MENU

13 de novembro de 2008 - 16:50Intervalo Comercial, Vídeos

Intervalo Comercial: Banco Nacional

O Thiago Alves envia este comercial do Banco Nacional, estrelado por Ayrton Senna. Está com cara de ser de 1989.

Desse eu não lembrava, mas me recordo de outro, também do Nacional, que não encontrei no Youtube. Ele era exibido sempre antes das transmissões da Globo nos anos 80, aparecia um volante animado na tela e o Galvão Bueno narrava: “Daqui a pouco, vamos torcer por Ayrton Senna, nosso campeão Nacional”. Alguém mais lembra disso?

Comentários do Facebook

comentários

34 comentários

  1. Comercialzinho tosco. O guarda-chuvas gira na cara do gerente.

  2. Luiz Soares disse:

    Ola amigo! Nao sou de ficar fazendo comentario, mas eu queria parabeniza-lo pelo otimo site que voce tem! Continue com esse otimo trabalho!

  3. Alex disse:

    Me lembro de um comercial do Banco Nacional que nunca mais ví em lugar algum. Era um onde, no final, o Senna dava autógrafo na camiseta branca de uma fã. E o comercial era todo feito com som de um solo de guitarra. Quem porventura se lembrar e souber onde encontrar esse comercial, por favor divulgue. Valeu.

  4. splashandgopenalty disse:

    Ivan,minha pergunta não tem nada a ver com essa foto…Por que não foi gravada mais nenhuma edição da Rádio GP…?Por acaso você,o Victor Martins,Flávio Gomes,o Bruno Vicaria e às vezes a Alessandra Alves pensam em retomar as gravações?Cara,aquele era o MELHOR PODCAST da Internet,e na época que não foi dada a seqüencia das gravações eu nem entrava muito no site;só soube quando não vi mais nada gravado.Por favor,se vocês puderem voltar a gravar,todos os fãs de AUTOMOBILISMO,e não exclusivamente os de pilotos brasileiros,irão agradecer,pela credibilidade e competência de todos vocês.

  5. João Gabriel disse:

    Não é de bobeira que o Nacional não existe mais hahahahahahaha

  6. Mario Salustiano disse:

    fui cliente do nacional na epoca em que Senna comecou a correr na F1, cheguei a ganhar um vídeo institucional do banco com um breve resumo da carreira dele um fato interessante é que a produtora do vídeo pertencia a Galvão Bueno e sua ex-esposa , o que explica um pouco toda a idolatria que o narrador nutria por Senna, evidente que Senna confirmou toda a expectativa e se tornou grande no automobilismo mundial, mas desde essa epoca sempre achei o Galvão tendencioso pelo fato de ter ganho dinheiro com o nome de Senna

  7. EDUARDO DE CAMPOS disse:

    Corrigindo: o Bamerindus foi incorporado pelo HSBC e não Unibanco.
    As melhores propagandas de bancos foram feitas para o Bamerindus.
    Tinha aquele barbudo (não era o Lula nem Papai Noel) que falava com
    um largo sorriso no rosto e também as músicas citadas anteriormente.
    Um abraço a todos.

  8. EDUARDO DE CAMPOS disse:

    Hamilton, não tenho certeza, mas a música a qual você se
    refere aparecia numa propaganda do Bamerindus.
    O Banco que dizia que “…o tempo passa, o tempo voa/
    E a poupança Bamerindus continua numa boa…” Só que
    o tempo passou e o Banco também … para o Unibanco.

  9. Hamilton disse:

    Então a propaganda é de 1991?

    Hum… faz sentido, vejam só o cabelo do Senna, que inspirou o personagem Senninha, é dessa época mesmo… em 89 era mais curto…

    O Verde lembrou ótimas propagandas do Nacional, e na verdade não são de ano novo, mas de Natal. Tem aquele jingle que ficou tão famoso que hoje em dia é cantado como se fosse uma música natalina:

    Quero ver, você não chorar
    Não olhar pra trás…

  10. Verde disse:

    Confirmo que o comercial é de 1991.

    O Nacional, que se complicou naquela época em que vários bancos quebraram por se sustentarem à base de produtos indexados às altíssimas taxas de inflação, sendo que esta foi combatida pelo Plano Real, foi um dos bancos que tinham alguns dos melhores comerciais de TV da história. Destaco o do Cartão Nacional, lançado no começo dos anos 70, e o do Ano Novo de 1977 para 1978, ambos no Youtube.

  11. Oswald Martins disse:

    Que me desculpem o momento viúva, mas pra mim, comercial do Nacional eh esse!

    http://www.youtube.com/watch?v=VVdLZRUH510

  12. Há um comercial do banco Nacional com Ayrton Senna que colocaram no documentário “Muito Além do Cidadão Kane”.

    Para quem não sabe, é uma produção inglesa produzida pela BBC em 1992. Na época, o canal britânico e a Globo competiam pela quarta posição entre as maiores redes de tv do mundo.

    A BBC fez um documentário sustentando a influência política desmedida da Globo. Independente do mérito de sua tese, também era uma época em que Mansell e Senna duelavam na F1. Senna aparece duas vezes no documentário: uma no comercial do Banco NACIONAL e outra numa notícia do Jornal NACIONAL (é crianças, o nome do programa não veio à toa…).

    Se você nunca viu esse documentário, tudo bem: a família Marinho conseguiu proibir sua veiculação no Brasil ;). Quem conseguir uma cópia no mercado negro, verá que é um doc bem decente, até.

  13. Ney disse:

    Que tosqueira! No quesito filme de banco, o Nacional está conseguindo superar o HSBC.

  14. Hamilton disse:

    a propaganda do Nacional que eu mais lembro é a dos gatinhos no telhado e o Senna no alto de uma escada, olhando pra eles.

  15. Esse da lancha tem no documentario mto alem do cidadao kane.

  16. Manoel Beltrão disse:

    Eu me lembro de outro… Ayrton andando pela lancha dele aí…
    O narrador pergunta: “Ayrton, a lancha tá rápida?”
    Aí ele responde: “Rápido?! Rápido mesmo é investir na Poupança Imediata no Nacional”

    Mais tosco que esse diálogo, eh que antes de cortar o comercial, já mostra o Ayrton saindo da posição.

  17. Carlos Eduardo disse:

    Concordo com o Renato. Na verdade, acho que tem melhorar para ver se ficar ruim…
    Aliás, ele deve estar se revirando na tumba vendo o sobrinho usando o nome dele para, sem conquistar qualquer título, comprar uma vaga na F1…E ainda a gente lembra desse infame comercial …

  18. Kadu Nogueira disse:

    Legal mesmo é a cara de pamonha do tal do Henrique… no Aurélio Ilustrado, a palavra “peixe fora d’água” vem com a foto dele ao lado!

  19. Hamilton disse:

    Quanto ao “carro do Alonso” do Lima, o aerofólio traseiro está fora das medidas de 2009!

  20. Hamilton disse:

    senhores, quanta falta de memória! o Banco Nacional caiu em desgraça e foi comprado pelo Unibanco em 1995!

    O Senna sempre foi sondado por empresas oferecendo patrocínio, mas sempre optou pelo Banco Nacional. Segundo o livro do Ernesto Rodrigues, ele dizia que quando era estreante bateu em diversas portas e a única que o recebeu foi o Banco Nacional. Por isso, mantinha-se fiel ao patrocinador, mesmo que recebesse pouco para divulgar a marca. Não fazia questão de receber a mais ou a menos, naquela altura. Ficou mais pela gratidão. O último contrato dele com o banco, segundo o livro, foi assinado num guardanapo de avião, se não me engano.

    Sempre fiquei imaginando como seria o capacete do Senna com o logo do Unibanco, se ambos não tivessem desaparecido…

  21. Capelli,

    Ao que parece, a Renault já lançou o NOVO carro do Alonso (e não é hibrido!)

    http://f1around.wordpress.com/2008/11/13/presente-de-natal-para-o-meu-alonsinho/

    Abs

  22. Hugo Becker disse:

    Tem cara de ser de 1990, mesmo.

    E convenhamos: há quase 20 anos atrás, o Senna era muito melhor garoto-propaganda do que é o Massa hoje, não? Aliás, naquela propaganda da Bridgestone, o Massa aparece de forma tão natural e espontânea quanto o rosto da Hebe e seus 428 anos de idade.

  23. Aderson Pereira disse:

    Os comerciais com o Ayrton eram mais “assistiveis” do que os do Piquet.
    Aquela voz de pato do Nelson é de matar.
    Quem não lembra daquele comercial horrivel dos chinelos Rider??

  24. José disse:

    Tem cara de 90.

  25. Bruno disse:

    esse banco faliu????

  26. Z.zaum disse:

    A pergunta é será que ele tinha dinheiro no Nacional !?!? aheuaheuahe xD

  27. Rafael Duarte disse:

    Capelli

    Esse que voce comentou eu nao lembro… Me lembro de um no qual ele faz um paralelo entre dar um autografo e assinar um cheque. Lembra?
    Abraco!

  28. Renato Rolim disse:

    Comercialzinho ruim de doer. rs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>