MENU

22 de agosto de 2009 - 11:33Análises

Fiasco

Foto: Divulgação/Ferrari

Foto: Divulgação/Ferrari

Luca Badoer sairá na última posição do GP da Europa, guiando uma Ferrari. Não bastasse a posição em si ser constrangedora o suficiente, tudo o que a cercou conseguiu ser ainda mais vergonhoso. Badoer foi um arremedo de piloto no final de semana até aqui. Errava em todas as voltas, não andava rápido, perdia o traçado. Levou incríveis quatro multas por excesso de velocidade nos boxes. Em resumo, fez fiasco. Ficou claro para todos, que não está preparado para andar na Fórmula 1. A pergunta que fica no ar é: precisava desse constrangimento todo?

Desde a saída de Ross Brawn, seguida pelo afastamento de Jean Todt, a Ferrari vem acumulando patuscadas de toda ordem. São erros grotescos de estratégia, erros em pit stop, alguns absurdamente infantis, como aquela troca de pneus de Kimi Raikkonen no grid depois do prazo limite. E agora, uma nova faceta de bobagens se revela: o erro administrativo.

A começar pela apressada divulgação de que Michael Schumacher estaria de volta. Foi criado todo um frisson que culminou na ducha de água fria: “brincadeirinha… ele não volta não”. Se o problema foi dor no pescoço, desmaio ou desavença contratual, pouco importa. O que importa é que ficou claro que a equipe fez uma divulgação apressada e inconsequente. E que, mesmo tendo praticamente um mês inteiro para planejar a substituição de Felipe Massa, não soube fazê-lo.

A decisão de colocar Luca Badoer para correr, por mais nobre que possa ter sido graças à extensa ficha de bons serviços prestados ao time, foi ridícula. Há dez anos afastado das corridas e com mais de 38 anos de idade, Luca não tinha a mínima condição de guiar competitivamente num final de semana de Grande Prêmio. E a Ferrari não conseguiu detectar isso, não soube fazer uma avaliação e acabou expondo um importante membro de sua “família” a um ridículo público. Isso não se faz.

É bom que se diga que Badoer não é um incapaz. Ainda que não tenha uma trajetória brilhante na Fórmula 1, foi campeão de Fórmula 3000, andou muito bem ao lado de veteranos como Michele Alboreto e Pierluigi Martini na Minardi e na Scuderia Italia. Nunca foi um prodígio, é fato, mas não merecia essa humilhante exposição pública.

A Ferrari se humilha, saindo em último lugar. A Ferrari humilha Luca Badoer, que paga mico em público. E demonstra uma gigantesca incompetência gerencial. A continuar assim, vislumbro uma temporada caótica em 2010, caso realmente Fernando Alonso corra ao lado de Felipe Massa. Para ter sob o mesmo teto dois pilotos geniosos, competitivos e que já andaram se estranhando no passado (lembrou do “va cagare?”), é preciso uma estrutura preparada para controlar a situação. E se nem a organizada McLaren conseguiu segurar a rivalidade entre Alonso e Hamilton, imagine o que não pode acontecer na bagunçada Ferrari. Será o caos absoluto. E a concorrência, além de dar risadas, agradece.

Comentários do Facebook

comentários

35 comentários

  1. Reinaldo Marques Jr. disse:

    A Ferrari parece que perdeu o bonde da competência…ô lôco!!!
    Pô….o Nelsinho acabou de sair da Renault, tá desempregado e era só a Ferrari fazer um contrato por duas ou três corridas com o brasileiro e pronto….não seria motivo de tanto comentário sacaneando a equipe.
    E não precisava nem ser o Nelsinho….colocava o Sato, Bruno Senna…sei lá…..mas, um roda presa, fala sério!!!!

  2. An∂ré disse:

    Correção: quando eu disse Domenicali acima, referi-me na verdade ao di Montezemolo.

  3. [...] Fiasco | Blog do Capelli – Automobilismo, Fórmula 1, charges e patacoadas http://www.blogdocapelli.com.br/2009/08/fiasco – view page – cached Luca Badoer sairá na última posição do GP da Europa, guiando uma Ferrari. Não bastasse a posição em si ser constrangedora o suficiente, tudo o que a — From the page [...]

  4. An∂ré disse:

    No fundo o que eu acho é que a Ferrari botou fé no Badoer mas não esperava que ele estivesse tão despreparado. Duvido que com um Domenicali gerindo a Ferrari teriam posto de ânimo leve um piloto reconhecidamente fraco. Deram uma oportunidade ao italiano por tudo o que ele representa, mas não contavam com tamanho despreparo. A situação é provavelmente tão simples quanto isso. Seria incompetência dentro da gestão da equipe? Não necessariamente. A decisão foi bem sucedida? Certamente que não, foi muito arriscada, e falar depois de ver os resultados é fácil. A incompetência vem mais atrás, na questão do aparentemente inexistente programa de formação de novos pilotos.

    Incompetência assumida será manter o Badoer nas próximas corridas. O que é preciso garantir, entretanto, é a salvaguarda da sua imagem, dada a situação extremamente difícil em que se meteu.

  5. Igor Padrão disse:

    Até ler essa matéria não tinha pensado o acontecido como uma humilhação pública. Mesmo assim fiquei imaginando a cidade natal do piloto assistindo-o ser último em todos os treinos. Mas devemos dar crédito a ele por estar 10 anos sem competir. Quem sabe na próxima corrida ele esteja melhor. Essa coisa de humilhação me parece tempestade em copo d’água. Até pode-se dizer que Badoer foi uma má escolha, mas uma vez feita, não há porque se esperar nada dele de imediato.

  6. Szeliga disse:

    não tem a ver com o post, mas… a brawn está de patrocinador novo?

  7. AUGUSTO disse:

    O Domenicalli inventa e um piloto conduzindo uma Ferrari fica a um segundo e meio do décimo nono colocado e a três segundos do seu colega de equipe. Se estivesse valendo aquela antiga regra dos 107% acima do tempo do pole ele nem largaria.
    Acho que não deveria ser só a batata do kimi que deveria estar assando pelos lados de maranello, mas também de um certo Domenicalli.

  8. Fabrizio Salina disse:

    Meu prezado Capelli, admiro muito seus pontos de vista, mas nesse caso, sou obrigado a discordar de suas colocações. Nunca foi a intenção inicial da Ferrari colocar Badoer, sempre pensaram em Schumacher, mas não deu. ( porém a integra do anúncio inicial nunca deu certeza da presença dele)
    Você acha que o Luca se acha exposto? Não! Era tudo que esse sujeito queria, ele sabia do risco, e qualquer fã de velocidade, de escuderias, acha justa a decisão de dar-lhe a oportunidade. Em tempos utilitaristas, mercenários até, não se pode criticar uma equipe por efetivar o piloto de testes da casa. É decisão coerente e justa. Sei que a F1 vive de resultados, mas se formos pensar só nesses termos teremos de dar razão a todas essas sandices de regras, pactos e burrices que tem sido feitas ultimamente, em detrimento do esporte e so almejando lucros. Ora, vocês comentaristas defendem uma F1 mais humana, mas são os primeiros a classificar de “ridícula” qualquer iniciativa, ainda que de boa vontade, que não produza efeitos na pista. E, por fim, antes de Badoer (re)estrear, não li sequer um comentário questionando sua capacidade e a corência da efetivação. Alguns sugeriram outros nomes, mas não colocaram em cheque eventual escolha do italiano. Por favor, sejamos menos imediatistas! Será legal ver uma Ferrari largar na última fila. Não era isso que todos queriam, que se quebrasse a rotina?

  9. Ridson disse:

    bem afiado, Capelli. Penso exatamente o mesmo que vc. A Ferrari colocou alguém na berlinda, mas ele terá mesmo um teste de fogo em Spa. Amanhã será um dia para passear com uma Ferrari na belíssima pista de Valência. Curioso pensar que é uma cpista até larga, mas com tão poucos pontos de ultrapassagem. Até a GP2 foi assim.

    Confiram lá no Historias e Velocidade nossos pitacos para a corrida:

    http://historiasevelocidade.blogspot.com/2009/08/gp-da-europa-pesos-e-pitacos.html

  10. Marcelo Bergamasco disse:

    Capelli, o que esta escrito atrás do capacete do Luca Badoer? Tem alguma coisa com o Schumacher?

  11. Sidewinder disse:

    Já estava tudo combinado. O próprio Domenicalli havia previsto com a sua bola de cristal que o Badoer terminaria o treino classificatório no “reto” do grid.
    O dirigente disse que não foi nenhuma surpresa o desempenho do piloto, portanto, a meta do time foi cumprida de forma satisfatória.
    E dane-se aquele que insiste em ficar chiando.

  12. Bruno disse:

    O anuncio prematuro do Schumacher teve uma causa bastante nobre e coerente: Evitar que abutres como Bernie Ecclestone e organizadores do GP de Valência pressionassem a Ferrari para a colocação do Alonso no carro número 3, devido a “punição” da Renault…Tanto que foi só a Ferrari confirmar o Badoer que a Renault recebeu liberação para correr em Valência…

    Quando ao Badoer, acho que não chega a tanto…A Ferrari não tem ambição nenhuma neste ano, ainda mais agora que não conta com seu principal piloto. É diferente da situação da 1999, quando a Ferrari estava brigando pelo título e precisava de um piloto mais “preparado” para substituir o contundido Schumacher, como foi o Mika Salo…E o próprio Badoer, pra mim, não tem nada a perder, se lhe foi oferecida esta chance, merecida por anos e anos de serviços prestados como piloto de testes, por que não aproveitar? Acho que o menos preocupado com o desempenho é o Próprio Badoer…

  13. Eduardo Cruz disse:

    E foram tantos textos, colunas e comentários, questionando se agora, finalmente, o Badoer conseguiria marcar seu primeiro pontinho na F1. Não é por nada não, mas acho que à partir de agora, tem que se perguntar se o Badoer consegue terminar uma corrida, mesmo que andando de Ferrari, e a quantas voltas do líder. O triste será se tomar volta do Algersuari. Se o garoto encostar pra colocar volta, o Domenicalli, num gesto consciencioso (se é que esse mané tem consciência) deveria chamar o Badoer no rádio e dizer: meu filho, chega, já fizemos a homenagem. Agora, entra no box com cuidado pra não ser multado e não bater em nada, bate no cinto e vaza pro motor home, sem falar com ninguém. Já passamos vexame demais.

  14. Luis Skinner disse:

    Capelli,

    Belo texto! Concordo com você em gênero, número e grau!

    Luis.

  15. Eduardo Casola Filho disse:

    Eu acho que se a Ferrari colocasse o Ivan Capelli (o original) no lugar do Badoer, não ia ser tão vexatório pra Ferrari…

  16. Nemosan disse:

    Me mato de rir com a “cegueira” de certos tiffosi.
    O que se passou este fim de semana foi humilhante sim.
    Mostra que a Ferrari não tem uma escola para jovem pilotos. Mostra que para uma equipa tão desejada pelos pilotos, apenas conseguiu apresentar um piloto completamente desenquadrado da f1 actual, e por favor nao me venham falar em lealdade, porq essa nao pega.
    E o Badoer vai correr amanha porq é um piloto ferrari, porq se um piloto de uma Force India, Toro Rosso, hj eu estaria a ler aki todos akeles que defendem o Badoer a gritar bem alto para que este piloto fosse expluso, a reclamarem com a FIA para tirarem a super licença de piloto porq seria um perigo para todos os outros pilotos, seria uma chicane movel.
    Será que estão esquecidos dos comentarios do Filipe Massa sobre a estreia de Alguersuari?
    Se eu fosse o Badoer teria vergonha e nao apareceria mais.
    Hoje ele foi batido por novatos com carros muito mais fracos que o dele.

  17. Alguém esqueceu de citar um “pequeno detalhe” mas que fará uma enorme diferença…
    O Badoer é sim piloto de testes da Ferrari, daqueles que quando uma F360 fica pronta na linha de produção ele liga, acelera e desliga p/ ver se ficou tudo certo…
    Abraços

  18. BigWings disse:

    Tenho certeza de que se a Ferrari tivesse pedido permissão das demais equipes para o Badoer testar, nenhuma delas recusaria, pela situação do piloto. Mas ficou putinha porque não deixaram o Schumi e o orgulho falou mais alto.

    Bem feito.

  19. Eduardo Casola Filho disse:

    Concordo em gênero, número e grau, Capelli, a Ferrari é grande demais pra se sujeitar a uma situação dessas, e essa última posição é realmente algo que a Ferrari plantou, desde a saída do quarteto que fez a Ferrari grandiosa de novo nos últimos anos (Todt-Brawn-Byrne-Schumacher)
    e enquanto não apareça alguém com capacidade pra assumior, a Ferrari vai ser a esculhambação que é.

    E acho muitos pilotos mais capazes que o Badoer para assumir que a própria Ferrari poderia arranjar, o Gené tá ativo, Nelsinho também, Bourdais idem, alçar alguém da GP2 era outra idéia, até o Burti, que já foi piloto de testes da Ferrari me parece mais preparado pra correr do que o Badoer, a Ferrari pagou muito caro pela péssima escolha.

    Sobre uma possível dupla Massa-Alonso, a encrenca parece formada, embora a regra seja que não pode os dois se engalfinhar na escuderia, os bastidores a coisa vai esquentar, pois nenhum dos dois aceita ser o segundo, e tirando o Schumacher ou se um dos dois estiver fora da parada, a Ferrari não vai favorecer nenhum dos dois, e é fato!

  20. Luís Morais disse:

    Capelli, acho que o motivo da Ferrari por o Badoer, é pra desenvolvimento do carro (pois testes são proibidos agora). Não poderia ser?

  21. Becken disse:

    Desculpa, Capelli, mas que exagero dizer que a Ferrari se humilha em público.

    Não sou grande fã da equipe, mas no fundo a Ferrari tem um um grande apreço por todo os membros do seu staff, incluindo aí os pilotos reservas — como toda boa organiozação italiana eles se consideramuma família e isso é elogiável…

    Há rumores de que Badoer será dispensado e substituido por Fisichella como piloto de testes em 2010 e dar-lhe uma oportunidade de pilotar oficialmente pela mais tradicional é mítica equipe é um prêmio sim, pela lealdade de tantos anos e pelos bons serviços.

    Afinal, se quisesse, a equipe poderia por quem ela quisesse no lugar do Felipe.

    Sim, ela pode substituí-lo em Spa, mas eu acho admirável a atitude e a lealdade.

    Quando um piloto é dispensado, como no caso do Nelsinho, há sempre a reclamação de que a Formula 1 é um lugar selvagem e que não se honra contratos nem palavra, mas quando uma equipe deseja dar suporte a um de seus membros, mesmo um que não tem capacidade de fazer o trabalho no nível de um um titular, se critica a equipe.

    Sinceramente, eu não sei afinal qual o meio termo. Ah, ainda tem a corrida amanhã…

  22. Nita Pereira disse:

    Boa análise do @ivancapelli. Shame on Ferrari tsc tsc http://www.blogdocapelli.com.br/2009/08/fiasco/

  23. Concordo em tudo com o último parágrafo, venho batendo nessa tecla há algum tempo. Os torcedores da Ferrari querem muito o Alonso lá, mas não acho que ele seja o piloto ideal nessa condição. Até brinco dizendo que vai voar prato de macarronada em Maranello.

    Quanto a Badoer, não acho que nem Ferrari nem ele estava esperando grande coisa. Não fiquei decepcionada e nem sei se foi essa humilhação toda, acho que já era esperado. Se Schumacher não conseguir voltar para uma corridinha, seria divertido ver Piquet de vermelho. Do inferno ao céu em pouco tempo.

  24. Lucius disse:

    Se o alemão, parado a pouco tempo, queria treinar parar correr, imagine o BAD, que tá 10 anos parado?

  25. Aderson disse:

    Com certeza o Marc Gene seria o mais indicado pra correr neste FDS, pelos motivos já aqui mencionados.
    E se quissessem dar uma chance pro Manoer, botassem ele em Monza que é uma pista tradicional e mais facil pra um piloto que está muito tempo sem ação.
    O carro nº 3 da Ferrari não está vermelho só por causa da cor oficial de Maranello.
    Só espero que algum ignorante desavisado não confunda o capacete amarelo do Manoer e ache que é o Massa que já retornou as pistas e está andando mal por causa do acidente.

  26. O anúncio prematuro de Schumacher, mesmo que irresponsável, é ate justificável. Em primeiro lugar, porque pelo que me lembro foi a assessora do piloto que divulgou primeiro a informação… Segundo, porque é uma boa estratégia de relações públicas, joga a equipe de volta à manchetes, desvia o foco da má fase do time… e até faz jornalistas mais festivos cravarem vitória antes do tempo.

    Agora, é inconcebível a direção da Ferrari não ter colocado o Gené no lugar. Um piloto que está na ativa em corridas, mais jovem. E que correria em seu próprio país! Talvez o objetivo seja colocar um italiano na Ferrari para o GP da Itália. Mas essa corrida em Val~encia vai servir menos para preparar do que para queimar o pobre Badoer – e duvido que ele vá resistir mais três semanas na vaga.

  27. Willian disse:

    Não considero Badoer um mau piloto. Mas é notável que os dez anos parado fizeram a diferença nesse final de semana.
    A Ferrari cometeu um erro. Mas ela resolveu dar uma chance para alguém que esteve lá, ajudando a equipe nessa última década (que foi a mais vitoriosa dela).
    Acho errado culpá-la por “expor ao ridículo” um piloto. A Ferrari apenas realizou o sonho dele. Badoer queria isso. Ele deveria saber que não estava preparado para assumir essa responsabilidade.
    Ou seja, o próprio piloto é culpado pela humilhação que está passando agora.

  28. An∂ré disse:

    Por que a Ferrari não chamou o Marc Gené, que está no ativo? Alguém sabe me dizer? Ele andou este ano nas 24h de Le Mans e talvez esteja pilotando na Le Mans Series, não sei. Mas certamente ele estaria mais preparado. Também tem o Mika Salo que está no ativo. Será que havia tanta falta de opção para terem recorrido ao Badoer?

    Em relação ao possível futuro com Massa e Alonso na Ferrari, prefiro não especular, nem prever poblemas, porque pode ser completamente diferente. O Kimi também é meio chato e fechado e no entanto ninguém se estranha lá dentro. O intrigante é pensar: e se o Schumacher voltar no ano que vem e o Alonso estiver confirmado na Ferrari? Como fica? Sai Kimi e sai Massa? Isso sim seria um choque.

  29. Eusebio Sachser disse:

    Algo me diz que o Badoer tem um bom QI (quem indica) dentro da Ferrari. Por que um piloto de 38 anos, 10 anos sem andar em um F1 é piloto de testes? Só por ser italiano? Grande coisa, os italianos desde Ascari foram um fiasco na equipe. A Ferrari deveria se preocupar com um programa de jovens pilotos como faz outras equipes, Red Bull por exemplo. Dar espaço para sangue novo.

  30. Mandruwá disse:

    Acho q esse Domenicalli ñ entede de carros, corridas e pilotos. O problema é chefia, tomada de decisão, no meu modo de ver…
    e tenho dito…

  31. Daniel Gomes disse:

    E tem gente que ainda hoje insiste em dizer que a culpa era toda do Barrichello…

  32. Sérgio disse:

    Capelli, todos sabem que o objetivo de um piloto de testes não é ser rápido, mas desenvolver o carro. Porém, será que essa lentidão extrema do Badoer poderia colocar em dúvida sua aptidão para testar? Afinal, ele parece desconhecer os limites do carro…

  33. Bruno Said disse:

    RT: @ivancapelli: Ferrari teve um mês para planejar a substituição de Massa(…). Expôs Badoer a um ridículo público. http://migre.me/5ECE

  34. Capelli disse:

    Ferrari teve um mês para planejar a substituição de Massa e não soube fazê-lo. Expôs Badoer a um ridículo público. http://migre.me/5ECE

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>