MENU

4 de outubro de 2009 - 13:59Análises

Positivo e negativo: Japão

Positivo: Sebastian Vettel, que fez o que se pode chamar de corrida perfeita. Pole, vitória e domínio absoluto. Conseguiu o resultado que precisava para manter-se vivo na briga pelo título, ainda que com chances remotas.

Negativo: Brawn. A equipe oscila demais, vai da vitória esmagadora a desempenhos medíocres num intervalo de poucas corridas. Chegar em sétimo e oitavo é muito pouco quando se é líder entre os construtores e se faz dobradinha no Mundial de Pilotos.

Comentários do Facebook

comentários

14 comentários

  1. Dionisio disse:

    Não concordo !
    Chegar em sétimo na F1 não é demérito pra ninguem.

  2. JP disse:

    Será que no ano que vem,a Brawn vai conseguir ter um bom carro.

  3. Eduardo disse:

    Acabou o sonho Rubens!!!! Espero que a Williams próximo ano tenha um carro competitivo para você fazer uma boa temporada como essa. Entretanto, acredito que essa temporada tenha sido sua ultima chance de ser campeão mundial, porque não acredito numa Williams disputando o titulo proximo ano.

  4. Leonardo Borges disse:

    Qual a diferença entre fisichela , kovaleinen , alguersuari , sutil e uma lesma , simples a lesma corre sem o capacete…

  5. Marco Toyota disse:

    Eu tava pensando aqui, que um ponto negativo teria sido a quantidade de acidentes nesse fim de semana em Suzuka. Depois de ler uma resposta do Kimi Haikonen em um antrevista, mudei de idéia.
    .
    “KR: I think it is a dangerous sport. This is more a kind of old-style circuit. The new circuits have a lot of run-off with asphalt, so it makes no difference if you make a mistake, you can usually get back on the circuit. Here, if you make a mistake you are usually going to hit the wall and I think that is how it should be. You get punished for the mistakes and it makes it more exciting, and I think you need to be more precise.”
    .
    Talvez o ponto negativo seja a falta de preparo desses novos pilotos na F1.

  6. Bruno A. disse:

    bom, ao menos espero que o Ross tenha sacado a besteira que fez ao ficar com essa história de soltar os pilotos faltando segundos pra acabar as sessões. afinal, foi ali que ele jogou o fim-de-semana de ambos os carros no lixo, a corrida fraca foi consequência.

  7. Josele Garza disse:

    Lado negativo: a corrida. Uma bosta, ninguém ultrapassa ninguém quase (só em trocas de posições nos pits) e também uma senhora duma procissão…

    Minha expectativa é com as mudanças para o ano que vem, com o fim do reabastecimento, por exemplo. Vai voltar aquelas corridas onde o piloto tem que dosar a máquina e vai ter muita gente ficando sem fuel nas voltas finais.

    E também com a eleição do novo Presidente da FIA da ****, tomara que o próximo Presidente não seja um pau mandado do Ecclestone ou das equipes montadoras. Vamos ver as novas equipes se elas darão conta do recado.

  8. Batavinho disse:

    Olá Capelli, pelo lado da Brawn, realmente é negativo o fato deles estarem oscilando tanto, mas pelo esporte, por nós telespectadores, é positivo…faço votos para que retorne o tempo em que se ganhava um campeonato, apertado, com umas 4 vitórias no ano todo. Os grandes feitos só são necessários na hora do aperto.
    No mais, parabéns pelo blog, é excelente !

  9. João Pinho disse:

    Não só lideram o campeonato de construtores como penso que já o garantiram! Não?

  10. Pedro disse:

    Há muito tempo um piloto não vencia de ponta a ponta. E por pouco, muito pouco (0,003 segundos) o Vettel não ficaria com a melhor volta da corrida. Se isso tivesse acontecido, seria o 1o Grand Chelem (Pole, Volta mais rapida, vitoria de ponta a ponta) em 5 anos. A ultima foi com Schumacher em 2004.

  11. Sidewinder disse:

    E o Fisichella? Abriu as pernas p’ro Kova logo na saída dos boxes.
    Assim que confirmaram o Físico na Ferrari, achei que não faria grandes coisas, mas correr sempre lá no fundão, o melhor mesmo é se aposentar de uma vez.

  12. luiz alberto disse:

    o que eu achei realmente positivo neste gp é o grau de segurança que os carros atingiram,onde pilotos estão abusando da sorte.se a seguranca dos carros e das pistas fosse a mesma das décadas 60/70,hoje teriamos muitas vagas nas equipes.Fico pensando nos anos iniciais das disputas de gp o piloto tinha que ser muito bom mesmo.pois alem dos carros não terem a mesma aderencia e muito menos a capacidade de frenagem,não aceitavam erros sem machucar bastante o seu piloto.Hoje destroi-se um carro e o piloto quase sempre sai andando isto não acontecia no tempo do “bateu/morreu” estes engenheiros que trabalham no desenvolvimento destes carros estão de parabens.

  13. Eduardo Casola Filho disse:

    Pra mim o destaque negativo é o Kova, que é muito fraco e o acidente com o Sutil foi demais, tem que despachar ele pra 3[ divisão da Nascar junto com o Nelsinho!

  14. KBK disse:

    Faltou a melhor volta pra ser perfeita não é mesmo? Só pra ser chato mesmo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>