MENU

10 de fevereiro de 2007 - 22:20Análises, Estatísticas

Pré-temporada: alguns números

Já repeti aqui algumas vezes, e acredito mesmo que não dá pra analisar nada sobre os testes de pré-temporada da Fórmula 1 olhando as planilhas de tempos divulgadas. Manchetes do tipo “Fulano é o mais rápido, fulano domina” servem para preencher as páginas esportivas de jornais, escassas de material neste período, mas não indicam absolutamente nada. Comparar os tempos das equipes e dos pilotos entre si em condições que não sabemos quais são nos levará, fatalmente, a conclusões errôneas.

Porém, decidi fazer um outro tipo de avaliação, baseada no volume de testes que cada time realizou. Não dá para saber quem é mais rápido, mas dá para ver quem está trabalhando mais duro, gastando mais e, possivelmente, se desenvolvendo mais rapidamente.

Vejam que dados interessantes a respeito do número de voltas dadas por equipes e pilotos de janeiro até agora.

Importante: dados extra-oficiais, baseados nas planilhas diárias do site GP Update.


NÚMERO DE VOLTAS POR EQUIPE
McLaren – 1404 voltas
Renault – 1383
BMW – 1314
Ferrari – 1253
Williams – 943
Honda – 724 796
Toyota – 625
Super Aguri – 576
Red Bull – 473
10º Spyker – 64

Comentários:

- McLaren, Renault, BMW e Ferrari com um volume de testes muito semelhante. Por tudo o que fizeram nas últimas corridas de 2006, confirma a idéia de que serão os quatro times dominantes.

- A Williams, mesmo sem tanto dinheiro quanto uma equipe de fábrica, andou bastante.

- Honda e Toyota são um enigma. A primeira vem testando bem menos do que no ano passado. Já a Toyota foi a primeira equipe a apresentar o novo carro, no dia 12 de janeiro, mas só o levou para a pista longínquos 18 dias depois. E ainda anuncia que o carro mudará bastante para a estréia na Austrália. Não tenho mais dúvidas: se você gosta de queimar dinheiro, procure uma turma de japoneses em Colônia e junte-se a eles. É o passatempo favorito por lá.

- A Red Bull demorou para colocar o carro na pista e ainda enfrentou muitas quebras. Por isso, um volume de voltas tão pequeno.


NÚMERO DE VOLTAS POR PILOTO
Kimi Raikkonen (Ferrari) – 649 voltas
Fernando Alonso (McLaren) – 576
Giancarlo Fisichella (Renault) – 549
Robert Kubica (BMW) – 533
Felipe Massa (Ferrari) – 507
Kazuki Nakajima (Williams) – 474
Heikki Kovalainen (Renault) – 456
Lewis Hamilton (McLaren) – 434
Pedro de la Rosa (McLaren) – 394
10º Anthony Davidson (Super Aguri) – 391
11º Nick Heidfeld (BMW) – 366
12º Jenson Button (Honda) – 365
13º Sebastian Vettel (BMW) – 287
14º David Coulthard (Red Bull) – 269
15º Jarno Trulli (Toyota) – 266
16º Nico Rosberg (Williams) – 250
17º Nelson A. Piquet (Renault) – 223
18º Alexander Wurz (Williams) – 219
19º Ralf Schumacher (Toyota) – 205
20º Mark Webber (Red Bull) – 204
21º Takuma Sato (Super Aguri) – 181
22º Rubens Barrichello (Honda) – 93 165
23º Ricardo Zonta (Renault) – 155
24º Franck Montagny (Toyota) – 154
25º Marco Andretti (Honda) – 136
26º Timo Glock (BMW) – 128
27º Luca Badoer (Ferrari) – 97
28º James Rossiter (Honda) – 95
29º Christijan Albers (Spyker) – 38
30º Christian Klien (Honda) – 35
31º Adrian Sutil (Spyker) – 26
32º Giedo Van der Garde (Super Aguri) – 4

Comentários:

- Dizem que o Raikkonen não gosta de testar. Pode até não gostar, mas o finlandês tem cumprido uma bela quilometragem nesta adaptação à Ferrari.

- Não é para menos que a McLaren contratou o campeão do mundo. Botou o Alonso pra andar.

- A Williams trabalhou muito o motor Toyota. Mais que a própria fábrica, ao que parece. E centrou o trabalho no filho do Nakajima, que andou mais que Wurz e Rosberg somados.

- Inexplicável o que ocorre com Rubens Barrichello. A participação quase nula do brasileiro nos testes faz aventar duas possibilidades, nenhuma delas positiva. Ou ele está cansado de testar (o que é péssimo, principalmente para quem teve problemas de adaptação com o carro no ano passado), ou a Honda não o julga importante no processo de desenvolvimento do carro. Andar menos da metade de voltas que Jenson Button e ter uma participação semelhante à do neto do Mario Andretti, que foi para a Espanha brincar de Fórmula 1, é inadmissível. Alguma coisa acontece na Honda e não ficarei admirado se Rubens não chegar ao fim desta temporada como titular.

E você? Que observações faz destes números?

Edit: Graças a uma bela observação do blogueiro Guto, o número de voltas dadas por Rubens Barrichello foi corrigido.

Comentários do Facebook

comentários

12 comentários

  1. Rachador disse:

    Barrichello sempre foi bom piloto. Mas após ao incendente de imola em 94, que morreu 2 (Senna 1 deles), e Barrichello sofreu um acidente forte tb, o Burrico nunca mais foi o mesmo. Dá pra ver que ele se segura na pista desde então. Simplesmente não arrisca nada. Fica totalmente passivo na pista. Da até raiva. Se é pra ficar assim, que se aposente logo e de espaço pra algum piloto agressivo no seu lugar. Burrinho tem sim uma aptidão nata ganha ao longo dos anos pra acerto de carro, pq não procura emprego auxiliando nos acertos dos carros em alguma equipe ?!?! É duro de aguentar a, mesma cena corrida após corrida. A corrida da China do ano passado foi a gota d’agua…

  2. Anonymous disse:

    Gostaria de saber o que aqueles que falaram tanto no final do ano passadoque o Räikkönen não gostava de testar tem a dizer sobre o numero de voltas do Kimi?

  3. Luiz Rossi disse:

    Só pra comentar o tema: essa estória do Nick Fry comentar que o Barrichello “será um piloto diferente em 2007″, e que “veremos outra pessoa neste ano”, “Rubens tem sido muito importante para nós, já que fez questão de melhorar os pontos em que achava que tínhamos deficiência, principalmente no controle de tração”… Sei não. Tá me cheirando a fritagem. Barrica que se cuide, porque a aposentadoria pode vir mais cedo do que parece…

  4. Anonymous disse:

    Spyker vêm forte, escutem meu aviso, eles vão por as favoritas no bolso.

  5. eduardo s sp disse:

    Não será surpresa mesmo se Barrichello for dispensado antes do fim da temporada, basta Rossiter e Klien andarem forte e ele continuar na balada do ano passado, lento e reclamando de tudo, e claro, o Button andar mais rápido que ele, aliás Fisichella tambem está nessa situação

  6. Anonymous disse:

    Pq será q a Toro Rosso não deu voltas ainda? Ah, sim, pq eles não têm carro. Essa equipe promete hein

  7. Anonymous disse:

    O Kimi ta testando bastante p/ se adaptar logo ao carro sim, mas não pq eles querem q o cara seja campeão. Acho que a gente tem que parar com essa paranóia de que os brasileiros são tidos como inferiores e por isso são excluídos bla bla bla… é lógico que a Ferrari quer ver ele começar a temporada integrado ao carro, afinal é uma equipe de ponta e seus pilotos são de alto nível, podendo ambos disputarem o campeonato. Se Kimi e Massa estiverem 100% é lucro para a Ferrari. Mesmo assim, eles não têm querer. Se Massa andar na frente, não tem como eles supervalorizarem o finlandês em detrimento do brasileiro. E vice-versa.

  8. roger disse:

    Olha…foi a coisa que mais me chamou atenção…o cara até não é um puta piloto mas tem um feeling de acerto que ‘poucos’ pilotos bons da década de 1990 não tinham!
    -Chego a concordar como fato de que o ‘jacaré não vai prao céu…’

  9. Guto disse:

    Na realidade, Rubinho andou 189 voltas: 64 v dia 08/02, 29v dia 30/01, 72v dia 31/01 e mais 24v
    no shakedown do carro em Barcelona. É um pouco mais mas ainda é muito pouco comparado ao
    número de voltas de Button.
    Grande abraço.

  10. Anonymous disse:

    Realmente estranho a paradeira do Rubinho. Esse cara é um puta piloto, mas nasceu com o lado errado pra Lua. sempre tem algo pra atrapalhar…

  11. Anonymous disse:

    e a galeria de hoje?? cade???

    =[[

  12. Gabriel Vargas disse:

    Se a Ferrari tá puxando tanto do Kimi, deve ser pq eles querem que ele seja campeão logo, em 2007. Querem que ele já comece a temporada perfeitamente integrado ao carro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>