MENU

20 de março de 2009 - 18:09Análises

Fim da polêmica

Acuada pela pressão das equipes, pilotos e opinião pública, a FIA mudou de ideia e resolveu “adiar” o sistema de classificação “só vitórias” para 2010. Digo adiar entre aspas porque, na prática, acho difícil que ele seja realmente implantado. A rejeição foi muito grande e a FOTA, desde o início, posicionou-se contra a medida autoritária e antipopular. A única voz dissonante foi a de Flavio Briatore, mas como o italiano adora criar polêmica e está de olho na sucessão de Bernie Ecclestone, não serve como parâmetro.

Ainda que por linhas tortas, o bom-senso venceu. Mas o fato vai deixar fortes cicatrizes, a chaga da queda-de-braço FOTA x FIA está exposta. E a entidade máxima do automobilismo mundial nunca esteve em posição tão fragilizada desde o grande racha de 1982. Em condições normais, Mosley e Ecclestone bateriam firme o pé. Se recuaram tão rápido, é porque estão na defensiva. E o assunto não será esquecido até a assinatura do próximo Pacto de Concórdia. Se é que ele virá.

Comentários do Facebook

comentários

33 comentários

  1. [...] de ideia e resolveu adiar o sistema de classificação só vitórias para 2010. fique por dentro clique aqui. Fonte: [...]

  2. Sérgio disse:

    Capelli, talvez eu esteja perguntando algo óbvio, mas minha dúvida é: afinal, foi mantido o sistema de pontuação antigo ou vão implementar o novo modelo, aprovado unanimemente pela FOTA?

  3. Vejam só o que encontrei no blog do Rodrigo Mattar. Um comentário de alguém que trabalhou com o Mosley e conhece ele bem mais do que qualquer um de nós aqui: Ricardo Divila. Vai bem ao encontro do que escrevi sobre tudo isso ter sido feito de caso pensado:

    http://colunas.sportv.com.br/amilporhora/2009/03/20/barulho-no-chateau-fia-deve-recuar-na-decisao/comment-page-1/#comment-8993

  4. Capelli, a questão é que o enfrentamento à FIA hoje ganhou uma dimensão bem maior do que o episódio que conhecemos de 1982. O que estamos vendo agora é algo inédito, com todas as equipes trabalhando e pensando juntas para o bem do esporte (e delas mesmas, não podemos esquecer). E isso, de alguma forma, deve ter feito Max & Bernie pensarem muito sobre a influência que isso teria no público quanto à imagem que ele tem da FIA e seu poder na tomada de decisões.

    Com a Fota ganhando cada vez mais a simpatia do público, e com Mosley e Ecclestone cada vez mais cientes disso, não duvido nem um pouco de que prevaleceu aí a vontade de mostrar quem manda mais, mesmo tendo que pagar um preço alto por isso: a gritaria geral que vimos esta semana. Mosley, principalmente, não conseguiria resistir a experimentar esse gostinho.

  5. Alexandre Hoelz disse:

    O antigo sistema de pontuação (10,6,4,3,2,1) era ótimo porque valorizava a vitória. O atual (10,8,6,5,4,3,2,1) tem o mérito de premiar até o oitavo colocado. Para juntar os dois bastaria dobrar a pontuação dos cinco primeiros no regulamento antigo (20,12,8,6,4) – quem entende um pouquinho de matemática sabe que dá na mesma – e completar com 3,2,1 até o oitavo.

  6. Onyas disse:

    Antipropaganda ou não, o fato é que esta última semana esse foi um dos assuntos mais comentados.

    É aquele negócio: “falem mal, mas falem de mim”.

    A F-1 é muito maior do que isso…

  7. Capelli, de forma alguma a opinião pública fez com que a FIA voltasse atrás. Conforme comentei ontem com alguns amigos, a FIA fez isso de caso pensado, fazendo todo mundo de marionetes (pilotos, equipes, imprensa e torcida), ainda mais tendo um lobo astuto como o Max Mosley no comando.

    Isso é típico do Max. Primeiro cria algo absurdo, no intuito de gerar burburinho, para depois anunicar o que parece mais sensato e lógico. Basta lembrar da palhaçada dos motores únicos. Falou o que quis, esperou quase todas as equipes chiarem, para depois voltar atrás. É típico.

    • Capelli disse:

      Alexandre, dessa vez a coisa foi bem mais pesada… uma coisa é lançar um balão de ensaio via imprensa para criar polêmica, típico de Max & Bernie. Outra é fazer todos os membros do Conselho Mundial da FIA de palhaços e gerar uma rusga desnecessária entre a entidade e as equipes.

      Se isso foi feito de caso pensado, foi muito mal pensado.

  8. Jobson disse:

    Lembro que uma vez Max Mosley anuciou que ia renuciar à presidência da FIA. E voltou atrás e continuou no cargo. Depois daquele seu caso de “orgia sexual nazista” não renuciou e nem conseguiram tira-lo de seu posto. Agora mais uma vez vai tentar à reeleição depois de tudo que vem fazendo para o mal do esporte.
    Bernie Ecclestone que só pensa em dinheiro ao ponto que ninguém possa usar a nomenclatura F-1 ou algo que a lembre, parece que terá outras coisas para se preocupar, a quantidade de “bens” que vai perder para sua esposa que pediu o divórcio.
    Vai demorar mais um pouco, mas não vejo a hora desses dois idiotas deixarem mundo automobilistico em paz.

  9. Bruno Pagiola disse:

    Acho que essa derrota do Bernie Ecclestone é uma luz no fim do túne da F-1…Acho que finalmente as equipes acordaram e resolveram afrontar o cidadão e a FIA. Acho que se a FOTA existisse a uns 4 anos atrás, organizada como temos hoje, aquela categoria das montadoras, que ameaçava sair do papel, teria tido sucesso. Pode parecer pouca coisa, mas já é um primeiro passo.

  10. felipe fugazi disse:

    já passou da hora das equipes criarem uma liga independente, igual a dtm e a lms, não ia faltar país querendo promover essa categoria.

  11. fidjas disse:

    caro capelli,

    gostaria de entender o que acontece com o tal difusor de ar nos bolidos?
    o que eh?
    como funciona?
    o que a brawn fez de certo, ou errado?
    o que a mclaren fez de errado, ou certo?
    o que diz a regra?

    obrigado,

    fidjas

  12. PAULO SANTOS/RJ disse:

    A União faz a força (e o açúcar também).

    A FOTA conseguiu vencer nessa queda de braço. E isso é bom, pois mostra para os antiquados vovôs da FIA (Bernie e Mosley) que eles não estão com o monopólio da F1.

    E tem outra: será que o titio Bernie pensa que quando morrer, vai levar a fortuna dele no caixão?

    Abraço a todos

  13. Aderson disse:

    E o placar atual é:
    Opinião Publica 2 x 0 Bernie Eclestone

    Mais uma vez o velho gaga teve suas ideias esclerosadas enviadas para a PQP.

  14. Ron Groo disse:

    Tem mais por trás disto do que vamos saber.
    mas ainda assim gostei. Tomara que o proximo passo seja a saida de Bernie And Max.

  15. Heitor Montes disse:

    Esse ano tem eleição pra presidente da FIA, será que tem chance do Max Mosley perder? Tô torcendo pra que ele saia

  16. Fala sério, Capelli, vc acha ralmente que a pressão dos fãs realmente foi preponderante para que a FIA e Max Mosley voltassme atrás em sua decisão? Nem um pingo!

    A FIA foi pega na sua própria rede, pois se levasse adiante esse sistema de pontuação impopular ela iria contra a integridade de seu próprio regulamento, o que desacreditaria todas as decisões polêmicas — ou não— que ela já tomou. Isso é um princípio jurídico e a FIA, ao menos, tem o sistema jurídico francês como base para sua legislação esportiva.

    Temos que agradecer a esperteza e habilidade da FOTA, que usou das mesmas armas da FIA para derrotá-la e himilháperante os fãs, imprensa e o público em geral que segue o esporte.

    A FIA segue um modelo de gestão ditatorial e unilateral, que está s elixando para o que os fãs, a imprensa, dirigentes ou equipes pensam. Ela impõe suas decisõe à força e nunca voltou atrás por qualquer clamor público.

    Eles puseram Ayrton Senna, o maior ídolo do esporte de joelhos, por que iriam importar-se hoje com o público?

    A FOTA merece o apoio de cada fã da Formula 1. Ela fortaleceu e muito a sua reputação perante torcedores e, quem sabe, essa vitória é uma prova de que, se as equipes permanecerem unidas, elas podem gerenciar o esporte mandar Bernie Ecclestone e Max Mosley às favas.

    • Capelli disse:

      Becken, nada é dissociado… concordo, a FIA não dá a mínima bola para a opinião pública. Mas a FOTA dá. O clamor público certamente deu respaldo para que a FOTA decidisse encarar a FIA de forma mais veemente. Se o público em geral tivesse gostado, talvez a FOTA não tivesse decidido bater de frente.

      Porém, vamos tomar cuidado com os lobos em pele de cordeiro. Basta lembrar do que fez a Honda para saber que as montadoras não são confiáveis. Não bato palmas para esses caras não.

      O algoz de ontem é o redentor de amanhã, como diriam os fãs de Barrichello sobre Ross Brawn…

  17. Fábio Mota disse:

    Na realidade as equipes ficaram mais preocupadas com o Teto no orçamento, quem se manifestou contra a regra de definição do campeão foram os pilotos e a opinião pública.

  18. Com essa briga entre a FIA contra a FOTA, a única prejudicada é a F1.
    Uma pena.
    Ainda bem que que voltaram atrás, a ansiedade de ver a F1, voltou!
    ;D

  19. hgarantes disse:

    ret @ivancapelli FIA recua e desiste do “título por vitórias”. Ainda que por linhas tortas, o bom-senso venceu. http://migre.me/bJV #F1

  20. Gustavo AM disse:

    Só tenho uma coisa a dizer: vitória dos fãs do automobilismo.

  21. Edgar disse:

    Agora poderemos aguardar sem estresse o fim de semana do GP da Austrália. Tomara que, apesar da FIA, o campeonato seja tão bom quanto 2007/2008.

  22. Splashandgopenalty disse:

    Felizmente ficou por um fio a tentativa da FIA e de Bernie Ecclestone de diminuir a importância de um dos melhores esportes do mundo,senão o melhor.O campeonato iria ficar um lixo,com esse critério de pontuação,supervalorizando a vitória e quase que inutilizando as outras posições.Mesmo que por pressão externa,eles reconsideraram e a coerência venceu.

  23. F1 A.L.C. disse:

    agora, ao final do campeonato vamos ter a polémica de si o sistema teria funcionado neste ano.

  24. Capelli disse:

    FIA recua e desiste do “título por vitórias”. Ainda que por linhas tortas, o bom-senso venceu. http://migre.me/bJV

  25. marcellus disse:

    Ae, a FIA mudou de idéia (eu gosto com acento): http://tinyurl.com/d7lhxc Até que demorou! :D

  26. Lg disse:

    Mais um golpe de mestre dos Srs. Max e Bernie. A menos de 15 dias do início do campeonato os caras conseguem em meio a uma das maiores crises financeiras de todos os tempos fazer uma propaganda gigantesca da F-1 sem gastar um único centavo. Todos os jornais, sites, blogs, emissoras de Tv e rádio, especializados ou não falaram desta mudança que já estava programada para não entrar em vigor mesmo. Chamaram a atenção de todos com esta manobra, ate quem não acompanha e nem mesmo sabe nada da F-1 comentou o assunto.

  27. Eduardo Casola Filho disse:

    A Fórmula 1 virou uma esculhambação!!!!!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>