MENU

15 de abril de 2007 - 11:11Análises, Curiosidades

Refinamento aerodinâmico

O acontecido com Mark Webber durante a corrida de hoje serviu de exemplo para avaliarmos o refinamento aerodinâmico da Fórmula 1 atual. Basta o ar passar de um modo um pouco diferente e o carro pode ficar comprometido. Repare abaixo.


O problema na tampa do bocal de combustível, que ficou aberta depois do primeiro pit stop, gerou um fluxo de ar não previsto que acabou comprometendo o desempenho do Red Bull de Webber, além de ter destruído a pequena asa sobre o santo-antônio.

Comentários do Facebook

comentários

3 comentários

  1. herik disse:

    Acho que o maior problema deste carro da Red Bull está localizado entre o volante e o banco.

  2. Felipe Maciel disse:

    Muito bem observado, Capelli!

  3. Milton M. Bonani disse:

    Impressionante! As vezes pode parecer frescura tantos apêndices aerodinâmicos nos carros, mas vendo essa foto dá para sentir que na velocidade que eles estão andando, qualquer coisinha faz diferença. Pode ser para o bem ou para o mal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *