MENU

6 de julho de 2008 - 11:10Análises

Positivo e Negativo – Inglaterra

Positivo: Lewis Hamilton e Rubens Barrichello. Os dois grandes nomes da corrida, com desempenhos superiores nas condições adversas. Vitória e pódio merecidíssimos.

Negativo: Ferrari e Felipe Massa. A primeira, por comprometer mais uma corrida de um piloto seu, dando seqüência a uma série que beira o inadmissível. O segundo por ter protagonizado um verdadeiro fiasco, com cinco rodadas e um merecido último lugar.

Comentários do Facebook

comentários

8 comentários

  1. Anonymous disse:

    Luiz

    Favorecimento do Kimi?? Rapaz… se eu fosse piloto e tivesse um “favorecimento” desses, eu dispensava, kkkkkkkkkkkkk tem cada uma.

  2. Luiz disse:

    Eu acho que a ferrari está querendo que o Raikkonen seja campeão, para assim abandonar a F1 e o Alonso vir já em 2009. Os problemas maiores sempre acontecem com o Felipe. E o massa já não é grande coisa como piloto então a tarefa fica facilitada. Sempre quando o Massa vai se distanciar do Kimi, ocorre algum problema com Massa. Os erros de Kimi na maioria, são causados por ele mesmo. Como sempre achei, desde a época de schumacher, a ferrari trabalha muito mal.

  3. Anonymous disse:

    Cinco rodadas ? ou foram Seis mesmo ?

  4. Luiz Sergio disse:

    Como uma porrada daquelas na sexta-feira, o correto era a troca do chassi, pois o Felipe rodou hoje até na reta.

  5. Anonymous disse:

    Hiedfeld foi quem mais guiou hoje.
    Disparado o melhor , Hamilton errou sozinho e ganho mais pelo erros dos outro .
    Barrichelo andou muito e provou que pode ser rapido ainda

  6. Anonymous disse:

    Bruno,

    Ainda com relação ao Heidfeld, ele protagonizou duas ultrapassagens fantásticas. Me lembro de uma (salvo engano), um pouco antes da reta dos boxes, que ele passou por fora uma Toyota e na mesma curva, por dentro, uma McLaren. Depois, quando Alonso e Kovalainen disputavam posição(salvo engano também), quase no mesmo ponto, o Nick “papou” os dois de uma vez.

    Edgar

  7. r/t disse:

    É, Brawn, Byrne e Todt fazem muita falta

    So se espera que a Ferrari agora de volta com a italianada estupida no comando, não volte a aqueles tempos mediocres de 1980 a 1992 (em 1993 Todt chegou, em 1994 venceram corrida)

    Aliás, lembrem se que em Fuji, an passado, os pilotos da Scuderia não pararm na pista pela mesma escolha errada de pneus, e ainda tomaram punições por infração ao regulamento

  8. bruno disse:

    capelli, você não achou que o heidfeld merecia destaque também?

    salvo engano, foi o ÚNICO a não dar nenhuma escapada de pista durante a corrida…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>