MENU

18 de abril de 2007 - 23:06Análises, Estatísticas

Precisa-se de piloto


Uma das grandes surpresas negativas da temporada atual tem sido a falta de resultados da Renault. Uma queda vertiginosa, de bicampeã mundial de pilotos e construtores em 2005/2006 para um desempenho pífio nas primeiras provas de 2007, sem conquistar um pódio sequer.

É sabido que a equipe francesa foi a que mais perdeu com a saída da Michelin, mas a queda de rendimento pode ter sido menor do que os resultados aparentam. Existe um fator predominante para a atual situação da equipe de Briatore: seus pilotos.

Fiz um breve levantamento para confirmar uma impressão que tinha e ela se confirmou: Fisichella está obtendo resultados parecidos com o que sempre obteve na Renault. O problema todo está na falta que Fernando Alonso faz.

Aos números, pois!

Em dois anos de Renault, o italiano subiu ao pódio em apenas 20% das ocasiões. Suas posições mais freqüentes ficaram entre o quarto e o sexto lugar, em 49% das vezes. Fernando Alonso, por sua vez, subiu ao pódio em 76% das corridas destas mesmas temporadas e foi responsável por 68% dos pontos conquistados pela equipe.

Agora tracemos um paralelo com a temporada atual. Fisichella terminou as três corridas em quinto, sexto e oitavo, marcando 8 pontos. Nada muito diferente de temporadas anteriores, se não considerarmos as duas vitórias esporádicas que ele conquistou. Para efeito de cálculo, elas não passaram mesmo de um ponto fora do desvio padrão, pois os primeiros lugares nunca representaram a posição natural de Fisichella.

Aplicando a mesma proporção de pontos do ano passado entre Fisichella e Alonso, os oito pontos do italiano corresponderiam a 32% da pontuação da Renault neste campeonato. Assim, podemos presumir que caso ainda estivesse no time, o bicampeão já teria marcado 17 pontos com este mesmo carro. Estaria empatado com Felipe Massa e brigando pelo título. Com 25 pontos, a equipe francesa estaria em terceiro no mundial de construtores.

Claro que trata-se apenas de uma simulação estatística, mas não deixa de ser interessante. A Renault perdeu fôlego, é inegável. Porém, caso tivesse um piloto de ponta, poderia estar incomodando as grandes. Fisichella continua sendo o mesmo piloto de sempre e Kovalainen está decepcionando. O problema dos franceses, como já diz aquela máxima, está naquela pecinha entre o banco e o volante.

Comentários do Facebook

comentários

26 comentários

  1. André disse:

    Olá queria começar minha carreira de piloto tenho um sonho e força de vontade DEUS me deu um dom mas nao tenho praticidade financeira gostaria de uma forma mais acessivel!

  2. Anonymous disse:

    Minha posição é de que toda crítica é bem vinda, contanto que feita com respeito, ainda mais quando dirigida ao “dono” da casa. Qual a razão dessa agrassividade?

    Felipe Piatigorsky

  3. Anonymous disse:

    ow entao por que nao entra no estado de circo palhaço deixa o capelli em paz e os outros comentaristas tambén respeito é bom e nos gostamos tá

    e alguem e eu assinamos com nomes diferentes sim eu mesmo assino também como Mclaren 88 e Daniel qual é o problema o proprio capelli
    mesmo me deu um aviso deixa ele e os comentaristas em paz ta

    cassio

  4. Capelli disse:

    Diego, nada contra seu post, muito bem escrito por sinal. Mas vou deletá-lo assim como fiz com os últimos enviados por este anônimo, por ser uma réplica a um texto que não ficará publicado aqui.

    Se algo não contribui para nada, não mais ficará registrado aqui. Tem gente que pensa que pode fazer de qualquer espaço seu próprio picadeiro. Pois que procure um novo circo em outra freguesia.

  5. Capelli disse:

    Felipe, concordo com você. No próprio texto eu avalio que a Renault realmente perdeu performance. Provavelmente Alonso não teria vencido nenhuma das primeiras corridas, caso lá ainda estivesse. Mas… você duvida que ele estaria incomodando?

    Você tem razão quando diz que ele roubaria posições do Fisichella. Porém, se não estivesse na McLaren, talvez a equipe inglesa estivesse mais atrás.

    São muitas variáveis, é claro.

  6. Anonymous disse:

    Análise muito interessante Capelli. É incrível como um piloto pode projetar uma equipe à frente!

    De qualquer forma, continuo com uma sensação de que a equipe não é tão competitiva, veja: Caso Alonso permanecesse ali, fatalmente chegaria na frente de seu companheiro de equipe ao contrário de que vem acontecendo com Kovaleinen, o que automaticamente faria com que Fisichella perdesse 3pts dos oito que conseguiu. Isso projetaria Alonso com 10pts na verdade, bem distante dos líderes!
    Parabéns pelo artigo!
    Felipe Piatigorsky

  7. André disse:

    Não adianta responder a esse Anônimo Capelli, esse cara deve ser um Fã enlouquecido do Fisichella, como ele não consegue congra-argumentar o pessimo desempenho do “primeiro-segundo”piloto em questão, ataca a quem fez o post que no caso foi você.

    PS: “primeiro-segundo” piloto sim, porque a renault não tem mais um primeiro piloto. Não consigo ver nessa equipe o “lider” dela.

  8. cassio disse:

    capelli no meu blog eu fix um post sobre aas decadenciaS DE honda e renault passe lá paraver o post esse é o primeiro de uma série de posts sobre os pneus bridgestona procurarei as plantas do carro e muito mais

    para entrar no blog é só clicar no nome em azul ver perfil e clicar cassio f1 veja meu trabalho lá
    quando voce tiver tempo passa lá tá?

    um grande abraço

  9. Capelli disse:

    Bruno, concordo com você. Apesar de não ter levado nenhum técnico com ele, a saída de Alonso influiu muito negativamente na Renault. A equipe, nitidamente, não confia em Fisichella.

  10. Anonymous disse:

    Capelli,

    Achei legal essa sua estimativa! Tenho certeza que com o Alonso o time teria conseguido pelo menos um pódio até agora. Mas além do problema dos atuais pilotos serem apenas bons e o chassi estar se adaptando aos novos pneus, acho que o fato do Alonso ter saído pode ter desmotivado o time, sendo outro fator negativo para o desempenho do time atualmente.

    Bruno D’Abreu

  11. Anonymous disse:

    Excelente comparação Capelli, nunca havia pensado assim do ponto de vista estatístico vou até fazer uma curva de Gauss, com os resultados de ambos.
    Ps estou postando anônimo por não ter conta no Google.
    Marco Aurélio Perez

  12. andre disse:

    Faz todo sentido a comparação.. Só acho realmente estranho o fato da equipe não conseguir disputar pelas primeiras filas nos treinos. Não lembro como foram os últimos inícios de temporada do Fisichella nos treinos, especificamente, mas acho que o desempenho era melhor que está sendo agora. Fica a grande dúvida se o Nelsinho poderia voltar a colocar a Renault na frente, mas seria muita pressão..

  13. RAMON disse:

    Não concordo com esta analise, concordo plenamente que o alonso faz falta mais pra mim o fato determinante é o peneu!

    lembrndo que o o fisico venceu australia 2005 e fez podio se não me engano ano passado na malasia com o “mesmo” carro do alonso!

    sobre as criticas anonimas isso é jogo baixo!!

  14. Mário Sérgio disse:

    Capelli,

    Não vou nem ‘analisar a sua análise’, pois outros , talvez mais competentes doque eu, já o fizeram … Quer apenas deixar uma sugestão com relação ao chato episódio aí de cima … Será que dava prá eliminar as postagens anônimas??? Quem quiser opinar crie um login e pronto … poder participar dos tópicos vale o pequeno trabalho … Eu tenho uma comunidade séria no orkut (Criadores de Cavalos Árabe) e durante muito tempo tivemos toda sorte de problemas com os ‘corajosos’ que não se identificam … foi só abolir a possibilidade e voltamos a tratar com civilidade e respeito….

    De qualquer maneira, parabens pelo trabalho…
    MSS

  15. alvobravo disse:

    Eh isso aih Capelli!!! Nem t estressa!!! Essa tua analise tah perfeita!!! Eh isso aih mesmo q tu disse!!! Continua com o otimo trabalho pq tah ficando viciante vir aqui no teu blog td dia!!! :) Vlw!!!

  16. Charles Dantas disse:

    Sua análise é coerente. Mesmo com todo o aparato tecnologico, um piloto ainda faz a diferença…Vejo que Fisichella e Kovalainen são apenas bons pilotos que não vão suportar a pressão de cobranças por resultados. Briatore tem como opções Zonta e Piquet para tentar resultados melhores ainda em 2007.

    um abraço…

  17. Diego Borges disse:

    Talvez o Anônimo nos mostre que o problema esteja na “REPIMBÓCA DA PARAFUSETA”…

    levando como exemplo a pecinha entre o banco e o volante.

    O problema dessa crítica do “Anônimo da Silva” está entre a cadeira e o monitor.

    Mas eu entendo, existem pessoas que discutem formula 1 da mesma forma que algumas pessoas descutem Futebol.

    Consciente da existência de pessoas assim, penso da mesma forma que no Futebol:

    - Esse assiste Formula 1 no buteco.

  18. Diego Borges disse:

    …afinal de contas…Alonso, Fisichella e qualquer mecânico pilotam exatamente iguais né?..coloque qualquer mecânico que o resultado dos 600 funcionários será o mesmo…(lógico que isso que falei só tem cabimento dentro do que o “ANONIMO” disse…)
    Analisando em porcentagem quanto Alonso e Fisichella conseguiram tirar do mesmo equipamento, espera-se que Alonso mantenha a mesma média de sempre em cima do Italiano, ou seja, em cima da análise do Capelli, a porcentagem diferencial entre eles com o mesmo carro levariam a tal soma de pontos.
    É uma análise bem pensada e simples de se entender(mas como diriam naquele Capitulo do Chapolin):
    - Só os inteligentes podem ver.

    hehehe…e nem precisa ser tanto para ver que a análise do Capelli tem Base e Lógica.

    Claro que gira em torno de uma simulação.

    Coloco apenas uma observação em cima da atual temporada (um pouco fora da comparação apenas dos pilotos e levando em consideração as equipes tb).

    Talvez a BMW não permitiria tal desempenho da Renault (como na simulação) levando-se em consideração que Alonso de Mclaren levou ultrapassagem por fora do Heldfeld de BMW.

    Deu pra entender o que eu quis dizer né?

    abraço a todos.

    PS.:È interessante quando alguém vem como ANONIMO criar caso ou criticar tal análise com tanto “peito” e não se identificar ou mesmo nos mostrar por A+B que sua crítica não passa de um mero “PALPITADOR” de quinta que toma as dores da Equipe do carro “ALL COLORS” da F1.(Renault).rsrsrs

    abraço Capelli!

  19. Fuel disse:

    Vou dar um exemplo: ano passado o Discovery Channel mostrou um documentário sobre o desenvolvimento do novo bico da Toyota. Testaram no túnel de vento 24h por dia durante 1 mês. Tudo isso para que? Para ganhar 3 décimos por volta. Quando eu vi isso pensei: isso é o que um fora de série ganha de um piloto comum.

  20. cassio disse:

    Capelli será que este carro é tão ruim como pensam? e só coloca gente boa como o Nelsinho E O POR EXEMPLO O Hamilton quem sabe da certo né meu?

    abraços

  21. Guilherme Rodriguez disse:

    “Em organizações que possuem até 600 funcionários colocar toda a culpa em cima de dois pilotos demonstra ignorância extrema.”

    Parece que piloto é algo um pouco mais importante que isso… Você sabe o que essas 600 pessoas fazem? Você acha que todas elas trabalham nos motores? Uma curiosidade, quando falam de uma equipe de 100 ou 1000 pessoas, algumas são os que preparam comida e varrem os boxes.
    Concordo totalmente com a análise do Capelli. Ignorância mesmo é achar que piloto tanto faz, e que em casos óbvios como Alonso e Fisichella, é por que deram o melhor carro pro Alonso…
    Acorda pra vida, rapaz!

  22. Bruno disse:

    Milton, bem lembrado.
    isso me mete medo por causa do piquet Jr.

    sei não se, baseado nos resultados (até agora) pífios de 2007, a renault não resolva fazer alguma cagada, fazendo assim com que o Nelson tenha dado um tiro n’água ao assinar com eles. seria uma pena, visto que na F1 é raro que alguem tenha duas chances como essa.

    salvo o Wurz, que vem fazendo um belo trabalho na Williams.

  23. Milton M. Bonani disse:

    É bom a equipe Renault de F-1 abrir os olhos porque o Senhor Carlos Gosh – Presidente da Renault – já disse que a F-1 é muito cara, e só faz sentido se obtiver resultados.

  24. Hugo disse:

    Belíssima análise! Isso é pra calar a boca dos que ainda dizem que esses carros andam sozinhos.

    Valeu Capelli

  25. Bruno disse:

    bela análise Capelli. nada como provar por A+B o que o bom senso tem nos mostrado. ótimo para os que se recusam a aceitar os fatos. se é que há alguem assim.

  26. Anonymous disse:

    Grande análise Capelli, mandou bem como (quase) sempre! Meu professor de estatística ficaria orgulhoso de ler esse texto, hehehe.

    Flw,
    Cristiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>