MENU

26 de abril de 2009 - 11:32Análises

Positivo e negativo: GP do Bahrein

Positivo: Jenson Button, perfeito da primeira à última volta. Veloz, consistente e seguro, é o piloto do ano até aqui.

Negativo: BMW Sauber. Não é uma equipe para andar o tempo todo nas últimas posições.

Comentários do Facebook

comentários

11 comentários

  1. Onyas disse:

    Considerando a dificuldade que Barrichello teve ao ultrapassar a fraca Renault do Nelsinho, a estratégia de chamá-lo ao boxes foi acertada…

  2. Jonas disse:

    A BMW é a negativa do ano! Não conseguem melhorar, e já ficaram pra trás da Ferrari e da Mclaren… Daqui a pouco as Force India também passam…

  3. KBK disse:

    Webber também não fez nada, levando em conta o carro que tem.

  4. Renato disse:

    Sobre a BMW ser o ponto negativo do Gp do Bahrein, o Capelli tem toda a razão.
    não ouvi falar do Heidfeld hoje, e só falaram do Kubica porque ele se inroscou com o Nakajima duas vezes.

  5. Mirax disse:

    A McLaren já se aproximou das atuais grandes. Vamos ver se no próximo GP, ela atualiza os carros prateados, para embaralhar ainda mais esse campeonato.

    O Hamilton ainda vai dar trabalho pra Brawn GP, Toyota e RedBull.

  6. Seu Mário disse:

    Eu até acreditaria no contrário, caso a Brawn GP estivesse completamente absoluta. Mas, totalmente a vontade ela não está. Sabe que as outras aos poucos estão chegando, e com grana pra fazer. E Ross Brawn, assim como meio mundo, sabe em quem deve investir. Não creio que o piloto brasileiro será esquecido, até porque precisa de ambos, mas, de certo, Jenson está em vantagem moral dentro da equipe. Rubens tem sido mediano. É dura a realidade, mas é fato.

  7. Seu Mário disse:

    Com Vettel, Toyotas e Hamilton começando a morder o tendão de Aquiles da Brawn GP, é mais do que certo que o Barrichello já esteja na condição de segundo piloto.

  8. Bruno R. disse:

    Olha, meu humilde palpite foi de que o pitstop do Rubens foi antecipado para evitar que ele ficasse preso atrás daquela confusão Trulli-Vettel-Hamilton. Como ele estava mais rápido, e bem mais rápido, talvez foi pensado que se ele descontasse na pista o tempo do pit, poderia voltar à frente.

    O problema foi que depois do pit, ele voltou atrás da briga entre Raikkonen e Glock, na prática não surtiu efeito, ele continuou preso atrás de outros carros.

    Acabou em quinto, que é o que provavelmente ele teria feito sem o pit.

  9. Romeu disse:

    Negativo foi o Galvão dizer que Wright estava no paddock acompanhando a corrida, sendo que ele já faleceu faz tempo.

    Quem estava lá era Nick Mason nos boxes da Red Bull. Nos treinos livres apareceu uma imagem dele conversando com Coulthard nos boxes.

  10. Mibson Fuly disse:

    Quanto a Barrichello, fica difícil entender o que Brawn quis obter com uma estratégia que até para leigos parecia ineficaz de cara. Nem mesmo um problema de pneu parece justificar tal procedimento. A equipe terá de dar explicações muitíssimo convincentes. Vamos aguardar.

    • Capelli disse:

      Foi ineficaz porque Barrichello não foi bem no terceiro stint. Se tivesse feito o mesmo que fez no segundo, teria ganho a posição de Hamilton.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>