MENU

28 de maio de 2009 - 0:43Curiosidades, História, Pergunte ao Capelli

Pergunte ao Capelli: Vitórias em todos os continentes

Arte: Reprodução/vmapas.com

Arte: Reprodução/vmapas.com

Capelli, minha pergunta é a seguinte: existe algum piloto na Fórmula 1 que venceu em todos os continentes (América, Europa, Ásia, África e Oceania)? Não precisa ser necessariamente na mesma temporada. – Márcio Luís Duarte

Márcio, a pergunta é muito interessante. Considerando apenas as provas válidas pelo Mundial de Fórmula 1, não existe nenhum piloto que tenha vencido nos cinco continentes.

Como provas nas Américas e na Europa são mais comuns, todos os grandes vencedores possuem conquistas nestes dois continentes. Porém, os outros três é que acabam fazendo a diferença. Alain Prost e Nigel Mansell, por exemplo, nunca conseguiram vencer um GP na Ásia. Em seus respectivos períodos de atividade, apenas o Japão fazia parte do calendário, etapa na qual nunca conseguiram lograr sucesso. Niki Lauda, por sua vez, ficou devendo a Oceania, nunca tendo conquistado um GP da Austrália. Vale considerar que ele pôde disputar apenas um, justamente sua corrida de despedida da Fórmula 1, em 1985.

Jim Clark, que venceu na América, Europa e África, ficou devendo no continente asiático, onde não aconteciam corridas na época. Ele até venceu várias na Oceania pela Tasman Series, um espetacular campeonato de pré-temporada que ocorreu na Austrália e na Nova Zelândia entre 1964 e 1967.

Três dos maiores nomes da história da Fórmula 1 possuem a mesma brecha no currículo. Ayrton Senna, Michael Schumacher e Nelson Piquet nunca conseguiram vencer no continente africano, embora tenham reinado em todos os demais. Piquet disputou seis GPs na África do Sul, Senna quatro e Schumacher apenas dois. Sem vitórias para nenhum deles.

Para os pilotos atuais, atingir tal meta é impossível. Embora hoje o calendário esteja repleto de corridas na Ásia (Japão, China, Bahrein, Cingapura, Turquia e Abu Dhabi), já há 16 anos a África não é mais visitada pela Fórmula 1.

Comentários do Facebook

comentários

33 comentários

  1. Ira disse:

    Olá Capelli,

    Há algum tempo procuro o significado da palavra “espetaculo” (do lat. Spetaculum), que remete aos atos de festas públicas do idos romanos…Mas, pode existir alguma comotação aos atos de “espetamento das cabeças em hasta pública” (que naquelas épocas poderia ser uma festa popular…)o que poderia ser considarado como o verdadeiro “spetaculum”?

    Abraço.

  2. omar disse:

    capeli. Não está hora de voltar a ter corridas da F-1 na África do Sul e na Argentina e México?.

  3. alexandre disse:

    ai pessoal nao podemos esquecer dele,,,,, RUBINHO,,,,,,,,,,,hushauhauhauhauhau
    quem sabe se a nasa der um foguete só pra ele,,,,,,

  4. Júlio disse:

    Ninguém ganhou em todos os continentes, visto que na Antática, nunca foi realizada uma prova, lembrando que são 6 os continentes

  5. Sandro disse:

    Eita, e nos outros anos quem foi que “estragou”?
    Acredito que os planos do francês era ser campeão do mundo, creio que nenhum piloto faz planos para vencer em todos continentes ou sequer pensa nesse tipo de estatística quando está correndo. E mesmo com o Senna “estragando” os planos do francês ele foi campeão em 89 e 93, e ainda deu uma pressão danada em 90 com uma Ferrari nitidamente inferior ao super-carro da McLaren.

  6. Sandro disse:

    Prost chegou perto de vencer nos cinco continentes. Por pouco, o frances não vence no continente asiático. Em 88, 89, 90, e 93 Senna “estragou” os planos do frances…

  7. Eduardo Casola Filho disse:

    Apesar de não ter ganho corridas em Kyalami, o Piquet tem motivos pra se lembrar bem desta pista, foi onde ele ganhou o seu segundo título, em 1983, naquela corrida em que o Prost abandonou e o Galvão continuava contando o tempo do pit, huahauhauhaua…

  8. Victor disse:

    seguindo esse raciocínio, apenas as temporadas de 1992 e 1993 tiveram corridas em todos os continentes

  9. Hamilton disse:

    nunca correram na Antártida, óbvio… mas lembro da propaganda do Hollywood com o carro da PacWest pilotado pelo Gugelmin correndo na neve… cigarro mata, mas fazia cada propaganda bacana…

  10. Abreu disse:

    Falha nossa. Leia-se 5 continentes.

  11. Abreu disse:

    Miguel, ia dizer a mesma coisa. Foi na corrida do título em 1983. Por pouco o Piquet não carimbou os 4 continentes. Teve aquela corrida em Kyalami 81 também, em que o Piquet foi pole( chegou em segundo ) e o Reutemann venceu por largar de slicks na pista molhada, contando com a secagem rápida proporcionada pelo ar rarefeito. Depois a FIA anulou o resultado da corrida.

  12. Miguel disse:

    Se bem me lembro, o Piquet deu uma vitoria para o Patrese em Kyalami.

  13. Victor disse:

    Estou esperando algo sobre Helio Castroneves…

  14. Erik disse:

    Quais são os pilotos que já venceram 3 vezes na Indy 500?!?!?

  15. Mário Salustiano disse:

    Capelli

    se nós levarmos em conta no período que o piloto esteve em atividade, quantos deles venceram em todos os continentes que disputaram, acho que apenas Clark atinge esse objetivo pois a na Asia não havia disputas na decada de sessenta

    abraços

    Mário

  16. Alexandre Santiago disse:

    Bacana esta estatística, nunca tinha pensando em tal situação.
    E se me fosse perguntado, diria que o Schumacher teria vencido em todos os continentes.

    Valeu Capelli.

  17. Arthur Simões disse:

    Capelli.Me tira uma dúvida antiga,por favor;

    A Tasman Series fazia grande sucesso e proporcionava grandes corridas.
    Mas por que nunca colocaram uma prova de uma desses circuitos da Tasman no calendário de F1????
    Não sei se chegaram a pensar nisso na época,provavelmente sim,mas pq nunca occoreu uma prova desses circuitos na F1????

    Para se ter uma idéia,mesmo com a Oceania tendo muito sucesso na F1,com ótimos pilotos(Hulme,McLaren,Amon,Brabham,mais tarde o Jones,isso só decabeça)a primeira corrida no continente só ocorreu em 1985(Adelaide)!!

    Mas resumindo,hehehehhe
    Por que demorou tanto tempo para acontecer uma prova de F1 na Oceania,mesmo com o sucesso da Tasman Series e de seus pilotos e equipes????????

    Abraços!

  18. Lucas Brunini disse:

    Não seria 16 anos sem corridas na África, ao invés de 17?

    Em 93 teve corrida em kyalami, África do Sul. Estréia do Barrichello, inclusive.

  19. Capelli,
    A Tasman Series, ocorreu entre 1964 e 1969, com um regulamento de motores de 2,5 litros, e depois até meados dos anos 70, com o mesmo regulamento da F 5000 – embora este último período tenha sido de menor relevância.

  20. Realmente falta uma prova na África.

  21. Verde disse:

    O Prost passou bem perto disso. Venceu nas Américas (Jacarepaguá, Interlagos), venceu na África (Kyalami), venceu na Oceania (Adelaide) e, obviamente, venceu na Europa. Em Suzuka, Japão, passou perto em 88, 89 e 93.

    Aliás, Capelli, fazendo uma estatística pequena nesses dias, cheguei a uma conclusão interessante: o Alonso venceu em 18 pistas diferentes, mesmo número do Ayrton Senna. O Schumacher é o recordista, vencedo em 26 ou 27 pistas, não me lembro. O espanhol ainda pode se tornar o piloto mais versátil da F1, faltando vencer, do atual calendário, Interlagos, Spa, Istambul, Valência e Abu Dhabi.

  22. Ridson de Araújo disse:

    ah, novo post, acho que escrevi bem nesse
    Escrevo questionando a existência de um racha na Fota, questionando se há mesmo uma identidade na Formula 1..uma análise de historiador e convido a todos a lerem se puderem. Tá mei longo, mas acho que tá bem didático
    http://historiasevelocidade.blogspot.com/2009/05/racha-na-fota.html

  23. Pedro Mendes disse:

    Capelli:
    Não foi falado no nem do kimi nem do alonso, que creio eu venceram em mais continentes que Jim Clark e companhia. Creio mesmo que a esses 2 so lhes falta vencer em Africa, e o Button vai ficar na mesma situação se vencer este ano no brasil. quantos pilotos venceram em 4 continentes?

  24. Jonas Martins disse:

    O circuito de Kyalami onde acontecia o GP da África do Sul é um dos meus preferidos… A GP Masters corre por lá e as corridas são recheadas de emoções…

  25. ELF_TL72 disse:

    Capelli:
    GP da Turquia conta como Europa ou Ásia? Istambul está bem na divisa. De que lado do Bósforo o autódromo está?

  26. KBK disse:

    Jim Clark chegou a ganhar na Oceania pela F1?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *