MENU

15 de outubro de 2007 - 12:51Notícias

F1 na Globo até 2010

Segundo o colunista Daniel Castro, da Folha de São Paulo, a Record bem que tentou, mas não vai levar. Na coluna da última sexta-feira, Castro revela que a FOM renovou os direitos de transmissão da Fórmula 1 com a Rede Globo até 2010.

A nota na íntegra:

“A Record voltou a procurar a Federação Internacional de Automobilismo para tentar tirar a Fórmula 1 da Globo. Argumentou que a concorrente descumpriu contrato quando interrompeu a transmissão de um GP, em maio, para exibir missa do papa Bento 16. Mas não colou. A Fórmula 1 continua com a Globo – pelo menos até 2010, segundo a emissora.

A Globo já vendeu as cinco cotas de patrocínio da temporada de 2008 da Fórmula 1. Todos os atuais patrocinadores renovaram. Cada cota custou, na tabela, R$ 48 milhões.”

Mas não vejo isso como um mau sinal. São públicos e notórios os muitos problemas da transmissão global, mas duvido que a emissora dos bispos fosse fazer algo superior. Seria o mesmo, ou até pior. Na dúvida, melhor o que a gente já conhece.

Muitos acreditam que a mudança de emissora fosse trazer uma cobertura mais detalhada e aprofundada. Mas se nenhuma TV aberta consegue aprofundar nem a cobertura futebolística no país, que é um esporte muito mais fácil de entender e explicar, quem dirá a automobilística. Não haveria como, não faz parte do modelo de negócio de nenhum canal aberto do país.

O que realmente faz falta no Brasil é uma transmissão ao vivo em tv a cabo, com cobertura mais detalhada, mais câmeras, em formato widescreen. Mas que não deve pintar por estas bandas antes de 2009.

Comentários do Facebook

comentários

19 comentários

  1. rubinho disse:

    Podem falar o que quiserem, a GOBO é a GLOBO, o resto é resto.

    A GLOBO é profissionalismo e qualidade em tudo que faz,só po isso é a melhor…

  2. ruben Merlo disse:

    que e coisa ruim e mais os outros poderam ser pior ou muito pior ate que não tenha alguem especializado em automovilismo (como na argentina tem) ate um canal 24 horas de corrida vão seguir pondo bobagens na cabeça dos brasileiros ate ficar bobos totais

  3. João Carlos Viana disse:

    Cuidado com essa história da Record transmitir corrida. Me lembro que na corrida inaugural da CART em 2001, a Record começou a transmissão 1h antes e a cobertura foi show. O tempo passou e menos de dois anos depois, se passava um VT de 30 minutos da corrida na hora que dava para se passar no domingo. Me lembro que não assisti a corrida que deu o título do Gil em 2001 pois só se passou um VT de manhã e na transmissão local, passou outro programa. Não duvido que o pessoal do Edir Macedo possa fazer algo parecido.

  4. Anonymous disse:

    É pessoal, a falta de informação, os ufanismos vai continuar.
    Para que quiser relembrar grandes corridas, acesse no “YouTube” digitando:
    -”Platavidoes1″.

  5. Robson Leandro da Silva disse:

    Capelli, não consigo enteder o stress que as pessoas tem com a Rede Globo (na verdade com o seu locutor Galvão Bueno). Hoje em dia nós temos, aqui em São Paulo, três emissoras de rádio que trasmitem a corrida (Rádio Bandeirantes, CBN e Jovem Pan AM).Ou seja, basta diminuir o som da tv e ficar com as imagem e o áudio de qualquer uma dessas rádios. Pra quem manja de inglês, as opções aumentam porque, via internet a pessoa pode ouvir as trasnmissões da Radio 5 da BBC com quase nenhum delay.

    Eu não ouço a voz do Galvão já tem uns 10 anos… :)

  6. L-A. Pandini disse:

    Capelli, desculpe mas… PQP!!!!!!!!!!!!!!!!!! Se isto pudesse ser chamado de música, seria a pior que já ouvi na minha vida. Chegar ao fim disto foi um exercício penoso.

    Com todo o respeito que o sr. Adolphino merece como ser humano, algumas coisas precisam ser ditas: a letra é pueril (para dizer o mínimo) e repleta de erros de todos tipos. A música não tem métrica, não tem rima, não tem nada. E a interpretação…

  7. Danilo disse:

    Bem lembrado Paulo, mas tem que ver que a A1GP pra esses comentaristas brasileiros é tudo novidade. Principalmente sobre o piloto poder usar os botões de turbo durante X vezes nas corridas. O máximo q o Vanucci mencionou foi sobre o botão 1 unica vez, pra quem é novato fica boiando. E a A1GP passa na redetv pra quem não sabe.
    Mas voltando ao assunto das missas de domingo lideradas pelo Frei Galvão, na minha opinião, sempre foi uma coisa fraca. Sobre puxar a sardinha pros brasileiros, naum reclamem, cada país puxa a sardinha de seu piloto, inclusive a Itv. A menos mal é a Speedy Tv americana, por não ter piloto correndo na categoria, aí naum tem como puxar a sardinha de ninguem hehe. Já mandei um e-mail uma vez ao capelli pedindo pra ele falar sobre as transmissões porcas do Brasil e sobre a falta de 1 canal “pago” e serio sobre automobilismo e que passe a F1. Esqueçam o Speed TV brasileiro, pq aquilo é um lixo total. Eles focam totalmente em seus narradores (q são fraquíssimos) e muitas vezes nem o audio da corrida vc ouve. Falta o audio original selecionavel, seleção Wide e N coisas.
    Sobre a rede bobo ter deficit na copa, adivinhem o pq?! Tv satelite digital, Com canal wide-screen selecionavel, multicameras ajustaveis, audios em 5 linguas, canal exclusivo e ao vivo com os melhores momentos e trocentas coisas mais. Isso na Directv, que hj se juntou a Sky, A melhor dupla narrando a copa foi Marco Alfaro( q narra no speed tv, e naum manja nada de narração de corridas) e Ivan Zimmerman (esse é muito comédia), essa dupla vc assistia os jogos rachando o bico. Disparado a melhor dupla de narradores da copa.
    Mas o correto a ser feito sobre o canal supremo e que passe F1 na tv paga, seria justamente 1 que se dedicasse claramente a transmissões sérias focadas numa abordagem de transmissão supondo que os telespectadores são pessoas que “entendem” de automobilismo, e não o que a porcaria da globo faz, que transmite supondo que seus telespectadores tem sindrome de Down ou alguma paralizia Cerebral.

  8. Paulo H. lombardi disse:

    e depois de ver o Vanucci narrando a A1GP, não reclamo mais do Galvão ehehehehe
    e eu particularmente ainda não confiaria a transmição nas mãos da Record!

  9. Paulo H. Lombardi disse:

    quanto a parcialidade… todos aqui vimos a transmição do erro do Hamilton na TV Espanhola né! hehehehe

  10. Mario Bauer disse:

    Na verdade o problema não é a própria Globo, mas a falta de criatividade.

    E, é claro, alguns dos personagens que a representam em termos de cobertura da F1…

    Mario Bauer
    http://www.gpinsider.wordpress.com

  11. Anonymous disse:

    Chama o Doutor Stock pra explicar.

  12. f1 circus disse:

    Muira reclamação por nada. A Rede Globo transmite as corridas com seriedade. Tanto que, diferentemente de várias redes internacionais, não há sequer intervalos no meio das corridas. Quanto ao sujeito que disse ver corridas na Alemanha e reclama de Galvão Bueno, deveria focar-se nas patetadas dos narradores alemães e sua infinita parcialidade em prol de Schumacher.

    Ainda bem que a F1 continua com a Globo.

  13. Bruno disse:

    olha.. perto da piada que a indy é na band, prefiro assistir na globo mesmo.
    tem um narrador babaca que quer saber mais até que o ex-piloto? tem.
    tem transmissão fraca, parcial, puxando sardinha pros brasileiros? tem.
    falta exibirem a coletiva depois da corrida? falta.
    falta dar explicações técnicas, materias mais aprofundadas e bem feitas? falta e muito (principal pecado, na minha opinião).

    porém, eles ao menos se prezam a passar as corridas no horário (tá, as classificações no oriente foram sacanagem). em se tratando de tv aberta brasileira, ja é demais. então deixa como tá. pelomenos temos a certeza de que eles irão por a corrida no ar, e ao vivo.

  14. Fernando Horta disse:

    Bem, vamos ao que interessa:

    - a cobertura da Globo aos GPs deixa a desejar sim, inclusive a própria emissora fazia coisa bem melhor na época do Senna (Sinal Verde, abertura da transmissão mais longa), muito embora não fosse algo que desse pra chamar de qualidade excepcional. há quantos anos não vemos uma câmera exclusiva da Globo captando algo?

    - exemplos de transmissão vem da ITV, que apesar de pequenos comerciais durante a prova, mostra ± 1h de especiais antes da prova, entrevistas, resumos, explicações, vídeos bem produzidos e tem uma abertura muito show de bola! ah, e depois da prova vem a coletiva, mais entrevistas, e pra terminar 30s de cenas do GP.

    - Record não realizou nenhuma transmissão esportiva que chamou a atenção de alguém ou superou o bechmark da Globo. Muito obrigado, mas pra fazer aquela bagunça de mudança de emissora que sumiu com a Indy/IRL/Cart aqui no Brasil, ora sendo de SBT, Manchete, Band, seilámaisquem… deixa como tá.

  15. Herik disse:

    Capelli,
    Tudo bem que pode não sobrar muito dinheiro para a Globo, o que eu não acredito. A questão é a falta de cuidado mesmo.
    Quanto custaria um programa de 30 ou 15 minutos antes das corridas? Convenhamos que a programação nas manhãs de Domingo – Globo Rural e etc – pode ser relocada com mudança de horários, até porque isso ocorreria em 25% dos Domingos do ano. E material de boa qualidade não faltaria, pois até as próprias equipes fornecem “releases” de imagem com declarações de pilotos, engenheiros, boas imagens de carros nas pistas e etc. A ESPN e outros canais fazem isso. Ah, mas aí mostraria os patrocinadores das equipes… não pode nem falar Red Bull, né? Nem 5 minutos do velho “Sinal Verde” temos mais!
    E a qualidade das matérias apresentadas? Será que precisam ser tão bobas, tão babacas e cheias de ufanismos? Ora, acho que quem acompanha F1 hoje é, em sua maioria, de gente que gosta de corridas, e não apenas quem quer ver um brasileiro ganhar.
    E o narrador das corridas? Melhor nem falar.
    Sinceramente, nada justifica o que a Globo faz.

  16. Leonardo disse:

    O fato é: em termos esportivos, a Globo é ruim, mas os outros são deploráveis.

    Exemplo: A palhaçada que aconteceu na penúltima corrida da DTM transmitida pela Bandeirantes.

    Tenho oportunidade de assistir fórmula 1 na Alemanha e eu falo que a Globo é uma merda pelos seguintes motivos:

    1-Tem um narrador que só fala merda, quando deveria se limitar a narrar,

    2-Corrida é posta pra segundo plano, me lembro que as vezes a transmissão começava no meio da volta de aquecimento – isso pra não mencionar os treinos que ocorreram nas duas últimas corridas. Aqui a parada começa umas duas horas antes da corrida, é MUITO mais interessante porque eles usam o paddock como mesa redonda, conversam com alguns pilotos (e não uma ou duas perguntas pra um piloto da casa cuja imagem nem aparece durante a transmissão) mais o Niki Lauda como comentarista (se bem que não tenho nada a reclamar do Reginaldo Leme).

    Ah, eles transmitem as entrevistas coletivas depois da corrida também. Enfim, não cortam NADA do que têm direito a mostrar. Seria muito pedir pra fazerem isso, que seja na tv fechada (se é que Não fazem)

  17. Capelli disse:

    Herik, os números podem até impressionar (48 milhões por cota), mas tenho dúvidas se o que sobra líquido é tanto assim.

    É preciso debitar deste faturamento o preço dos direitos (que são altíssimos), os custos de transmissão, aluguel de satélite, os custos de viagem…

    Deve até dar lucro, mas não deve ser muito. Para se ter uma idéia, a Copa de 2002 deu à Globo um prejuízo de US$ 210 milhões. O rombo só não foi maior por causa dos tele-sorteios, que amenizam um pouco a perda financeira.

  18. Anonymous disse:

    lamentavel fia e globo juntas são o pior conjunto do mundo até pior que o conjunto chassi motor andrea moda/judd

    cassio

  19. Herik disse:

    Seria o caso de “ruim com eles, pior sem”? Não sei.
    Mas é fato que a cobertura da F1 dada pela Globo é fraquíssima, rasa e, como quase tudo que a emissora produz, parte do princípio de que seus telespectadores são retardados mentais.
    E, com uma cota individual de R$48 mi, fica claro que a Globo deveria tratar seu produto de forma muito mais cuidadosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>