MENU

13 de fevereiro de 2012 - 17:01Curiosidades, Pergunte ao Capelli

Pergunte ao Capelli – 8ª edição

Sim, o infame “Pergunte ao Capelli” está de volta. Os leitores perguntaram por aqui e agora o post foi atualizado com as respostas. Na semana que vem, nova rodada de respostas absurdas para perguntas inteligentes. Você só lê aqui.

P: Se eu der uma volta com um protótipo de endurance nas ruas, o que acontece? (Edson Tamandaré)
R: Vai tomar uma multa por excesso de barulho. E, se estiver em SP, vai rodar na inspeção veicular.

P: Por quê voltou? (Leandro Miranda)
R: Porque voltei.

P: Capelli, em alguns circuitos os carros de 2011, com V8 2.4 e 770 cv, foram mais rápidos que os da temporada de 2005, que tinha os V10 de 1.000 cv. As mudanças do regulamento para 2012, notadamente a mudança do difusor quente, deixarão os carros muito mais lentos em relação ao ano passado? É possível fazer alguma comparação de desempenho? (João)
R: Difícil avaliar por enquanto, mas acho que eles ficarão um pouco mais lentos sim. O fato da Mercedes velha (que já não era grande coisa) ter andando bem na frente pode indicar isso.

P: Na sua opinião, qual era a ordem de forças das equipes nas temporadas 85,86 e 87? (Leandro)
R: Em 1985 a McLaren era bem superior às demais equipes, seguida de Ferrari, Williams e Lotus. No final da temporada, a Ferrari começou a quebrar pra caramba e a Williams e o motor Honda se acharam. Assim, as duas trocaram de posições. Em 1986, a Williams estava claramente à frente, seguida de McLaren, Lotus e Ferrari. Em 1987, a ordem foi Williams, Lotus, McLaren e Ferrari. No final da temporada, a Ferrari cresceu e virou a segunda melhor equipe.

Schumacher na Ferrari Poltrona-da-Vó

P: Fora 2012, quais foram as temporadas que produziram uma leva de carros feios? (Maxwell Medeiros)
R: Lembro de 1976 e 1996. Em 76, as entradas de ar do motor cresceram descontroladamente e geraram uma categoria bizarra. A Ligier Bule-de-Chá era o maior expoente dessa era, que durou apenas três corridas. A partir do GP da Espanha, a organização do campeonato regulamentou as entradas de ar e todas diminuíram de tamanho. Em 1996 entraram em vigor as proteções para cabeça dos pilotos. Tateando a nova regra, as equipes desenvolveram cockpits largos e cheios de estofamento, parecia que os pilotos estavam sentados numa poltrona. Coisa esquisita.

P: O que você acha das promessas brasileiras Felipe Nasr e Pietro Fantin? Há outro que tenha lhe chamado a atenção e tenha chance de chegar a F-1? (Danilo)
R: Ainda é muito cedo, difícil prever qualquer coisa antes que cheguem pelo menos à GP2. Fizeram uma onda com o Pizzonia na F3 inglesa e deu no que deu.

P: Bruno disse que em entrevista a jornalistas espanhóis que os testes de performance seriam feitos em Barcelona, podemos esperar uma Williams mais rápida em Barça? (Mario Sérgio)
R: Ele falou isso, então acho que podemos esperar sim. Mas todo mundo deve andar mais rápido em Barcelona, então talvez a ordem das coisas fique como está.

P: Rubens Barrichello seria mais respeitado aqui no Brasil se fosse de outra nacionalidade? Como o Galvão narraria uma corrida com Jean-Eric Vergne, Adrian Quaife-Hobbs, Ho Ping Tung, Charles Pic e Jeroen Bleekemolen? (Márcio Amaral)
R: Se fosse de outra nacionalidade, não digo que seria mais respeitado… acho que seria é ignorado. A turma daqui nem lembra direito do Riccardo Patrese, um piloto tão respeitável quanto ele. Sobre essa corrida imaginária, o Galvão ficaria com cãibras na língua.

P: Em sua renascida opinião, a Caterham leva jeito pra coisa? Marca seus primeiros pontos esse ano? Com quem? (Rafael Pereira)
R: Leva jeito sim. É a mais estruturada das novatas que entraram em 2010. Tony Fernandes sabe o que faz, está fazendo o time crescer aos poucos, de forma sustentada. Eu acho que marca pontos sim, com Kovalainen.

P: Acha que o Rubinho vai estar no grid da Indy esse ano? Acha que ele pode ser campeão em um curto periodo de tempo? (Alves)
R: Ao que tudo indica, vai correr lá sim. E acho que tem grandes chances de ser campeão logo, talvez até no primeiro ano. Ele é um baita piloto e a turma lá, em geral, é fraca. Há cinco ou seis ótimos pilotos, mas tem muita baba.

P: A Williams costuma testar com um tipo de pintura e correr com outro, depois. Este ano será essa a pintura mesmo? (Peba)
R: Sim, será esta pintura mesmo.

P: Você acredita piamente que as Mercedes estavam com o carro velho? Ou só com carenagem 2011. A luneta foi muito grande! (Dado Andrade)
R: Era o carro velho sim, justamente por isso. Com a mudança de regulamento, os carros tendem a ficar um pouco mais lentos este ano.

P: Haveria alguma chance da Ferrari estar blefando com relacao aos supustos problemas em seu carro?(Eduardo Netto)
R: Não, blefe não. O carro tem alguns problemas, mas também não é o fim do mundo.

P: E a Williams? vai pro buraco de vez? (Petrafan)
R: Creio que sim, torço para que não.

P: Capelli, você ressuscitou? (Patrick Vaz)
R: Tomei caldo de mocotó e aí, ó, fiquei forte.

P: O Montoya faz falta na F1? (Arthur Aleixo)
R: Faz… é um piloto-show e um cara bom de entrevista e polêmicas.

P: Caio Junior dura até o Grenal? (Marcelonso)
R: Já teve Grenal… agora só em decisão de turno, talvez. Acho que dura sim.

P: No duro: Senna dura essa temporada? (Mandruvá)
R: Eu acho que dura sim, a menos que faça muita bobagem, o que não creio.

P: Quais empresas produzem os chassis das “equipes de GP2″ da Fórmula 1 (Hispania, Caterham e Marussia)?
R: Elas mesmas.

P: Quem é mais imortal? O nosso Tricolor ou o Rubinho no Automobilismo? (Sandro Auzani)
R: Olha, nosso tricolor não é mais imortal faz tempo, viu… até o Barrichello está ganhando da gente.

P: Se você fosse o substituto do Tio Bernie, qual seria sua primeira atitude dentro da F-1? (Alex)
R: Difícil essa… mas como o intuito é responder de bate-pronto: vendia. Hehehe.

P: Schumacher já não deveria ter ido pra casa? (Paulo Z)
R: Ele gosta do que faz, então faz bem em ficar lá. Mas hoje a F1 representa mais para ele do que ele representa para a F1.

Comentários do Facebook

comentários

60 comentários

  1. jugger disse:

    Se o motor turbo esta voltando, não seria interessante ressuscitar outras idéias antigas, como o carro com seis rodas (Tyrrel?), o carro asa, e porque não o carro charuto (motor dianteiro)? Ou ainda pirações como tração dianteira, e carros sem eletrônica (cambio manual, motor com carburador e giclê). Esta ultima seria interessante, pois se a F-1 é o laboratório das fábricas e a maioria dos carros usa tração dianteira e cambio manual, seria uma forma de se obter inovações nesta tecnologia.

    • Lucas R disse:

      …a F-1 é o laboratório das fábricas e a maioria dos carros usa tração dianteira e cambio manual, seria uma forma de se obter inovações nesta tecnologia.
      Discordo dessa parte. A Fórmula 1 é sim o laboratório das fábricas, mas eles estão mais focados em carros esportivos e com novas tecnologias. Carros como Porsche, Audi, Mercedes, Jaguar, Lamborghini, entre outros, utilizam em sua maioria câmbio [semi-]automático e alguns têm motor central ou traseiro.

      Câmbio manual hoje em dia é coisa do passado e só está nos carros de hoje devido a seu baixo custo, pois a tecnologia já evoluiu bastante, porém os preços nem sempre são acessíveis.

  2. Faço as perguntas aqui ou no Formspring?

  3. Ricardo disse:

    Nao sei o que é que “deu no que deu” com o Pizzonia.

    Olhando no retrospecto, sua passagem pela F1 se assemelha muito a do Bruno Senna. Nada marcante, mas nenhum desastre. Ambos nunca tiveram até entao uma real chance na F1.

  4. Márcio Borges disse:

    Capelli se os carros de F1 tivessem comandos de vávulas convencionais o que aconteceria?

  5. R. CASAGRANDE disse:

    É verdade que o Jacques Villeneuve tentou entrar na F1 em 2011 com uma equipe própria, mas foi barrado pela FIA?

    • Diego disse:

      Sim. Ele tinha um projeto em parceria com uma equipe de GP2 (se eu não me engano a Coloni) de montar outra equipe própria (lembrando que ele foi coproprietário da BAR, que depois virou Honda, Brawn GP e por fim Mercedes), mas a FIA vetou ele e mais outras candidatas como a lenda urbana Stefan GP e a Epsilon Euskadi (equipe do País Basco, na Espanha, que foi bem-sucedida em várias categorias como a World Series by Renault, mas que atualmente parece estar à beira da falência, tendo mudado o nome ano passado pra Epic e saído no fim do ano da World Series). O motivo foi que a FIA exigiu de todas essas equipes garantias de que elas teriam orçamento pra pelo menos 3 temporadas, o que, certamente ninguém tinha.

  6. Lucas R disse:

    Capelli,

    O nome oficial das equipes – que aparece nas tabelas de tempo, GCs da televisão e afins – deve ser composto pelo nome da equipe e mais o motor utilizado por ela, como em “McLaren-Mercedes” e “Williams-Renault”, por exemplo, certo?

    Por que é que a Sauber, entre as temporadas de 1997 e 2005, sempre apareceu como “Sauber-Petronas”, se ela sempre usava Ferrari? A Petronas teve alguma participação no desenvolvimento do motor ou nesse espaço após o nome da equipe não há a obrigatoriedade de se colocar o motor utilizado?

    • Diego disse:

      Na realidade o nome oficial das equipes, que consta no registro da FIA pode ser composto apenas do nome mesmo da equipe (normalmente acompanhado das expressões racing, F1 Team, GP, Scuderia, entre outros.) com o nome do patrocinador master e raramente do fornecedor de motores (atualmente só a McLaren tem o nome da fornecedora de motor associado ao nome oficial.). Nas transmissões, é exibido o “nome de guerra” da equipe e o nome do motor, não necessariamente o da verdadeira fabricante dele, basta o consentimento da fornecedora. A Petronas era patrocinadora master da Sauber e conseguiu autorização da Ferrari de dar nome a seus motores. Também pode acontecer de uma montadora nomear o motor de outra fabricante, geralmente independente, como foi o caso da Ford e a Cosworth, e é atualmente com a Renault e a Megatron. Não há regulamento que impeça essa prática.

    • Diego disse:

      É bom salientar que na Indy também ocorre isso. Das fornecedoras de motor que terão esse ano apenas a Honda é quem vai produzir mesmo. O da Chevrolet é produzido pela Ilmor e o da Lotus pela Judd (talvez o motivo da equipe KV ter rompido repentinamente sua parceria com a Lotus, já que o dono da KV, Jimmy Vasser, também é o dono da Cosworth, que diga-se está ameaçada na F1, pois só fornece motores para dois times medíocres e tem uma nova fabricante independente chamada Pure que já assumiu publicamente que tem intenção de tomar seu lugar na categoria.)

  7. Thomperson81 disse:

    Capelli, por favor, não fala que o Rubinho pode ser campeão na Indy ainda neste ano por a galera de lá ser fraca, pois isso demonstra total falta de conhecimento e familiaridade sua com a Fórmula Indy.
    O Rubinho vai correr numa equipe média (KV), e sem conhecer nenhuma pista do calendário, com um carro totalmente novo, ele já tem 40 anos de idade (será o mais velho do grid), e lá tem UMA GALERA MUITO FORTE SIM, como Dario Franchitti, Will Power, Scott Dixon, Tony Kanaan, Oriol Servia, Hélio Castroneves, entre outros. Pro Rubinho ganhar deles, vai ter que remar muito.
    Melhor seria se vc dissesse que o Rubinho poderia ter chance de ganhar alguma corrida em alguma das 2 próximas temporadas, e título mais a longo prazo. Mesmo que o Rubinho estreasse na Chip Ganassi ou Penske, seria dificílimo ele ser campeão logo no 1° ano.

    • Capelli disse:

      O carro é totalmente novo pra todo mundo… aí é que a coisa equilibra. A KV é média, mas é justamente num cenário como esse que as distâncias se reduzem drasticamente. E creio que o talento de Barrichello para auxiliar no desenvolvimento do carro deve levar a KV a um salto de qualidade.

      De resto, eu falei que lá existem cinco ou seis pilotos de alto nível. Você elencou… seis. Estamos falando a mesma coisa.

    • Diego disse:

      Rubinho tem 40 anos. Sim. E você acha que os pilotos de ponta da Indy tem 24, 25 anos? Quase todos os pilotos competitivos de lá já tem mais de 35 anos. Ao contrário da F1, onde as equipes preferem garotos, pra ganharem mais simpatia do público jovem, na Indy são os veteranos que dão show, pois como os equipamentos são idênticos o diferencial está no acerto, na estratégia, no braço e na maturidade de saber poupar equipamento pra dar o bote na hora certa, e embora os testes sejam restritos, nos fins de semana de corrida, os pilotos tem bastante tempo pra treinar.

  8. Bruno disse:

    Capelli, por que as zebras na maioria dos circuitos, principalmente os mais novos, são cheias de “degraus”?

    Essa foto exemplifica: http://topicos.estadao.com.br/fotos-sobre-formula-1/felipe-massa-abusa-da-zebra-em-tentativa-de-tomada-de-tempo,197c638a-9d98-4f36-833b-45cd835aecd0

  9. Maxwell disse:

    “Poltrona-da-vó”… não daria um nome melhor! hahahahahahaha

  10. bruno disse:

    Capelli, quem se recupera primeiro: O Grêmio ou a Williams?

  11. Bruno Aleixo disse:

    Quem tinha o melhor bigodes: Harald Ertl ou Nigel Mansell?

  12. flavio perillo disse:

    A Ligier Matra podia até ser feia, mas o ronco do motor Matra era impressionante.

  13. André Micheloto disse:

    Meio antiga essa, mas já perguntei isso num monte de blogs e, até hoje, ninguém me respondeu. No acidente de Kubica no Canadá em 2007, chamou atenção o fato de o cockpit da BMW ter se quebrado na região frontal (os pés do piloto ficaram expostos).

    Ainda é aceitável pela FIA, mesmo com seus “exigentes” testes de homologação, que um chassi de F1 se rompa dessa forma? Digo, mesmo com a violência e o ângulo desfavorável dessa batida, ainda existem condições reais em que a entidade tome como “aceitável” a quebra de uma célula de sobrevivência?

    Obrigado e um abraço.

  14. Paulo Z disse:

    Schumacher já não deveria ter ido pra casa?

  15. Alex disse:

    Se você fosse o substituto do Tio Bernie, qual seria sua primeira atitude dentro da F-1?

  16. Sandro Auzani disse:

    Capelli
    Quem é mais imortal? O nosso Tricolor ou o Rubinho no Automobilismo?

  17. Eugenio Bastos disse:

    Quais empresas produzem os chassis das “equipes de GP2″ da Fórmula 1 (Hispania, Caterham e Marussia)?

    • Diego disse:

      Em teoria, elas mesmas. Mas na prática só a Caterham tem estrutura própria, que aliás ela está mudando para o lugar que foi sede da Arrows por ter mais espaço e poder integrar a equipe com a Caterham montadora. A Marussia dois anos seguidos projetou o carro através do Paint do computador, mas esse ano parece que vai usar um pouco o túnel de vento da McLaren, mesmo assim continuam incompetentes e só vão estrear o carro novo lá pra março. A HRT (os novos donos varreram o nome Hispania, agora é só HRT mesmo), usou em 2010 um carro feito pela Dallara. Tudo indica que o carro de 2011 foi montado sobre os mesmos chassis do ano anterior e esse ano eles são incógnita, pois o carro do ano passado apareceu na pré-temporada na mesma semana que o modelo 2012 foi reprovado no crash test e talvez só teste em março ou até siga a tradição da equipe de nunca estrear seus carros em pré-temporadas.

  18. mandruvá disse:

    No duro: Senna dura essa temporada????

  19. Marcelonso disse:

    Capelli

    Caraca véio, o pessoal mandou ver…

    Caio Junior dura até o Grenal? hehehehe…

    Saci Perere existe?

    abs

  20. Arthur Aleixo disse:

    Capelli o montoya faz falta a f1?

  21. Patrick Vaz disse:

    Capelli, você ressucitou?

  22. petrafan disse:

    e a Williams? vai pro buraco de vez?

  23. Eduardo Netto disse:

    Caro Capelli;
    Haveria alguma chance da Ferrari estar blefando com relacao aos supustos problemas em seu carro? Na minha opiniao eles tem uma grande base, so falta entender onde e como o carro
    reage e com qual setup, afinal um brinquedo novo tem que ser explorado e isso leva algum
    tempo para analise dos muitos dados coletado.
    abcs Eduardo

  24. dado andrade disse:

    VC acredita piamente que as Mercedes estavam com o >carrovelho< ???Ou só com carenagem 2011. A luneta foi muito grande !!!

  25. peba disse:

    A Williams costuma testar com um tipo de pintura e correr com outro, depois.
    Este ano será essa a pintura mesmo?

  26. Alves disse:

    Acha que o Rubinho vai estar no grid da Indy esse ano ? Acha que ele pode ser campeão em um curto periodo de tempo ?
    O quão grande é a diferença de habilidade entre um piloto de F1 e um de Indy ?
    Como funciona o sistema de pontuação na NASCAR ?

  27. Alves disse:

    Como se pronuncia o nome do Vergne ?
    Esses bicos com degrau não tem cara de gambiarra não ? Será que McLaren (e talvez Mercedes) que já tinha um carro mais baixo e não precisou fazer essa modificação acabará saindo na frente por ter uma carro mais adaptado a esse novo regulamento ?
    Hispania pode ser uma forte candidata ao titulo ?

  28. Victor disse:

    Capelli, traga de volta o podcast do Grande Premio!

  29. Rafael Pereira disse:

    Capelli Phoenix,

    Em sua renascida opinião, a Caterham leva jeito pra coisa? Marca seus primeiros pontos esse ano? Com quem?

  30. Márcio Vilarinho Amaral disse:

    Capelli, aproveitando o seu nome de guerra (parece coisa de travesti, mas vá lá), a Itália foi o país que mais produziu “eternas promessas”? Se não, quem foi?

    Rubens Barrichello seria mais respeitado aqui no Brasil se fosse de outra nacionalidade?

    Como o Galvão narraria uma corrida com Jean-Eric Vergne, Adrian Quaife-Hobbs, Ho Ping Tung, Charles Pic e Jeroen Bleekemolen?

  31. Mario Sérgio disse:

    Bruno disse que em entrevista a Jornalistas Espanhóis que os testes de performance seria feitos em Barcelona, podemos esperar uma Williams mais rápida em Barça?

    O que acha da regularidade dos tempos em Jerez (de todas as equipes), será que finalmente a Pirelli acertou a mão esse ano, e os pneus estão mais consistentes?

    Você pretende colocar todos os capacetes de todos os pilotos antes de GP da Australia, assim como você colocou ano passado? (Talvez o do Vettel até mude na Malásia, mas em fim)

    Você acha que a Mercedes terá um bico mais parecido com o da Mclaren também?

    Sai mesmo esse GP dos EUA? O que você acha?

    Acho que está bom, fiz muitas perguntas por hoje. =P

  32. Danilo disse:

    Capelloso,
    o que você acha das promessas brasileiras Felipe Nasr e Pietro Fantin? Há outro que tenha lhe chamado a atenção e tenha chance de chegar a F-1?
    Valeu!

  33. Maxwell B. Medeiros disse:

    Fora 2012, quais foram as temporadas que produziram uma leva de carros feios?

  34. Maxwell B. Medeiros disse:

    Mike Coughlan, fez algum projeto bom enquanto esteve na Mc Laren? Podemos esperar algo dele na Williams?

    Tirando maldonado e Kubica, qual o piloto mais feio que já pisou na F1?

  35. Leandro disse:

    Na sua opinião, qual era a ordem de forças das equipes nas temporadas 85,86 e 87?

  36. João disse:

    Capelli, em alguns circuitos os carros de 2011, com V8 2.4 e 770 cv, foram mais rápido que os da temporada de 2005, que tinha os V10 de 1.000 cv. As mudanças do regulamento para 2012, notadamente a mudança do difusor quente, deixarão os carros muito mais lentos em relação ao ano passado? É possível fazer alguma comparação de desempenho?

  37. Alcides Araujo disse:

    Você acha mais provável o Rubinho na Indy ou o Grêmio campeão do Gauchão?

  38. Daniel Augusto disse:

    O que as equipes fazem com os carros das temporadas antigas? Por exemplo: Existe em algum museu ou casa de colecionador um Simtek de 1994 ou uma Ligier JS5???

  39. João Marcelo disse:

    Quem vai ser o melhor novato? E pior?

  40. Gerhard Berger disse:

    Seu blog é bom pra caramba!
    Por que você sempre some e volta, some e volta?
    Por favor, continue com o blog.
    Abraço.

  41. Yuri Bascopé disse:

    Acha q Luiz Razia vai ter outra temporada pifia na GP2 e não subirá pra F1?

  42. Nenê disse:

    Capelli, será que as equipes vão copiar o bico da Mclaren depois dos testes? E qual o pulo do gato do escape da McLaren que o Fabio Seixas levantou hoje? Abraço!

  43. Marco Antonio disse:

    Você acha que a Williams tem chance de andar melhor esse ano? Ela teve uma primeira semana de testes bem consistente, não fizeram um tempo maravilhoso, más andaram muito e sem quebras, o que é mais importante….

  44. Eduardo disse:

    Qual vai ser o primeiro barbeiro da temporada?? (tirando a pré-temporada).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>