MENU

30 de janeiro de 2007 - 21:46Curiosidades, História, Novos capacetes

Os reis da originalidade

Ao falar hoje à tarde sobre os capacetes genéricos da Red Bull, me deu vontade de fazer um comparativo entre eles. Para uma marca que procura sempre transmitir a imagem de descolada, original, jovem, aventureira e inovadora, anda faltando criatividade na hora de pintar o casco de seus pilotos. Veja, abaixo, seis exemplos da originalidade Redbullesca.

Além de destruir o casco de qualquer piloto, a Red Bull ainda derruba a identidade de cada um, criando clones uns dos outros. A Benetton, neste caso, foi muito mais feliz em 1986, quando colocou sua marca nos capacetes de Gerhard Berger e Teo Fabi.

Tudo bem que o capacete de Mark Webber nunca foi um primor de beleza, mas pelo menos era original. Será que algo de sua identidade permanecerá?

Comentários do Facebook

comentários

7 comentários

  1. Vanderlei disse:

    Além do capacete do Cacá Bueno, se alguém conseguir recuperar uma imagem do skatista brasileiro Sandro Dias, verá que a criatividade Redbullesca está sem asas…
    Apesar que eu acho que a pior de todas foi aquele vermelho no capacete do Schumacher. Eles foram simples e diretos: pinta logo tudo aí em cima de vermelho e pronto. O que estiver escrito deixa de branco.

  2. Leandro disse:

    E o capacete do Cacá Bueno? Vocês já viram? Se não me engano ele tem é um Redbulltilizado…

  3. Renato Togawa disse:

    O capacete do Coulthard mudou sim. É bem sutil mas se reparar, as listras da bandeira da Escócia no capacete eram brancas. Hoje, são prateadas. Juntando com o azul do capacete (se não igual, similiar ao azul da Red Bull), se tornou “Redbulltilizado”. Mas não perdeu sua identidade e tem o q os patrocinadores querem. Uniu o útil ao agradável. Ponto pra ele.

  4. Tuta disse:

    Os capacetes têm refletido o que há dentro deles: Imagens confusas, indefinidas e determinações da empresa.

  5. Dirceu Macedo disse:

    Capelli, e o capacete do Coulthard? Acho que sofreu modificações “Redbullescas”, mas pelo menos me recordo na temporada passada do desenho da bandeira da escócia….

    Vamos ver se Webber tem a mesma personalidade, ateh porque essa lista de pilotos citados por vc jah, pelo menos a maioria, são crias da Red-bull ou entraram na categoria por meio dela…..ai esses moleques acabam de submetendo mesmo.

  6. Vic Menezes disse:

    Aliás, o capacete do Teo Fabi, sem ser o que ele usou na Benetton, foi inspirado no do Peter Revson?

  7. Vic Menezes disse:

    Se eu fosse piloto, usaria o capacete do Teo Fabi, só que um pouco modificado (três tons de azul em cada pincelada – escurecendo de cima para baixo) e incluiria uma seta à la Pace no topo, só que preta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *