MENU

25 de abril de 2007 - 23:42Análises

Tampa maldita

Dica do Alexander Grun, que além de criar dicas ótimas para joguinhos de Excel, ainda presta atenção em corridas. Reparem na imagem abaixo, durante uma ultrapassagem de Alex Wurz sobre Mark Webber no GP da Austrália.


Notaram algo de estranho no carro do australiano? Não? Reparem novamente.

A tampa do bocal de combustível está aberta, tal qual aconteceu no GP do Bahrein. O canguru vinha em ritmo de corrida, não estava encostando. Por isso, a tampa não deveria estar em tal posição.

Problemas hidráulicos recorrentes na Red Bull?

Já que citei os jogos, uma boa novidade. Há um novo joguinho, ao estilo daquele dos capacetes, no forno. Mas com um grau de dificuldade bem maior. O Grun está, neste momento, preparando mais algumas daquelas dicas hilárias. Mais novidades em breve.

Comentários do Facebook

comentários

6 comentários

  1. Grünwald disse:

    Personalidade é uma coisa. Braço é outro.

  2. Anonymous disse:

    Bom qtu a braço a Red Bull não deixa a desejar, os dois pilotos até que conseguem tirar oq pode mas os carros os deixam na mão… Até que o desempenho do Lego está melhor doq eu imaginava, pois isso é bom… A F1 precisa de sujeitos dos tipo bem gente boa, como o grande Lego, mas como ele fica no máximo até ano q vem ou até mesmo final do ano, vai deixar saudades…
    Hoje em dia só surgem pilotos robôs, sem muita personalidade.

    -Tiago-

  3. Grünwald disse:

    Quando o Newey pensa em projetos a longo prazo, invariavelmente os carros quebram muito no início. Isso aconteceu em todos os projetos vencedores dele. Vide Williams-Renault e McLaren Mercedes, que demoraram a engrenar, mas depois se firmaram como as melhores máquinas do grid. Dinheiro para isso a Red Bull tem. Vamos ver se eles decidem contratar alguém decente para guiar, né? Fora isso, pode acontecer com Newey o que aconteceu com John Barnard, que era um gênio e, de uma hora para outra, perdeu a mão do negócio.

  4. Felipe Maciel disse:

    O carro da Red Bull deixa a desejar. O Coulthard, por exemplo, não conseguiu completar sequer um única corridinha este ano. É bom o Newey se virar rápido porque a coisa tá feia!

  5. Garcia disse:

    Segundo a própria Red Bull a tampa aberta foi culpa d eum problema hidráulico sim, e você lembra que a asa do Santo Antônio dele estourou? Segundo a equipe foi culpa do fluxo errôneo de ar provocado pela abertura da tampa…

    Coisa d Fórmula-1… ele passou mais da metade da corrida assim e o Coulthard chegou a ter esse problema também, mas durou pouco!!!

    Em uma Fórmula-1 tão meticulosa isso pode ter sido a causa do baixo rendimento do australiano!!!

  6. Paulo Felix disse:

    Capelli,
    Espero que o novo joguinho venha de encontro à minha sugestão de ser sobre os carros menos conhecidos da F1 ao longo dos anos, ou então das “mulheres e namoradas mais famosas”. Mas põe também as soluções…

    Um abraço de Português de Lisboa
    Paulo Félix

    P.S. estou ficando fã do seu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *