MENU

21 de janeiro de 2007 - 22:57Curiosidades, História, Vídeos

Naftalina – parte V

Falta pouco para transformar isso aqui no Blog do Dourado. Mais um vídeo coberto de naftalina dele: a abertura da transmissão do GP do Brasil de 1984.

O bom foi que pude perceber que minha memória não está falhando tanto. Naquele post da abertura do GP do México de 1989 eu comentei que achava que aquela trilha já tinha sido usada no começo dos anos 80. Bingo! É ela mesma.

A abertura chega a ser fantástica de tão brega. A comparação de um F1 com um caça é de uma infâmia que até parece que fui eu quem inventou. A roupa espacial dos técnicos deixaria o Clóvis Bornay envergonhado. O cenário, cheio de espelhos, parece a abertura do Fantástico de gosto mais duvidoso da história. Enfim, um grande momento trash.

Vale a pena ver também Fernando Vanucci anunciando os pilotos participantes da corrida. Entre eles, o estreante Ayrton Senna. Muito bacana.

Um adendo: o Pandini, do GP Total, fez em seu blog no final do ano passado dois posts a respeito do carro utilizado na abertura. Você poderá vê-los aqui e aqui.

Comentários do Facebook

comentários

10 comentários

  1. allan disse:

    A trilha, lembrando “rock balboa” em treinamento, foi a melhor utilizada em todos os esportes! Vai ver agora “A F1 DA NOVA GERAÇÃO”, com a anta do Cleber Machado narrando… Bela porcaria! E a musiquinha do futebol? Putz, as imagens podiam ser toscas, mas mais que os dingles e comentários de hoje? Duvido!

  2. Danilo disse:

    Esse carro da vinheta não é o Fittipaldi de 1982, o FD08D ou o 09????
    Se não for, é bem parecido…

  3. Aliás, alguém sabe o nome da musquinha que toca na apresentação dos pilotos? Eles usavam muito ela nos programas de F1 na globo…

  4. Que cagada na hora de apresentar o Eddie Cheever, se confundiram com o Patrese e nem corrigiram Ahauhauahuahau, lixera braba!!! Mas é sempre bom assistir estes vídeos.

  5. Nikolas Spagnol disse:

    As aberturas da F1 que eu mais me lembro dos anos 80 eram aqueles clipes, com essa mesma música (aliás, essa trilha é melhor do que a atual), repletos de acidentes.

    Me lembro que num destes clipes, tinha um pedaço do acidente do Ricardo Palleti – a parte em que o carro pega fogo. Fazer auê com a morte dos outros, isso é o “padrão Globo de qualidade”.

    No mais, parabéns pelo excelente blog!

    A propósito: o Capelli não tá na idade de correr na GP Masters não?

  6. StormKnight disse:

    O que é sofisticado hoje? Aqueles “outdoors” virtuais que eles adoram colocar nos eventos?

    Aquilo chega a ser mais tosco que esse vídeo de 1984, que por sinal, achei engraçado, mas era o que havia de top naquela época.

    Pelo menos eu gostei muito da música… =)

  7. Dirceu Macedo disse:

    tipo, o que eh ridiculo pra gente hj, era a bola da vez da época….o carrinho em 3D de f-1 eu gostei no video, devia ser algo ultra-avançado pra 84… O esforço da globo para montar o carro de f-1 tb achei louvável…no final era a estética em voga na época gente, paciência..hehe

    e não se esqueçam, o que para nós hj eh sofisticado, poderá ser piegas daqui a 20 anos tb!!rsrs

  8. Herik disse:

    Vale mais pela memória afetiva de um tempo que não volta mais. Mas que é de uma “tosquice” sem tamanho, isso é!
    E não tem muita diferença do que é feito hoje. O mau gosto de hans Donner e companhia ainda anda em alta.

  9. eduardo s sp disse:

    coisa feia isso, tipico da falta de bom senso que é marca patente da globo, essa “oitentice” foi demais, argh

  10. Anonymous disse:

    eddie cheever 2x haha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>