequer conseguia superar as adversidades? Olha o caso do mesmo Button em 2011, ele não teve o melhor carro, mas fez várias corridas espetaculares. Isso Rubinho não conseguia fazer com frequência nos tempos de supremacia da Ferrari, anos de 01/02/04. Rubens sequer conseguiu se destacar nas 7 primeiras corridas em 09, época de domínio da Brawn GP, e quando teve 2 corridas na chuva em 09, quem foram os vencedores?

    Button e Vettel, Rubinho nas duas foi um fiasco!!!

    Rubens foi um bom piloto-limitado, do nível de um Irvine, com capacidade apenas para vencer algumas corridas com carro PRONTO pra vencer, quando teve a grande chance de ser campeão em 99, Irvine também PIPOCOU!!! Só pra lembrar, com Schumacher lesionado em 99, Irvine virou líder na equipe, mas em poucas semanas arrumou confusão com ninguém menos que…J.Todt. Resultado, não foi campeão! Bem feito, em vez de ficar arrumando briga na equipe, tinha que ficar focado as corridas. E olha que Schumacher entregou uma vitória a Irvine em 99, nem assim conseguiu ser campeão!

    Rubinho sequer disputou o título de 09, nunca botou pressão no inglês na tabela. Pra piorar, Button ainda disse que só se preocupava com os pilotos da RBR, mostrando a todos que Rubens estava sobre “controle” no campeonato.

    Se Rubens tem 11 vitórias é graças a época da Ferrari em alta, graças ao Schumacher que já tinha colocado a equipe no topo, pra vencer a primeira corrida na F1 Rubinho teve que pegar carro “emprestado” do alemão, isso é fato.

    Rubinho na minha opinião, sempre foi:

    “suposto piloto muito bom de chuva”

    “suposto piloto grande acertador de carro”

    A realidade mostra justamente o contrário do que narrador Galvão sempre disse.

    Quantas corridas Rubens venceu na chuva? Olha o Button, tem 12 vitória e pelo menos 5 ele venceu na chuva de forma espetacular(o recorde é de Schumacher com 25 vitórias em piso molhado). Rubinho que me lembre, só venceu o eterno GP da ALE 2000 e a pista nem estava toda molhada, apenas 30%, parte do miolo, foi uma grande vitória, mas um caso isolado na carreira do brasileiro.

    Rubinho nunca foi capaz de fazer um carro inferior chegar a vitória, seja por acerto do carro ou por pilotagem, mas pilotos como: Panis, Frentzen, D.Hill e Fisichella venceram pela Ligier e Jordan. Rubinho ficou 4 anos na Jordan e 3 na Stewart e nunca conseguiu esse feito.
    Até Hill venceu na chuva com Jordan, mostrando que podia superar as adversidades de uma corrida complicadíssima como foi aquela na BEL 98.

    Na Stewart Rubens teve que “engolir” a vitória do companheiro Hebert em 99 no GP da Europa na chuva. Curiosamente o mesmo se repetiu na Honda com Button no GP da Hungria em 2006, o inglês largou em 14º na chuva e venceu de forma espetacular. Onde foi parar o “Rubinho muito bom de chuva” para bater Hebert e Button e vencer essas 2 corridas? Rubinho SEMPRE tomou risco no capacete dos companheiros de equipe, essa que é a verdade.

    Basta lembrar a pole de “Huck”, justo em Interlagos(quintal dos brazukas), pista que Rubens conhece muito bem, Hülkenberg nunca tinha corrido nessa pista, chegou e fez pole na chuva.

    Duro mesmo foi ver Rubinho jogar a chance de “ouro” no lixo em 09, sequer conseguiu ser vice, sendo ainda superado pelo novato Vettel.

    Rubinho tomou surra do companheiro de equipe em: 00/01/02/03/04/05/06/07 e também em 09, muita coisa não?

    Rubinho na pista só conseguia impressionar a cada 19, 29, 39 corridas…a pergunta que fica é:

    “Porque Rubens nunca foi o Barrichello dos GPs da ALE00/ING03/ITA09?”

    Simples, porque ele nunca foi um piloto “diferenciado” como Schumacher, Alonso, Hamilton, Vettel, etc…esses fizeram e fazem diferença até com certa facilidade, mostrando talento de sobra.

    Vamos ser coerentes, para Rubinho ser campeão, tinha que ser meio na base como foi o criticado D.Hill em 96, mas o curioso é que Hill pelo menos fez o BÁSICO, bateu o companheiro e foi campeão, e Villeneuve que era apenas novato, foi vice vencendo 4 corridas. Rubinho com anos de F1 venceu apenas duas corridas em 09 e nem vice foi. Será que é Hill o piloto fraco, ou Rubinho que não teve capacidade de bater Button?

    Massacraram muito D.Hill, mas pra quem veio das motos e disputou apenas 7 temporadas completas, Hill não fez feio, muito pelo contrário:

    Largadas-115
    Títulos-1
    Vitórias-22
    Pódios-42
    Pontos-360
    Pole positions-20
    Voltas + rápidas-19

    Hill perdeu 2 títulos em 94/95 antes de ser campeão em 96 e foi duramente criticado, mas isso também ocorreu com Prost em 83/84, e em 85 Prost foi campeão com um carro muito superior em cima de Alboreto, um piloto que nunca foi campeão! Prost ao final de 84 era visto como “segundinho” por muitos, por pouco não vira fiasco! D.Hill não teve outra chance em equipe de ponta, mas depois venceu de Jordan na chuva em 98, e por pouco não vence de Arrows em 97, no GP da HUN Damon liderava, mas teve problemas nas voltas finais, perdeu a liderança na última volta pra Villeneuve, mas Hill provou que era um bom piloto, não esperacular, mas pelo menos bom o suficiente para ser campeão.

    Eu me lembro muito bem da pachecada esculachar no ínicio de 09:

    “Rubinho vai massacrar Button!!!”

    Pois é, ocorreu justamente o contrário, paciência!

    O problema de Rubinho foi fácil de perceber, quando se destacava era tarde demais, ele fez ótima corrida em ABU 2011, mas o novato Maldonado muito antes, fez duas belas corridas em MON e BEL, em Mônaco ele se classificou muito bem(8º),largou bem e fazia uma corrida até espetacular pelo carro que tinha, mas infelizmente Hamilton o tirou da prova, poderia ter chegado em 7º, pois Lewis chegou em 6º. Na Bélgica, Maldonado largou em 21º e chegou em 10º, para um novato foram duas grandes performances. Lembrando que o venezuelano foi 3 vezes ao Q3(Rubens nenhuma), Barrichello em 2011 tomou sufoco de um novato, isso é fato, e como sempre ficava na reclamação!

    Schumacher chegou duas vezes atrás de Rosberg no mundial, um piloto já experiênte veloz-eficiente e nem por isso Schummy fez “carnaval” na equipe, o velho alemão mostrou evolução como piloto em 2011, coisa que Rubens não conseguiu diante de um novato pagante.

    Rubinho podia ficar mais 10 anos na F1, esse não é o problema, o que ninguém aguentava mais é ele vir com aquele eterno papo-furado:

    “Ainda posso vencer corridas e até ser campeão”

    Pra Rubens vencer uma corrida com carro superior era um Deus nos acuda, imagina querer vencer com Williams?

    Rubens não foi campeão na época de tinha pilotos como:

    Anos 90:
    Schumacher/Hill/Villeneuve/Hakkinen

    Anos 2000:
    Schumacher/Alonso/Kimi/Button

    Não ia ser agora que ia ser campeão com feras como:
    Vettel/Alonso/Hamilton/Button

    Pode colocar Rubens do lado desses pilotos na mesma equipe, é surra na certa!!!

    Os torcedores no Brasil vivem dizendo que Hill, Villeneuve, Hakkinen, e Button foram campeões fracos, mas eles chegaram ao sonhado título, Rubinho não teve essa capacidade!

    Rubens faz jus ao recorde de participações em corridas, ele apenas PARTICIPOU da F1, não foi piloto fora de série em poles, vitórias ou m.voltas. Não venceu vários campeonatos, não venceu várias corridas na chuva, não desenvolveu carros medianos até a vitória(ou conseguiu isso no “braço”), Rubinho foi apenas MAIS UM bom piloto-limitado que passou na F1!!!

    Vindo de um país que sempre se lixou para o esporte a motor(digo na parte de investimento, parte de oba-oba, somos campeões), acho que Rubinho, Massa e Bruno Senna nos últimos anos estava de bom tamanho…

    Isso que dá, ficar dependendo sempre de “salvador da pátria”, palmas para a Alemanha, eles não dormiram em berço esplêndido na era de ouro Schumacher, investiram em pilotos de base, e hoje dominam a F1. Nas últimas 18 temporadas a Alemanha conquistou metade dos títulos(9), e já soma:

    124 vitórias
    109 poles
    109 M.Voltas
    276 pódios

    É a vez dos alemães fazerem a festa na F1! Será que o torcedor alemão acha a F1 dos últimos 20 anos chata?

    E o Brasil, o que fez na última década para forma um grande piloto pra chegar a F1? Não fez absolutamente NADA, quem conhece o automobilismo de base(monoposto) no Brasil sabe disso.

    “Quem esta chato, a Formula 1 dos últimos anos, ou a pachecada que só sabe reclamar e não enxerga a realidade?”

    Não temos um piloto fora de série a anos, esse é o grande problema, Massa estava indo bem, com o vento a favor podia até chegar ao título, mas sofreu o acidente, paciência!

    Não se iludam com Bruno Senna, a Williams apenas trocou um “Barrica” por outro, hoje o Brasil só PARTICIPA da F1!

    Vitórias se acontecer com Massa, vai ser coisa raríssima, título…pode esquecer!

    Cada povo tem o que merece, isso que dá só investir tudo em um determinado esporte, caso do futebol. Esse esporte sim, tinha a OBRIGAÇÃO de vencer sempre, não é o que acontece. Basta ver a última Copa, os últimos jogos da seleção, e o jogo Santos x Barcelona…verdadeiro vexame!!!

    Seleção Brasileira perder 4 pênaltis, tenha dó, isso só acontece com um bando de CAGÕES DE MERDA!!! Jogador no Brasil só quer saber de dinheiro e virar celebridade na frente da tv.

    E mesmo assim, o torcedor continua carregando “caminhões de merda” pelos jogadores, hoje a bola da vez é o Neymar. É outro que virou DEUS no país do futebor…

    Ricardo Domingues não percebeu ainda que, a Mercedes “herdou” aquela Brawn GP já em decadência da segunda parte da temporada e não aquela vencedora do início da temporada. Tudo na equipe passou por reformulação, a Mercedes praticamente começou do zero em 2010, e leva anos para uma equipe se organizar e chegar ao topo, a RBR levou 5 anos para vencer o primeiro GP, e já tinha Newey na equipe, mas só foi vencer com Vettel ao volante. A Mercedes entrou de forma muito tímida em 2010, em termos de estrutura ainda esta longe das poderosas Ferrari, Mclaren, mas pode fazer como a RBR que não é equipe de fábrica, mas precisa de tempo.

    A Mercedes já admitiu querer renovar contrato com Schumacher, já Rubens foi dispensado da Formula 1 sem festa de despedida, mas ele forçou pra isso acontecer…

  6. ricardo domingues disse:

    Essa equipe desandou depois da saída do Rubens Barrichello. O Schumacher já mostrou que sem o Rubens não consegue ganhar nada, quem fazia o serviço sujo de achar os setups básicos da Ferrari era o brasileiro. Ross Brawn sabia disto que preferiu o Rubinho do que o Tartaruga Senna na Brawn GP. Não sei de o Rubinho andaria novamente como companheiro do Schummy, mas a Mercedes errou em deixar o brasileiro ir embora para Williams em 2010. Acho que a Williams vai cair de vez sem o Rubens. E as outras equipes são idiotas em deixar o Rubens ir para Indy, se eu fosse a Lotus, teria colocado o Rubens como companheiro do Kimi.
    Acho que a Mercedes/Ferrari tem q tomar cuidado com a Force India, se não vão ficar para trás desta equipe também.

    • Glaucio Branco disse:

      mesmo com toda a competencia do Rubens, é forçar demais a barra dizer que o alemão nao sabe acertar carrosa.. 7 x campeao mundia e tb levou 2 equipes do meio do pelotão para o titulo (bennetton e Ferrari).

      só para esclarecer.. sou fã do Rubens, mas não sou cego !!

    • Diego Queiroz disse:

      Ah sim. E foi o Rubens Barrichello quem acertou o fabuloso carro de 2011 da williams também.
      Esses pachecos que só repetem o que escutam nas transmissões da Globo matam a gente!!!

  7. Dr. Walter Bishop disse:

    Sugestão: Quando começar a temporada, desenhe a sua Leyton House com o bico ornitorrinco, com o piloto dizendo: “Feio é ficar em último!”
    ; )

  8. Andreluis disse:

    esse carro com Michael na frente vai ser outro fracasso. O NICO vai continuar dando pau no alemão.

  9. Laysson disse:

    Acho difícil a equipe dar um salto alto o suficiente pra brigar pelos títulos. Se voltarem a frequentar o pódio talvez ano que vêm haja uma chance. Lembro que durante esse ano a Mclaren sinalizou continuar com os motores alemães após o término do contrato, creio que 2015. Se a coisa não melhorar em Brackley, creio que a Mclaren deva voltar a ser tratada como equipe de fábrica da Mercedes.

  10. Danilo Candido disse:

    Toyota II, A Missão ?

    • diogo maed disse:

      Boa, gostei.

      A verdade é que a Mercedes tem quase tudo que uma equipe precisa para ser campeã: pilotos de ponta, dinheiro e um excelente motor. Só falta a sorte de aliar um bom chassis que agrade a um dos 2 pilotos.

  11. Lucas R disse:

    O desempenho da equipe para a temporada é um grande ponto de interrogação.

    Mais investimentos foram feitos, engenheiros foram contratados e até a AMG entrou na jogada.

    A equipe está fazendo o que pode para mostrar a que veio. Será que as novidades trazidas para 2012 finalmente surtirão o efeito desejado? Eu espero que sim.

  12. Marcelonso disse:

    Capelli,

    O alto clero da montadora não deve estar contente com a papel da equipe até agora. O “pernilongo prateado” tem que fazer por onde, senão a coisa vai ficar feia…

    abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>