MENU

12 de maio de 2012 - 11:59Análises, Automobilismo

Rapidinhas da Classificação: Espanha

- Quinta corrida do ano, terceira pole da McLaren, todas com Lewis Hamilton. Porém, até agora, nenhuma vitória do inglês. Será que agora vai?

- Neste final de semana em Montmeló, Lewis tem sido supremo. Dominou os treinos como quis e cravou a pole com mais de meio segundo para o resto. É o cara a ser batido na corrida amanhã, tamanha a vantagem que demonstrou até aqui.

- Porém, juro que torci para que ele fizesse alguma besteira na volta final e a pole ficasse com Pastor Maldonado. O subestimado venezuelano foi bem demais hoje e merecia a inédita pole position. Como consolo, ficou em segundo lugar no grid, o que não é mada mau. A Williams, diferente do que se esperava, continua evoluindo e ainda deve brilhar bastante nesta temporada marcada pelo equilíbrio.

- O treino de hoje evidenciou ainda mais esta paridade. No Q2, apenas 1s separou o segundo colocado do 17º. Do 2º para o 12º, somente cinco décimos. E, com tanta proximidade, as pequenas variações comuns em tempos de volta são suficientes para jogar favoritos lá pra trás. Hoje o travo amargo ficou com Jenson Button, 11º e portanto fora da fase final da classificação, e Mark Webber, 12º. Deveriam estar mais à frente, mas não estão.

- Assim como Sebastian Vettel, que ficou apenas num decepcionante 8º lugar, atrás até da Ferrari de Fernando Alonso. A Red Bull sempre andou muito bem em Barcelona e o resultado de hoje acende, novamente, a luz vermelha na equipe austríaca. A reação do Bahrein, pelo jeito, foi fogo de palha.

- Assim como a Mercedes, dominante na Malásia e que depois disso voltou a ser o que era. Nico Rosberg larga em sétimo, Michael Schumacher em nono. Muito pouco para quem dava um banho em classificações.

- A Ferrari evolui e a terceira colocação de Alonso no grid é prova disso. Pena que tal evolução não se reflete no desempenho de Felipe Massa, que hoje foi outra vez o piloto fraco das primeiras corridas da temporada. 17ª posição é muito pouco para um carro da Ferrari, ainda que ele não seja nenhuma maravilha.

- A classificação de hoje não foi boa para os brasileiros em geral. Bruno Senna não conseguiu passar nem do Q1, errou e rodou, enquanto Maldonado dava show lá na frente. Fica como consolo o fato de até aqui Bruno ter ido muito melhor nas corridas do que nos treinos. Mas, largando de 18º, vai ter que remar muito, enquanto Maldonado pode até beliscar um pódio, por quê não?

- A Lotus não foi tão bem quanto eu imaginava, mas acho que os dois carros pretos virão muito bem na corrida. Romain Grosjean é quarto e Kimi Raikkonen, quinto. A longa reta do circuito da Catalunha facilita muito as ultrapassagens com DRS e KERS, o que indica que a posição de largada não deve influir tanto assim no resultado. Com uma boa estratégia de pneus, até Jenson Button, vindo lá do meião, tem possibilidades de vitória.

- Os pneus serão muito decisivos amanhã. Os macios da Pirelli andam que é uma beleza, mas viram farelo rapidinho. Andar com médios não compensa. Duram mais, mas são muito mais lentos. A corrida deve ter um trilhão de pit stops, o que atrapalha um pouco a ação na pista. E Hamilton que se cuide. É favorito, mas a McLaren não tem trocado pneus muito bem.

- Palpitaço para amanhã: pódio com Kimi, Hamilton e Maldonado. Não sei em que ordem.

Comentários do Facebook

comentários

13 comentários

  1. Rodrigo CPQ disse:

    Capelli, deixa eu te perguntar uma coisa. Aliás, antes que alguém venha aqui usar aquele termo tosco de “pacheco”, não vou colocar apenas um piloto na roda, mas três. Acho estranho (só estranho) o fato de que, desde o acidente com Felipe Massa, a Ferrari não consegue colocar dois carros competitivos numa corrida (carro + piloto). Tanto o Fisichella como o Badoer foram muito, mas muito mal quando passaram por lá, substituindo o Massa. O Fisichella nunca demonstrou ser tão mal piloto assim, pra ficar tão atrás do desempenho que o próprio Felipe vinha tendo na temporada de 2009. Com o Badoer, foi a mesma coisa.
    Não trata-se de uma teoria da conspiração, longe disso. Mas fica uma impressão de que a Ferrari tem colocado todos seus esforços (melhores engenheiros, mecânicos, etc.) em um único carro, pois só assim consegue aparecer lá na frente do grid, entre os primeiros.
    De novo: não é “pachecada” (Deus me livre, que termo mais batido), mas que é estranho, isso é. Ou será que o Irvine era tão melhor piloto que todos esses, pois conseguia andar não tão longe do Schumacher?

    • Marcos Gonçalves disse:

      É uma boa teoria, mas lembro que o Massa veio bem até dois eventos significativos: quando Alonso o empurrou para fora da pista na entrada dos boxes; e o famoso “Fernando is faster than you”. Depois disso, o Massa murchou.

    • Erick Breder disse:

      Por isso que não gosto da Ferrari.. e nem costumo comentar mais sobre o Massa.
      Acho que não é teoria da conspiração sua mesmo não… a Ferrari não sabe (ou não quer) trabalhar em dois carros. Ela sempre prioriza um carro apenas.

      Na minha opinião, mesmo que o Alonso e o Massa fossem pilotos iguais, com mesma velocidade, competência, talento, etc… no final das contas, a Ferrari priorizaria 1 piloto, e o outro de qualquer forma “no final das contas” teria desempenho pior. Porque Fórmula 1 é muito mais que piloto e um carro apenas, então o segundo piloto, iria perder um pouquinho a mais no pitstop, no acerto do carro, na estratégia, no empenho em fazer o seu carro ser melhor que do 1º piloto.

      E não é defesa ao Massa, não sou muito fã dele, e ele é realmente pior que o Alonso e vários outros pilotos do grid. Mas é que mesmo se fosse igual o Alonso, no final saíria perdendo.

    • Rodrigo CPQ disse:

      Erick e Marco, concordo com o que disseram. O que pega realmente é o fato do Fisichella ter tido um desempenho tão ruim, contrastando com o que havia feito antes na categoria, o que se encaixa na situação do Felipe Massa. Me lembro do Senna vetando a entrada do Derek Warwick na Lotus, exatamente por esse motivo: a equipe não conseguiria fazer dois carros competitivos. As limitações da Lotus eram financeiras, as da Ferraria parecem ser técnicas.

  2. Crego Painceira disse:

    Enquanto falam que a Ferrari está uma porcaria e as outras estão bem, o Alonso vai aparecendo lá na frente.

    Ele é quem vencerá amanhã e, com esse campeonato bagunçado, vai levantar o caneco no fim do ano. Porque, apesar da Ferrari não ser grande coisa, também não é ruim. E o Alonso tem talento e sorte (muita sorte) de sobra.

  3. Erick Breder disse:

    Acho que a Williams tá em evolução sim, e isso é ótimo.
    Mas acho que esse treino foi meio atípico. Nada contra Maldonado, o cara foi brilhante, fazendo o primeiro tempo no Q2 e ficando com o segundo lugar no Q3.
    Mas pensar que o Hamilton sobrou na pole, com 0,5s na frente de Maldonado e o muito bom Button ficou só em 11º, mostra que as equipes estranharam demais o comportamento dos pneus, e pior ainda, com essa escolha agressiva da Pirelli, de “pular” um pneu, trazendo Mácio e Duros, que tem desgaste muito diferente e desempenho idem.
    E tá dificil de fazer previsões pro campeonato, em cima de uma única corrida. Acredito que a Williams, por exemplo, se beneficiou de Barcelona ser um circuito mais “tradicional” com muitas curvas e uma ou outra reta, diferente dos circuitos a lá Hermann Tilke, que são só retas e curvas de 90º. Nesses casos, com o duto, a Mercedes tende a ir muito bem realmente. Em outros circuitos, que a velocidade final, não é tão primordial, vão perder bem em desempenho.
    E isso vale pra McLaren (que faz poles, mas venceu apenas uma prova), RedBull, Lotus e todos os demais.
    A Lotus mesmo, é uma equipe que tem muita velocidade de reta, tem provas que eles chegam a 320km no speed trap, enquanto equipes ficam na casa dos 300.
    Então este ano, parece-me muito dificil, de alguém conseguir dispontar, e ter um carro muito bom na grande maioria dos circuitos, como era o caso da RBR no ano anterior, que vencia em pista de baixa, média ou alta pressão aerodinamica.
    Esse ano, acho que a variável “carro/circuito” será bem maior, principalmente em relação as escolhas da Pirelli. Se forem agressivos como foram em Barcelona, vão ficar muito imprevisível as coisas.

  4. Gerhard Berger disse:

    Capelli, responde aí sem pensar muito:

    Quem tem mais potencial pra crescer na F1?
    Maldonado ou B. Senna?

  5. thiago disse:

    Na boa Capelli, você é jornalista e trabalha com corridas.

    Como é que diz que a reação da Red Bull foi fogo de palha com base no 8º lugar do Vettel sendo que ele nem fez volta lançada no Q3?

    A diferença entre pneus macios e duros é gritante, a Red Bull correu hoje pensando na corrida e em mais pneus novos para amanhã.

    Evitou correr o risco de gastar um jogo de pneus largando em 5 ou 6º nesse grid extremamente equilibrado. Vettel partirá com pneus duros e terá um largo estoque de macios para atacar na parte final da corrida.

    Não será nada surpreendente se ele chegar ao pódio ou até a vitória.

    • Gerhard Berger disse:

      Muito otimista. Chega no máximo em quarto.

    • thiago disse:

      O mesmo vale para a Mercedes, em que Rosberg deu uma única tentativa e depois foi conversar com os engenheiros antes do fim da sessão e Schumacher foi outro que nem tentou andar.

      Como descartar os caras se eles estão em outra sintonia?

      Se fossem equipes médias vá lá, mas Red Bull e Mercedes vão correr é pra vencer amanhã.

  6. Gerhard Berger disse:

    Se Hamilton e McLaren não fizerem nenhuma burrada acentuada, já ganhou amanhã.

    Maldonado no pódio é sonhar demais. Se terminar a corrida, fica em quarto ou quinto.
    (Kimi e Romain vão entrar pesado)

    Alonso se sustenta pra chegar em terceiro.

    Se Vettel não bater, fica entre os 5 primeiros.

    Meu palpitaço de amanhã: Hamilton, Raikkonen, Alonso, Grosjean, Maldonado e Vettel.

    Obs: Tô começando a acreditar que Felipe não se sustenta na Ferrari na próxima temporada…:P

    • Gerhard Berger disse:

      Ops…esqueci de comentar que esse meu papitaço é pro caso de nenhum deles bater ou quebrar. Como eu acho que algum deles vai quebrar, Vettel chega mais na frente.

  7. Rob disse:

    capelli, massa tem as mesma atualizaçoes do carro de alonso?
    Pelo que tinha lido a ferrari nao tinha conseguido produzir a tempo para os dois carros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>