MENU

27 de fevereiro de 2007 - 12:41Curiosidades, Notícias, Novos capacetes

Webber de casco novo

Como os indícios já apontavam, Mark Webber apareceu hoje no Bahrein de casco novo. A nova pintura (à esquerda) abandona o característico topo em amarelo e adota um azul Red Bull.

Ficou até mais bonito, mas descaracterizou. Webber sempre foi o cara do bizarro topo amarelo com manchas verdes. Agora é só mais um cara com um casco azul dentro de um Red Bull. No fim das contas, também não faz muita diferença. É só o Webber.

(Com agradecimentos ao Fábio Rocha e ao Herik Nelson.)

Comentários do Facebook

comentários

21 comentários

  1. Anonymous disse:

    o pé de chinelo australiano nao anda nada mas hoje o capacete do nosso pé de chinelenho ta com a mesma pintura marlboro estilo rubinho fumando

    cassio

  2. Anonymous disse:

    Na Moto GP sempre fui comum os pilotos alterarem os cascos todos os anos.

    Nem o Valentino Rossi tem uma pintura fixa.

    A única diferença na F-1 e que dessa vez muitos pilotos alteraram radicalemente os desenhos. Mesmo antigamente (anos final dos anos 60 e inicio os 70) não existia essa de ter pintura fixa.

  3. Lily disse:

    Pô, normal o F1 Rejects adorar o canguru, eles devem até lamentar que webber tenha marcado pontos suficientes para não entrar na galeria de heróis do site.

  4. L-A. Pandini disse:

    Para falar apenas dos brasileiros, Emerson e Piquet mantiveram as pinturas de seus capacetes praticamente idênticas do começo ao fim de suas carreiras, apenas aperfeiçoando os traços e cores. Muita gente acha que o capacete de Emerson era preto na década de 1970. Na verdade, era azul bem escuro e acabava parecendo preto em fotos e filmagens. Em 1978, ele pediu ao Sid Mosca para alterar o tom de azul, justamente para evitar que as pessoas pensassem que era preto.

    Piquet, por sua vez, teve o capacete ligeiramente alterado em 1978 (quando alguns detalhes que eram pretos passaram a ser vermelhos) e na fase Lotus (em que o capacete ganhou detalhes amarelos).

    Barrichello parece ir pelo mesmo caminho: pegue uma foto dele no kart e você verá o mesmo capacete de hoje.

    Capelli, interessante a sua observação sobre o capacete de Senna na McLaren. Isso chamou minha atenção na época. Quanto à época do kart, Senna teve várias pinturas, desde o “totalmente branco” até um capacete em que a metade superior era branca e a inferior tinha três faixas horizontais – uma azul, uma amarela e uma verde, não lembro em qual ordem. Esta última é de meados de 1979. Logo depois, ele adotou o amarelo com faixa azul e verde que o acompanhou para sempre.

  5. Capelli disse:

    Diego, sobre a questão da auréola brancam repare que o único piloto Marlboro que nunca a adotou foi Ayrton Senna.

    Nos anos 80, todo mundo que correu de Marlboro a adotou: Watson, De Cesaris, Prost, Lauda, Alboreto, Berger, Mansell… Menos Senna.

    Por sua lealdade com o Banco Nacional, que acreditou nele antes de se tornar um vencedor, Senna dava a eles garantia de espaço nobre no capacete mesmo não recebendo muito dinheiro.

    Assim, a Marlboro não interferiu em seu casco e ele preservou sua identidade por toda a carreira.

    É um caso interessante a ser observado.

  6. Capelli disse:

    A crítica não é a respeito das mudanças nas pinturas, elas acontecem como uma evolução natural. A crítica é quando ou a mudança é radical, descaracterizando completamente a pintura, ou quando é provocada por pedidos de patrocinadores.

    Obviamente quase ninguém usa a mesma pintura desde o kart, mas normalmente, uma vez que um piloto se estabelece e cria sua identidade, a marca do capacete fica.

    Foi o que aconteceu com Senna, Prost, Piquet, Mansell… Todos eles mudaram seus desenhos em algum momento, mas sempre como evoluções da pintura original. Nunca perderam suas características ou deixaram de ser reconhecidos.

    Olhando o Alonso de 2001 e o Alonso de 2007, você não o reconhece mais. O mesmo vale para Kimi, o mesmo vale para Trulli…

  7. Anonymous disse:

    quanta besteria esse assunto de capacetes descaracterizados. Nunca ocnheci um único piloto que manteve o desenho do capacete igual a época que começou no automobilismo.

    Para quem não sabe, aquele capacete amarelo do Senna não era o seu casco original, o original era branco com azul. O famoso capacete amarelo é uma descaracterização!!!!

    O mesmo vale para todos os pilotos. Eles raramente utiliza o mesmo desenho. Um raro caso contrário é o do capecete do Roberto Moreno.

  8. Diego Borges disse:

    Esse capacete novo dele me lembra aqueles de autorama que tinham adesivos colados..rsrs..como se essa tarja Vermelha descolasse.
    Esse “Toro Rosso” na orelha básico…aos poucos percebemos que alguns pilotos são movidos apenas pelo dinheiro..era bacana na época que o piloto valorizava mais sua identidade na formula 1, já que seus rostos estão escondidos…essas eram suas identidades dentro das pistas.
    É bacana ver as pinturas mas é triste ver que a cada Ano eles mudam tudo dinovo…
    Com isso de alguma forma damos valor aos pilotos mais conservadores…
    Por sinal, me tirem uma dúvida, pq os capacetes tem “obrigatóriamente” ter aquela ´auréola´ branca para os patrocinadores ? pq não ficam simplesmente em algum lugar do Capacete…veja o Capacete do Bruno Senna e do Massa como exemplo..descaracteriza muito…acho que deveria ser um direito mínimo dos pilotos conservarem seus capacetes e colocar seus patrocínios nos macacões..e no capacete apenas os que não descaracterize…
    sei lá..um ponto de vista apenas.
    Abraço a todos!

  9. Fábio Rocha disse:

    Tá igual ao capacete do Minassian (lembram-se deles ??), corre hoje na LeMans Series !!!

  10. MiguelGomes disse:

    É impressionante a cada vez mais falta de identidade… Ok, confesso que antes o capacete dos pilotos via-se melhor, mas agora? Bah… :)

    Abraço português!

  11. zorobadeu disse:

    Não importa a cor do apacete, o Webber vai continuar andando pouco e falando muito…. quem lembra de um tal eddie irvine… tão parecidos.

  12. Guilherme Rodriguez disse:

    Fiquei pasmado em ver o Webber na lista dos 50 pilotos mais rápidos da história… Prum cara que não fez nada é demais. O pior é que vários sites por aí, o f1rejects, o planet-f1, adoram esse maleta aí…
    Quanto ao capacete, transformou algo feio mais memorável em algo bonito, tipo dos que você compra na loja de motos.

  13. Flavio Soares disse:

    O Capacete melhorou. E foi uma inovação bonita, ao contrario de um certo carro aí que tem um globo terrestre pintado.

  14. Yuri Apolônio disse:

    Ficou mais bonito…
    Gosto de pinturas mais simples e diretas, mas como falou o Capelli, descaracterizou. Agora é acontumar-se com pilotos em equipes diferentes com capacetes diferentes, ainda bem que não é mais como antigamente, quando não apareciam os nomes em baixo eheehe

  15. Julio Cesar disse:

    “No fim das contas, também não faz muita diferença. É só o Webber.”
    simplismente magnifica frase..
    torna desnecessario qualquer comentario…
    capelli eh genio…

  16. Thiago disse:

    Daqui a pouco os pilotos da Red Bull e cia vão estar iguais aos pilotos daquela equipe da Nascar cujo “dono” é o exército americano.

  17. bruno mantovani disse:

    eu gostava do casco do webber…achava um dos ultimos com um grafismo fácil de guardar e se lembrar…

  18. Anonymous disse:

    Vai pareser uma continuação do carro não vai dar pra diferenciar, mas e dai é um nunca mostrou grandes coisas com o capacete amarelo. O azul pelomenos é mais discreto!

    Felipe Atch- Espirito Santo

  19. Anonymous disse:

    Essa modinha de trocar pintura está dando no saco. O capacete dele era feio e sem graça. Agora ficou mais sem graça ainda…antes tinha o amarelado bizarro pra dar uma diferenciada.

  20. Gucesar disse:

    Não acho que ficou descaracterizado: O desenho-base ficou o mesmo.

    E Capelli, cade a evolução dos cascos do Trulli?

  21. Anonymous disse:

    Trocou aquela feiura de capacete por esse capacete feioso. Pelo menos não pintaram de azul e cinza.
    E o Capelli segue adiando as críticas aos cascos do Trulli…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *