MENU

18 de abril de 2012 - 13:37Análises, Automobilismo

Melhor que a encomenda

Pouca gente – para não dizer ninguém – imaginava um começo de campeonato tão bom para a Williams em 2012. O time britânico acertou a mão no carro, os motores Renault deram um belo upgrade no desempenho e seus pilotos estão respondendo muito bem.

Com 18 pontos no Mundial de Construtores (mais que o triplo de tudo o que somou em todo o ano de 2011), a Williams já está em sétimo na classificação, mas só não é a quinta ao lado da Mercedes por causa do acidente de Pastor Maldonado na última volta do GP da Austrália. Tivesse conduzido o carro “para casa” com tranquilidade, os oito pontos estariam garantidos.

Porém, a pancada do Pastor no muro não depõe contra seu campeonato. O venezuelano tem feito corridas com inteligência, é rápido nas classificações e tem se mostrado muito combativo durante as provas. Briga, ultrapassa, defende posição, é praticamente um showman. Pontuou apenas na China, mas faria um ponto na Malásia não tivesse tido um problema de motor a poucas voltas do fim. É um dos protagonistas do campeonato.

Assim como Bruno Senna. Olhado com desconfiança por causa do sobrenome e por duas oportunidades não aproveitadas na Fórmula 1, o brasileiro é outro que vem se saindo melhor que a encomenda. Apesar da corrida ruim na Austrália, foi brilhante em Sepang e fez bonito também em Xangai. Nas últimas duas provas, andou sempre à frente do companheiro de equipe, um piloto mais experiente e que batia Rubens Barrichello com regularidade no ano passado. Precisa melhorar seu posicionamento nas largadas, já que tocou ou foi tocado em todas as três corridas até aqui. Na China, teve a sorte de não ter tido o carro danificado, depois de encostar sua asa dianteira no pneu traseiro esquerdo da Ferrari de Felipe Massa. Porém, apesar dessa ressalva, faz um campeonato brilhante até aqui. Quem especulava no começo do ano que a Williams tinha a pior dupla de pilotos do campeonato deve estar com a língua bem dolorida hoje.

Frank Williams completou 70 anos anteontem e tem como presente o renascimento de sua equipe. Menor do que já foi um dia, mas muito maior do que era em 2011. O resgate da Williams é importante para a história da Fórmula 1 e um pódio nesta temporada seria o presente perfeito. Vitória só em alguma situação absurda, mas um pódio e uma classificação final entre as seis melhores equipes é um objetivo bastante factível, mesmo com pouco dinheiro para desenvolver o carro. E eu acho que vai acontecer.

Comentários do Facebook

comentários

27 comentários

  1. o_Verdadeiro disse:

    Não é por nada não, mas tenho SAUDADE IMENSA do iG. Esse MSN que hospeda o grandepremio é uma verdadeira porcaria.

  2. charles müller disse:

    Pois bem… a Williams melhorou muito … o regulamento é para todos e já sabia-se das mudanças… A Ferrari patinou feio.. a Red Bull também… Mas o que eu nunca li, foi sobre o desenvolvimento deste carro da Williams… sinceramente.. foi o Rubinho que desenvolveu (claro, junto aos engenheiros) este carro … muito melhor do que o do ano passado… estou errado em dar o crédito ao Rubens? O que achas Capelli?

  3. R.CASAGRANDE disse:

    Meu primeiro ídolo na F1 foi o Villeneuve, que corria por essa equipe. De lá pra cá, sempre tive uma simpatia muito grande por ela. Por um lado, a cabeça do Frank, mais dura que uma rocha, jogou fora bons contratos com fornecedores e patrocinadores. Por outro, ele sempre foi guerreiro e nunca desistiu de manter seu time na F1. Há aventureiros (Richard Branson) que ficam um ano só, ou nem isso. Mas o Frank leva isso a sério, então ele merece tudo de bom na categoria.

  4. se comentarista fosse bom seria´piloto estar e diferente tudo fase dia hora lugares certo vamos bruno senna torcida toda sua depois massa deixou alonso passar ano 2010 teria ter parado correr culpa da maldita mola barrichello nao ganhou nada tirou da jogada a garra massa vamos ver resto temporada

  5. Luiz disse:

    Eu não, pois sempre acreditei no Williams, que apesar daquele motor ruim, andava muito mais que as outras, que usavam Cosworth. Foi só mudar o motor, e tudo mudou, como eu dizia.

  6. Mauricio Castro disse:

    Falta chegar mais um patrocinador forte!!!
    Quem sabe?!?!?!

  7. Erick Breder disse:

    É que tem muito “entendido” de Fórmula 1, e nisso incluo os “jornalistas”, que preferem falar asneiras a ter uma avaliação mais criteriosa das coisas.

    Durante os testes de pré-temporada, achei um site na internet, que fazia tipo um “histórico” de todos os dias de treino, com o tempo de cada volta, quantas voltas o piloto deu sem ir aos boxes, etc.

    E eu não previ que a Williams viria forte, mas vi que não viria tão ruim assim como falavam.
    Até porque.. vendo por esse site… quando você comparava os tempos no mesmo horário (ou seja, mesma condição de pista), e com número parecido de voltas (stints longos comparado com stints longos e curtos com curtos)… a Williams tava sempre com tempos bons. Em alguns momentos similares as equipes médias e em certos momentos até melhores.

    E muito jornalista falando de Toro Rosso, Force India e Sauber. Tá certo que a Sauber tá mostrando velocidade mesmo. Mas a Force India (que teve declarações que esse era o melhor carro deles) e a Force India, onde estão? Desempenhos muito abaixo, pelo menos nesse início de temporada.

    O problema, é que como a Williams já foi grande, jornalistas tendem a serem tendenciosos e acharem que eles serão piores do que realmente são. E ao contrário, quando falam das equipes menores, tendem a depositar muita confiança ou esperança, não sei, em equipes que nunca venceram nada.

    Deve ser isso…

    • Paulo Santos/RJ disse:

      Corretíssimo… a Willians é equipe de garagem, precisa de dinheiro para desenvolver o carro. Já a Ferrari, por exemplo, é uma montadora com muito dinheiro, e olha os tratores agrícolas que ela tem feito…

  8. Giovanelli disse:

    Ainda acho muito cedo para fazer previsões, quando entrarmos na fase europeia muitas equipes estarão com pacotes aerodinamicos evoluidos e algumas equipes se sairão muito bem no quesito “consumo de pneus”.
    Com relação ao Bruno, este ainda vai crescer muito em termos de experiencia e com certeza suas largadas serão bem melhores assim como sua posição de largada.
    Acho que veremos algumas equipes se alternando nas vitórias, mas depois uma ou duas se firmará como a grande vencedora.
    Como o Regi (Reginaldo Leme) falou, a Willians não esta falída e sim com os pés no chão, falta dinheiro? Sim claro que falta, mas lembrem – se da Brawn GP que também não tinha tanta grana assim e fez muita equipe grande comer poeira.
    Bruno Senna, senta bota na barata!

  9. Andre L disse:

    Eu nunca entendi porq ninguem acreditava na recuperacao da Williams
    Muito menos entendi porq nao acreditavam no Bruno, talvez a viuvada do Barrichelo.
    A Williams sempre foi equipe grande, caiu feio em 2011? yes, quem ja nao caiu feio na F1? Mas o q conta e’ q eles foram grandes vencedores e serao sempre porq sabem como faze-lo e ainda esta por la o homem q a criou, entao so pode melhorar e muito.
    Ja o Bruno ta numa ascendente, todos diziam q era um erro pois ele e’ inciante, mas iniciante todos foram, uns melhores q outros, mas todos sao bons pilotos e apenas passam uma fase de aprendizado ou uma ma fase.
    Ditto

    Andre L

  10. Tucca disse:

    Ao meu ver a Williams vem muito bem nesse começo de champ mas poderia ter sido melhor conforme comentarios acima. Acho que a ultima chance de ter um bom resultado sera nesse fim de semana pq a partir da Espanha as equipes grandes já estarão com seus novos pacotes prontos e não vejo mais muita chance da Williams acompanha-los. Espero que eu esteja errado.

  11. Marcelo disse:

    Problema do sobrinho é a afobação nas primeiras voltas e ele mesmo admitiu isso, melhor perder uma ou duas posições e ficar livre de confusão que dividir posição e se dar mal logo de cara, isso ocorreu na AUS(se envolveu em um toque após da largada, e depois repetiu durante a corrida com Massa) foram acidentes de corrida, mas dava para evitar. Com esse carro perder posição no começo é o de menos, ele tem como recuperar.

    Na MAL bateu na primeira volta danificando a asa(erro dele), foi para o boxes e voltou em último 30 seg atrás(nesse momento sua corrida esta sendo jogada fora), mas deu uma baita sorte porque entrou o safet-car, logo ele começou tudo do zero fazendo uma corrida de PACIÊNCIA, chegou em um belo sexto lugar.

    Na CHN por pouco não joga tudo fora na primeira curva, mas se controlou e fez outra bela prova.

    Lembrando que no BRA 2011 ele foi querer fazer um “bonito” para a torcida justo em cima do Schumacher, se deu mal(foi punido, no primeiro toque foi coisa de corrida, mas no segundo dava para evitar, furou o pneu do carro do alemão que já tinha 100% carro a frente). Não é hora de ser arrojado e querer se mostrar na tv, e sim ser inteligente e se manter na F1. Em Monza 2011 fez outra corrida de paciência chegando aos pontos.

    Maldonado não esta morto só não esta dando muita sorte(torço por ele porque ele mostra muita combatividade, mas tem que se controlar), pra brigar com Bruno ele é rival forte. O sobrinho não tem vaga garantida em 2013, mas tem um carro muito bom onde pode mostrar serviço, ele não pode reclamar, teve a chance na Renault em 2011 e agora acontece o mesmo com um carro muito bom na Williams. Se for inteligente e paciente pode mudar a imagem de piloto pagante.

    Vamos com calma, pra arrumar uma vaga em equipe de ponta é outra história, com 6 campeões a frente não vai ser tarefa fácil. Ainda mais que em equipe de ponta o que prevalece é o talento diferenciado e não o dinheiro. A única equipe que ainda aceita patrocinador é justamente a Lotus que dispensou o sobrinho, portanto Bruno vai ter que fazer muito na pista pra convencer, senão o máximo que vai conseguir é se manter no meio do pelotão, isso até a grana acabar.

  12. Renato F1 disse:

    A Williams está bem melhor que no ano passado (piorar seria missão quase impossível). Quem falou que o carro era ruim, queimou a língua! Quem falou que a dupla de pilotos era a mais fraca, errou feio! Quem falou que o Senna iria andar sempre atrás do Maldonado, se deu mal!!!

    Previsões! Por isso prefiro esperar para ver!

  13. Mauricio disse:

    Devido as condições aerodinâmicas dos carros este ano, com aqueles feios e estrambólicos degraus na frente, a maioria das escuderias se nivelou por baixo este ano.
    Os carros estão mais lentos algo entorno de 20km/h em relação ao ano passado devido a piora da aerodinâmica.
    Os pneus Pirelli encomendados pela FIA são horrorosos e se desmancham na pista, parecem feitos de cal e giz.
    Resultado, as escuderias estão mais próximas entre si ao ponto de, em linha reta, carros da Marusia e HRT terem velocidades finais de reta maiores que os das grandes escuderias. O que no final não significa nada durante a corrida, pois o que vale é o acerto final para o misto do circuito.
    Você mesmo notou que quem esta levando vantagem é aquele piloto que, apesar de não andar tão rápido, consegue ser o mais regular poupando o conjunto do carro, ou seja, os atuais carros da F1 poderiam estar andando muito mais rápido do que estão. O carro da Willians é pouca coisa melhor que o do ano passado.
    A vitória não é da equipe ou dos pilotos e sim do regulamento. Nada mais.

    • Rafael Apache disse:

      Concordo plenamente, basta comparar os tempos da William de 2012 e de 2011 e verão que não é nada espetacular. Na minha opinião eles voltaram ao patamar de 2010.

  14. A Williams está bem melhor que no ano passado. As mudanças surtiram efeito e a dupla também melhorou seu nível. Mas ainda há muito trabalho para ser sombra da velha Williams dos anos 80 e 90. Quem sabe se os bons desempenhos continuarem e mais patrocinadores pingarem no caixa em Grove?

  15. Ricardo Viçosa disse:

    Estou muito feliz com a Williams e principalmente com o Bruno Senna, pois nos testes de pré-temporada, o que falavam dos dois, que a Williams estava a ponto de fechar as portas e etc.
    Bem, nao vejo a hora de tirar aqueles numeros 18 e 19 nas laterais dos carros da Williams, e ver escrito o nome de uma empresa brasileira. Vamos Brasil, vamos apoiar a Williams, fazer um marketing.

  16. Carlos Lins disse:

    Concordo em gênero, número e degrau no bico Capelli…
    Só não diria que a primeiro chance do Bruno na Hispania foi “desperdiçada”, quer dizer, foi um desperdício de tempo encarar aquela monstruosidade, mas o carro era tão ruim que num dava parâmetro pra nada…

  17. p disse:

    Acho que sem um patrocinador master a equipe talvez não consiguirá desenvolver o carro de maneira a mantar o nível durante o ano

  18. Golino disse:

    Estamos na torcida. Não só por Bruno e sua evolução, mas, como disse, pela história importante da Williams dentro da categoria. O último dos garagistas. Abs.

  19. FERNANDO disse:

    Nessa hora o cara lah que manda na LOTUS deve estar pensando…..O BRUNO deveria estar aqui!!!! kkkk

  20. Vinícius Lucas disse:

    O carro é bom, o problema é que pode faltar grana para desenvolvê-lo, a Williams não tem um patrocinador master desde 2010.

  21. Mauricio disse:

    É, mas infelizmente acho que o orçamento modesto vai fazer a equipe perder terreno ao longo da temporada. Force India e Toro Rosso, que estão atrás da Williams no mundial de construtores, devem crescer mais durante o ano.

  22. pedro disse:

    Eu tambem levo fé. Lembra da gp2 monaco 2008? Bruno e Pastor sobraram. Acho que vão fazer uma belissima corrida lá esse ano.

  23. Pedro Araújo disse:

    Pois é, Capelli, mas será que a grana da petrolífera da Venezuela, mais a grana da OGX vão ser suficientes pra o desenvolvimento do carro durante o ano?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>